1. Spirit Fanfics >
  2. Monster - Chanbaek >
  3. Four

História Monster - Chanbaek - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia/tarde/noite, anjinhos! Peço imensas desculpas pela demora... agora minha agenda tem sido bastante preenchida e vai piorar assim que a escola começar... mas prometo que vou arranjar um tempinho pra vocês! Enfim, aqui vai mais um capítulo, espero sinceramente que gostem, pois eu começo escrevendo alguma coisa com uma ideia em minha mente e acaba sendo algo completamente diferente... enfim.


Boa leitura! Até às notas finais!

Capítulo 4 - Four


Fanfic / Fanfiction Monster - Chanbaek - Capítulo 4 - Four

    Baekhyun acabou de tomar o pequeno almoço, com Luhan ao seu lado. Os dois não tinham falado muito, cada vez que o rosado tentava falar com Baekhyun, este lhe dava respostas curtas, mas sem faltar ao respeito. Vendo que o loiro não iria conversar, Luhan decide ir pegar algumas roupas de Chanyeol emprestadas para depois Byun poder tomar banho. A meio do caminho, cruza-se com o de cabelos negros, que estava indo para seu quarto.


 — Chan! Eu conversei um pouco com Baekhyun. — Chanyeol, o olha, não mostrando o interesse que lhe atingiu naquele momento. Mas mesmo assim, seu melhor amigo o conhece há muito tempo, então sabia como ele se sente.


 — e…?! — o de cabelos negros o incentiva a continuar, o que Luhan faz com muito gosto.


 — então, a minha pessoa incentivou Baekhyun a te dar uma oportunidade para você mostrar que realmente o ama e que ele pode te amar de volta. Mas você não pode arruinar o que minha pessoa deu pra você! — Luhan diz, se sentindo muito orgulhoso por ter ajudado o amigo. Chanyeol abre um pequeno sorriso de canto, o que mostrou ao rosado a sua infinita felicidade. Park não era muito de mostrar as suas emoções, a não ser que estas fossem raiva, ódio ou insatisfação. Então apenas um pequeno sorriso mostrava que ele estava muito feliz. — de nada. Sim, eu sei que sou demais!


 — sim, você é. É por isso que é meu melhor amigo. — Chanyeol responde ao deboche de Luhan, que se surpreende pela revelação repentina.


 — nossa, você está mesmo caídinho por Baekhyun, a ponto de me elogiar assim! Será que posso ter um abraço? — debocha Luhan, mais uma vez, mas sendo sincero em suas palavras na mesma. Excepto o abraço, pois sabe que o de cabelos negros odeia abraços. Não sabe se comportar em um, nem depois de um. Pra não falar que se sente demasiado apertado e com demasiado contacto físico com a pessoa que o está abraçando. As únicas pessoas que o conseguem abraçar são sua mãe e seu irmão, mas aí são casos totalmente diferentes.


 — você é um idiota. — Chanyeol diz, empurrando de leve Luhan.


 — posso ser idiota, mas seu humor tá on fire, hoje! Ah, já me ia esquecendo… — ao se aproximarem da porta do quarto de Park, o de cabelos rosa finalmente se lembra do porquê ele estar saindo do quarto de Baekhyun. — eu vou precisar de umas roupas suas emprestadas. Para o Baekhyun. Ele não pode ficar com as roupas sujas da rua para sempre, e mesmo que hoje eu e ele vamos às compras, ele quer tomar um banho agora.


 — claro. Eu vou lá buscar alguma coisa… um pouco mais pequena das minhas roupas para ele. — disse Chanyeol, já abrindo as portadas do seu quarto e indo direto para o armário, escolhendo um conjunto de calções de ganga preto e uma camisa branca. Eram as mais pequenas que ele tinha. Park sai do quarto e entrega as roupas para o de cabelos rosa, que as confere.


