História More Red Than Blue - Casamento arranjado - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Bangtan Boys (BTS), Got7, NU'EST
Personagens Baekho, JB, Jr, Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Ren, Soyeon, Yuqi
Tags Baekho, Casamento Arranjado, Jonghyun, Nu'est, Ren, Ryu Hwayoung
Visualizações 23
Palavras 1.205
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieee
Voltei com mais uma fanfic e eu estava bem ansiosa para postar essa
Espero que gostem

Capítulo 1 - Red


Fanfic / Fanfiction More Red Than Blue - Casamento arranjado - Capítulo 1 - Red

De repente. Acordei de repente toda suada. Kang Yi Na você é inacreditável, outra vez sonhado com Kang Dong Ho. E toda vez é o mesmo o sonho, ele me salvando de ser atropelada. 

Me levantei e me olhei no espelho, estava toda suada e descabelada então decido tomar um banho. 

Depois do banho, ainda de toalha vou até ao meu closet, olhei procurando uma roupa e mirando em uma saia amarela que tinha comprado as uns dias atrás. Peguei uma camisola branca de manga comprida e coloquei em cima da cama, fui até a minha gaveta e optei por pegar uma lingerie preta. Vesti minha roupa logo depois me maquiando e por fim arrumei o meu cabelo. 


Desci até a sala de jantar onde meu avô esperava para tomarmos o café da manhã. 

- Bom dia Vovô. 

- Bom dia, hoje teremos um encontro importante então peço que se vista formalmente. 

- Tudo bem. Será sobre o que?- disse tomando um gole do suco que estava a minha frente. 

- Seu casamento.- Olhei torto para ele. 

- Como assim meu casamento?- Disse nervosa. 

- Isso mesmo que ouviu. 

- Mas avô eu sou muito nova para casar eu só tenho 23 anos. 

- Já passou da hora. 

- Mas- 

- Nada de mas, vai mesmo me desobedecer? 

- Não irei, com licença.


Me levantei da mesa revoltada, fui até o carro e entrei fechando a porta furiosa. No caminho liguei para a Hea, minha melhor amiga. 


- Hea, ele quer que eu me case com um desconhecido. Eu faço tudo o que ele quer, ele não podia pelo menos me deixar escolher o meu marido?! 

Então não case Yi Na se isso é o problema. 

- Mas eu não posso desobedecer-lo. 

Porque? 

- Porque eu não me permito. 

Contando que saiba. Estou desligando. 


Bufei a minha melhor amiga me conhece tão bem. Já tinha chegando na faculdade então eu estacionei o carro, faço faculdade de administração para um dia poder herdar a companhia do meu avô. Saí do carro pegando a minha bolsa, andando calmamente para sala quando alguém vem contra mim e acabo caindo no chão, era ele Kang Dong Ho. 


-Yah, seu idiota não vê por onde anda não?! 

-Você que estava no meu caminho.- ele disse sem nem olhar na minha cara e assim foi embora. Um menino loiro veio me ajudar pedindo desculpas pelo amigo. 

- Desculpa mesmo. 

- Ah, esqueça!- Disse irritada indo para minha sala. 

Chegando lá ainda dei de caras com ele de novo. Ainda por cima o único lugar livre era ao lado dele, fui para lá batendo os pés joguei a mala em cima da mesa. 

Assim a aula começou. 


(...) 

Estava no café a espera da Hea. Quando Jonghyun entra pela porta, ele era tão lindo e perfeito que eu não sabia como era possível alguém como ele existir mas ele estava acompanhado de Dong Ho. É tinha esquecido que eles eram amigos. 


Hea entra pela porta e eu aceno para ela, a mesma sorri e vem ter comigo. Ela senta e acena para o JongHyun para o mesmo vir sentar connosco. 

- Yah, o que estás a fazer? 

- Fui eu que convidei eles. 

Eles chegaram e JongHyun sorriu para Hea e Dong Ho estava com sua cara de tédio de sempre. 

- Yi Na lembra que eu disse que tava namorando? 

- Lembro. 

- Então esse é o JongHyun. 

- Ah que desperdício. 

