História MoonSun: Spicy Love (Mamamoo) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias F(x), Mamamoo, Momoland
Personagens AhIn, Amber Liu, Daisy, Hwasa, Hyebin, Jane, Joo E, Krystal Jung, Moonbyul, Personagens Originais, Solar, Taeha, Wheein
Tags Hwasa, Mamamoo, Moonbyul, Moonsun, Solar, Strip Club, Wheein, Wheesa, Yuri
Visualizações 44
Palavras 1.449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora pra postar esse cap. Era pra ter saído semana passada, mas eu tava morrendo de sono quando comecei a escrever e passei a semana inteira sem ideias também então acabou quesó saiu hoje. Enfim, desculpa e espero que gostem do cap.

Capítulo 12 - Superação


Fanfic / Fanfiction MoonSun: Spicy Love (Mamamoo) - Capítulo 12 - Superação

Mais tarde no mesmo dia, Hyejin chega e se depara com Yong-Sun fazendo carinho em Moonbyul.

 

Hyejin – Ate que enfim gente!

 

No susto, as duas se separam. Yong-Sun então volta pra cadeira enquanto Moonbyul se ajeita na cama.

 

Hyejin - Pensei que ia ter que colocar um outdoor na casa de cada uma escrito “A Yong-Sun/Byul-li Gosta de você!!!” Em neon ainda, pra ter certeza de que captariam a mensagem.

Moonbyul – Já acabou?

Hyejin – Já. Mas eai. Quando aconteceu?

Yong-Sun – Algumas horas atrás.

Hyejin – Tendi. Quem mais sabe?

Moonbyul – Só você ate agora. Acabou o interrogatório?

Hyejin – Grossa.

Yong-Sun – Vou dar uma saída. Quer alguma coisa?

Moonbyul – Não, brigada.

Yong-Sun – Ok. Já volto bebê.

 

Yong-Sun sai e Hyejin logo olha pra Moonbyul com uma expressão maliciosa.

 

Moonbyul – Lá vamos nós.

Hyejin – O que foi? Não fiz nada.

Moonbyul – Mas essa cara diz que vai fazer. No caso, falar.

Hyejin – Não vou falar nada.

Moonbyul – Não mesmo?

Hyejin – Claro que não. Ate porque o que eu tinha pra falar, já falei quando entrei aqui.

Moonbyul – Tá. Espero.

Hyejin – Como que aconteceu? Quem se declarou? Quando é o casamento?

Moonbyul – Tava demorando.

Hyejin – To brincando, mas responde as duas primeiras, por favor.

Moonbyul – Ok. Só aquieta esse fogo.

Hyejin – Sim senhora.

Moonbyul – Bem, foi uma coisa bem inesperada. Ela entrou na sala e já chegou me beijando.

Hyejin – Ai sim Byul-li.

Moonbyul – Ai ela falou que sabia que eu gostava dela e falou que gosta de mim também. Depois de uns quinze minutos de conversa, a gente decidiu começar a namorar. Desde então ela ta aqui cuidando de mim.

Hyejin – Ai que fofo. Amei essa história.

Moonbyul – E sobre a declaração, podemos dizer que foi uma coisa mútua e simultânea.

Hyejin – Eu saquei essa parte.

Moonbyul – Foi só isso.

Hyejin – Ate que esse ataque não foi tão ruim, então.

Moonbyul – Digo o mesmo. A única coisa foda é meu estado. Não posso aproveitar muita coisa se não dói.

Hyejin – Tipo ela subir ai na cama, sentar no seu colo e te deixar contra o travisseiro enquanto ataca seus lábios de forma intensa, porém apaixonante?

Moonbyul – Uh... Claro... Isso foi específico demais.

Hyejin – Sua amiguinha que gosta de fazer isso.

Moonbyul – Imaginei que fosse isso. E como vocês estão?

Hyejin – Melhor impossível.

Moonbyul – Que bom ouvir isso.

Hyejin – Aquela garota de fofa e inocente só tem a cara porque ela é um animal na cama. O jeito que ela ataca minha buceta sempre me faz gozar em uns...

Moonbyul – Tá legal! Informação demais! Muito demais!

Hyejin – Foi mal kkkk. Acho que falei demais kk.

Mooonbyul – Falou. Realmente falou.

Hyejin – Bem, voltando a vocês, que bom que finalmente tão namorando. Saindo daqui já podemos ir nos encontros duplos.

Moonbyul – É. Só não conta essas histórias entre você e a Wheein quando a gente sair juntas. Pelo amor de Gaim.

Hyejin – Claro que não kk. Isso não é coisa que se fala em encontros.

Moonbyul – Do jeito que você falou, não é pra falar em nenhum lugar.

Hyejin – É kk.

 

Yong-Sun volta ao quarto e se senta na cadeira ao lado da cama e volta a fazer carinho em Moonbyul, enquanto as bochechas da mesma coram num tom rubro.

 

Hyejin – Ai que fofo. Olha a Byul-li toda apaixonada kk.

Moonbyul (jogando um pote vazio de iogurte) – Não enche.

Yong-Sun – Bem, ela não é a única.

 

Em seguida Yong-Sun dá um beijo suave em Moonbyul. Após o ato, Moonbyul sente suas bochechas ficarem quentes mais uma vez. Yong-Sun então começa a fazer carinho no rosto da mais nova, que não conseguia esconder a satisfação de estar recebendo tal ato da pessoa na qual estava apaixonada fazia quase seis meses. Depois de alguns minutos, Hyejin sai pra tomar água então e repente, a mais velha se levanta, vai ate sua bolsa e de lá tira um caderno e depois volta ate o lugar onde estava.

