História Moonlight - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias A Bela e a Fera
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Exo
Visualizações 26
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha quem voltouuuuu
Isso mesmo euzinha 💛 cap ta meio doido mais ta legal.
BOA LEITURA

Capítulo 2 - Chapter two


Após 11 horas dentro de um avião, chegamos em Seul. Pegamos nossas malas e fomos para o salão de desembarque. Avistamos uma menina baixinha, assim como nós, com uma plaquinha com nosso sobrenome escrito. Ela parecia ansiosa, olhando para todos os lados. Lôh acena para ela e ela abre um sorriso como se falasse "graças a Deus achei as piranhas"; Fomos até a menina e nos apresentamos. Ela sorri e nos direciona até o carro, onde um motorista coreano nos recebe com a famosa saudação de se curvar e fala algo em sua língua que identifiquei como "annyeonghaseyo". Acredito que isso seja um olá. Entramos no carro, onde Lôh tem uma certa dificuldade para se sentar pois o banco é baixo e a barriga pesou.

— Tudo bem mana? – a pergunto, preocupada ao perceber seu desconforto. Ela sorri e responde:

— O banco é baixinho, tô meio apertada.

A moça pega uma almofada para Lôh se sentar em cima e ela respira aliviada. Dou a volta no carro e me sento proximo a Lôh; a moça na outra janela me deixando no meio.

— Me chamo Angélica – a moça diz e continua – tenho 22 anos e vou trabalhar com uma de vocês. Qual das duas é a Lua? – ela pergunta, educada. Sorria de forma tão calorosa e simpatica, que fazia com que nos sentíssemos em casa.

— Eu sou a Lua – respondo – essa é a Lôh e aqui o pequeno Ryan – aponto sua barriga. Angélica sorri e Lôh alisa a barriga.

— Já já ele estará aqui com a gente para fazer zona nas coisas da Lua. – Lôh fala.

— Eu tinha visto um AP. pra vocês, mas como vamos ter um pequeno, decidi instalar vocês em minha casa. Lá tem um quintal grande e ele vai poder brincar quando for maior. Além do mais, também terei companhia. Apenas aviso que teremos alguns visitantes... É que meu namorado é nosso vizinho, e, às vezes vai lá almoçar; jantar; fazer zona na sala com os meninos... Mas, nada que vá atrapalhar o sossego de vocês, prometo. Se eles fizerem algo que perturbe vocês, castigo eles. – ela fala sorridente e Lôh rebate:

— Ja tô com dó deles.

A viagem de carro é curta. A casa fica no centro de Seul, em um lugar lindo. O carro para em frente a uma casa simples, porém bem grande. O motorista desce e vai pegando nossas malas. Angélica desce e dá a volta pra ajudar Lôh a descer e tem um rapaz com cara de lerdo no portão olhando pra nós.

— O que você está fazendo em casa? – Angélica pergunta a ele e ele vem até a mesma, logo lhe dando um selinho.

— Vim ajudar você a acomodar as meninas, amor. O stúdio hoje estava vazio, então o Chany me liberou – ele fala de forma calma. Sua voz é baixa, porém ele é um poste ao nosso lado! Esse cara mede quanto?? 1.83, 1.90? Não sei, mas ele é um cosplay de girafa. A girafa – quero dizer, o rapaz - sorri pra Lôh, que retribui.

— Annyeong – ele fala se curvando pra Lôh – Me chamo Oh Sehun, sou o namorado da Angel – ele fala apontando pra menina que parece uma anã ao lado dele. Ele me olha e acena. Retribuo o aceno, meio sem jeito.

— O bebê é pra quando? – ele pergunta.

— É para o mês que vem – o responde e se encaminha pra sentar em um banquinho na varanda – ele ta pesando hoje! – ela reclama.

— Isso é cansaço da viagem, você precisa deitar um pouco Lôh. E, Oh Sehun, desculpas não nos apresentarmos. Eu sou a Lua e ela é a Lorrayne – me faço presente na conversa.

— Não precisa me chamar de Oh Sehun, pode chamar só de Sehun ou Hunie como todos me chamam. Vamos entrar, assim a Angel mostra o quarto da Lorrayne e o seu. Ah, vocês devem estar com fome... Eu posso preparar comida, enquanto vocês se acomodam – ele sorri.

— Eu já disse que você é um anjo? – Angélica se pronuncia e sorri docemente para o menino.

•••

... No Studio

— Não acredito que você liberou o Sehun – Jimin reclama e continua – ele tinha um dragão pra pintar nas costas de um cara que é chato demais Chanyeol!

Ele fala e eu reviro os olhos, todos os clientes de Sehun são exigentes demais e Jimin sempre se estressa com eles. O que tem de baixinho, tem de reclamão. Mas isso é falta de mulher, não o vejo com uma há meses.

Estou desenhando uma rosa em um pé e rindo da menina que grita sem eu nem encostar a caneta nela. Ela não vê, por que estou de máscara, mas a qualquer hora vou me irritar e manda ela voltar outro dia. Acordei com o humor estranho hoje. Meus pais estão enchendo o saco pra ir vê-los, mas sempre que vou lá saio com dor de cabeça. Após me formar, abri o Stúdio e eles acham que isso não dá dinheiro, porém, é ai que se enganam. O stúdio dá um bom dinheiro, afinal, não fazemos só tattoo. Colocamos piercings; fazemos grafites em alguns locais e alguns quadros. Enfim, temos uma grana boa pra nos sustentar, sem contar os patrocínios que ganhamos por fazermos alguns trabalhos como: personalização de camisas, canecas e outros objetos. Além do mais, dividimos as despesas da casa e mesmo meus pais não gostando, eles ainda mandam a minha "mesada" todo mês.

Terminamos os últimos trabalhos do dia.

— E ai, partiu casa? Sehun avisou que vai dormir na Angel – falo com Jimin.

— Ele vai trepar, mesmo com as meninas lá? – Jimin pergunta, indignado, me fazendo rir.

— Não, Minnie, ele ta lá ajudando as meninas a se instalarem e a Angel pediu pra ele ficar. Ele disse que elas são silenciosas... – comento.

— Será? Talvez seja timidez, já já estão tagarelando. Vamos direto pra casa, mas antes vamos pedir algo pra comer porque, se aquele cara de porta vai dormir na Angel, ele não fez a compra que você pediu – Jimin fala, me lembrando que devo matar o Sehun.

Saio do estudio com ele, indo até um restaurante. Fazemos os pedidos e informamos que é pra viagem. Logo tudo fica pronto e partimos pra nossa casa. Quando passamos pela casa de Angel, escutamos as risadas das meninas – certamente Hunie está fazendo palhaçadas pra elas rirem. Jimin revira os olhos e entramos em casa. Vou pra cozinha, abrindo as embalagens em seguida e arrumando a mesa.

— Vou tomar uma banho e já desço – Jimin fala, subindo as escadas.

Eu fico organizando a mesa; acabo e subo pra tomar meu banho. Assim que o faço, desço e encontro um Jimin inquieto.

— O que foi? – pergunto a ele, aguardando a resposta.

— E-eu vi-vi umadelastrocandoderoupa – ele gagueja e depois fala tudo de forma embolada.

— Hã? Não entendi nada do que você falou. Fala devagar! – falo, olhando ele que suspira e responde:

— Eu vi uma delas trocando de roupa... A janela estava aberta e eu vi ela nua. Eu tô excitado. – ele fala, coçando a nuca e eu caio na risada, deixando ele com cara de taxo.


Notas Finais


Quem será que o Minnie viu??? Já já vamos saber

Beijos da tia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...