- É o que?! 

- Queria pegar ele. 

- Kang Yi Na! 

- Não quero mais afinal ele é seu namorado. Mas tens sorte.-disse tristonha. 

- Não fiques assim, vai que ele é um bom rapaz só tens que conhecer lo melhor. 

-Sim, Sim.- Disse com tédio. Finalmente o meu bolo tinha chegado e apenas comi em silêncio equanto os pombinhos falavam mais e mais. Dong Ho estava em silêncio tambem enquanto bebia seu americano, ele olhava as vezes para mim. Estava super entediada então tive a brilhante ideia de convidar Dong Ho para sair para dar uma volta mas eu não queria ser rejeitada ali mesmo. 

-Hea, eu tenho que ir embora.- Disse pegando na minha mala. 

-Tudo bem.- Ela disse acenando para mim. 

-Eu também preciso ir. Adeus.- Dong Ho disse levantou e foi embora. 

-Bye Bye, amores.- Disse e fui para o meu carro. Quando cheguei lá Dong Ho esperava perto do meu carro, com aquela cara de sempre que me irritava.

- O que foi? 

- Me dá carona? 

- Porque deveria? 

- Porque eu estou pedindo. 

- Não. 

Dito isto entrei no carro mas ele entrou também. 

- Se não vai por bem vai por mal.- Ele disse colocando o cinto. Bufei e baguncei meus cabelos, liguei o carro e comecei a andar por aí. 

- Para onde quer ir? 

- Para minha casa. 

- Não acha que esta pedindo demais?! 

- Não.

- Aff, coloca o endereço no GPS.- Estava chateada mas o que eu iria fazer? Levar ele na minha casa óbvio que não. O caminho foi em silêncio mas ele me encarava tipo muito, muito mesmo. 

- Sou muito bonita, eu sei mas pode parar de olhar por favor?- disse suspirando logo em seguida. 

- Sou tão bonito assim que te deixo desconcentrada?- Ele riu. 

- Você é bonito mas vamos parar de narcisismo. 

- Você quer mesmo casar?

- Não mas tenho que fazer lo mas porque a pergunta? 

- Também tenho que me casar com uma desconhecida. 

- Huh, que coincidência.- Disse dando dando um sorriso. 


(...) 


Entrei em meu quarto e me joguei na cama, depois de levar Dong Ho em casa ele mal agradeceu mas bem foi milagre ele ter dito obrigada. Minha cama era incrivelmente confortável mas me sentia sozinha, muito sozinha. 

Aquela vontade de chorar veio mas eu não podia porque prometi a minha mãe que não choraria. Tratei de ir tomar um banho o tão inesperado encontro seria logo. 

Ainda de toalha fui até ao meu closet e vejo que vestido seria melhor, queria estar perfeita. Optei por um vestido vermelho, médio, rodado que deixava os ombros de fora. Fui me maquiar antes de me vestir para não sujar o vestido. Fiz uma maquiagem leve que me deixasse mais natural, vesti o vestido que ficava perfeito em mim. Soltei o meu cabelo e o escovei, no entanto a empregada veio me chamar a dizer que meu avô estava a espera. 

Peguei a minha mala e desci em direção ao carro pois meu avô estava lá. 

Entrei no carro e fomos, o caminho não foi tão longo, o restaurante parecia super chique.

Saimos do carro e entramos no restaurante e fomos em direção a mesa tínhamos chegado primeiro mas não demorou muito para eu ver um casal chegando mas não via o meu pretendente. 

- Olá.- Disse me curvando e sentando. 

- Olá, o nosso filho se atrasou um pouco mas ele já chega.- Uma mulher de cabelos curtos disse. 

- Por equanto vamos fazer os pedidos.- O meu avô disse sorrindo, ele estava excepcionalmente animada. 

Olhava para o menu ainda nervosa, quando ouço uma voz conhecida. 

-Olá.- ele curvou-se. 

-Olá.- Fiz o mesmo. 





Pois é parecia que eu ia me casar com o Kang Dong Ho.




Notas Finais


Bem é isso espero que tenham gostado
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...