História Monsters-Imagine BTS- Min Yoongi (HOT) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXID, HyunA, VIXX
Personagens HyunA, Jeon Jungkook (Jungkook), LE, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Ravi
Tags Imagine Hot, Imagine Hot Yoongi, Imagine Monsters, Imagine Suga, Unnienoonahyuk
Visualizações 161
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Monsters♡

Capítulo 6 - Monsters


Fanfic / Fanfiction Monsters-Imagine BTS- Min Yoongi (HOT) - Capítulo 6 - Monsters

P.o.v's Yolanda 


Alguns meses depois...

Aquelas garotas estavam deslumbradas, a Park da-na cada vez mais e mais, enxia-as de presentes luxuosos, o mais caros possíveis dando-lhes boas vida, e tudo que elas querem menos a liberdade ...

Park da-na: Eu não quero mais que isso! apenas no final da noite, tragam o dinheiro e o mérito de um bom "atendimento" aos nossos contatos importantes (presidentes, diretores, milionários, empresários). Sendo assim darei tudo o que merecem o que desejam, tudo isso, essas roupas esses jóias todo esse luxo, nunca iriam viver melhor! Não esqueça, qualquer coisa podem pedir a sua mommy aqui! Vocês são minhas meninas eu cuidarei muito bem de vocês! -

Olhei aquela nojenta fazendo a cabeça da garotas, que nesses meses precisam de um choque de realidade, elas estavam deslumbradas com tudo aquilo, aponto de esquecer, que estavam ali pra vender, o próprio corpo. Em pouco tempo elas estaram gostando do estão fazendo. Elas vinheram no intuito de dança, eu vim por que meu sonho falou mais alto que minha realidade, nunca que viria pra outro país tão  fácil, deveria ter desconfiado, porém não tive essa capacidade, porque estava deslumbrada com minha paixão pela dança, assim como elas no começo, agora parece que que estão gostando da vida que levam, algumas delas continuam sem gostar do que fazem, outras já estavam muito bem adaptadas, e chamando a Da-na de mommy. 

Que porra é essa?

Nesses seis meses, eu só tenho feito lep dance, isso não é o melhor, mais é melhor do que transar com quem não conheço, isso é frio, isso feri. Sim feri uma dignidade, alguns deles tratam-as como um lixo, um nada, um objeto sem valor.

Eu sei que não é só a prostituição, é algo maior que isso. A Park da-na ganha muito dinheiro e isso que as meninas ganham, que parece ser muito caro (e realmente é pra elas), porém pra Park da-na não é nada...

Quando ele me chama eu vou, a qualquer hora, também o único que usa meu corpo, quando nos encontrarmos é único, ambos facinado em tamanha volúpia. Sem delicadeza desde a primeira vez, eu não me importo se é tão pesado, qual ele se faz, se satisfaz seu prazer, e apenas usa o meu corpo. Então  era diferente, não me chamava só pra sexo, tocava pra mim, e nos divertíamos.

Desci a as escadas, e caminhei até aquele grande quarto, com minha lingerie vermelha rendada cruzadamente por todo o meu corpo tapando a minhas partes. Meus cabelos estavam soltos com um volume cacheado e brilhoso andei. Entrei no quarto.

Olhei o Min Yoongi, estava de terno e gravata, preto encostado na bancada ele estava tão lindo e sexy quando me viu apenas sorriu de lado. Corri até o mesmo pulando no seu colo, Oi...-

Min Yoongi: está atrasada 2minutos, sabe como vai me pagar né? -

Sei...não tenho problemas com isso...

Min Yoongi: Vamos...

p-pra O-onde... eu não posso sair do quarto...- falei vestindo um blazer preto e grande.-

Min Yoongi: Sim... pode e se eu digo que pode você pode! 

Ele puxou minha mão,  fomos em direção a saída da boate, ninguém falou nada, nem fez nada, era como se eu tivesse passe livre pra sair dali com o Min Yoongi. 

Saímos eu sentir aquela brisa, aquele ar, aquelas pessoas. Andei segurando sua mão as pessoas falavam pra mim "ipodah". Era muito boa a sensação de acolhimento, e ser tratada tão bem.

