História M.O.O.D. - Markson - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 115
Palavras 1.085
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, my babies 💜🖤

Capítulo 13 - Nos deixe em paz!


Jackson sorriu e o beijou de uma forma extremamente carinhosa, eles ficaram um tempinho alí entre algumas carícias mas logo decidiram ir para a casa de Mark.

Ao chegarem lá, eles entraram de mãos dadas e foram para a sala, Jackson se sentou no sofá e Mark foi para o colo dele, de maneira que ficasse de frente para o mais novo.

– Eu já disse que tava com saudade?

– Já... Muitas vezes... -Mark sorriu

– Se importa se eu disser denovo?

– Nem um pouco...

– Eu senti muito a sua falta! Senti falta de ter você perto de mim... No meu colo, dormindo juntinhos... Andando de mãos dadas... Foram os piores três meses da minha vida porque você não tava perto de mim...

– Acho que foram muito piores pra mim...

– Por que?

– Nada não... Esqueça, meu bem...

Jackson fez carinho no rosto dele enquanto o olhava.

– Você tá diferente...

– Diferente como?

– Está mais magro... Sua aparência... Parece ter mudado muito...

– Impressão sua, meu anjo...

– Hm... Deve ser mesmo...

Mark sorriu e continuou sentado daquele jeito enquanto recebia umas carícias de Jackson.

– Não pode mesmo me contar o que foi fazer?

– Não posso, bebê... Desculpa...

– Você não me traiu né?!

– Nunca faria isso!

– Hm... Menos mal... -Ele riu

– Eu amo só você... Meu Boo...

– Eu também amo só você...

Os dois se beijaram de uma forma apaixonada e carinhosa, as mãos de Jackson foram até a bunda de Mark, mas sem segundas intenções, alguns apertões bem leves apareceram mas aquilo só deixava o beijo mais gostoso.

Eles entraram em um mundinho só deles e acabaram nem percebendo que alguém havia aberto a porta.

– Mark?!

Eles quebraram o beijo na hora que escutaram uma voz familiar.

– O que está fazendo aqui? -O mais velho perguntou e se levantou em seguida

– Você não falou comigo durante três meses... Eu decidi vir te procurar... Mas acho que entendi o que aconteceu...

– Jinyoung! Não seja tão arrogante... Eu passei esse tempo todo sem ver o Jackson... Ele voltou hoje... Eu encontrei ele faz pouco mais de uma hora... Para de implicar...

– Olha... Não é por nada, mas eu queria que ele nunca mais voltasse...

Jackson se levantou e ficou em pé atrás de Mark, o abraçando.

– Eu queria ter você pra mim, Mark... Mas parece que só você não vê isso... Só você!

– E você não vê que eu amo o Jackson...

– Esse amor de vocês não vale de nada...

– Cala a boca! -Jackson se pronunciou com um tom extremamente sério- Você não tem que se meter na nossa vida... Para de ficar colocando defeito aonde não tem! Deixa a gente ser feliz e vai atrás da sua própria felicidade sem estragar a dos outros...

Mark se virou de frente para Jackson e lhe abraçou buscando proteção em seus braços.

– A minha felicidade é o Mark!

– Jinyoung! Vai embora daqui!

– A casa não é sua! Eu só saio se o Mark mandar!

– Jiny... Vai... Por favor...

– Mark... Você disse que éramos amigos... Era tudo mentira né?!

– Não... Não era... Mas você confundiu tudo... Você fez acabar...

– Você prefere ficar com esse filho da puta que te abandonou?

– Não fala isso!

– Vem aqui, seu merda!

Jackson puxou ele pela camisa até a porta da casa e o jogou para fora, fazendo ele cair.

– Se você voltar aqui e falar merda denovo, eu vou quebrar a sua cara! Deixa a gente em paz!

Jackson fechou a porta com uma certa força e viu Mark correndo para seus braços novamente.

– Jackie... Cuida de mim... -Ele falou quase chorando

– Eu sempre vou cuidar de você! Sempre!

– Eu não consigo ficar sozinho... Eu preciso de você aqui comigo...

– Aonde você quer chegar com isso?

– Vem morar aqui comigo, Jackie...

– Mark... Isso é um passo muito grande...

– Por favor... Vem morar aqui eu eu vou lá morar com você... Tanto faz... Só quero que você fique perto de mim...

– Depois a gente resolve isso... Vive tá nervoso... Tem que se acalmar um pouco... Vou dar um banho bem quentinho em você, pode ser?

Mark apenas assentiu.

Jackson foi com ele até a suite, levou Mark até perto da cama e começou a tirar as roupas dele, quando o mais velho estava apenas com uma boxer, Jackson o olhou de cima a baixo.

– Você tá se alimentando?

– S-sim...

– Me diz o que você comeu hoje o dia todo...

– Eu... Comi lá no restaurante...

– Só isso?

– Só...

– Mark... Você perdeu muito peso... Isso vai te fazer mal... Se não já fez né...

O mais velho abaixou a cabeça.

– Vem... Enquanto você toma banho eu vou fazer alguma coisa pra você comer...

– Vem comigo...

– Tomar banho?

– É... Vem Jackie... Você disse que iria cuidar de mim...

– Aish... Tá...

Ele começou a tirar as roupas e os dois foram para o banheiro, ao entrarem, Jackson ligou o chuveiro em uma temperatura bem quentinha e agradável.

Os dois ficaram alí por um tempo, abraçados, cheios de carícias um para o outro.

Ao terminarem, eles saíram de lá, Jackson secou o corpo de Mark e vestiu ele com uma Boxer branca e uma camiseta larga, depois ele se vestiu, colocando apenas uma calça de moletom que por algum motivo era sua e estava na casa de Mark, assim como algumas outras roupas que provavelmente havia deixado lá.

– Boo... Vou fazer sua comida, tá?!

– Não quero...

– Eu enfio pela sua goela, bebê... Não tem problema... -Ele falou e os dois riram

– Aish...

– Me espera aqui... -Ele deu um beijo na testa de Mark- Já voltou com sua comida... Deita aqui na cama..

Mark sorriu e se deitou.

Jackson o cobriu, deu uns beijinhos no rosto dele e foi para a cozinha.

Jackson fez uma boa comida para o mais velho. Colocou em um prato, pegou um soco e levou para o quarto em uma bandeija.

Ao entrar, viu Mark por completo debaixo das cobertas. Ele colocou a bandeija no criado mudo e se abaixou alí.

– Amor...

– Hm? -Ele respondeu com uma voz de sono

– Sua comida...

Jackson percebeu que ele havia dormido, então tirou o cobertor do rosto dele e o viu colocando as mãos nos olhos por causa da claridade. O mais novo começou a espalhar alguns selares pela boca e pelo rosto dele.

– Acorde, meu bebê... -Ele falava em um tom de voz suave

– Já acordei... -Ele falou sorrindo

Mark se sentou na cama e Jackson lhe deu a comida, eles ficaram juntos alí na cama por um tempo até Mark terminar de comer, depois eles se deitaram e ficaram assistindo por mais ou menos uma hora até que pegaram no sono e dormiram abraçados.


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Até o próximo capítulo

Kisses 💜🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...