História Moonshine - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars, Dwayne Dugger, Eric Hernandez, Jamareo Artis, James King, John Fossit, Kameron Whalum, Philip Lawrence, Phredley Brown
Visualizações 56
Palavras 1.235
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Moonshine - Capítulo 5 - Capítulo 5

Cap. 5
Mudança é algo que exige toda sua energia e que definitivamente, não foi feito pra mim, te tira tempo e te cansa mais que tudo no mundo, ainda mais quando você tem filhos pequenos, nos mudamos de uma vez semana passada, consegui ajuda pra organizar a casa, na verdade contratei o serviço de uma empresa de organização, mas amanhã já vamos pra Vegas, Liz ainda não sabe da surpresa que a aguarda, deixei certo pra tarde porem tive que pedir pra agencia me conseguir um voo de manhã. Depois de resolver alguns problemas habituais com Kiara sai do escritório que fiz no térreo e dei de cara com Liz dançando no meio da sala de novo.
-"Vem mãe, vamos relaxar, vem dançar."
Ela me puxa e puxa Kiara pelas mãos nos levando pro centro da sala.
- “Ela é idosa, Liz” – olho pra Kiara e mostro a língua
Em seguida vejo minha mãe com o telefone nas mãos chacoalhando pra me mostrar que alguém queria falar comigo e saio pra atender, era minha agente de viagens, acertando os detalhes pra irmos a Vegas Em um voo de manhã.
Voltei pra sala bem rápido, eu estava feliz. Voltei e desliguei a TV.
-"Ah mãe, a gente estava se divertindo" - Liz cruza os bracinhos e me fuzila com os olhos
-"Precisamos arrumar as malas agora, o nosso vôo foi adiantado pra amanhã e de manhã."
Liz pula em Kiara festejando.
-"Vamos ficar no Belágio, onde as fontes dançam ao som de Bruno Mars" - vejo minha filha tentando imitar a fonte, mas deu que ela ficou parecendo um boneco de posto, isso sim
Kiara olha pra mim sorrindo e pisca
-"Então vem, filha, vamos arrumar as malas."
Liz não cabia em si, subia as escadas fazendo planos de ir ao planetário de lá, ela ama as estrelas, me divirto em ver ela fazer mil planos, mal sabe ela que já garanti nossos lugares no show do seu cantor favorito.
-"Tia Kiki, precisamos procurar pontos turísticos pra passear quando vocês tiver folga, vamos nos parques, planetário e procurar um namorado pra mamãe" - Liz pega o tablet enquanto pula sem parar em minha cama.
-"Filha, vai derrubar esse tablet e quebrar, isso se você mesma não cair. E só pra constar, pare de falar com a Kiara, ela não é bom exemplo"
-"Vou arrastar sua cara no asfalto, palhaça" - Kiara me olha de canto -"Minhas malas estão prontas, e da tia Nancy também. Ela pediu pra avisar que está arrumando a da Liz pra você não se preocupar, esqueci de avisar antes"
-"Obrigada por avisar, assim me concentro só nas minhas coisas, já que o trabalho está adiantado."
Conseguimos deixar tudo preparado, no outro dia pela manhã, após umas horinhas de vôo, estávamos em Vegas, Kiara levou Liz e mamãe pro Belágio, Liz fez questão de ficar lá, enquanto eu tive que ir receber um material pro show e arrumar o camarim do cara, já aproveito e resolvo algumas coisas pendentes pro Show da Demi, os equipamentos extraviaram, vou ter mais trabalho.
Quando voltei pro hotel já estava cansada, mas sabendo que teria o segundo round.
Entrei no quarto e vi Liz num canto brincando. A chamei pra uma conversinha.
-"Liz, senta aqui comigo" - ela se senta desconfiada, e eu entrego um envelope comprido em suas mãos - "Um dos presentes de aniversário pra você, bem adiantado"
Ela me olha de canto, abre lentamente o envelope e lê. Quando ela viu os convites pro show do tal Bruno Mars, ela saiu pulando e gritando pelo quarto.
