História More Than 100 Days - BTS HOT - JIMIN - 2 TEMPORADA. - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, F(x), Red Velvet
Personagens Amber Liu, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Lisa, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Seulgi, Sulli Choi
Tags 100 Days Of Slavery, Batmandoshot, Bts, Hot, Jimin, Jimin Hot
Visualizações 940
Palavras 1.411
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B o a l e i t u r a ❣

Capítulo 10 - Melhor namorado


Fanfic / Fanfiction More Than 100 Days - BTS HOT - JIMIN - 2 TEMPORADA. - Capítulo 10 - Melhor namorado

- Puta que pariu. - Falei baixo. 


- O que disse flor? - Perguntou ela com voz inocente. 


Flor? Meu Deus essa garota é duas vezes pior que a Jennie.


- Por que você quer ir conosco? - Perguntei seca.


- É porque eu queria passar na casa de uma amiga e numa loja de conveniência.


- Vai com o motorista. - Disse Jimin mais seco que eu.


- Ah, mas eu vou me sentir mais a vontade com vocês. - Falou com voz pidona.


- Você devia subir e desfazer suas malas e dormi. - Disse Jimin indo pegar o carro.


- Não quero Oppa.


- Então sabe o que você vai fazer? Você vai chamar a mãe do Jimin, vai entrar num desses carros com ela e vai bater beira a onde você quiser. - Disse colocando a mão no ombro dela e depois indo pro carro do Jimin. 


- Mas e.. - Ela ia falando quando Jimin a interrompeu.


- Seulgi. - Falou colocando o indicador nos lábios como um gesto pra ela fechar o bico. - Não vai querer ir com a gente, a não ser que queira ouvir os gemidos da S/n. 


- Jimin!! - Falei rindo e olhei para ela que fitava nos dois seriamente. 


- Chame sua "omma". - Dei uma piscada pra ela e entrei no carro e demos partida. 


No caminho não sabíamos fazer outra coisa além de rir dela, a menina parece uma garota de 17 anos, toda mimada e irritante. Filha de rico é uma porra.


                      SEULGI ON

Fiquei um bom tempo parada do lado de fora pensando em como essa garota foi parar nos braços do Jimin, esse garoto sempre foi doido por mim, como que agora..? 


- Minha querida, ainda está aqui? Jimin não te levou?


- A namorada dele não deixou. - Falei com a voz séria. 


- Como assim? Quem ela pensa que é? 


- Uma garota de sorte pelo visto. - Disse dando as costas e entrando.


- Minha linda, anime-se, duvido que Jimin gosta dessa garota de verdade, lembro do tempo que ele era louco por você. Você só tem que atrapalhar eles sempre que estiverem sozinhos. - Disse a omma confiante. 


- Será? Na faculdade não vou deixar ele chegar perto dela. 


- Faça isso, eu sou maluca pra casar vocês dois, ainda bem que você voltou pra atrapalhá-los. Noite passada ela gemia tão alto nessa casa que eu acho que dava pra ouvir da esquina.


- Tá omma, entendi, não entre em detalhes. Vou tomar um banho e descansar. 


Entrei para o quarto de hóspedes e fiquei um bom tempo no banheiro pensando como eu ia fazer para me aproximar do Jimin. Quase foi forçado a casar comigo, mas a partir daí ele começou a gostar muito de mim. E eu? Nem queria saber dele nessa forma, ele era apenas o meu amigo de infância. 

Se eu soubesse que ele ia ficar essa coisa maravilhosa esculpida pelos deuses em 6 anos. Eu tenho que pensar em várias formas de fazer eles se separarem, só não sabia como ia fazer isso. 


                         S/N ON 

Assim que chegamos na minha casa, Jimin subiu comigo até meu apartamento e logo se jogou na minha cama. 


- Vai desacatar sua mãe mesmo? - Falei rindo quando vi ele com cara de sono.


- Se eu voltar a Seulgi vai encher o saco pra eu passar o dia todo com ela. - Disse com dificuldade pela cara avisar a no travesseiro. 


- Ah Jimin, Cruz credo, tu só pegou esse tipo de gente né? Queria ter a mesma paciência que tu pra aturar esse tipinho.


- Por isso que eu não tô nem doido de te largar. - Disse se virando de lado.


Arrumei minhas coisas na escrivaninha e tirei meu sapato, aproveitei que tinha que ler um livro que o professor passou, me sentei do lado dele na cama e comecei a passar mão no seu  cabelo enquanto o mesmo dormia. 

Passou tão rápido o tempo que eu não percebi que tinha parado no meio do livro e tinha adormecido. Despertei com passar de mãos pelo meu corpo, era normal ficar excitada mesmo dormindo? Porque era o que tava acontecendo. Acordei e vi Jimin atrás de mim, me olhando com a cabeça apoiada em sua mão. 


