1. Spirit Fanfics >
  2. Moon Bless the Queen >
  3. Capítulo Cinco

História Moon Bless the Queen - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente,
Perdão a demora, muita coisa se passou mas consegui mais um capítulo desta fic.
Espero que vcs estejam gostando da fic..

Capítulo 5 - Capítulo Cinco


Dia seguinte, na Casa Moon, Soojin acorda para mais um dia de mais uma rotina luxuosa; as suas aias lhe vestiam e a decoraram o possível. Mesmo a sua mãe ter sido decapitada, Soojin tem seu pai seu lado e também ela casará com Rei Jackson então sua vida não poderia tão perfeita.

- Alteza.. - ela se vira e vê Hui, ele é um dos criados da Casa Moon e ele entra no quarto como se fosse bem vindo como qualquer um.

Soojin estava espantada quando o vê - Desapareçam! - ela dá ordem à suas aias and elas saem a correr deixando eles sozinhos. - Ficou louco? Não pode aparecer aqui.

- Sabe que eu não consigo estar sem você né? - ele se aproximou de Soojin e colocou seu braço em volta da cintura dela e começou provocando ela dando beijos no seu pescoço a sua revelada clavícula. 

Soojin o empurra - Pára, eu estou noiva agora.. - Os dois são amantes fora dos olhos do pai da Soojin e de toda a Corte, eles sempre enviavam cartas um ao outro e se encontravam todas as noites para terem noites de prazer inesquecível. No entanto, Soojin andava evitando Hui desde que ela soube que seria noiva do Rei Jackson, mas isso impediu o jovem criado? Claro que não!

 Hui bufou - Fala a sério Soojin, sendo noiva não me vai impedir de te ver e de certeza a mesma coisa com você, porque não me resiste..

- Eu tenho de ter filhos dele, por isso não podemos nos ver..

- Porque sou um criado real né? Rei Jackson sempre terá  Lady Dalnim na memória dele e vai te chamar pelo nome dela quando ele se deitar com você todas as noites.

- Não fale mais o nome dessa cadáver na minha frente!

- Ela sempre te assombrou e foi e será sempre o seu calcanhar de Aquiles.

- Pára Hui!

- Soubeste que o túmulo dela foi encontrado vazio e o destruíram? 

- Aquelas coisas que se chamam de Pobres devem ter levado o corpo e ainda bem que está destruído.

- Ah, isto é para você, vi seu nome nela e vim te trazer.. - ele lhe dá uma caixa e ela pega nela; Soojin se senta na cadeira e a abre; a expressão dela quando vê o interior da caixa foi de choque porque o que estava lá dentro, era um frasco. Ela começa a tremer e Hui vai até seu auxílio - Hey, que foi?

- I-Isto.. - para além do frasco, ela vê uma carta e abre. A carta estava escrita com sangue e a caligrafia de quem escreveu era reconhecível e a lê - “Vim devolver o veneno que tentaste me matar. - Moon Dalnim”  - Soojin cai da cadeira  respirando rapidamente cheia de medo.

Hui pega na carta e fica espantado de choque depois de a ler - Não pode ser..

 

Na casa dos Revolucionários, os rapazes começaram colocando o plano em ação desde manhã mas não conseguiram tirar o livro da sua sacola nem mesmo o anel do pescoço da Dalsun enquanto ela adormecia nas noites anteriores nem mesmo na seu descanso da tarde, mas não a impediram de a treinar a manejar uma espada e armas de fogo.

Dalsun não era idiota. Ela notou que eles estavam tentando tirar suas coisas - Changbin, posso falar com você?

- Que foi?

- Sei que você e os seus amigos estão tentando roubar minhas coisas..

- Não te queremos te acusar mas, você tem coisas caras como um livro decorado em  prata e um anel com uma jóia rara..

Dalsun se ri e fala - Eu fui criada de uma nobre e antes de ela morrer, me deu o livro e o anel dela..

- Não te importas se o ver? - a nómada estava insegura se ele lhe iria roubar, mas lhe mostrou à mesma. Changbin, evitando olhar para o peito da Dalsun, fixa seus olhos na jóia .

No outro lado, Mina, uma das garotas quem Dalsun se tornou amiga, decidiu participar no plano e como sabia que Dalsun estaria com Changbin na sala de estar, aproveitou para ir ao quarto da amiga e tirar o livro da sacola que, por surpresa, Dalsun deixou ficar no quarto e foi entregar o mesmo ao Jisung para que ele e Minho copiarem os textos mais importantes e depois voltar a pôr o livro no sítio.

O plano foi bem executado.

No entanto, quando todos se reuniram..

- Mesmo que prove alguma coisa nos textos do livro, não faz sentido.. - falou Hyunjin.

- Changbin hyung - disse Felix - como era o anel?

- Era a ouro branco com uma pedra da lua e alguns diamantes..

- A descrição iguala ao anel dela -  falou Jeongin - Será que a Dalsun Noona é mesmo..

Aí, Mina disse - Dalsun ser Lady Dalnim? É impossível, mas..

- O quê? - falou Seungmin.

Chan se relembrou - Lady Dalnim tem um sinal de nascença que se parece com uma lua, se ela tiver..não sabemos se estaremos preparados de descobrir a verdade..

Mina disse - Acho que tenho uma maneira..

 

(...)

 

- Tomar um banho? - Dalsun estava confusa - Mas eu tomei de manhã..

E Mina diz - Mas ainda estás imunda, eu não sei o que fazes para ficar assim mas toma um banho e veste isto - ela mostra à amiga uma blusa branca e uma saia azul escura comprida.

- Eu já me habituei usando calça..

- Toma a porra do banho e veste a porra da roupa!

- Credo, está bem. - Dalsun pega numa toalha e na roupa que a Mina lhe deu e vai tomar um banho. Mina sai do quarto da Dalsun fazendo uma dancinha de vitória a primeira parte do plano está feita..

Dalsun demorando, o que não era normal e isto estranhava o grupo e Mina, então Chan fala - Eu vou subir..

Mina tenta o parar - Um homem não pode ver uma mulher se banhando.. 

- Mas a ansiedade me toma - Chan vai subindo as escadas e MIna e os amigos dele o seguiam para o impedir de fazer uma loucura; todos chegaram e Chan abre logo a porta do banheiro…

Quando olham, eles não conseguiram acreditar o que viam: Dalsun estava vestida e de costas mas a marca da lua na sua nuca era bem visível enquanto ela escovava seus cabelos; ela estava calma e não assustada - A farsa acabou.. - disse ela.

- É mesmo você.. - falou Chan quase sem fala com o choque - L-Lady Moon Dalnim.. - o grupo estava chocado que chamou atenção a todos os revolucionários que olhavam também. 

Dalsun, de volta como Dalnim, não podia continuar enganando as pessoas nem mesmo o povo que mostram amor e respeito pela mesma. Ela se levantou e se depara com todos de joelhos e cabeça abaixada como sinal de respeito à sua frente que nem ela estava à espera de o receber… 

 


Notas Finais


Não esqueçam de seguir a fic para seguirem e para mais capítulos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...