1. Spirit Fanfics >
  2. More And More (SaTzu) >
  3. Sex Day

História More And More (SaTzu) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Hi Guys!

Como vocês estão? Trouxe mais um capítulo para vocês. Só vou avisar que esses capítulo tem bastante putaria, e um mini hot yaoi, então se vocês não gostam Sorry 😅. Espero que gostem desse fogo todo. Próximo capítulo eu prometo que vai ter tretas... Não esqueçam de me seguir, eu ficarei muito feliz.

Capítulo 6 - Sex Day


Fanfic / Fanfiction More And More (SaTzu) - Capítulo 6 - Sex Day

💫P. O. V. (Sana on)💫

Não confio em Rosé, ela sabe disso. Eu só não entendo o por que ela se intromete tanto no meu relacionamento com Tzuyu, ela tem Lisa... Mas apesar que Lisa disse que Rosé não gosta dela. Mas por que ela tenta atrapalhar?

— Não estou entendendo - Indaguei -

Rosé:— Você é burra? - Respondeu-me -

— Por que você é assim? Eu achei que você fosse minha amiga, por que caralhas você quer estragar minha relação com Sana? - Perguntei -

Rosé:— Tzuyu... Eu gosto de você, e não quero ver você triste. Eu estou completamente apaixonada por você...

— Rosé... Me desculpa, mas não posso corresponder seus sentimentos.

- Rosé olhou-me com raiva -. — Mas não se esqueça, Lisa beijou Sana...

— Eu não acredito em você! - Falei com raiva -

Rosé:— Então que se foda! - Saiu do quarto batendo a porta.

💫P. O. V. (Tzuyu off)💫

💫P. O. V. (Sana on)💫

— Eu achava que Rosé era nossa amiga, mas não... Ela só atrapalhou ainda mas, eu entendo que ela tenha problemas, mas isso não e motivo para querer atrapalhar meu relacionamento com Tzuyu. - Falei para Mark -

Mark:— Nossa que rolo... Mas pera aí, Tzuyu tirou mesmo a roupa? - Olhou malicioso -.

— NÃO!

Vejo Tzuyu voltando, vou em direção a mesma.

— O que ela disse? - Falei curiosa -

- Tzuyu riu -. — Uma história bem louca. Disse que Lisa beijou você...

Fiquei quieta naquele momento.

Tzuyu:— Sana... E verdade? Lisa beijou você? - Arqueou a sombracelha -

— Então...

Não sei o que contar... Fudeu! Fudeu! Eu queria evitar isso, sei que na hora Lisa não pensou no que fez, me sinto péssima por não ter contato para Tzuyu sobre isso...

Tzuyu:— Quando ela te beijou?! - Gritou -

— Tzuyu, foi um acidente...

Tzuyu:— Por que você não me fala, esconde tudo de mim?!

Jisoo é Jennie aparecem.

Jisoo:— O que está acontecendo?

Mark:— Acho que deu merda...

Tzuyu estava com lágrimas em seus olhos, parecia estar desapontada comigo, e com toda razão... Tzuyu vai em direção as escadas, puxo seu braço.

Tzuyu:— Me larga! - Gritou -

Larguei seu braço.

Tzuyu:— Depois conversamos... - Foi em direção ao andar de baixo -

Eu sei... Sou uma vergonha, mas e difícil... Tzuyu e uma pessoa tão legal, tem um coração tão grande. Eu só estrago as coisas... Eu só tento evitar brigas, mas tudo que consigo fazer e provocar mas discórdia.

-Jin apareceu do meu lado -. — Hey! Não se preocupa, vou falar com ela, mas você precisa me explicar o que houve...

— Ok... - Respirei fundo -. — Fomos no cinema juntas, quando saímos da sala, fui no banheiro, até que Lisa entrou... Conversamos sobre seus problemas até que do nada ela me beijou... Eu não disse nada pra Tzuyu porque ela ficaria triste, eu não quero que Tzuyu perca a confiança em mim...

Jin:— Entendo... Mas agora você vai ter que conversar com ela, vocês estão namorando? - Perguntou -

— Não... - Olhei para baixo -

Jennie:— Mas porque Lisa beijaria você? - Indagou -

— Não faço a mínima idéia... Eu acho que ela estava triste, e agiu por impulso. - Respondi -

O celular de Jin começou a tocar:

Jin:— Alô? Mãe?

Ficamos quietos.

