1. Spirit Fanfics >
  2. More than friends >
  3. Primeiro dia de aula

História More than friends - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Sejam bem vindxs e bem vindes ao segundo capítulo dessa bela história de amor e intrigas, espero que estejam tão animados quanto do primeiro capítulo, caso tenham alguma opinião ou alguma sugestão de algo que poderia acontecer na história, peço que escrevam a baixo nos comentários. Agora sem mais enrolação, vamos para o nosso capítulo.

Capítulo 2 - Primeiro dia de aula


Naquela manhã chuvosa de marco, no calendário marcava a data de cinco de março, sendo justamente o primeiro dia de aula de Jonathan desde que ele chegou a Nova Orleans há uma semana, de repente, o garoto foi acordado pelo barulho de seu despertador que marcava sete horas no seu horário. Depois de desligar o despertador e se espreguiçar, Jonathan se levantou e caminhou saindo do seu quarto e seguindo até o banheiro para sua higiene diária, poucos minutos depois, desceu às escadas de sua casa e encontrou sua mãe assistindo ao noticiário da manhã, ela estava sentada no sofá e em sua mão esquerda havia uma xícara de café, quando notou que o garoto estava acordado, virou o seu olhar e  cumprimentou o filho:

— Bom dia filho! Quer que eu prepare alguma coisa para o café? - Perguntou.

— Não precisa, irei apenas tomar uma xícara de café e comer uma torrada. - Respondeu em um tom de voz calmo.

Preparou o seu café da manhã e se sentou na mesa da cozinha enquanto assitia ao noticiário de Nova Orleans, em seguida, depois de tomar o seu café, colocou suas coisas na pia da cozinha e subiu às escadas novamente para pegar a sua mochila e vestir sua jaqueta preta, da qual usava na sua antiga escola. Depois que pegou suas coisas e um guarda-chuva, olhou no relógio da sala e percebeu que eram sete e quarenta e cinco, horário em que o seu ônibus escolar estaria passando, então Jonathan se despediu de sua mãe e saiu de casa com seu guarda-chuva aberto, seguiu até o ônibus e entrou no mesmo.

Quando entrou no ônibus escolar, percebeu que os outros alunos estavam comentando sobre ele, ignorando eles, Jonathan caminhou até um dos bancos do ônibus e se sentou na janela do mesmo, o ônibus logo voltou a andar enquanto passava pelas casas de seu bairro uma por uma, o moreno ficou observando a janela com uma expressão séria e aterradora em seu olhar, fazendo com que ninguém naquele ônibus quisesse se sentar ao lado do mesmo. Seguindo o seu caminho, o ônibus passou por alguns estabelecimentos e enquanto andava até a escola, percebi de relance uma casa que chamou minha atenção, não sei o porquê de uma casa de cor verde me chamar tanto a atenção, mas algo tomou minha atenção por segundos.

Chegando na escola, quando o ônibus parou na frente da mesma, Jonathan foi um dos últimos alunos a descer do ônibus, subiu às escadas até a entrada da escola e seguiu até o pátio principal, lá estavam todos os alunos de todas as turmas de ensino médio, junto dos professores, supervisores e da diretora. Após cerca de meia hora, os professores começaram a dar às boas vindas aos novatos do ensino médio e também aos alunos que estavam retornando das férias, nesse meio tempo, os supervisores explicaram como fucuonaria as coisas até o final do ano e  logo em seguida, os professores foram chamando suas turmas para suas salas.

As primeiras turmas que entraram para suas falas foram as do terceiro ano, em seguida foram do segundo ano e ficaram apenas duas turmas, as duas turmas dos novatos do primeiro ano, os professores começaram a explicar como seria o ensino médio e tudo que haveria de mudanças nesse ano. Depois de alguns minutos de explicação, Jonathan e sua turma caminharam até a sua sala de aula, seguindo o seu professor, quando entrou na sala, o moreno se sentou nas últimas classes do meio, se sentando sozinho no fundo.

O professor começou a se apresentar para a turma e a matéria que ele daria durante o ano letivo, seu nome era Trevor Belmont e seria o professor de história da turma, em seguida, ele pediu para cada um dizer o seu nome e a sua idade, chegando na vez do moreno, ele olhou para a turma e disse:

— Jonathan Wolf e tenho 16 anos. - Disse em um tom calmo para a turma.

Depois de todos os alunos se apresentarem, o professor começou a fazer a chamada, alguns minutos depois, o professor percebeu que havia um aluno faltando, então ele olhou para a turma enquanto perguntava:

— Algum de vocês conhece ou sabe algo sobre o Aluno Luke Campbell?

Todos naquele momento ficaram curiosos sobre esse aluno, pois mesmo sabendo que ele estava na lista, não sabiam quem eram e nunca haviam visto esse garoto em outro lugar, o professor marcou falta para o garoto desconhecido e começou a passar a matéria. Nesse momento, todos começaram a abrir os seus cadernos, inclusive Jonathan, para copiar a matéria, o professor Trevor estava passando o roteiro do conteúdo do ano letivo e a forma de avaliar os trabalhos.

Poucos minutos depois do professor começar a passar a segunda parte do roteiro do ano letivo, alguém começou a bater na porta da sala de aula, quando o professor abriu a porta, algo deixou Jonathan bastante surpreso, na porta da sala de aula estava um garoto de cabelo loiro e olhos azulados, o mesmo que havia esbarrado com o moreno há uma semana atrás. Ele disse que seu nome era Luke Campbell e que ele havia se atrasado um pouco, enquanto se desculpava com o professor, o menor estava com uma expressão envergonhada e tímida em seu olhar, de uma maneira inocente.