- Você fica tão linda dormindo. - Disse ele ainda com a sua mão passeando pela minha cintura até chegar no meu bumbum. 


- Nem vem Jimin, não tenho camisinha aqui. - Falei me levantando mesmo ainda querendo aquelas mãos sobre meu corpo. 


- Já te falei que não gosto de usar isso. - Disse me puxando pra cama de novo e ficando por cima de mim.


- Ah então o senhor quer virar pai cedo? - Falei erguendo uma sobrancelha. 


- Se um dia a gente tiver um , espero que ele não herde sua patetice. - Falou sarcástico. - Você esqueceu de tomar né? 


- Foi. - Falei séria. 


- Eu não vou usar camisinha.


- Eu não vou tomar anticoncepcional. 


- Ahhhh mas por que? - Disse ficando de joelhos na cama. 


- Tipo assim eu não tô afim de ter acne, dor na menstruação, nem ter alterações de humor, nem náuseas, muito menos alterações de peso..


- Tá, tá, tá entendi. Então como vai ser? 


- Bom.. - Falei ficando sentada de frente pra ele. - Das vezes que você usava camisinha parecia que eu transava com um pinto de plástico, só que era bom, mas quando eu te sentia de verdade, era ainda melhor. 


O mesmo apenas soltou uma gargalhada alta pelo o que tinha dito e logo se aproximou mais de mim.


- Tive uma ideia. - Disse mordendo meu lóbulo. 


- Tô até com medo , mas fala. 


- Bora sem camisinha e anticoncepcional. - Disse me fazendo deitar na cama. 


- Jimin você tá Louco? 


- Pra foder contigo, sim.


- Se eu engravidar você vai ver só. 


O mesmo apenas riu e mordeu o lábio inferior e logo começou a me beijar com rigidez e foi descendo até meu pescoço, deixando as marcas que já estavam mais vivas do que antes. 

O mesmo não fez muita cerimônia, logo tirou minha calcinha e jogou em algum lugar do quarto e logo tirou sua calça pela metade com sua box junto. Ele começou a penetrar devagar, mas logo pegou velocidade. 

Odiava e amava quando Jimin ficava desse jeito, era um jeito bruto, só que prazeroso. Meus gemidos já estavam mais altos do que nunca e se igualando aos dele. Já sentia sua respiração ofegante juntando com a minha e se fazendo uma só. 

O mesmo dava vários tapas na minha coxa e ao mesmo tempo as apertava com muita força e falava várias palavras sujas no meu ouvido, o que deixava o momento ainda melhor. Depois de mais 20, 30 ou até mais estocadas, sentia minha vagina se contrair, logo alcancei meu orgasmo, Jimin continuou com as estocadas mais fortes e rápidas, quando ia gozar, retirou rapidamente seu membro de dentro de mim. Em seguida ele se jogou do meu lado na cama ofegante. 


- Não engravidou. - Disse rindo ainda ofegante.


- E nem quero isso tão cedo. - Falei ofegante também.


Comecei a escutar um celular tocar e vi que era do Jimin. O mesmo apenas ajeitou sua roupa e se levantou para pegá-lo.


- Sua sogra. - Disse mostrando a ligação e rindo. 


- Não vai atender? - Falei ainda deitada. 


- Eu não. - Disse colocando o celular no silencioso. - Vai ficar enchendo a porra do saco pra voltar.


- E você não vai voltar? - Perguntei me levantando. 


- Não, vou dormir aqui, vou ficar pro segundo Round. - Disse mordendo meu pescoço. 


- Aí..- Dei um gritinho. 


- Ah, meu pai disse que se eu passar do segundo semestre do curso, vou poder estagiar na empresa. - Disse indo para cozinha tomar água.


- Sério ? Então estuda.  


- Eu não gosto desse curso, mas né.


- Eu também não gostava de estudar, só foi eu perder a memória que a vontade começou a vim. - Falei rindo.


- Acho que vou perder a memória também. - Disse ele sarcástico. 


- Tem veneno ai na gaveta se quiser. - Disse rindo e indo pra sala.


- Pra onde você vai? 


- Pra sala. 


- Quem disse? - Falou me carregando nos ombros. 


- Ei, Jimin me coloca no chão!! - Disse  batendo na sua costa.


O mesmo retorna a me jogar na cama novamente. 


- Que? Por que me trouxe pra cá ?


- Segundo Round. 

















...


Notas Finais


Gente eu tô muito safrada ultimamente, acho que qualquer cap que eu postar vai ter um hot, o céus KKKKK

O @BatmanDosHot ama vocês ❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...