Jin:— Ah sim! Uhum... Ok... Ok.

Jisoo:— É a mamãe? - Perguntou -.

Jin confirmou com a cabeça.

Jin:— Ok... Tchauzinho! - Desligou -

Jennie:— O que houve?

— Que horas são? - Olhou em seu celular - Putz... Já são 2:00 da manhã...

Jisoo:— Temos que ir embora. - Respondeu realmente.

Jin:— Sana... - Chamou-me -

— Oi!

Jin:— Não quero ser incoveniente, mas... Hoje nossos pais vão chegar de viagem. Você se importa de voltar pra casa hoje?

— Claro que não! Só temos que falar isso pra Tzuyu.

[ ... ]

💫P. O. V. (Sana off)💫

💫P. O. V. (Tzuyu on)💫

💭Por que Sana não me contou? Se foi a Lisa que a beijou não teria problemas... Mas por que esconder de mim? Será que ela não confia em mim? Ela não me ama o suficiente pra isso? Será que realmente me ama?💭

Fiquei pensando nisso até ouvir uma voz:

:— De tantos lugares para vir por que logo aqui? - Perguntou -

Era a voz do Taehyung.

— Aqui foi o único lugar calma que achei...

Nós estávamos em um lugar afastado da mansão, era tipo um jardim atrás da mansão... Era tranquilo.

Taehyung:— Entendo... Sana está a sua procura. - Disse -

— Huum.

Taehyung:— Ela disso o que aconteceu. - Indagou -

Tzuyu:— O problema não foi o beijo...

Taehyung:— Então o que foi? - Arqueou a sombrancelha -

— O problema e que Sana esconde coisas de mim. - Respondi -

Taehyung:— Vocês namoram? - Perguntou -

— ... Não... - Suspirei -

Taehyung aproximou-se de mim. Sua voz era rouca... Nunca pensei que poderia admitir isso... Mas ele me deixava com tesão... Será que sou bissexual?

Taehyung:— Por que não conversa com ela? - Perguntou curioso -

— Eu vou...

Taehyung:— Eu lembro desse lugar. - Riu -. — Foi aqui que perdi minha virgindade.

- Fiquei surpresa -. — Uau! Não sabia que é, e o primeiro que conheço. - Sorri -

Taehyung:— É o que? - Perguntou confuso -

— Ué, gay. - Respondi -

- Taehyung começou a dar risada -.— Você é engraçada! - Continuou a rir -.

— Não estou te entendendo... - Respondi -

Taehyung:— Ok Ok... Quanto eu tinha uns dezesseis anos, eu ainda era virgem. Recordo que Suho seu uma festa, e chamou várias garotas, uma delas era minha crush, eu era perdidamente apaixonada por ela. Então chamei ela para sair um pouco da festa porque queria conversar com ela, começamos a nós beijar, e ela pediu para fuder com ela. - Olhou para mim -. — Eu não sabia o que falar, então disse que eu era virgem, ela não se importou com isso, e disse que iria cavalgar em mim. Então eu não me importei... No outro dia, estava me sentindo estranho, como se tivesse feito algo errado. Quando cheguei na escola, todos estavam fazendo piadas de mim, entre outras coisas. A escola inteira sabia que eu era virgem, e a "Puta" Que era comida por várias que tirou minha virgindade.

— Nossa... Imagino o inferno. - Indaguei -.

Taehyung:— Pois é, mas depois disso, minha vida começou a melhorar. Pelo menos conheci alguém legal.

— Sério? - Perguntei feliz -

Taehyung:— Uhum... Você.

Taehyung estava a pouco centímetros de minha boca, estava em uma tensão extremamente desconfortável, eu queria beijá-lo, mas e errado... Eu amo Sana. Taehyung aproximava lentamente do meu corpo, até que escuto uma voz... Sana...

Sana:— Tzuyu? Cadê você? - Gritava -

Deparei-me rapidamente do mais velho.

— Estou aqui! - Respondi gritando -.

Taehyung olhou-me em meus olhos, e disse baixinho:

Taehyung:— Boa sorte... - Sorriu sínico -.

Sana:— A você tá aí! Fiquei preocupada.

Tzuyu:— Ah... S-Sana, eu estava conversando com Taehyung... - Fiquei sem graça -.

Sana:— Huum... Oi Taehyung. - falou seca -.

Taehyung:— Olá. - Sorriu -.

Sana:— Temos que ir embora.

