História Monster - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Ficção, Histórias Originais, Magia, Mistério, Original, Romance, Shoujo, Violencia
Visualizações 19
Palavras 601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Almoço com o moço


James

Nunca pensei que um dia iria contar toda a verdade a alguém, nunca pensei que fosse contar a uma garota que acabei de conhecer. O que deu na minha cabeça?

Era 10:20 eu estava me arrumando, achei incrível como eu estava agindo, eu iria me encontrar com uma garota, sendo que ela sabe do meu outro eu. Não sei nem como reagir quando a ver. Akira realmente mexeu comigo, com meu psicológico, eu poderia simplesmente ter matado ela ali mesmo, como as outras, como qualquer uma, mas eu não fiz isso... E agora marquei um encontro com ela. O que diabos eu to fazendo da minha vida?

Se ela contar para alguém, com certeza ninguém acreditaria, mas eu vou entender se ela não aparecer na lanchonete. Mas ela não aparentou ter medo de mim, o que será que ela estava pensando?

Tantas perguntas...

Akira

Eram 10:50 estava terminando de me arrumar, mas ainda estava em dúvida se eu iria ou não, talvez só pela curiosidade, mas não consigo parar de pensar no que vi, no que senti naquele momento, um pouco de medo, mas também, fascinação.

12:00

Havia chegado na lanchonete faz 3 minutos, nada dele, espero mais 10 minutos, e se ele não aparecer... Vou embora.

12:06

James

Chego na lanchonete, e lá estava ela, na mesa do canto, mexendo no celular, concentrada, ela tinha pedido um cappuccino, ela bebe um gole, e o olhar dela encontra o meu, ela apenas me olha séria, vou até ela.

-Oi.- Eu digo, ela responde o mesmo.

-Você deve ter algumas perguntas...- Eu começo a falar, e ela me interrompe.

-Algumas? Você quis dizer muitas né?- Ela diz, e me olha com um pouco de desprezo no olhar.

-Desculpa, eu te conto a história, e depois você faz suas perguntas.- Se ela vai ser fria e grossa comigo, vou ser frio e grosso com ela.

-Eu era um adolescente normal, com uma vida normal, a mais normal que qualquer um poderia ter em 1.856. Até que eu conheci uma garota, Rebecca Pines, ela foi a primeira vampira com quem tive contato, eu era perdidamente apaixonado por ela, um dia ela me deu um pouco do próprio sangue, e me matou. Eu acordei minutos depois, com uma sede, sede de sangue. Nunca mais encontrei Rebecca, e prometi a mim mesmo que nunca mais me apaixonaria por ninguém, eu me aproximava das garotas que eu acabava me interessando e então, matava elas- Akira escutava tudo com muita atenção, prestando atenção em cada detalhe- Mas com você, foi diferente.- Ela me interrompe.

-Você disse isso para as outras garotas também? Esse é o maior clichê que já ouvi, se você prometeu não se apaixonar de novo, se você matava todas, por que comigo seria diferente? Sou só mais uma, não venha com essa conversa de que "Comigo foi diferente", eu não caio nessa.- Ela colocou a mão na bolsa, e eu segurei a mão dela.

-Eu estou falando sério Akira, você é diferente delas, você me chamou atenção, você é diferente, muito diferente.- Eu digo, na esperança dela ficar.

-Eu já escutei muito isso antes.- Ela diz, pega a bolsa, e sai praticamente correndo da lanchonete.

O que ela quis dizer com "Eu já escutei muito isso antes?" Parecia que ela não estava nem um pouco preocupada com o fato de que eu sou um vampiro, ela estava mais preocupada com o fato de que eu disse que ela era diferente das outras, ela não liga para o que eu sou? Qual o problema dela?

Eu não vou desistir, não vou deixar ela escapar dessa maneira, ela é realmente diferente das outras para mim, sinto que ela é especial.

Eu sinto isso. E vou provar para ela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...