1. Spirit Fanfics >
  2. Moonlight >
  3. Olhos azuis

História Moonlight - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii

Bem, essa é a primeira história que eu escrevo(ou tento) nesse estilo, então talvez eu demore para atualizar. Ideias e sugestões são sempre bem vindas, ok? Isso facilita para escrever a história e atualizar mais rápido talvez.

Também vou tentar fazer capítulos grandes, mas não prometo nada.

Ah, e apesar de eu não ter colocado outros grupos como participantes da história, as vezes podem aparecer personagens de outros grupos, tá?

Espero que gostem! Bjs❤️

Capítulo 1 - Olhos azuis


 

Existem algumas coisas essenciais para a sobrevivência de um vampiro e uma delas é claro, o sangue. E era disso que Jungkook estava atrás naquele momento. Estava em meio a densa floresta próxima ao castelo, se movia rápida e agilmente pelas grandes árvores, seguindo o cheiro que sentiu de um animal machucado. Sentia o cheiro cada vez mais próximo, até que parou atrás de uma árvore. Escondido atrás do tronco, conseguia ver o animal sem ser notado. Um cervo. O animal tinha um machucado na perna e, após ver o sangue, Jungkook lambeu os lábios. Porém quando estava prestes a atacar, ouviu um barulho muito desagradável.

Lobos.

Os piores inimigos dos vampiros. As duas espécies nunca se deram bem, mas esse ódio cresceu quando os lobos atacaram os vampiros iniciando uma guerra sangrenta. Depois daquela guerra, os vampiros se tornaram os seres dominantes da floresta e os lobos não aceitaram isso nada bem. E apesar de vampiros serem considerados os seres supremos naquela hierarquia, os lobos se achavam os maiorais então, aquela guerra nunca teve um fim de fato. Desde então, sempre que essas duas espécies se encontram, pode acabar em muito sangue.

Jungkook sabia que era melhor ir embora dali, mas estava com muita fome então, ignorando os uivos dos lobos, se aprontou para pegar sua presa. Porém, quando estava prestes a pular no cervo, um lobo passou bem à sua frente, agarrando o animal. Com o susto Jungkook se desequilibrou e caiu da árvore em que estava. E aquele barulho atraiu muitos olhares, olhares super desagradáveis.

_ Pra, ora. O que temos aqui?- um lobo cinza enorme disse.- Peguem ele!

O jovem vampiro olhou para cima e em um salto voltou para cima da árvore. Mas logo alguns lobos se tornaram humanos e foram atrás de si. Jungkook então começou a correr entre as árvores e, enquanto alguns o seguiam pelos galhos, os outros corriam pelo chão da floresta. Os vampiros podiam até ser mais rápidos, mas eles estavam em maior número e qualquer deslise seria fatal. Os lobos não desistiram tão facilmente da oportunidade de matar um vampiro, e ele sabia bem disso.

O vampiro começou a ir ainda mais rápido deixando os lobos para trás. Ao ficar a uma boa distância dos seus perseguidores, Jungkook começou a correr em círculos pelas árvores. Seu plano era simples: percorrer o maior espaço possível naquele circulo e deixar seu cheiro concentrado em um único local, assim os lobos iriam ficar confusos com qual direção seguir.

Teria pouco tempo para fazer isso. Mas sua velocidade era uma grande aliada e, após fazer aquilo, Jungkook seguiu em direção a sua casa. Não sabia ao certo para qual lado era, mas com certeza não podia ficar ali, então logo começou a correr para sua casa. Porém, teve uma surpresa. De repente, ao tentar pular para outra árvore, deu de cara com um enorme paredão de terra e logo depois caiu no chão. Enquanto se recuperava da queda, sentiu um cheiro forte de cachorro e logo se levantou. Suas costas bateram contra a parede de terra atrás de si e ele se viu encurralado.

Um lindo lobo branco olhava fixamente para si e o vampiro logo encarava de volta. Nenhum dos dois fazia nada. Permaneciam ali, se encarando profundamente, e sentiam uma sensação estranha, como se estivessem... enfeitiçados um pelo outro. Jungkook parecia mergulhar na imensidão daqueles olhos azuis do lobo, enquanto ele se perdia em meio a preciosidade rubra dos olhos do vampiro. 

Porém os uivos dos outros os fizeram voltar ao normal. O lobo deu uma pequena arregalar nós olhos e se aproximou um pouco de Jungkook. O vampiro podia facilmente atacá-lo ali, mas por algum motivo, não queria fazer aquilo. O lindo animal branco moveu a cabeça um pouco para o lado como se quisesse lhe dizer algo. Jungkook olhou em direção ao local onde o lobo apontava e viu um caminho, um pouco escondido pelas árvores. Mais uma vez olhou para o lobo, que parecia um tanto nervoso e ainda o mandava seguir o caminho, e ao ouvir os lobos se aproximando, Jungkook correu para a direção indicada.

Em instantes, a alcatéia estava ali.

_ Onde ele está?!- o líder perguntou nervoso.

_ Eu não sei.- o lobo branco disse de cabeça baixa.- Quando cheguei ele não estava mais aqui.

_ Ah! Não acredito que ele fugiu!

_ Calma, pai. Nós-

_ Esqueça. Com essa correria afastamos todos os animais. Teremos que voltar mais tarde. Vamos!- disse e saiu dali, sendo seguido pelo bando.

O lobo branco olhou uma última vez para o caminho que o vampiro seguiu e depois foi atrás do resto de seu bando.

                            (...)