 — Chan, falta uma peça… — ele diz. Chanyeol fica confuso, a princípio, mas logo se apercebe da peça faltante e volta para o quarto, logo voltando com uns boxers cinzentos e os entregando a Luhan.


 — eu vou andando. Até logo, senhor “simpatia matinal”! — o mais baixo diz, antes de sair sem esperar por uma resposta do mais velho, que o fuzila com o olhar enquanto se ri internamente. Chanyeol adorava Luhan, o rosado era alguém muito importante pra ele. Sempre lhe ajudava quando este precisava e provavelmente, se não fosse por ele, o de cabelos negros já estaria perdido.


    Luhan segue pelos corredores novamente, desta vez, rumo ao quarto de Baekhyun, onde o encontra olhando para a janela. Ele parecia muito concentrado em observar a área da piscina e o jardim, este que continha várias árvores altas que quase impediam a vista para os campos que envolviam a mansão. Ao notar uma presença no quarto, Byun se vira para ver quem é, rezando para que este não seja Chanyeol, e por sorte era Luhan, este que traz umas roupas e as coloca em cima da cama.


 — trouxe algumas roupas para você tomar um banho… — ele profere, vendo depois o loiro pegar as roupas, analisá-las e depois ir até às portas que deveriam ser as do banheiro. Ao abri-las, ele se depara com um grande espaço, muito bem limpo, que variava entre as cores branco, preto e cinzento. Havia uma banheira de hidromassagem, um box bastante grande, lavabos duplos, uma sanita e um bidê a seu lado. A banheira de hidromassagem tinha uma grande janela que dispunha de uma vista panorâmica para um extenso jardim, com um pátio circular no meio. Haviam também bastantes árvores nessa área e era quase relaxante observar aquela parte da casa. Baekhyun fecha a porta do banheiro e observa mais uma vez o banheiro, com especial atenção para ver se não havia câmeras escondidas ou algo do género. Ele despe-se, colocando as roupas que estava usando em um pequeno compartimento que seria para as roupas sujas. Sabia disso, pois tinha um igual em casa. Depois, finalmente liga a água do box e coloca-a em uma temperatura agradável, o que demora algum tempo. Depois de finalmente adentrar no box, Byun permite-se de pensar em como a sua vida seria agora. Como ele poderia sair daquele lugar? Seus pais deveriam estar muito preocupados com ele, não tinha ido para casa ainda e provavelmente não voltaria nos próximos dias. Haviam muitas preocupações rondando por sua mente e a água quente aliviava-as um pouco, mas não as retirava, infelizmente. Baekhyun pega o sabão e passa pelo corpo, depois limpando-se novamente com a água quente e saindo do banho. Mas é nesse momento que ele se lembra que não tem toalha.


 — Luhan! — ele chama, obtendo a atenção do outro, que lhe responde de volta.


 — pode falar, algum problema? — o tom dele soa meio preocupado, então Baekhyun trata de lhe despreocupar antes de finalmente relatar o pequeno problema.


 — tudo bem, eu só preciso de uma toalha… — o de cabelos rosa responde com um “ok” e depois Byun ouve a porta do quarto a ser aberta e depois fechada. Algum tempo depois, ouve alguns passos no quarto e finalmente a porta do banheiro é aberta, mas ao contrário do que o loiro pensava, não é Luhan que entra. É Chanyeol. E ele traz consigo uma toalha com alguns detalhes dourados. Assim que o de cabelos negros adentra no espaço, Baekhyun não perde tempo em esconder seus íntimos e se afastar um pouco mais. Chanyeol ri assim que vê a vermelhidão que atingiu as bochechas do loiro e depois vai até ele, que continuou estático, evitando o contacto visual. Park vira Baekhyun de costas para si e depois começa a secá-lo, parte por parte calmamente, com cuidado para não chegar a algum ponto que deixasse Baekhyun demasiado desconfortável. Envolve a toalha em sua cintura, fazendo de forma a que esta não caísse. Ainda aproveita para passar as mãos pelas nádegas de Baekhyun e depois subir suavemente uma das mãos pelas suas costas, fazendo o mais novo se arrepiar por completo. Após o acto, Chanyeol se afasta do loiro e segue pela porta do banheiro, sem se esquecer e soltar antes um “de nada” debochado e olhar nos olhos de Baekhyun, que estava ainda tentando processar o que acabou de acontecer ali. Depois, ele finalmente sai do banheiro e vai até ao quarto, onde se veste e depois cai na cama, suspirando e se queixando pela vermelhidão que insistia em focar nas bochechas dele.


