História Monster - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Destino, Drama, Exo, Hunmin, Minseok, Misticismo, Romance, Sehun, Semin, Sexiu, Sobrenatural, Vampiros, Xiuhun, Xiumin
Visualizações 11
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioi, depois de mais de um ano, voltei com uma Long Fic.

Depois de três anos eu consegui terminar essa fanfic, não aguentava mais segurar esse plot. Vão ser só dez capítulos com uma média de 1500 palavras (média, tem alguns que tem mais e outros que tem um pouco menos). É pouco? É, mas eu simplesmente não consegui enfiar mais coisa justamente pela narração ser, em partes, baseada no livro do Bram Stoker, ou seja, um dia de "diário" por capítulo.

Primeiro era pra ser uma fanfic de Amor Doce, depois passei pra TaeJin (BTS), mas saí do fandom, depois foi ChanHun e depois de mudar 12984389 coisas no plot, fiz ele virar XiuHun.

Espero de coração que vocês gostem, amores, deu bastante trabalho fazer essa fic por falta de tempo nos últimos meses. Felizmente consegui terminar tudo nas minhas férias, que, a propósito, acabam segunda.
Eu gostei principalmente dos últimos capítulos, mas gosto vai de cada um kkkkk
Vou tentar atualizar uma vez por semana justamente pelos capítulos estarem curtos. Vou me sentir mal se deixar vocês sem conteúdo por mais tempo sendo que são poucas palavras por capítulo.

Mas sério agora, espero que gostem mesmo. Uma boa leitura a vocês <3

Capítulo 1 - 8 de Janeiro de 1991


Terça-feira. Nove horas. Kim Minseok estava em sua sala na empresa jornalística, pensando no que escreveria que poderia causar impacto nos leitores, e que, talvez, o levasse a uma promoção. O problema era que nada acontecia. Claro que a Coreia do Sul estava em constante crescimento, mas não é o que a maior parte do seu público alvo quer ler. Pensava seriamente no que faria, mas então foi interrompido por Kim Junmyeon, seu amigo e superior.

— Minseok, posso falar com você um instante? — perguntou encostando a porta.

— Claro, mas aconteceu alguma coisa? — ele se preocupou, afinal raramente Junmyeon queria falar consigo durante o trabalho.

— Nada de ruim, se é o que está pensando. — riu levemente — Eu e os outros superiores estávamos conversando sobre você.

Minseok engoliu em seco. Mesmo que tivesse sido avisado que não era nada negativo, não podia deixar de sentir certo receio, pois eram seus superiores.

— Eles concordam que você é um ótimo profissional, e pensaram em te dar férias. — Minseok já tinha ouvido aquela história, mas não tinha muitos motivos para férias.

Pensava que férias eram para quem tinha com quem passá-las. Sua família não se importava muito consigo, não tinha nenhuma companhia e seus únicos amigos eram Junmyeon, Kyungsoo, um jornalista investigativo que estava em Moscou, segundo o que lhe disseram, e Baekhyun, um colega que escrevia sobre música. Sem contar que a rotina não era tão cansativa assim, então Minseok dispensava qualquer recesso. Pensava que podia ficar louco se ficasse o dia todo em casa, sozinho. Apesar de gostar de casa, não gostava de ficar sozinho.

— Junmyeon...

— Eu sei, você não quer férias. — mais uma vez deixou uma risada escapar — Pensamos em mandar você para substituir Kyungsoo.

— Como assim? — perguntou confuso e preocupado.

— Não sei se você viu, mas de uns anos para cá, saíram umas notícias de assassinatos sem explicação na União Soviética, mais precisamente em Moscou. E algumas pessoas estão achando que é algo sobrenatural. Por isso Kyungsoo foi até lá para “investigar”. Está lá desde o ano passado por ser jornalista investigativo, como você sabe.

— E o que isso tem a ver comigo? — perguntou ainda sem entender.

— Como não quer férias, pensamos em te mandar para lá para investigar e, ao mesmo tempo, conhecer um lugar novo. Você, além de gostar de outras culturas, é o único que fala o idioma além do Kyungsoo. O que acha?

— Espera... Você quer que eu vá para a Rússia? — ficou boquiaberto — Junmyeon, eu só aprendi a falar russo por obrigaç...

— Ótimo, vou avisá-los que concordou. — sorriu.

— Mas eu não disse nada! — respondeu um tanto incrédulo.

Foi em vão. Antes mesmo que Minseok percebesse, se encontrava sozinho na sala. Às vezes Junmyeon sabia ser um desgraçado...

Minseok passou as duas mãos pelos cabelos e suspirou. O que poderia fazer afinal? Mesmo que Junmyeon fosse seu amigo, ainda era seu superior, então não podia simplesmente lhe mandar à merda. Então esperaria até que ele voltasse.

—————X—————

Depois de poucos minutos, o moreno voltava à sala de Minseok para lhe dar outra notícia.

— Eles concordaram. — falou, demostrando animação.

— Isso não vai dar certo...

— Para de ser pessimista, Minseok. — falou, e Minseok apenas lhe olhou sério.