-"Obrigada mamãe, hoje me sinto realizada como hooligan, te amo"
-"Consegui te pegar direitinho, é o show dele que vou produzir hoje."
-"Mãe, nunca pedi nada, me leva pro camarim" - ela junta as mãozinhas e me implora
-"Olha Liz, posso tentar mas não garanto, me disseram que ele é chato e arrogante, não atende qualquer pessoa"
-"Ta bom, mas não fala mais assim dele, ou eu vou ficar muito brava com você, só hooligans podem xingar esse anão havaiano" – ela cerra os olhinhos
Meu Deus, minha própria filha falando assim comigo, pra onde caminha a humanidade.
Nos arrumamos e fomos adiantado, Kiara e eu teríamos que estar lá pra organizar as coisas, ao levar as águas geladas ao camarim me encontrei com Phil.
-"Ayla, tudo bem?"
-"Olá Phil, tudo bem e você?"
-"Tudo ótimo, já está tudo certinho? Bruno está a caminho."
-"Ta sim." - coço a nuca franzindo a testa - "É... Phil, posso te fazer um pedido? É pra minha filha na verdade."
-"Claro que pode"
-"Ela é muito fã desse tal cantor e fã da banda, Booligans, você pediria autorização a ele pra eu trazer a Liz até aqui."
-"Ayla, traz ela já, eu me responsabilizo, não seriamos quem somos sem nossos fãs. E na verdade é Hooligans" – ele segura o riso
- “Primeira bola fora” – fico sem graça porém feliz
Sou mãe, já viu ne, agradou a Liz me agrada também, não me contive e abracei ele, em seguida sai correndo buscar Liz pra conhecer o tal cantor.
Ela veio quieta o caminho todo, sua mãozinha estava gelada, Kiara e mamãe vinham logo atrás. Entramos no camarim e Phil nos colocou sentados no sofá, Bruno estava se trocando. Meu radio tocou e virei de costas pra dar as coordenadas.
Após falar com o pessoal do som estava checando o celular quando escutei uma gargalhada rouca vinda do outro lado do camarim, senti como se já conhecesse essa voz mas não me toquei.
-"Liiiiiiiz, é você a fã desse cara chato aqui?"
Me viro olhando pra minha filha que afirma com a cabeça.
Vejo que ele estica os braços e a chama, ela me olha apreensiva. Sorrio de volta e aceno positivamente com a cabeça pra que ela vá até ele.
Ela caminha devagar e ele se abaixa e a abraça firme. Vejo pequenas lagrimas saltarem de seus olhinhos e ela fala entre soluços.
-"Minha mãe implica um pouco, mas eu te escuto todo dia, sei até que nasceu no Havaí, conheço suas irmãs, pelo instagram, mas conheço, e eu amo você"
Liz dispara a falar de nervosa e todos riem.
-"Não é legal desobedecer a mamãe, mas continue me ouvindo todo dia" - ele limpa seus olhinhos e a pega no colo se virando pra mim em seguida - "Olá vizinha, você por aqui?"
Não acredito, o cara folgado que me embebedou semana passada é o cantor favorito da minha filha, tá de brincadeira
-"Essa é a produtora, Ayla, de quem te falei Bruno. E no caso também é mãe da Liz." - Phil se apressa em nos apresentar.
-"Você conhece minha mãe? Ela é brava, meio rabugenta, briguenta, mas é a melhor mãe do mundo." - Liz não desgruda do pescoço dele e me aponta
Estendo a mão.
-"Prazer, Bruno, Bruno Mars ao seu dispor" - e ele solta aquele sorriso sarcástico de novo levantando a sobrancelha esquerda.
Nesse mesmo momento entra um bando de homens que julgo ser a banda, Phil apresenta Liz, e eles imediatamente fazem minha filha de mascote.
-"Bruno, ela poderia assistir comigo de onde vou ficar, o que acha?"
-"Se a mãe dela autorizar, por mim está tudo Okay, ne mocinha linda" - ele aperta sua bochecha.
Liz corre até mim e me abraça.
-"Obrigada mamãe, esse é o melhor dia da minha vida, é hoje." 


Notas Finais


Não deixe de comentar 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...