 — você já se vestiu? — Baekhyun reconhece a voz de Luhan do outro lado da porta e depois se apercebe de que eles tem compromissos, e ele não poderia ficar naquele paraíso de cama o dia todo, como gostaria.


 — já, pode entrar. — Byun diz, depois observando enquanto Luhan adentrava no cômodo mas não ia para perto da cama, permanecendo no mesmo lugar. O loiro o observa com um ar questionador, visto que Luhan permanecia ao lado da porta, estando esta aberta.


 — você vem ou não? Temos de voltar perto da hora do almoço. — o rosado diz, atendendo à duvida de Baekhyun, este que se levanta, preguiçosamente, e segue até ao corredor com Luhan atrás dele. Luhan depois indica os caminhos até os dois chegarem à garagem. O loiro, primeiramente, fica um pouco confuso dentro da casa, mas à medida que Luhan ia explicando, Baekhyun começava a perceber o sentido dos corredores e a colocação das divisões. Depois, os dois descem as escadas para a garagem e lá, Baekhyun fica impressionado com os carros que lá haviam. Um Bugatti Chiron vermelho, um Mercedes-AMG SLC 43 azul escuro, um Audi A5 Cabriolet branco e um Ford GT amarelo com duas listras pretas no cimo, já para não falar das duas motos que havia naquele espaço bastante grande, uma Ducati Paningale vermelha e por último, uma Yamaha YZF azul. Baekhyun ficou muito impressionado com os automóveis daquela garagem e ficava se perguntando como era possível Chanyeol tê-los lá.


 — vejo que Chanyeol é fã de carros desportivos… — comentou, enquanto se dirigiam para a parte de fora da garagem.


 — sim, mas são só para diversão, sem contar com posse, claro. — Luhan comenta, divertido ao ver o loiro quase babando para cima dos carros. Na porta da garagem, havia um BMW X5 castanho com um motorista de óculos escuros os esperando. “Que clichê…” pensou Baekhyun, depois entrando no carro e se sentando ao lado de Luhan.


 — não querendo ser… abusado, ou assim, mas a gente não poderia ir em um daqueles carros lá da garagem? — o loiro pergunta, meio receoso, mas mesmo assim na esperança de poder entrar em um daqueles descapotáveis lindos que tinha visto anteriormente.


 — poder podemos, mas agora, se Chanyeol deixa, isso com certeza não. Ele é muito ciumento com aqueles carros, são do pai dele e se a gente encosta o dedo neles… — Luhan faz uma expressão de medo engraçada e Baekhyun solta um risinho, sendo seguido pelo rosado. Entretanto, o carro já estava em movimento. O motorista já sabia para onde estavam indo, então Luhan não precisava nem dizer o endereço. O caminho se passou novamente com Luhan tentando puxar conversa, e Baekhyun o respondendo secamente. Mas mesmo tentando ignorá-lo, Byun notou que Luhan tinha um jeito meio fofo e brincalhão, e mesmo falando pouco, conseguia arrancar leves risadas dele. Isso fez com que involuntariamente, o loiro criasse um afecto pelo outro.


 — chegamos! — Luhan exclama, assim que o X5 estaciona no shopping. Os dois saem do carro e depois o rosado pergunta: — a que loja você quer ir primeiro?


