História Monster - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 22
Palavras 1.116
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura !

Capítulo 9 - Sorriso.


Após um tempo a situação de Yoko melhorou um pouco, mas a de Suah não mudou muito, pois a mesma foi bombardeada de perguntas sobre tudo o que aconteceu enquanto a mais nova não estava, e ao ter que explicar o próprio estado naquele tempo , sentiu o peito doer não querendo falar sobre as provocações infantis de Taeyeon.

– Ela não consegue entender como o assunto é sério ? Ela sequer pensou em como você se sente ? Pft, óbvio que não, ridículo ! Ela é ridícula ! – Expressava sua indgnidade com gestos além de tudo.

O silêncio por parte da maior fez Suah olhar para sua Donsaeng, vendo o rosto sorridente da mesma. Ah, aquele sorriso, o sorriso visto tão poucas vezes, mas com certeza um dos mais sinceros que poderia um dia ver.

– Obrigada Unnie. – A voz calma soltando do nada a frase.

– Pelo que ?

– Por estar aqui, por não ter mudado, por me tratar como um humano, por ter ficado ao meu lado. – O sorriso da maior foi se alargando, mostrando os dentes e algo que chamou a atenção da mais velha.

– Seu sorriso é bonito – Começou, mas foi cortada.

– Eu não acho. – Disse Yoko com expressão confusa.

A maior sempre invejou os lindos sorrisos das pessoas ao redor, e sempre elogiava os mesmos. Quando via seu próprio sorriso em alguma foto se perguntava o porque dela não ter um sorriso verdadeiramente bonito como os outros, sendo franca ela nunca repararia em seu próprio sorriso caso um amigo não tivesse feito uma piada sobre o mesmo, e esse simples gesto fez com que Yoko não gostasse do seu sorriso.

– Como assim ? – A expressão da menor se misturou em surpresa e indignação. – O seu sorriso é lindo ! É fofo e sincero, como pode me dizer que ele não é bonito ?

– Não sei, eu só não acho ele bonito como os outros.

– É óbvio que não é como os outros, ele é seu, ele é único ! Em que outro sorriso eu poderia encontrar um canino pequeninho  que nem esse ? – Disse segurando o rosto da maior e mostrando de que dente se referia. – Nem parece que come carne de tão pequeninho !

E então a maior riu alto, muito alto, extremamente alto. Ao perceber o volume de sua risada rapidamente cobriu abafando o som.

– Meu Deus, eu me afasto de você por 5 dias e até a sua risada muda ! – A maior fingiu indagação.

– Eu acho que peguei o costume de Chenle, minha risada está muito alta esses dias.

– Quem ?

– Sook não apresentou você aos meninos ? – Franziu o cenho.

– Não. – Disse imitando a ação da mais nova.

– Bom, não tenho conversado muito com eles ultimamente, mas Sook continua falando bastante com Renjun e os outros, é estranho ela não ter apresentado vocês. – Pensou um pouco mas logo deu de ombros. – Então resta a mim apresenta-los.

Então a mais velha se levantou, indo em direção ao banheiro e se espantando ao ver a própria face.

– Pelo amor de Deus, eu tô acabada ! – Disse rindo logo após, e nesse momento olhou bem pra sua imagem rindo, será que seu sorriso era mesmo feio ?

– Nós vamos vê-los agora ?

– Bom, estamos jogadas nesse quarto sem nada pra fazer e não quero que as pessoas achem que eu entrei em depressão, então por que não né ?

A mais velha sorriu ao ver o bom humor de sua donsaeng e logo se levantou da cama, pegando uma escova e escovando seus cachos que eram tão bem cuidados mas lentamente estavam se tornando desleixados, não podia fazer nada, não tinha os produtos certos alí, mas tentava os manter com o que podia. De repente sentiu ser envolvida por algo, em surpresa ficou sem reação mas logo fechou os olhos se aconchegando no abraço que recebia, Yoko não sabia o porquê mas sempre quis fazer isso com sua Unnie, mesmo que sentisse que ela não receberia como desejado, queria muito se encontrar naquela posição com a mesma, porém quando viu que Suah aparentemente gostou ficou extremamente feliz e então se sentiu na liberdade de deixar um singelo selar no topo da cabeça da mais velha. O pensamento que passava na cabeça de ambas era "Por que eu não quero me afastar ?", elas sabiam que a posição era estranha e o clima era algo perto de romântico, mas parecia tão certo, tão convidativo, que resolveram apenas permanecer assim por mais um tempo, em silêncio. Até a porta ser aberta inesperadamente.

– Noona ! Adivinha quem veio fazer uma visi– O garoto de cabelos castanhos fez uma expressão de surpresa e logo depois sorriu ao ver as duas jovens se afastarem com urgência. – Mas olha, acho que estou atrapalhando algo.

A menor corou violentamente e já ia falar algo mas foi impedida por Yoko.

– Deixa de bobagem Jaemin ! – A mesma se aproximou do garoto o agarrando em um abraço apertado que o mesmo correspondeu sorridente. – Eu senti sua falta menino, à quanto tempo não te vejo, pensei até que tivesse me esquecido.

– Eu ? Te esquecer ? Mas nunca ! Como poderia esquecer a Noona que gritou " eu shippo Marchan" em pleno corredor e depois  saiu correndo ? Foi histórico ! – Disse sorrindo e então seu olhar caiu sobre Suah que estava afastada e curiosa sobre o garoto até então desconhecido. – E essa aí é a sua namora-

– AMIGA – Suah disse cortando a frase do garoto, o que fez o mesmo rir. – Eu sou Suah, é um prazer Jae... Jae...

– Jaemin. – Completou ajudando a mais velha. – O prazer é todo meu ! Imagino que você seja a novata que Sook falava.

– Então ela falava sobre a Suah ? – Yoko perguntou se colocando na conversa novamente.

– Sim, mas nunca fomos conhece-la realmente porque estávamos sempre de um lado pro outro e normalmente Sook só encontrava um ou dois de nós juntos, mas hoje, por sorte, estamos todos lá, ou quase todos, – Disse revirando os olhos com expressão um pouco triste. – Por isso viemos chamar você logo depois que descobrimos que foi liberada e aproveitamos pra chamar Suah também.

– Ah, entendi, que coicidência, a gente estava indo atrás de vocês também !

– Ah é ? Não era isso que parecia. – Disse dando um sorriso malicioso.

– Dá pra não comentar isso que você viu com eles, por favor ? – Suah disse um pouco corada.

– Vou pensar no seu caso. – Disse dando uma piscada e se virando novamente para Yoko. – Vamos então, Noonas ? Senão daqui a pouco o Haechan cansa de esperar e vai correr atrás do Mark de novo.

A mais alta sorriu e acentiu, chamando Suah também e logo seguindo o moreno que era aparentemente, mais novo que elas.


Notas Finais


Até o próximo capítulo !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...