— Mas já? - Indaguei -

Sana:— Uhum, os pais da Jisoo e do Jin, estão voltando de viagem, precisamos ir.

Tzuyu:— Ok.

[ ... ]

Estávamos dentro do carro... Era um completo silêncio, mas o silêncio era apenas comigo é com Sana. Jisoo é Jennie falavam, o quanto foi gostoso trasarem com Kai, é o Jin brigava com elas por serem malucas.

Jin:— Usaram camisinha pelo menos? - Perguntou preocupado -.

Jennie:— An... - Não comentou -.

Jin:— Ele gozou dentro de vocês? - Indagou -.

Jennie:— Não! Só na Jisoo. - Respondeu -.

Jin:— O QUÊ!?!? - Gritou -.

Sana estava rindo, parecia engraçado o jeito que Jin ficava preocupada com elas. Era fofo.

Jisoo: Jennie! - Brigou -

Jennie:— Desculpa... - Disse sem graça -.

Jin:— Como você deixou o ex dela gozar em você?! - Brigou -.

Jisoo:— Pra que tudo isso? Ele gozou no meu cu.

Começamos a rir, com a fala de Jisoo.

Jin:— QUE! Como assim ele gozou no seu cu? Pera aí, você deixou ele te comer por trás? JISOO! - Gritou -.

Nós riamos com Jin, ele realmente estava bravo com Jisoo.

Jisoo:— Mas dar o cu e gostoso pra caramba, você deveria dar o seu, assim iria relaxar.

Jennie:— hihihi, Jisoo melhor ficar quieta, está piorando a situação.

[ ... ]

O caminho até minha casa foi um silêncio, Jisoo é Jennie, estavam dormindo, Sana estava encolhida, Jin estava cansado, e eu... Estou triste.

Jin:— Vocês estão bem? - Disse em um tom baixo, mas deu pra escutar -.

Sana:— Uhum... - Confirmou... Falsamente -.

— Sana... - Olhou-me -. Eu perdôo você... Mas não esconde, mas nada pra mim -.

Sana:— Sério? Tipo... Você não está com raiva? - Indagou -.

— Eu ainda estou com raiva, mas não quero ficar brigada com você por causa de algo bobo que Lisa cometeu.

Sana:— AaaAAaAaaA! Eu amo você! - Encheu minha bochecha de beijinhos -.

Jin:— Shiu! Elas susegaram agora. - Pegou seu casaco e cobriu As duas -. Jin e tipo um irmão coruja, Jisoo tem sorte de ter ele.

Jin:— Tzuyu, aqui e sua casa? - Perguntou -.

— Uhum... - Confirmei -. — Vamos Sana.

Sana:— Tchau, boa noite. - Disse -.

Jin:— Tchau meninas, e porfavor... Não briguem mas, Sana seja sincera com Tzuyu, ela e uma boa menina. E eu shippo vocês, estão fiquem juntas! - Falou com razão -.

Sana:— Pode deixar, oppa!

Jin:— Quem te ensinou a usar "oppa"? - Indagou -.

Sana:— Bom... Jisoo me disse que você é mais velho que ela, então você e oppa. - Respondeu -.

Jin:— Realmente, vou deixar você me chamar de oppa. - Sorriu -.

Sana:— Ok, tchau.

[ ... ]

Abri a porta de casa, dando espaço para Sana passar, ela estava cansada mas feliz. Porém, precisamos conversa.

— Sana... - A chamei -.

Sana:— Oi?

— Temos que conversar. - Indaguei -.

💫P. O. V. (Tzuyu off)💫

💫P. O. V. (Sana on)💫

— Claro! - Respondi -.

Tzuyu:— Por que você não confia em mim? - Indagou -.

— T-Tzuyu... Eu confio em você... Só não quero te dar dor de cabeça... Por problemas meus. - Disse -

Tzuyu se aproximou de mim, ficou muito próxima do meu rosto.

Tzuyu:— Sana... Eu quero namorar de verdade com você, mas pra isso... Eu preciso que você me diga tudo... - Sussurrou no meu ouvido -. O jeito como a Tzuyu falava, me deixava com o coração acelerado... Era uma mistura de medo com tesão...

— Tzuyu... - Coloquei uma mecha do seu cabelo para trás -. — Me desculpe... Serei sincera com você.

Tzuyu:— Você não está mentindo pra mim?... - Lambeu meu pescoço, dando um chupão no local, Tzuyu mordeu a ponta da minha orelha.

