História Morando com o Bangtan - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Blackpink, Jikook, Namjin, Vhope, Yoonmin
Visualizações 13
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiieee.

Capítulo 23 - É real!


Fanfic / Fanfiction Morando com o Bangtan - Capítulo 23 - É real!

 Já haviam passado dois meses desde quando a s/n foi achada e internada no hospital, dois meses de recuperação lenta e dolorosa, mas as sequelas físicas já estavam cicatrizando, as da alma nem tanto.

Após dois longos meses no hospital finalmente ela recebeu alta. Os sete garotos foram lá ao encontro dela para leva a mesma para seu apartamento. Durante todo o tempo, todos os sete haviam ido ao hospital constantemente e deram todo o apoio necessário na recuperação de sua professora de dança.

- S/n, nós queríamos falar com você sobre algo. - já estavam todos dentro do carro, indo para o apartamento da mesma quando Jimin decide falar algo.

- O que houve? - ajeitou sua posição no estofado do automóvel.

- É que nós vamos ficar com você por mais um mês, cuidando de você. - Jin tomou partida.

- Mas gente, eu tô bem. - Mentiu.

- Não totalmente, não minta para nós. - Namjoon foi direto.

- Ah vocês venceram. - todos riram. - vamos todos lá pra casa. Quando vocês vão pegar as coisas?

Todos se entreolharam e ela de início não entendeu, mas logo revirou os olhos fazendo todos rirem.

- Suas chaves haviam caído no dia do sequestro e elas estavam este tempo todo sobre posse do Jungkook, se quer brigar com alguém então que seja com ele. - Hoseok levantou as mãos em defesa.

- Ah tudo bem. Só espero que aquele lugar não esteja uma bagunça. - Se entreolharam de novo. - Ah não.

- Relaxa, nós vamos dá um jeito. - Taehyung falou e sorriu para a mesma que assentiu.


 O caminho havia sido um pouco mais longo que o normal, os meninos tiveram que passar na farmácia para comprar alguns medicamentos que o médico havia prescrito para a s/n e logo depois foram para casa.

- Finalmente em casa. - ela suspirou aliviada.

- apesar de toda essa bagunça eu estou feliz por estar aqui. Nossa, quanto tempo se passou e tudo o que eu mais desejei realmente foi o meu lar. - os sete foram pra frente dela. - Eu senti tanta falta de tudo. Da minha casa, das aulas, de vocês. - Não se conteve e as lágrimas começaram a cair pelo seu rosto.

- S/n agora está tudo bem. Quem te fez mal já está na cadeia pagando pelo que fez. E agora, apesar de você ainda está se recuperando, pelo menos você está em casa e com todos nós aqui do seu lado, te ajudando no que for. - Jungkook deu um leve selar na moça. - Eu senti tanto a sua falta. - a abraçou com um certo cuidado e logo o abraço foi retribuído.

- Bom, nós vamos no supermercado fazer umas compras. Vamos deixar vocês dois sozinhos para conversarem. - Namjoon falou e logo todos os seus se retiraram do local.

- Eu quero que você fique bem. Eu sei que você sofreu muito mas, iremos te ajudar. - Deu um beijo na testa de s/n e logo se sentaram no sofá da sala.

- Eu sei Kook. Disso eu não tenho dúvidas. - sorriu para o mesmo.

- Eu tenho a dizer. - olhou para os dedos e suspirou algumas vezes.

- Por que está tão nervoso. Eu estou ficando preocupada. - Ela olhava e ele aparentava estar muito inquieto.

- É que eu... Bom, eu contei para o chefe sobre nós.

Os olhos de s/n só faltaram saltar para fora, o coração errou a batida. Um suspiro foi ouvido e a moça se preparava para o pior.

- Continue.

- Eu falei quando soube que você tinha sumido. Eu não soube o que fazer ou o que estava fazendo. Eu até bati no Taehyung.

- Você o que? Por que fez isso!!!

- Eu pensei que tinha sido ele. Sabe, aquele dia em que vocês de beijaram, eu vi tudo. Desde aquele tempo que eu sou apaixonado por você e eu vi ele te beijar naquele dia. Pensei que por estarmos juntos ele poderia ter feito algo ruim pra você.

- Jungkook, o Taehyung nunca faria isso. Além do mais ele não teve nenhum tipo de relacionamento com você. A única pessoa do Bangtan que eu sei que você já teve algo foi com o Jimin e eu sei que já acabou a algum tempo. O Taehyung ama o Hoseok e eles parecem estar bem e felizes juntos. Nossa Kook...

