História Morando com a One Direction - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Personagens Originais
Tags One Direction, Supernatural
Visualizações 76
Palavras 1.484
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo, dessa vez com o Sam e o Dean.

Capítulo 8 - De volta pra casa


Fanfic / Fanfiction Morando com a One Direction - Capítulo 8 - De volta pra casa

Demoramos quase uma hora para chegarmos em casa. Desço do carro seguindo o Dean que estava abrindo a porta
Dean: Ele vai me matar!


S/n: Nao contou para ele que eu vinha?


Dean: Eu contei, mais ele não queria que eu fosse te "aperrear" mais eu fui.


Ele faz aspas na palavra aperrear, mais eu estava feliz de esta de volta em casa.


S/n: Eu me resolvo com ele.


Ele abre a porta e eu entro, a casa estava exatamente como antes. Eu olho para os lados e não vejo ninguém.


s/n: Vou la no quarto vê se ele esta la, leva minhas coisas por favor?


Dean: Vai ficar me devendo uma torta!


S/n: Esta bem.


Eu saiu em direção ao meu antigo quarto, quando entro vejo o Sam deitado na cama lendo um livro. Ele me vê e se senta na cama, estava com uma aparência horrível.


Sam: Eu nao acredito que o Dean foi buscar você!


S/n: Nossa, bom ver como você esta feliz em me ver.


Eu vou ate ele e o abraço.


Sam: Nao é isso, eu estou feliz de te ver princesa.


S/n: Eu já tenho 16 anos Sammy!


Sam: E ainda é minha princesa.


ele me abraça, eu estava quase na sua altura por conta de ele esta sentado e eu em pé. Eu senti tanto a falta do abraço do meu grandão!

 

 

Sam: Esta tao linda.


Ele fala acariciando o meu rosto.


S/n: Queria poder dizer o mesmo de você.


ele rir e da uma tossida.


Sam: Eu estou bem, nada de mais.


Ele não estava bem.


S/n: Você esta parecendo um ze droguinha, traficante velho e ainda me fala que esta bem?


Ele ri de novo, pelo menos estava sorrindo.


Sam: Onde esta o Dean?


Dean: Estou aqui Sammy.


o Dean tinha acabado de entrar no quarto.


Sam: Eu falei que não precisava trazer ela.


Dean: Precisava sim, você esta pior do que antes. E eu nao is saber cuidar de você direito.


Sam: Nao precisa se preocupar comigo, sei me virar so!


Dean: Preciso sim, eu sou seu irmão mais velho e sempre vou cuidar de você Sammy!


S/n: Ta bom gente, chega Dean ele ja tomou o remédio hoje?


Dean: So um de manha, ainda tem que tomar o outro daqui a uma hora.


S/n: Ótimo, agora quem ta fazendo a comida de vocês?


Sam: Ninguém.


S/n: Estão passando fome por acaso?


Dean: Eu compro num Mercantil aqui próximo.


S/n: Meu Deus, vocês tem sorte de me terem sabiam? Se não iam morrer de comer porcaria de Mercado.


o Sam solta uma gargalhada.


Dean: Ja vai começar a aparecer.


S/n: Eu nao preciso me aparecer, eu já apareço meu amor!


Sam: Saudades de vocês brigando.


Dean: Nossa eu amo!


Ele fala em tom de ironia e sai do quarto falando que is se deitar.


S/n: Ai ai. Agora você senhor Sam, vai tomar um banho enquanto eu faço uma comida de verdade ora vocês!


Sam: Esta bem, pode fazer uma torta por favor? Sinto saudade da sua torta.


S/n: Nada disso, nao pode comer esse tipo de comida. Mais prometo que quando melhorar eu faço duas, agora vai la. Lembre que não pode ser agua gelada!


Sam: Esta bem!


Ele grita do banheiro, eu saiu do quarto e vou para a cozinha.


S/n: Que saudades da minha cozinha!


Eu abro a geladeira e vejo que so tinha um fardo de cerveja e meia fatia de torta de mercado, vou ate o quarto do Dean que estava assistindo Scooby-Doo.


Dean: O que foi?


S/n: Eu estou pensando seriamente eu voltar ora ca, nao tem nada que preste naquela geladeira!


Dean: E?


S/n: E que você vai leva tar essa bunda dai e vai comprar coisas que preste para eu fazer a comida, isso se não quiser matar o Sam!


Dean: Quando fizer uma lista eu vou.


S/n: Eu já fiz! Vai logo.


Eu entrego a pequena lista a ele que me olha com cara de "nojo"


Dean: Você adora me infernizar nao é?


S/n: So um pouquinho.


Dean: Tampinha!


S/n: Viciado em pôrno!


Ele se levanta e passa por mim me dando língua.


S/n: Sei que tu me ama.


Dean: Assim como eu amo funk!


Ele grita e sai para o mercado, o Dean odiava funk. Uma vez quebrou o rádio da vizinha por que estava escutando funk as três da manha.