Jungkook corria pelo longo caminho, este que parecia não ser usado há muito tempo pelas plantas que quase o tapavam completamente. Estava com medo de ter caído em alguma armadilha, mas se tivesse ficado não teria chance alguma contra uma alcatéia inteira. Continuou seguindo o caminho até que parou atrás de uma estrutura familiar, o castelo. Suspirou aliviado por não ter sido enganado e por sorte se lembrou de uma passagem secreta que tinha ali. Quando era pequeno sempre saia por aquele lugar para caçar pequenos animais com seus amigos e ainda a usava quando queria fugir de sua família. A passagem dava em um cômodo secreto da casa, ninguém entrava naquele lugar há anos e a curiosidade de Jungkook o fez explorar o que havia por trás daquelas grandes portas de madeira do corredor leste. O escritório estava sempre empoeirado devido, é claro, ao fato de que as empregadas também não podiam entrar ali.

Jungkook passou pela passagem e depois foi para seu quarto. Chegando lá se separou com as costas de sua mãe que estava com os braços cruzados em frente a janela.

_ Mãe?

_ Onde estava, Jungkook?- disse sem virar para si.

_ Fui caçar. Por quê?

_ Ah!- virou-se.- Então já se alimentou?

_ Na verdade, não.

_ O que ouve?

_ Lobos.- revirou os olhos.

_ Meu Deus, você está bem?- se aproximou do filho.

_ Estou mãe. Você sabe que seu filho e muito esperto, não é?

_ Claro que sei. Puxou a mim, afinal.- disse com um sorriso.

_ Óbvio que sim.- riu.

_ Bom, então quer dizer que não se alimentou.

_ É... E eu estou morrendo de fome!- colocou a mão na barriga.

_ Quanto tempo faz que se alimentou pela última vez?- disse se sentando na cama e fazendo um sinal para que Jungkook se senta-se e assim ele fez.

_ Acho que duas semanas.

_ Nossa, faz bastante tempo considerando que ultimamente você só tem tomado sangue de animais. Mas tenho uma surpresa para você!

_ O que é?

_ Sangue humano!

_ Ah, sério?!- disse animado.

Apesar do sangue dos animais saciarem a fome e a sede dos vampiros, o sangue humano era o único capaz de realmente satisfazê-los por completo, além de ser muito mais saboroso. Com ele, os vampiros podem ficar até um mês sem se alimentar.

_ Uhum. Vamos?

_ Claro!

                            (...)

A alcatéia voltava para a cidade naquela noite. Quando estavam próximos a fronteira entre a floresta e a cidade, voltaram a sua forma humana. Os lobos na verdade eram híbridos. No passado, a raça humana e a dos lobos se uniram para criar uma raça mais forte porém, não deu certo. Os DNA's das duas espécies não eram compatíveis, as habilidades de ambos não se completavam. Então assim nasceram os híbridos. Metade lobo, metade humano. Mas com essa habilidade de se transformar, os lobos podiam se disfarçar entre os humanos e assim, viver pacificamente entre eles. A alcatéia era dividida em três partes:

Alfas: Classe mais alta. Eles eram os responsáveis pela caça e proteção de todos da alcatéia e somente eles poderiam ser líderes do grupo; Betas: A classe média. Os betas eram os guardiões das ômegas quando os alfas não estavam presentes. Os betas eram inteligentes e por isso, os mais experientes saíam para caçar junto com os alfas e eram responsáveis pelas emboscadas. Betas fêmeas eram responsáveis por servir as ômegas. Ômegas: A classe mais baixa. Apesar de naquela sociedade as ômegas serem indispensáveis, já que só elas poderem engravidar, elas eram vistas apenas como objetos de procriação e fonte de prazer para os alfas, já que só elas poderiam satisfazer por completo seus desejos sexuais durante o cio. Ômegas na sua maioria eram mulheres, mas em casos muito raros poderiam nascer ômegas machos. Havia um boato antigo que dizia que o sexo com ômegas machos era inexplicável. Diziam que o prazer fornecido era simplesmente indescritível e inesquecível. E naquela alcatéia eles tinham essa raridade. Kim Taehyung era seu nome. 

Taehyung era o único ômega de que se tinha conhecimento na Ásia. Apesar de ser um ômega, ele podia sair em algumas caçadas. Ele sempre gostou observar a natureza e passear pela floresta, e quando chegou a maturidade fez questão de fazer parte da equipe de caça para conseguir ir para a mata. Os machos da alcatéia eram totalmente contra, mas as ômegas o ajudaram e assim, Taehyung conseguiu permissão para sair em algumas caçadas.

Os olhos azuis eram uma característica única dos ômegas e a pelagem branca era algo que só alguns tinham.

Naquela noite, Taehyung dormiu pensando em um vampiro. Um vampiro lindo e encantador. Nunca tinha visto um antes. Na verdade, lembrava-se de ter visto um quando era pequeno, mas não pode chegar perto por que seus pais o tiraram de lá. Mas sabia que aquele era especial e esse vampiro dominou os seus senhos naquela noite.

                             (...)

Depois de sua deliciosa janta e um agradável passeio no jardim com sua mãe, Jungkook estava jogado em sua cama, empenhado em um desenho. A imagem daquele lobo branco e de seus olhos azuis não saia da sua mente, não sabia o porquê, mas ele tinha mexido muito consigo. Então naquele momento estava usando de um de seus talentos para gravar a imagem do animal em seu sketchbook. Quando viu já estava amanhecendo e assim dormiu, com o lobo e seus belos olhos azuis em seus pensamentos.



Notas Finais


E aí docinhos?

O que acharam?
Aqui embaixo ó 👇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...