— T-Tzuyu... Humm... - Gemi, Tzuyu beijou meu pescoço.

Tzuyu:— Sana... Eu amo você... - Sussurrou -

— Eu também amo você. - A beijei -.

Começamos um beijo cheio de desejo, Tzuyu passava a mão em meu braço, enquando eu agarrava a mesma pelo cintura. Tzuyu parecia querer algo a mas... Mas do que um beijo, ela estava com desejo... Tzuyu, me jogou no sofá, e subiu em cima de mim. Continuamos nosso beijo, Tzuyu passava sua mão em minha coxa, o que me deixou arrepiada, e ao mesmo tempo excitada... Tzuyu sabe o que me excita...

— Tzuyu-u... - Gemi -. Tzuyu mordeu levemente minha orelha, minha buceta estava completa úmida.

Tzuyu:— Acho melhor... - Beijou meu pescoço -. — Irmos para o quarto... - Indagou.

[ ... ]

Eu estava apenas de langerie, deitada na cama, Tzuyu estava apenas usando sua calcinha, seus seios estavam expostos. Tzuyu maltratava meu pescoço, enquanto acariciava minha buceta ainda coberta pela calcinha. Minha buceta estava tão molhada, que eu sentia o pré-gozo escondendo pela minha coxa. Tzuyu olhou em meus olhos, seu olhar transmitiam luxúria, e desejo...

— Tzuyu... - Chamei -

- Tirou meu sutiã -. — Eu... - Respondeu -.

— Me chupa logo... - Pedi sofrega -.

Tzuyu foi lentamente, chupando o biquinho do meu peito, que mas parecia uma cereja, foi descendo até minha barriga que deu dois chupões, chegou ao cos da minha calcinha. Tzuyu, ainda não satisfeita com meu sofrimento, passou a língua em cima do pano molhado, e continuou a descer, deu um chupão em minha coxa.

— T-Tzuyu... Porfavor... - Pedi -

Tzuyu:— Eu não escutei... Pode repitir? - Provocou -

— Me Chupa! - Gritei -

No mesmo instante, Tzuyu colocou minha calcinha para o lado, e lambeu meu lábios maiores, eu gemi com a sensação, meu corpo estava quente demais. Tzuyu me puxou para mas perto, deixando minha intimidade muito perto de sua língua. Tzuyu lambia, chupava, e sugava com tanto ardor que me deixava ainda mas molhada. Tzuyu enfiou dois dedo em minha intimidade, eu gemia alto por conta do atrito. A sensação era maravilhosa, o melhor de tudo e ver Tzuyu brincando comigo, mesmo me chupando, Tzuyu olhava para mim, estava óbvio que era queria algo a mas que apenas me chupar.

— Tzuyu... - Gemi rouca -

Tzuyu, parou de chupar e sentou-se entre minhas pernas.

— Quer experimentar algo novo? Só que... Em mim?

💫P. O. V. (Sana off)💫

💫P. O. V. (Tzuyu on)💫

Algo novo? O que ela vai inventar?

— O que você está pensado? - Indaguei -

A mesma pegou em minha mão, e colocou os dois dedos que estava a masturbando em sua boca. Sana está de quatro, isso me deixava excitada.

Sana:— Eu quero... Que você brinque com o meu... Cu - Me deu um selinho rápido -.

— Hummm... - Voltei a beijá-la -.

Agora Sana estava por cima de mim. A mesma abriu o criado mudo que fica do lado da minha cama, e de lá tirou um vibrador.

— Onde mas você vai tirar vibradores? - Falei brincando -

Sana, desceu até o cos da minha calcinha, e a retirou. Sana havia ligado o vibrador, ela o passava em meu clitóris, o que me fez gemer muito alto, no mesmo instante ela começou meter sua língua em minha entrada, que já estava enxaqueca. Sana enfiou o vibrador em mim, eu já estava gemendo, Sana metia ele dentro de mim, e sugava meu clitóris, isso estava me deixando louca.

[ ... ]

Sana estava de quatro para mim, em quanto eu passava minha língua na sua segunda estradinha. Sana gemia com a sensação, realmente parecia que estava gostando, enfiei minha língua dentro, e fazia movimento, até que comecei a ir do clitóris até seu cu, sua região intimida estava tomada por sua excitação. Não demorei muito, e fui direto ao principal, enfiei o vibrador em sua entrada, Sana gemeu alto.