— Quando eu vou? — indagou após alguns segundos em silencio.

— Daqui a duas semanas. Para ter tempo de se preparar. — riu e Minseok apenas revirou os olhos — Ah, e escreve um diário com as coisas importantes, talvez você consiga material para escrever suas crônicas.

Minseok quis lhe jogar a primeira coisa que estava em sua frente, mas era melhor não. Não queria perder seu emprego.

—————X—————

Assim que seu expediente se acabou, Minseok estava andando a caminho de seu apartamento. Quando chegou, não tinha muito o que fazer, por isso, apenas fez algo para comer e passou a escrever num caderno pequeno.

“8 de Janeiro de 1991

Não sei por que eu estou fazendo isso... Nunca escrevi o que acontecia na minha vida assim. Nunca achei importante. Mas tudo bem.

Sabe, hoje era para dar tudo errado, e foi mais ou menos isso que aconteceu. Meu chefe, mais conhecido como Kim Junmyeon, inventou de me mandar para o “centro do mundo” chamado Europa.

Ele disse que queria me dar férias, mas ao mesmo tempo quer que eu substitua Kyungsoo. Não entendi o que ele quis dizer, mas enfim...”

— Minseok. — ouviu alguém chamar em conjunto a uma batida na porta de casa, fazendo-o parar de escrever.

Revirou os olhos e foi atender a porta. Era Baekhyun, o amigo que trabalhava consigo.

— Junmyeon hyung nos chamou para sair. — falou baixo, vendo que o hyung estava um tanto ocupado — E ele me pediu para te buscar.

— Eu ainda mato ele. — puxou o braço do outro e o empurrou no sofá, o obrigando a sentar ali.

— Por quê? — perguntou sem entender.

— Ele me enche de serviço e depois me chama para sair. — passou as mãos pelo cabelo — Fica aí que eu já volto.

Voltou para seu quarto e trocou suas roupas, ainda um tanto revoltado. Vestiu-se com calças jeans escuras e uma camiseta simples com uma jaqueta, pegou as chaves de casa junto ao caderno em que escrevia e voltou para a sala. Os dois foram para fora do apartamento e Minseok deixou que Baekhyun o guiasse.

Chegaram ao pequeno bar em que Junmyeon estava e procuraram poe ele. E encontraram-no. Estava sentado em uma mesa, e parecia esperar por alguém. Os dois, então, apenas sentaram-se junto ao outro.

— Nossa, Minseok. Que cara feia é essa? — o chefe perguntou sem entender.

O outro apenas o olhou sério, como se o fizesse lembrar de mais cedo.

— Nossa, não fique assim. Quando você for, Kyungsoo ainda vai estar lá para te informar sobre as coisas. — sorriu, e, ao olhar para alguém que aparentemente estava atrás de Minseok, sorriu mais ainda — Se me dão licença...

E saiu da mesa. Andou até um homem alto, com cabelos levemente encaracolados, discretamente segurando sua mão.

— Não acredito que ele está saindo com o Chanyeol. — Baekhyun murmurou, rindo levemente.

Minseok, sem entender, olhou para os dois, que tinham as mãos dadas.

— Junmyeon é homossexual? — perguntou baixo para Baekhyun, surpreso.

— Não sei como nunca percebeu. — riu de seu hyung — Eu desconfio que ele já teve uma queda por você.

Minseok o olhou com os olhos arregalados, fazendo o outro rir. Não que fosse homofóbico, longe disso, mas achava ser o único homossexual no trabalho, principalmente na sociedade em que viviam, e ninguém sabia de sua opção, embora soubesse que Baekhyun desconfiava. Porém, logo sua risada foi cortada. Avistou a pessoa que procurava e deixou o outro sozinho na mesa, suspirando alto por estar sozinho.

— É... Parece que somos só eu e você agora, amigo... — Minseok então pegou o caderno e voltou a escrever.

“Eu não sei o motivo de Junmyeon ter me colocado nessa história. Eu nem mesmo sou jornalista investigativo, então não tenho motivos para ir para a Rússia para simplesmente investigar um caso de assassinato “sobrenatural”.

Sem contar que eu não acredito muito nisso. Pode muito bem haver algum assassino em série solto, e esse idiota que se diz meu amigo quer me mandar para lá mesmo assim. Seria melhor ele trazer Kyungsoo de volta, agradecer que ele está bem e esquecer esse assunto. Mas o que eu posso fazer? Sou apenas mais um cronista em Seul. E não posso perder meu emprego.”

 


Notas Finais


Nunca divulguei meu Twitter aqui por motivos de "eu esqueço", mas se alguém quiser, é https://twitter.com/bluevelvett28
A maior parte do tempo eu fico falando sozinha, mas se alguém quiser conversar comigo ou interagir, é só chamar. To quase sempre por lá.

Bom, espero que esse primeiro capítulo tenha sido interessante kkkkk
Ele e os próximos dois capítulos estão pronto desde o fim de 2015/metade de 2016, só tive que adequar eles às mudanças que fiz.

Espero que tenham gostado, amoras.
Beijos no coração e até semana que vem :*
Tenham uma boa noite <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...