História More - cashton - Capítulo 3


Escrita por: e MrHoranRockMe

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Visualizações 16
Palavras 1.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, LGBT, Poesias
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Part two


Fanfic / Fanfiction More - cashton - Capítulo 3 - Part two


As vezes na vida, nós precisamos nos reconectar com nós mesmos para poder nos encontrar com as outras pessoas ao redor. O que dizer de mim? Era casado, tinha uma vida inteira pela frente, um marido belíssimo, mas sempre falta algo. O ser humano nunca está satisfeito consigo mesmo. Sempre quer mais e mais. Sempre quer o Mais.

Ali em Madrid, tomava meu café na cafeteria próximo ao Museu do Prado. Das coisas que Calum me ensinou durante nosso relacionamento foi que, não importa se estivéssemos em países diferentes, o café era indispensável. Ele conseguiu me viciar em café, assim como me viciou nele.

- Ashton! - Josh balançava as mãos na frente do meu rosto. - Tá tudo bem? - Suspiro e repouso o copo na mesa.

- Sim, só me distraí, desculpe... Do que estava falando? - Raven deixa a caneta na mesa e suspira.

- Não importa... Você estava pensando nele de novo? - meu amigo realmente sabia o que acontecia comigo. Suspiro e balanço a cabeça, afirmando. - Olha, Ashton, eu não quero me meter mas já fazem 6 meses aqui na Espanha e você não consegue se libertar...

- Talvez eu não queira me libertar... - acendo um cigarro e dou uma tragada.

- Realmente... Seis meses foram suficientes pra você aprender uma lingua diferente, mas não pra te fazer esquecer o Calum...

Josh as vezes era incisivo demais. Com ele tudo era 8 ou 80, se desapegava muito fácil das coisas, diferente de mim. Conheci Josh em uma viagem de trabalho à Perth e ele acabou se tornando meu segundo melhor amigo, que Luke não me ouça!

Embora eu tivesse tomado a frente para nosso fim, eu sentia falta dele. Sentia falta de quando ele emburrava porque não queria usar amarelo, cor que o deixava parecido com um raio de sol, ou quando eu insistia para que ele comigo fosse até o Píer de Santa Mônica apenas pra observar o mar. E embora eu sentisse falta, eu não ia voltar atrás. Parecia que nós havíamos nos perdido um do outro, eu me sentia vazio na casa cheia, e as vezes, quando ia dormir em outro quarto, sentia como se nós estivéssemos falando em línguas diferentes, pois nunca nos entendíamos.

-... If you never try when you never know... - mais uma vez a voz de Josh me tira dos pensamentos. - Ashton, você sabe que vocês mesmos se colocaram nisso né?

Aceno com a cabeça.

- Como diria Harry Styles, me diga algo que eu já não saiba... - rio baixo e dou uma última tragada no cigarro.

- É sério... - Ele suspira. Sabia que era um terreno perigoso falar de Calum, já discutimos algumas vezes e se não fosse por Sean, talvez saíssemos no soco. - Vocês mesmos criaram isso, colocaram essas linhas como inimigas, mas os únicos inimigos aqui são vocês...

- Você só me confunde, Raven! - Rio baixo e deixo uma nota em cima da mesa, suficiente para pagar o que consumimos.

Fomos em direção ao meu apartamento localizado no centro de Madrid. Josh morava com Michael - o Bono - duas quadras após o meu, então Josh me deixou em frente ao prédio.

- Pensa bem, Ashton... Eu tô vendo que você não vai dar o braço a torcer, mas cara, ele é o amor da sua vida... - suspiro. - Mas a escolha é sua, meu querido, se você se arrepender das suas escolhas eu vou estar aqui à sua espera com meu ombro amigo e uma panela fervente de "eu te avisei".

- Vai dar pro Michael, vai! - soco o ombro dele e ele ri. - Mas então, vocês vão se apresentar no La Mocha hoje? - tento mudar o assunto.

- Sim, sim! - vejo seus olhos brilharem. - Vamos tocar algumas músicas lá... Você vai, né?

- Claro, afinal eu sou produtor de vocês! - Ele revira os olhos. - Vai se arrumar, te vejo às 9.

- Até logo, papito - ele força um sotaque espanhol e ri alto.

(...)

Depois de tomar um banho, decido fazer algo para comer. Enquanto a lasanha assava, peguei o celular para me distrair. Grande erro. Assim que abro o feed do Instagram, vejo uma publicação dele. Estava com Luke, Michael, Sierra e Mitchy. Eu sentia falta deles também, de como estar com eles me fazia bem. Sierra sempre foi mais próxima de mim e mesmo sabendo que Calum se magoaria com a minha decisão, me apoiou na viagem para Espanha.