 — não sei… só entrando, mesmo. — Baekhyun responde, enquanto os dois subiam as escadas do estacionamento e rumavam à torre que fora construída como shopping. Luhan vai dando inúmeras opções de lojas, e em cada uma, contava um episódio desastroso que já lá tinha acontecido com ele lá e isso fazia Baekhyun rir bastante, aliviando um pouco a tensão que ele claramente tinha ao estar com o rosado, visto que os dois tinham praticamente acabado de se conhecer, e não da melhor forma possível.


 — ah, ali! — Baekhyun aponta para uma loja que parecia bem legal, logo depois indo apressado até lá e sendo seguido por Luhan, que começa logo a observar as roupas de lá e vendo o preço de algumas que ele tinha gostado. Já Baekhyun segue para a caixa sem nenhuma roupa, o que confunde Luhan, que vai até ele e fica lá observando a conversa que ele tinha com a moça da caixa. — bom dia! Bom, eu tinha uma encomenda que eu gostaria de pegar já, está em nome de B-


 — não é preciso, nós resolvemos, obrigado! — Luhan interrompe Byun, fazendo este ficar confuso, mas depois Luhan o puxa para o outro lado da loja, vendo algumas roupas como quem não quer nada. — é proibido fazer encomendas. Podem nos localizar através delas.


 — como assim, “localizar”? — o loiro pergunta, tentando perceber o raciocínio que Luhan teve antes dele.


 — somos uma gangue, Baekhyun, temos claramente inimigos e conspirações, já pra não falar da polícia, por isso todo o cuidado é pouco e se nos quiserem mesmo encontrar, podem ir ver as compras que fazemos em nome próprio e nos encontram a partir daí, entendeu? — o de cabelos rosados explica, esclarecendo Baekhyun, que assente com a cabeça e começa a observar algumas roupas, aceitando algumas sugestões de Luhan e depois experimentando-as, escolhendo as que lhe agradavam e aquelas que não lhe satisfaziam. Depois de pagar as compras, se dirigiram para outras lojas, e ficaram lá escolhendo roupas até se cansarem. — Baekhyun…


 — o que foi? —o citado responde ao tom manhoso do outro, de forma atenciosa.


 — por favor, me diga que a gente não vai pra mais nenhuma loja… — o rosado pede, choroso. Baekhyun ri pelo exaspero do outro antes de lhe responder.


 — a gente só vai até a minha loja preferida e depois podemos sair, pode ser? — após receber confirmação do de cabelos rosa, os dois se dirigem à última loja, sendo esta a famosa Gucci. Os dois entram lá e ficam vendo as roupas que tem lá.


 — sua loja preferida não era a Falconeri? — Luhan questiona, confuso, após algum tempo observando as roupas. Baekhyun, que estava vendo o preço de uma roupa, parece pensar um pouco antes de responder.


 — eu gosto das duas igualmente. Apesar de quase nunca poder comprar nada nelas por serem bastante caras… — o loiro responde, vendo o outro assentir com um “ah” prolongado. Após os dois pagarem as roupas e saírem da loja, Baekhyun vê uma pessoa inesperada e corre até ela. A garota de cabelos platinados finalmente se vira para ele e depois abre um grande sorriso, o abraçando. Luhan parece confuso, então limpa a garganta, antes de olhar para Baekhyun com um tom sério e questionador.


 — Baekhyun… temos de ir, rápido…

 

Continua...

 

 


Notas Finais


Bom, aqui estamos nós... Eu não sei o que deu em mim para fazer aquela cena muito à toa do Chanyeol e do Baekhyun, mas tipo... eu comecei escrevendo e pensando em todas as merdas que poderiam acontecer naquele banheiro e acabou saindo isso... Mas, de qualquer forma, espero que tenham gostado!

Quem vocês acham que é a garota de cabelos platinados? ( essa é difícil, sério, por isso, mandem à toa e vejam se acertaram! )

Me digam nos comentários o que vocês acharam, eu leio e vou responder! Bjos, até ao next capítulo! <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...