Min Yoongi: Vamos pra minha casa!-

Entramos no carro  seu motorista, nos levou até uma lancha o Min Yoongi entrou me ajudou a entrar, estava de noite viajar naquela lancha estava muito bom aquele, vento louvável. 

...

Em algumas horas chegamos, descemos, eu fiquei muito surpresa, com o local, era com uma ilha, a sua casa era gigantesca. Tirei meus sapatos sentir aquela areia nos meus pés. Subi aquela pequena escadinha, logo atrás do mesmo que abriu aquela enorme porta. Entrei, dentro era tão luxuoso não havia ninguém. 

Min Yoongi: Gostou? 

Sim...

Min Yoongi: Que bom! Pos é aqui que vai ficar de agora em diante 

-O que? Min Yoongi o que está falando? - 

Min Yoongi: Eu te comprei!-

O que?!- olhei assustada-


Pov's Yoongi 

Flashback On:

Park da-na: quando foi  que deixou de me amar?-

Quanto você quer pela Yolanda?-

Park da-na: é por causa dela? Por causa dessa mulherzinha? Eu não me importo se vai pra cama com ela, só exigi que não pare de me amar, não é muito o que essa mulher tem?

Não somos mais crianças, pare com esse ciúme bobo! quanto você quer pela Yolanda? 

Park da-na: Min...

Não aja como se nunca tivesse feito apenas me venda, você precisa de mim, apenas faça o que eu digo!

Park da-na: lhe venderei ela, pra que não se assuste, apenas espere algum tempo!

Também não quero que ela deite com nenhum homem...pagarei por isso também.

Park da-na: inacreditável! Você está apaixonado por ela...

Deixe que ela dance, mais não fará programa.

Park da-na: Eu te amo... 

eu já vou...

Ela me beijou intensamente, retribuir encostando-a na mesa, beijando com a mesma intensidade.

(...)

Acordei vestir minhas roupas e sair do quarto da Park.


Flashback Off

Me aproximei da mesma.

Yolanda: não chega perto de mim seu monstro! Como pode? Uma pessoa pode ser comprada? Isso é humano? Quanto vai me custar essa compra?- eu achei que era diferente -

...

Yolanda: não! Não fala nada... é o meu corpo?!

Sim...

Yolanda: Quem são os verdadeiros monstros? Quem tráfica, quem compra ou quem vende? -

-...

Pov's Hyo Jin 

Vejo a Yolanda sair com o Yoongi e não perco a chance de futucar o Nam-un.

hum...onde será que está a Yolanda?-

Nam-un: Ahn.. não me provoca, se não. ..

Se não o que?  O que vai fazer?

Nam-un: Alê! -chamei a mesma que passava por perto-

Alê: O que é? -

Nam-un: Vamos pro quarto.

Seu desgraçado! -

Falei olhando o golpe baixo do mesmo. Mais porque eu estava tão incomodada com aquilo? 

Alê: Ok! -consentir mesmo não querendo. 

Ela aceitou? Como pode uma pessoa ser assim...tão...

Yaa! Como pode aceitar uma coisa que não concorda tão facilmente?!

Alê: Eu quero sair daqui. Eu quero sobreviver. Estando aqui eu sinto como se não conseguisse respirar! 

Seu desgraçado não ouse!-

Nam-un: Alê não faz o meu tipo! 

Puxo a mão da Alê levando-a para meu quarto. 

Pare de agir assim! Tão fraca! Você está me enlouquecendo! 

Alê: O que? Está apaixonada por mim? Te incomoda ver a mulher que ama fazer programa? Então desde o início não deveria ter me trazido para cá!-

olha, eu não sabia que sentia algo por você! 

Alê: ainda que soubesse olha pra você, olha o que você faz! Não é humano, me faz pensar que é um monstro, quando olho essas garotas. Quando olho pra mim, não posso amar uma mulher que faz tal coisa....no entanto, meu coração não quer obedecer! 

Beijo ela intensamente, levando-a para cama. 

(...)

Pov's Serena 

Procuro a Yolanda por toda a boate não acho a mesma; então me esbarro com o Jimin, ele sorriu malicioso pra mim, já sabia. Essa noite como todas as outras, vamos transar, e eu não posso deitar com mais ninguém a não ser o Jimin. 







"Comprar uma pessoa, fazer dela um objeto, fazer dela uma propriedade sua".




Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...