Rolei mais um pouco o feed e notei uma publicação de Luke. Era uma foto tirada em uma das últimas vezes que saímos os 4 juntos.

Meu coração apertou, junto dele vieram algumas lágrimas e um misto de tristeza e arrependimento. Era a primeira vez em seis meses que eu chorava de saudades, dos meus amigos, da minha casa, e principalmente dele. Saí do aplicativo e notei uma nova mensagem de um número desconhecido.

Unknow [19h07]: Hey Ash, é a Essy! Tô mandando mensagem pra você salvar meu número, porque eu consegui bloquear o antigo jsjsjs estamos morrendo de saudade, quando você volta à L.A.?

Li a mensagem pelo menos 3 vezes antes de o forno apitar indicando que a lasanha estava pronta. Tirei a mesma do forno e deixei no balcão para esfriar.

Meus pensamentos estavam à mil. Valeria a pena voltar para L.A? Tendo em vista todas as coisas pendentes que haviam por lá? Valeria a pena destruir as linhas inimigas que criamos ao nosso redor?

(...)

- Então está nas suas mãos, Ashton... - Sean que falava.

Estávamos sentados em uma mesa mais reservada no segundo andar do pub onde meus amigos tocaram esta noite. Junto de nós estava John Feldmann, um dos melhores produtores de bandas do mundo.

Além de produtor, eu era empresário da The Faim - banda dos garotos - e cabia a mim decidir se eles fechariam contrato com o John.

Enquanto conversávamos, pensei em todas as possibilidades e oportunidades para eles e para mim. A proposta era a melhor das melhores no momento para nós e isso seria benéfico para todos. Apesar de ter vivido e conhecido vários lugares, Los Angeles era minha casa. Meus amigos eram minha casa. Calum era minha casa. Eu sentia saudades de casa.

- Quando nós viajamos? - perguntei a John. Os meninos estavam apreensivos quanto à minha resposta.

- Semana que vem, precisamos ser rápidos, Ashton, você tem uma preciosidade nas mãos e eu quero te ajudar. O que me diz? - suspirei e olhei para Josh, Michael, Sean e Steve. Os olhos deles brilhavam com a possibilidade de poder ir para L.A. trabalhar ao lado de John.

- Bom... Eu acho que podemos ir ao Pier no sabado! - os garotos comemoram e eu tambem. John pede mais uma rodada de cerveja para nós em comemoração ao passo grandioso da The Faim e eu comemoro um passo grandioso meu.

Estava decidido, eu voltaria à L.A., lugar de onde eu nunca deveria ter saído. Pego meu celular rapidamente e respondo a mensagem de Sierra.

Ashton [1h40]: Hey Essy! Espero que estejam todos bem, estou morrendo de saudade também... Respondendo à sua pergunta, voltarei semana que vem, mas não conte a ninguém além do Luke, quero que seja surpresa! Será que pode me fazer um favor?

Imediatamente, recebo uma resposta.

Essy [1h41]: EU NAO ACREDITO, ASHTON IRWIN!!!! EU TÔ FELIZ KSJSJSJSJ tá, o que vc quer que eu faça?

Ashton [1h43]: além de ir me buscar no aeroporto, quero que você leve o Calum até à livraria. Como eu conheço o amigo que eu tenho, o Luke vai acabar contando pro Mike, então, peça ajuda a ele pra arrastar o Calum pra lá. Acha que consegue?

Essy [1h44]: claro que consigo, eu hein, até parece que não me conhece... Fácil tirar o primo de casa, confia em mim... Ah, Crystal te mandou um beijo e disse que tá com saudade também.

Ashton [1h46]: também estou com saudade de vcs. Vou beber com os meninos. Se cuida fadinha, te amo sz

Essy [1h48]: também te amo, cuidado! Até semana que vem sz

Bloqueei a tela do celular, e voltei minha atenção para os rapazes na mesa. Ficamos ali um bom tempo até decidirmos ir embora. Entrei no apartamento e observei cada detalhe da minha personalidade estampada ali. Faltava algo. Faltava o mais. Eu costumava ter mais que esse vazio inacabável, mais que esse silêncio gritante nas paredes.

Os sonhos que tínhamos precisavam e eram maiores que tudo! Eu queria voltar à nós e poder fazer tudo diferente. E era isso que eu faria dali há uma semana. Iria lutar para acabar com esse fantasma do vazio atrás da porta. Iria lutar para provar que tínhamos mais a conquistar juntos.

Written by MrHoranRockMe


Notas Finais


oi migxs.

digam pra gente o que estão achando dessa shortfic?

Love you all.
driana xx.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...