História Monster - Imagine Shin Ho Seok (Wonho) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Ki Hyun, Kim Namjoon (RM), Personagens Originais, Won Ho
Tags Wonho
Visualizações 316
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - 1


Wonho

O nome tão procurado pelas autoridades, ah ele é realmente um estúpido sem coração.

Sequestrar mulheres e as tornarem suas "submissas"? Isso é coisa que se faça?!

Eu certamente odeio esse cara sem nem mesmo o conhecer!

...

— ______ — Hyungwon se sentou em minha mesa me lançando um olhar acolhedor — Eu vou sair mais cedo, nos vemos em casa, huh?.

— Ah, tudo bem — Sorri fraco, ele apenas acentiu e se aproximou. Nossos lábios se tocaram rapidamente.

— Até mais tarde — Acenou já da porta, acenei de volta e vi Kihyun fazer uma careta assim que Hyungwon saiu. 

— Vocês me dão nojo — Resmungou.

— Somos um casal, e casais se beijam! Bobo — Disse brincalhona ele apenas deu de ombros e riu um pouco.

— Eu lhe trouxe alguns documentos eles dizem um pouco mais sobre Wonho — Me entregou os papéis.

— Oh, sim — Coloquei meus óculos e sorri um pouco — São boas pistas.

— Eu também achei — Disse animado — Neste documento aqui — Pegou o papel de minha mão — Diz seu primeiro nome.

Tomei o papel de sua mão e li as primeiras linhas.

— Shin...  — Mordi a tampa de minha caneta e joguei a cabeça pra trás pensando um pouco.

— Estamos fazendo de tudo para acharmos, mais sobre — Coçou a nuca — Mas Jooheon dorme quase sempre que digo sobre o caso, por que será? — Perguntou apreensivo e eu ri.

Tão inocente!

— Talvez por que você é um garoto, nerd que fala demais — Vi sua cara assustada — Você sabe demais, e isso é tediante — Eu ri mais um pouco.

— E-e isso é mal? — Fez careta pela 2° vez no dia.

— Claro que não! Só é tediante — Me ajeitei na cadeira.

— Certo.. Bom, já vou indo! Dê uma boa olhada nesses papeis, pode ter coisas importantes que eu não consegui ver — Resmungou o final e saiu da sala.

O nome lido rodeava meus pensamentos me fazendo perder a concentração.

— Shin...? — Espalmei minhas mãos na mesa — Eu conheço esse sobrenome de algum lugar!

Minha mente estava a mil, eu já ouvi falar dos Shin, são — na verdade eram —, uma família rica e mesquinha.

Mas todos os familiares morreram misteriosamente! Foram anos tentando pistas e todos eles foram atoa, já que quem fez isso tomou muito cuidado e conseguiu esconder todas as pistas. 

Meus olhos se encontraram com o relógio de parede que já marcava 00:00 eu fiquei muito tempo pensando nisso, droga!

Arrumei todos os documentos em uma pasta e sai da delegacia, como não vim de carro eu obviamente voltaria a pé.

As ruas estavam escuras e silenciosas, podia-se ouvir somente meus passos que não eram apressados. Já que eu conheço aquele caminho como a palma de minha mão.

De meus lábios escapavam uma melodia alegre e baixa. Meus passos continuavam lentos, porém o barulho que faziam não era de passos lentos... Parei imediatamente de cantarolar e ouvi os passos mais ágeis que antes.

Droga!

Caminhei mais rápido, tentando nao parecer tão desesperada, o frio na barriga me deixava assustada.

Mas eu não sou uma mocinha de filme de terror! Vou enfrentar isso como uma policial faz.

Virei os calcanhares e um homem de preto estava a alguns passos distantes de mim.

— O que quer? — Perguntei corajosa.

— Não sou eu que quero e sim meu chefe — Murmurou rouco — E ele quer seu corpo — Se aproximou mais.

— Não ouse dar mais nenhum passo ou..

— Ou o que? — Me interrompeu e continuou vindo em minha direção.

— Eu estouro seus miolos — Tiro a arma da cintura e a aponto pra sua cabeça.

— Devia saber que não estou sozinho — Riu, fiquei sem entender até que senti braços me agarrarem — Wonho nunca manda um de seus sequestradores sozinhos — Veio até mim e bateu na arma a derrubando.

Me debati contra aquele ser forte que me agarrava e gritei irritada.

— Bons sonhos princesa — O que me segurava bateu algo em minha cabeça e eu desmaiei.

[...]

Falas, gritos, tudo se misturava no lugar que parecia um cativeiro. Coloquei as mãos em meus ouvidos e resmunguei algo apenas para mim ouvir.

— Senhor, a garota de ontem acordou — A voz do Homem de preto que ontem me 'sequestrou' disse.

Meus olhos se encontraram com os seus, seu olhar era frio, e seu rosto sem expressão.

— Eu soube que é policial — Um homem de cabelos vermelhos e bem vestido, entrou na cela em que eu permanecia e se abaixou na minha frente — E nossa, que bela policial — Me olhou dos pés a cabeça enquanto mordia os lábios sorrindo sacana.

— Quem é você? — Perguntei pronta pra uma resposta boba ou grossa.

— Meu apelido é Wonho, mas muitos me chamam de demônio ou monstro! A escolha do que me chamar é sua — Se levantou e segurou em meu braço me levantando junto — Apartir de agora, você será minha submissa — Passou a língua entre os lábios — Mas não se preocupe! É apenas um mês — Riu maldoso.

Parece que eu acabei de conhecer o demônio e seu próprio inferno.


Notas Finais


°•ME PERDOEM POR ERROS•°

Eai, curtiram a ideia da história? Rs
Eu gosto muito de ler histórias que envolvem submissas e tive a ideia de criar essa!
Comentem e favoritem pra me incentivar a continuar

Amo vcs ~♡
@Girl_HunHan


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...