 

Yong-Sun – Eu quase esqueci. Byul, lembra daquela música que você viu no nosso primeiro dia?

Moonbyul – Aquela que não era pra eu saber? Kk. Sei. o que tem ela?

Yong-Sun – Eu terminei ela. Faz um tempo na verdade, mas enfim. Quer ver?

Moonbyul – Claro, mas tenho uma ideia melhor.

Yong-Sun – Que seria?

Moonbyl – Cantar ela. Assim você já enfrenta seu medo de palco. Mesmo que seja só eu.

Yong-Sun – A ideia é boa, mas eu não consigo...

Moonbyul – Não querendo parecer clichê, mas como sabe que não consegue se não tentou?

Yong-Sun – Porque é meio que um trauma o motivo de eu não conseguir me apresentar em público.

Moonbyul – Trauma? Como assim?

Yong-Sun – Não diria trauma. Vamos dizer que o meu medo de me apresentar em público tá ligado a uma memória ruim. Aconteceu há dez anos numa audição. eu tava toda confiante, mas quando chegou minha vez, eu travei.

Moonbyul – Mas isso é normal. Você tava nervosa.

Yong-Sun – Eles literalmente riram de mim. A equipe da audição, o povo que ia se apresentar depois de mim. Todos que estavam naquele ambiente riram de mim. Nunca fui tão humilhada na minha vida.

Moonbyul – Posso saber que empresa é essa pra ter essa falta de profissionalismo a ponto de rir dos participantes?

Yong-Sun – MLD Entertainment. Uma das piores empresas do kpop e olha que eu nem queria ser idol em si.

Moonbyul – Pera. Você não quer?

Yong-Sun – Não. Eu quero cantar e dançar. Igual o Austin Moon, sabe? Daquela série da Disney que o garoto conhece uma compositora e juntos vivem aventuras e blá blá blá. Enfim. Conhece?

Moonbyul – Conheço sim. Já vi alguns episódios. É legalzinho.

Yong-Sun – Realmente. Enfim. Só por causa daquele maldito dia, eu não consigo mais me apresentar em público.

Moonbyul – Eu achando que era por causa da escola. Eu sou dessas. Hoje to melhor, mas ainda piro na hora de apresentar trabalhos.

Yong-Sun – Pior que na época da escola eu nunca tive problema com isso.

Moonbyul – Bem, agora que eu sei da história, eu ainda acho que devia se apresentar pra mim.

Yong-Sun – Qual é Byul-li.

Moonbyul – Olha, se quer se apresentar, você tem que superar isso.

Yong-Sun – Que saco.

Moonbyul – Não sei qual é o seu medo exatamente, mas eu prometo não reagir de forma negativa.

Yong-Sun – Todos falam isso, mas sempre deixam escapar uma risadinha ou outra.

Moonbyul – Eu não sou assim. Eu juro.

Yong-Sun (suspirando) – Eu realmente preciso fazer isso?

Moonbyul – Eu prometo que isso vai ajudar.

Yong-Sun – Ok. É bom estar certa kk.

Moonbyul – Eu sei que eu to kk.

 

Yong-Sun então vai ate a porta e tranca o mesmo enquanto Moonbyul se ajeita na cama. Após isso, Yong-Sun volta ate onde estava e começa a cantar.

 

Yong-Sun – “           Olá, nós, de novo

Olá, nós, de novo

Olá, olá, olá

 

Segunda à noite às 2:30

Aquele momento que senti

Como da última vez

 

Está tudo acabado agora, não mais agora

Prometa-me como a primeira vez

Que você me deu permissão

 

Hoo, e desajeitado, adeus

Esse dia cuidadoso entre o nosso relacionamento

Hoo, sim, assim

Oh, você vai se acostumar com isso lentamente

 

Olá

Assim como antes, sente-se de frente para o outro

Segurando as duas mãos

De volta a esse tempo

Você e eu, eu rezo por nós

 

Olá, nós, de novo

Olá, nós, de novo

Olá, olá, olá

 

Me desculpe por tudo, eu não farei novamente

Palavras para começar tudo de novo

Eu vou dizer mais de cem vezes

 

Hoo, esse último, adeus

As memórias fragmentadas

Hoo, para você, novamente

Ah, eu não quero voltar

 

Olá

Como estranhos, nenhum relacionamento

Não há memórias deixadas também

Preenchido com registro

Você e eu, eu rezo por nós

 

Eu vou esperar

Sempre nós, para sempre nós

Você vai ficar parado lá?

Fique aí assim, oh

 

Olá

Assim como antes, sente-se de frente para o outro

Segurando as duas mãos

De volta a esse tempo

Você e eu, eu rezo por nós

 

Olá, nós, de novo

Olá, nós, de novo

Olá, olá, olá

 

Olá, nós, de novo

Olá, nós, de novo

Olá, olá, olá”

 

 

                                                                                                          (Hello-Solar)

Yong-Sun termina de cantar e se surpreende por ter conseguido sem travar ou enrolar a língua. A mesm ate senta na cadeira por causa de sua reação inesperada. Já Moonbyul, ao terminar, começa a aplaudir a mais velha pela apresentação.

 

Yong-Sun – Eu... Eu consegui...

Moonbyul – Eu falei que não ia ser tão ruim;

Yong-Sun – Eu não acredito que realmente consegui.

Moonbyul – Você só precisava de um empurrãozinho pelo jeito.

Yong-Sun – E muito obrigada por isso.

Moonbyul – De nada.

 

Depois disso, Yong-Sun destranca a porta e em seguida se aproxima de Moonbyul lhe dando um beijo como forma de agradecimento por ela ter ajudado a superar seu medo. Após o ato carinhoso de Yong-Sun, as duas voltam a conversar como estavam antes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...