Sana:— Ownnnn.... T-Tzuyu... Enfia tudo-o.... - Pediu -

Fiz o que pediu, fazia movimento calmos, Sana apertava o lençol com a sensação de ser invadida por trás, isso me deixava com mas vontade de fazer isso com ela. Enquanto eu metia o vibrador nela, comecei a chupar sua buceta, maltratei seu clitóris. Sana não estava aguentando mas, e gozou e meu rosto, que ficou lambuzado.

Sana:— T-Tzuyu... - Gemeu por último -

[ ... ]

Depois da nossa transa, resolvermos tomar banho, o mas engraçado de tudo isso e que tanto quanto meu rosto como meu corpo, ficaram tomados pelo seu gozo. Espero que ela esteja relaxada.

Sana:— Eu estou cansada. - Suspirou -

— Eu também estou. - Falei -

Sana:— Tzuyu... - Chamou -

— Eu? - Respondi -

Sana me abraçou. Ela parecia desanimada, mesmo que tenhamos acabado de transar, Sana estava encomoda com algo... E não e de agora.

Sana:— Tzuyu... Eu amo você - Olhou em meu olhos.

Tzuyu:— Eu também amo você pequena. - Sorri -

Comecei a ensaboar seu corpo, e massagear ele. Sana estava mas relaxada com isso, dei beijinho em seu rosto. Ela parecia estar gostando.

[ ... ]

Acordamos as 14:00 da tarde. Sim! Tarde, ontem aproveitamos a noite, não digo com a festa, mas sim na cama. Eu gosto de sentir Sana gemendo, e arranhando minha pele. Não e apenas sexo, tem algo a mas nisso, só espero que dê certo.

Sana:— Tzuyu, amor da minha vida. - Sorriu -

— O que você quer? - Indaguei -

Sana:— Nossa.. Está me chamando de interreseira? - Se fez de sonsa -

— Uhum. - Confirmei -

Sana:— TZUYU! - Gritou -

— O quê? - Ri -

Sana:— Eu só ia falar, que podíamos sair hoje... - Comentou -

— Mas ontem fomos em uma festa. - Indaguei. Sentei-me no sofá -

Sana:— Eu sei... Mas não fui a praia. - Respondeu -

— Uh... Podemos ir mais tarde, assim vemos o pôr do Sol. - Indaguei -

Sana:— Isso! - Sentou-se no meu colo, e me beijou -

-Tomei um susto com sua atitude -. — Sana! - Gritei -.

Sana:— O que foi? Não gostou? - Falou cabisbaixa -.

— Não foi isso... - Deu beijinhos em sua bochecha -. — Tomei um susto. - Abracei seu corpo -. — Só não me assusta desse jeito, não quero que nada de ruim aconteça com você.

Sana:— Nada de ruim vai acontecer comigo... - Começamos um beijo -.

Agarrei sua cintura, deixando bem próxima de minha virilha. Sana apertava meu ombro, enquando rebolava em mim. Nossas línguas batalhavam por espaço, nossos lábios se tocavam como se precisassem um ao outro, o ar faltava. Sana acariciava meus cabelos, sua intimidade era esfregada a minha calcinha. Até que sinto algo molhado, e passo minha mão.

— Você está sem calcinha? - Indaguei -

Sana:— Uhum... - gemeu em meu ouvido -

Ontem eu estava tão cansada, que apenas vesti uma blusa grande, e uma calcinha box. Nem percebi que Sana estava sem, já que a mesma usava uma camisola. Enfiei dois dedo em sua intimidade, Sana arfou. A mesma apertava meu ombro, e gemia baixinho, sua voz era fofa, mas excitada ficava rouca. Minha buceta já estava molhadinha, e senti meu biquinho endurecer. Retirei meus dedos de sua intimidade e levei para minha boca, que comecei a chupa-los. Sana rebolava em mim, e retirou minha blusa, me deixando apenas de calcinha.

Sana me empurrou para que me deitar-se, começou a lamber meu pescoço, e foi em direção ao meus seios. Ela chupava, e olhava em meus olhos com luxúria. Sana dava chupões em minha barriga, quando chegou ao cos na minha calcinha, a retirou com os dentes, que me fez arrepiar com sua atitude.

Sana, lambeu minha virilha, sua língua foi em direção aos meus lábios maiores, e entrou no meio deles, que certamente tocou em meu clitóris, no mesmo instante eu gemi. Sana chupava meu clitóris, minha buceta ficou completamente molhada com tudo isso. Até que meu celular toca.