- Como eu disse, eu não sabia o que estava fazendo. Eu achei que iria enlouquecer, eu não tinha ideia de quem poderia ter feito isso com você então pensei em Taehyung pelo motivo que eu já te falei e até falei coisas que ofenderam o Hoseok. - um semblante triste surgiu em sua face. - Eu sei que eu errei, errei feio, mas eu me arrependi e já pedi desculpas aos dois. Eu estava fora de mim, não quis mais ir aos ensaios, nem comer direito. - Ela puxa ele e da um abraço. - Eu te amo tanto. Não me imagino mais sem ter você. - soltou do abraço e selou os lábios

- Eu também te amo muito e eu sei que esse não era você. Eu imaginei o seu desespero o tempo todo Jungkook, eu pensei tanto em você e em como você estava. Eu queria ter uma oportunidade de te ligar enquanto estava lá e te dizer que eu te amo pela última vez. Eu achava que a qualquer momento eu iria morrer, mas era pior. Elas me dava comida e água para eu não morrer logo. Me torturam tanto. - Engoliu seco. - E eu soube também que perdi um filho, nosso filho. - suspirou. - Mas sabe, eu agora estou melhor, sei que estou em ótimas mãos e que vocês vão cuidar de mim.

- Não há dúvidas disso.

- Como foi que vocês chegaram até mim?

- Bom, eu estava no meu quarto então meu celular vibrou avisando sobre uma nova mensagem, vi que era a Lisa, quando eu abri ela perguntava sobre você, mas sendo que ainda não havia nenhum noticiário que ainda havia falando que você foi encontrada. E ela quis saber em que hospital você estava. Ai fui ligando pontos e mais ponto até chegar no lugar certo.

- Você é incrível. - sorriu para ele e suas bochechas ficaram levemente rubras. - Mas voltando ao assunto, o que o chefe falou sobre nós?

- Ele falou que irá nos apoiar mas pediu que nada fosse pra imprensa por enquanto. - acariciou os cabelos dela.

- Tudo bem, ainda bem que ele aceitou numa boa. - deitou sua cabeça no braço do namorado e pouco tempo depois havia caído num sono.


         ♠️ três meses depois♠️


- Vamos lá gente, cinco, seis, sete, oito.... - repassando de novo aquele passou pela terceira vez. Finalmente todos haviam pego aquele trecho da música e já estava mais avançado. - Isso aí, muito bem gente, descanso. Daqui a dez minutos voltamos.

Os dois coreógrafos foram para uma sala discutir sobre as próximas coreografias até que a porta foi aberta.

- Chefe.

- S/n, seja bem vinda de volta. - Entrou na sala. - Preciso falar com você.

- Bom, estou na sala de prática. Te espero lá. - o outro coreógrafo levantou para sair então foi chamado.

- Chame o Jungkook aqui, por favor. - Logo ele foi e s/n com aquele terrível frio na barriga e como sempre, temia o pior. Pouco tempo depois Jungkook atravessa aquela porta.

- Sente - se. - assim ele o fez. - Eu sei que vocês já estão juntos a algum tempo, Jungkook mesmo havia me falado sobre vocês. O que eu realmente quero dizer é que, eu não vou atrapalhar o namoro de vocês, se quiserem assumir publicamente vocês tem esse direito. Sejam felizes e me dêem netos.

- Oh, isso quer dizer que podemos ter o relacionamento normal, digo, nós expor sem problemas?

- Isso. Ninguém tem direito de se meter na vida de vocês. E era só isso. - se retirou da sala logo em seguida.

- Isso não pode ser real Kook.

- Mas é real. - Abraçou sua namorada.

- Bom, temos que voltará pra a sala de prática.

Voltaram para a sala de prática rapidamente. S/n organizava as últimas coisas para recomeçar o ensaio mas logo foi tocada no ombro o que a fez virar e ter a visão de Jungkook se ajoelhando em sua frente, retirou uma caixinha do seu bolso e a abriu. A mesma portava um lindo anel.

- S/n, você aceita casar comigo?


Notas Finais


Seria ótimo se as coisas funcionassem assim kkkk, o próximo capítulo será o último, mais uma Fanfic será concluída. Bom gente, até o próximo 😍🍃♠️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...