Eu ligo o Rádio e coloco o CD do Kansas, procuro na playlist a minha musica favorita Carry on e coloco no voluma médio. Resolvo fazer uma faxina na casa enquanto o Dean nao voltava.

Sam: Eita que ta animada hoje em?

O Sam tinha e trado na sala, eu estava limpando a estante.

S/n: Pois é, eu estava com saudades da casa.

Sam: Você faz tanta falta s/n, principalmente para mim.

Ele me abraça, eu solto a flanela e olho para ele.

S/n: Eu também estava com muitas saudades do Dean e de você grandão.

Sam: Minha princesa, obrigada por ter vindo viu?

ele beija a minha testa.

S/n: Eu tenho que cuidar das minhas crias.

Ele ri

Sam: Ate parece.

S/n: Eu nao ia deixar você doente nas mãos do Dean, ele pode saber de muitas coisas, mais nao sabe fazer as principais. Tipo cuidar de você.

Sam: Você tem razão, e cadê ele?

S/n: Foi fazer umas compras, nao sei como viveram esse ultimo ano assim.

Sam: Ja somos acostumados, vivíamos assim antes de Encontar você.

S/n: É pode ser, mais ficar comendo besteiras pode ter sido a causa de vice esta assim! Agora como esta se sentindo?

Sam: Melhor, um pouco dolorido e com frio.

S/n: Deixa eu medir sua temperatura.

eu pego o termômetro que ainda estava no mesmo local que antes, entrego ao Sam que coloca debaixo do braço, volto a limpar a estante. Termino e vou ver o termômetro.

S/n: 37,5 esta um pouco com febre. Vai descansar ta bom, e beba bastante água.

Sam: Ta bom.

ele sai, eu aumento o volume do rádio e termino de limpar a casa. O Dean tinha chegado

Dean: Aqui esta, tudo que estava na lista.

s/n: Obrigada Dyno.

Dean: Ok. Como esta o Sammy?

S/n: Esta com um pouco de febre, ja tomou banho e agora esta descansando.

Dean: Que bom, obrigada mesmo por ter vindo.

S/n: Sabe que não é porque fui morar com os meninos que vou deixar vocês, são meus irmãos, a minha família. Nao tem que agradecer, sabe que eu amo vocês Dean.

Dean: Eu sei, você também é a minha irmãzinha que tenho fe que vai voltar para casa um dia. Também te amo tampinha!

Ele me abraça dando um beijo na minha testa.

Dean: Qualquer coisa estou no quarto.

S/n: Esta bem.

Eu faço uma sopa de legumes com uns pedaços de carne para o Sam e uma macarronada para mim e o Dean. Guardo tudo nos seus lugares e tomo um banho, vou ate o meu quarto e o Sam estava na cama lendo, me senti do seu lado.

S/n: Nunca vai gostar de ler em?

Sam: Nunca, ler sempre bom. Cadê o Dean?

s/n: Deve esta no quarto dormindo.

Sam: Esta cansada, descansa um pouco s/n.

S/n: Esta bem, você também.

Eu me deito com a cabeça em seu peito e ele me aconchega no seu braço, puxa o coberto e eu fico ali deitada, ate me lembrar de uma coisa.

s/n: Seu remédio!

Eu me levanto e vou ate o quarto do Dean

S/n: Dyno, o remédio do Sam.

Dean: Lembrou bem, aqui esta, cinco ml sempre as 16:00 da tarde.

S/n: Ok, vou da agora e deixar ele descansar. E descanse também.

Dean: Obrigada.

Eu volto para o meu quarto.

s/n: Aqui esta, bebe.

Ele bebe os cinco ml do remédio.

Sam: Pronto, agora vem cá princesa.

Ele me chama para me deitar.

S/n: Nao, acho melhor eu ir para a sala.

Sam: Nao, fica aqui comigo. Quero matar a saudade da minha pequena.

S/m: Esta bem.

Eu me deito novamente com a cabeça no peito dele que acariciava meu cabelo.

Sam: Acha que um dia cai voltar pra cá?

Ele me pergunta.

s/n: Nao sei, pode ser que daqui a uns anos sim.

Sam: Espero que logo em breve, sei que você sempre quis ser independente e tal, mais você em casa comigo e o Dean, para mim é o melhor.

S/n: Olha Sam eu...

Sam: Vai descansar, você tem muito tempo para pensar. E eu estou com sono.

S/n: Esta bem, durma bem grandão.

Eu dou um beijo no queixo dele. Ele não demora para adormecer, e eu fico ali deitada do seu lado pensando. Na verdade eu nunca tinha pensado em voltar, sentia falta deles.mais me divertia muito com os meninos.

quem sabe um dia eu decida ficar com os meninos ou vim para casa, mais por enquanto, era bom esta de volta em casa.


Notas Finais


Espero que tenha ficado legal.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...