— Aish! - Afastei Sana, e peguei o mesmo, vi que era minha mãe ligando, fiz sinal de silêncio para Sana -.

— Oi mãe!

Mãe:— Oi meu amor! Como você está? - Perguntou -

— Estou bem...

Mãe:— Que bom! É Sana? Como ela está?

— Muito bem! - Respondi -

Em questão de segundos Sana, me puxou, colocando minhas coxas em seus ombros, e começando a chupar minha intimidade.

Mãe:— Eu sei que demorou para que eu entrasse em contato... Mas logo, logo irei voltar filha. - Falou -

Sana sugava meu clitóris.

— Awn... - Gemi baixinho -. — F-Fico Feli-z... Em S-Sabe-er... - Gemi -

Puta merda! Acabei gemendo no ligação.

Mãe:— Filha? Tem certeza que está bem? - Indagou -

— Uhum... - Consegui tirar minha pernas de Sana -. — Eu sinto sua falta. - Falei -.

Virei-me de barriga pra baixo, no mesmo instante, Sana me deu um tapa na bunda. O que claramente fez barulho.

— Aí! - Gritei -.

Mãe:— Tzuyu... O que você está fazendo? - Indagou -

— Desculpa mãe, eu acabei batendo o mindinho da quina da mesa. - Deu uma desculpa -.

Mãe:— Ok... Depois te ligo, se cuida.

— Tchau mãe. - Respondi -

Até que Sana teve a audácia que dizer:

Sana:— Tchau sogrinha! - Falou alto -

Meu coração parou naquele instante.

Mãe:— Sana? Como assim? Sogrinh... - Desliguei -

- Respirei fundo -. — Sana! Tá doida? - Sentei de frente para ela -

Sana:— Tzuyu... Eu não aguento mas, quero namorar com você! - Sentou em cima de mim -. — Tô cansada desse cu doce, vamos namorar logo! - Indagou -

Não sabia o que dizer... A beijei. O beijo era eufórico, e tentador. Sana gemia entre o beijo, ela está certa... Nós precisamos namorar... Chega dessa história de amizade colorida... Ou "apenas amigas", quero um relacionamento sério com ela, algo duradouro.

Tirei sua camisola, e fui em direção ao seus seios, seu biquinho era vermelhinha, isso é lindo. Passei minha língua neles, e mordi de leve, o que fez Sana arrepiar. Em seguida, joguei Sana ao meu lado, e subi em cima dela.

Sana:— Adoro quando você e bruta... - Afirmou -

— Hum... Ótimo, porque agora você vai me fazer gozar. - Coloquei minha intimidade em seu rosto, bem próximo da seus lábios. Sana, passava sua língua entre meu ânus, e minha intimidade. O que me fazia arfar, era a sensação de prazer que Sana me dava ao passar a língua na minha entrada anal, isso me excitava pra caralho. Sana sugava meu clitóris com força, e dava tapas em minha coxa, que claramente ficou avermelhada. Sana continuou brincando com meu clitóris.

— S-Sana... Aahh... Vou gozar... D-Desse jeito... - Gemi -

Comecei a rebolar meu seu rosto, Sana agarrou meu clitóris com sua boca, e começou a sugar, e chupar. Joguei minha cabeça para trás, senti que iria ter um orgasmo. Até que gozo em meu rosto, o deixando sujo. Saí de cima da mesma, e sentei de pernas abertas do sentido contrário do sofá. Sana, passava seu dedo em todo seu rosto, e o chupava com meu gozo.

Sana:— Que delícia... - Pegou sua camisola e tirou o resto de gozo de seu rosto -

Sana:— Eu também quero gozar... - Olhou maliciosa -. — Mas eu quero fazer uma posição diferente... - Me puxou pelas pernas -.

Encostamos nossas intimidades, Sana começou a esfregar seu clitóris junto ao meu. Gemiamos com a deliciosa sensação de prazer que estávamos nós dando. Sana se movia e jogava sua cabeça para trás, ela apertava seus seios, e brincava com seus biquinhos. Eu admirava essa imagem, extremamente sexy. Puxo Sana para um beijo quente, e cheia de desejo.

— Já que você quer algo novo... - Sorri maliciosa -. — Que tal fazemos 69? - Sugeri -

Sana:— Humm safadinha. - Me deu um selinho -

[ ... ]

Estávamos fazendo 69. Eu brincadeira com sua intimidade, enfiei minha língua em sua intimidade, e sugava com força, enfiei dois dedo em sua vagina, a mesma apertava ele, sugava seu clitóris com vontade, Sana movia sua intimidade contra meu rosto, enquanto também me chupava. Sua língua fazia maravilhosas em meu clitóris... Até que enfiei um dedo em seu ânus, o indicador em sua vagina.

Sana:— Ownnnn... Que gostoso! - Gemeu alto -

Dei um tapa em sua bunda, e comecei a fazer uma oral na sua entradinha, Sana gemia "Fode". Assim fiz, acelerei os movimentos em seu ânus, e sugava com seu clitóris com vontade... Não demorou muito para que ela gozasse, deixando meu rosto completamente molhado com seu gozo.

Sana:— Aaaah... - Apertou minha coxa -

[ ... ]

Era 15:00 da tarde, estávamos nós arrumando para irmos para praia, até que Sana teve a idéia de chamar Jennie e Jisoo pra irem com a gente.

— Espero que elas não estejam de ressaca. - Rimos -

Sana ligou para o número de Jisoo:

Jisoo: Sana? - Perguntou -

Sana:— Oi Chuu! - Respondeu -

Jisoo:— Oi neném, aconteceu alguma coisa? - Indagou -

Sana:— Eu é a Tzuyu, vamos a praia, e queríamos saber se você e Jennie gostariam de ir conosco? - Perguntei -

Jisoo:— Claro que sim! Só vou chamar a Jennie.

[ ... ]

Chegamos na praia de Baishawan (Taipé)

Lá encontramos, Jennie, Jisoo, Jin... E o Kai?

— Não sabia que ex poderia virar melhor amigo. - Falei irônica -

Jennie:— Kai não e nosso melhor amigo... - Indagou -

Sana:— Então é o que? - Arqueou a sombracelha -

Jisoo:— Agora somos um trisal. - Sorriu maliciosa -

Tzuyu:— Vocês são safadas demais... - Olhei de lado -

Rimos com seu comentário.

Jisoo:— O que e isso? - Apontou para meu pescoço - (Era um chupão).

— Hã... - Não sabia o que dizer -

Sana:— E um chupão, fui eu que fiz! - Falou orgulhosa -

Jennie:— Humm, fafadas vocês também. - Rimos -

Jin apareceu com seu amigo da festa, Namjoon.

Jin:— Olá crianças.

Jennie:— Você parece idoso falando assim. - Disse brincando -

Jin:— HaHaHa, muito engraçado Jennie Kim - Ironizou -

Sana:— Oi oppa! - Beijou sua bochecha -

Jin ficou extremamente vermelho com sua atitude -

— Que fofinho! Jin oppa ficou vermelhinho - Zoei -

Todos riram. Fomos em direção ao mar, até que Sana tirou seu vestido, ela usava um biquíni... Mas a parte de baixo era um... Fio dental????

— Onde você conseguiu esse fio dental? - Indaguei -

Sana:— Ah, eu comprei. - Sorriu -

- Revirei os olhos -. — Eu sei disso... Mas não quero que olhem pra você.

Sana:— Está com ciúmes? - Provocou -

— Sim! Eu tenho ciúmes. - Respondi -

Sana:— Você não precisa ter... Eu sou todinha sua... - Piscou para mim -

💫P. O. V. (Tzuyu off)💫

💫P. O. V. (Sana on)💫

Falei aquilo para provocar ela, eu sabia que ela tem ciúmes. Mas nada obsessivo, as vezes temos ciúmes, mas Tzuyu não faz com que a relação fique tóxica, acho que ela quer tudo, menos isso.

Puxei ela pelo braço, fomos em direção ao mar. Tzuyu estava feliz, isso me deixava alegre, começamos a pular e a brincar, o sorriso de Tzuyu me encantava, fazia tempo que ela não sorria por vontade própria. Ela estava linda.

Jennie e Jisoo, conversam com Kai. Eles pareciam bem próximos, Kai beijava a bochecha dela, enquando passava a mão na coxa de Jennie.

Tzuyu:— Eles estão quase se comendo aqui -

— Fogo no rabo esses três. - Rimos -

Tzuyu:— Aliás, cadê o Jin é o Namjoon? - Indaguei -

💫P. O. V. (Sana off)💫

💫P. O. V. (Jin on)💫

Namjoon me chupada com vontade, enquando me masturbava. Estamos dentro do meu carro, enquanto as meninas é o Kai estavam na praia. Namjoon e eu namoramos escondidos, o motivo é o simples fato das pessoas serem extremamente homofóbicas, então resolvemos manter isso em segredo, nem mesmo Jisoo sabe.

Namjoon, usava sua mão direita para masturbar meu pau. Estávamos nós beijando intensamente, sorte que meu carro e blindado e não dá para ver nada dentro.

Enfiei minha mão dentro de sua cueca, e coloquei seu pai para fora. Comecei a masturba-lo com força, e a passar meu dedo em sua cabecinha, Namjoon gemia baixinho meu nome, enquando maltratava meu pescoço. Namjoon abaixou meu short junto com s cueca, e retirou tudo me deixando completamente nu. Me ajeitei no assento do carro, Namjoon abaixou-se e começou a lamber meu ânus e enfiou 1 dedo, enquanto continuou me masturbando.

— Ownnn... - Gemi -

Namjoon, enfiou tudo em sua boca e sugava com vontade. Ele brincava com meu pênis de uma forma gostosa.

[ ... ]

Eu estava quicando em seu colo, enquando ele me masturbava.

Namjoon:— Que cuzinho apertado. - Gemeu, jogando sua cabeça para trás, e metendo mas fundo -

Eu quicava, e gemia baixinho. Não demorou muito para que eu gozasse, mas infelizmente sujou o banco da frente. Namjoon, passou o dedo e o chupou. Nós olhamos intensamente, Namjoon me colocou de frente, e continuou a penetração, e jogava apertava seus braços fortes, até que o mesmo gozou em mim.

[ ... ]

Namjoon é eu, arrumamos meu carro para que não tivesse nenhum vestígio de putaria, meu carro tinha que parecer um carro de pastor de igreja evangélica.

Namjoon:— Bem... Que a gente poderia, fazer mas vezes no carro... - Beijou meu ombro -

— Tá doido?! Meu carro tem cara de cabaré? - Indaguei -. — Tá achando que aqui e motel?

Escuto batidas na janela.

Jin:— Olha não estamos fazendo nada de errado. - Falei -

Quando olho, era as meninas e o Kai.

Sana:— Não me diga! - Riu -

Jennie:— Então o que foram todos esses gemidos? - Indagou -

Tzuyu:— E esse "Fode o meu cuzinho"? - Riram -

Jisoo:— Meu Deus! Meu irmão e gay - Ironizou -

[ ... ]

Depois de tudo, não consegui falar nada, me senti desconfortável com aquilo, não queria que ninguém soubesse que tenho relação homoafetivas com alguém. Namjoon também estava quieto, parecia encomodado. Namjoon e bissexual assumido, queria ter a coragem para assumir também, na verdade eu também sou bissexual. Mas só as pessoas pensarem em ter relação sexual com outro homem, já começa as piadas homofóbicas.

Estávamos admirando o pôr do Sol, Jisoo estava de mão dada com Jennie, até que sinto ela tocar minha mão.

Jisoo:— Eu amo você Jin. Nunca vou julgar você por isso, até porque eu também sou. - Sorriu -

— Obrigado Jisoo. - Beijei sua cabeça -

Sana:— Own! Que fofos! - Sorriu -

Tzuyu:— Oppa tá vermelho. - Disse sorrindo -

— Oh my God! Tzuyu você e linda sorrindo! - Elogiei -

Tzuyu:— Se fuder! - Respondeu -

Jisoo:— Delicada como coice de mula -

Rimos com o comentário.

💫P. O. V. (Jin off)💫

••••••

Por um momento Sana é Tzuyu estavam felizes, elas realmente esperaram muito tempo para ficarem juntas... Mas Sana se esqueceu de um pequeno detalhe... A ligação.

Aeroporto de Tóquio🇯🇵

             Japão

💫P. O. V. (Mina on)💫

Sana acha mesmo que pode se livrar de mim? Está muito enganada. Ela simplismente sumiu, não disse nada e foi embora pra longe. Demorou muito para descobrir onde ela estava... Até que... Seu pai me informou onde ela estava... E com quem está...


Notas Finais


Bom foi isso, espero que tenham gostado do capítulo. Eu gosto MUITOO! Quando vcs comentam aqui. Se puderem favoritem e adicionem na biblioteca de vocês. Bjs se cuidem😘💫


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...