Estranhamente, o menor caminhou para o fundo da sala e fez uma pergunta:

— Po-posso me sentar aqui? - Disse o menor para Jonathan enquanto gaguejava e olhava tímido para o chão.

Jonathan percebeu que o menor não se lembrava que os dois já haviam se visto antes, mesmo assim o  respondeu:

— Você é quem sabe, pode sim. - Respondeu com um tom sério e ao mesmo tempo calmo para o garoto.

Luke então caminhou ainda de cabeça baixa até a sua cadeira e colocou a mochila em baixo de sua mesa, em seguida, começou a copiar a matéria que estava no quadro, nesse momento, a maioria dos olhares estavam focados no garoto do cabelo loiro, mas Jonathan não se importou muito com isso e apenas continuou copiando a matéria. De repente, o sinal tocou, o que indicava que um outro professor daria aula para a turma no próximo período, o professor Trevor então se despediu da turma com suas coisas em suas mãos.

Um pouco depois no intervalo. . .

Durante o intervalo, Jonathan não conseguia tirar da cabeça como ele havia encontrado aquele mesmo garoto novamente, em seus pensamentos, ele não encontraria mais aquele garoto tímido, aquilo tudo foi uma surpresa para o moreno, mesmo assim, ele seguia apenas observando o menor de longe, sem que o mesmo percebesse. Alguns garotos do terceiro ano se aproximaram de Luke e começaram a levar o menor para os fundos da escola, Jonathan percebeu que eles tinham um ar suspeito e decidiu seguir os garotos.

Enquanto Jonathan estava seguindo os garotos do terceiro ano, eles estavam segurando com força os braços do menor e estariam o levando para os fundos da escola, onde ninguém veria o que estaria acontecendo lá, os garotos empurraram o menor contra uma parede e estariam tentando abusar do mesmo, era possível se ouvir as vozes dos garotos e do menor dizendo:

— Pare por favor! - Dizia o menor enquanto se cobria com vergonha.

Os garotos batiam no menor e respondiam enquanto riam da sua dor:

— Cala sua boca viado, vamos mostrar o que acontece com bichas como você!

Naquele momento Jonathan percebeu o que estava acontecendo, eles estavam tentando abusar do novato, furioso com isso, Jonathan avançou nos agressores e acertou um soco no rosto de um dos garotos, deixando o  garoto caído no chão com o nariz dele sangrando, em seguida, parou na frente de Luke e impediu que eles continuassem a fazer aquilo. O menor estava assutado com tudo que estava acontecendo, com medo dos agressores e surpreso por alguém ter vindo o salvar dos garotos.

Os outros dois agressores avançaram em direção de Jonathan e Luke, os dois empurraram o moreno e fizeram o mesmo cair no chão, mas o moreno depois de se levantar rapidamente do chão e impedir o soco de um dos garotos, torceu a mão de um dos agressores, impedindo o soco e socou o estômago do último garoto, os três se levantaram e então Jonathan disse:

— Mexam com ele de novo e vocês não verão mais a luz do dia, sumam daqui.

Jonathan dizia isso com um olhar furioso e aterrador no seu rosto, ao verem isso, os três se levantaram e saíram correndo com seus corpos doendo por causa da briga. Luke apenas conseguia olhar para Jonathan sem conseguir dizer nada, ainda estava em choque por tudo que havia acontecido e não acreditava na sorte que ele teve por não ter sido abusado.

O moreno ficou frente a frente com o garoto tímido e enquanto o menor se vestia, estendeu sua mão para ajudar o menor a se levantar, Luke vestiu suas roupas ainda assutado e segurou a mão de Jonathan se levantando, o garoto então correu até Jonathan e o abraçou com lágrimas em seus olhos, enquanto isso, ele dizia estando bem aliviado:

— Mu-muito obrigado! Muito obrigado por ter me salvado! Obrigado mesmo.

O moreno ficou muito surpreso pelo gesto do menor, o garoto olhou em seus olhos e com muita vergonha soltou Jonathan enquanto olhava para o chão:

— M-me desculpa por isso, m-mas obrigado por ter me protegido deles.

Percebendo a expressão de vergonha do menor, o moreno repousou sua mão direita no cabelo loiro do garoto e fez carinho no mesmo enquanto dizia:

— Não se preocupe, enquanto eu estou aqui. .. Eles não vão mexer com você.

Jonathan suspirou sério e logo em seguida o sinal do fim do recreio tocou, então os dois foram para a sala de aula e voltaram para a sua aula, Luke evitava olhar para Jonathan depois de tê-lo abraçado e quase no final da aula, o moreno foi chamado para a diretoria por causa dos três garotos mais velhos. Depois de ter explicado tudo que havia acontecido, os garotos foram presos e o moreno voltou para a sala de aula, todos perguntavam o que tinha acontecido, mas Jonathan não ligava e dizia que já tinha sido resolvido.

Chegando no final da aula. . .

Quando Jonathan estava indo para o ônibus escolar, o garoto menor correu na sua direção e parou na sua frente enquanto olhava para o maior com vergonha, ele olhou Jonathan e disse:

— O-obrigado de novo por ter m-me protegido, você é muito gentil.

— Não precisa me agradecer Luke, aliás, eu me chamo Jonathan Wolf. - Disse o moreno olhando para o menor.

O ônibus começou a andar e Jonathan acabou perdendo o ônibus, nesse momento, o menor olhou para o maior e ofereceu uma carona para o mesmo, como o moreno já teria perdido o ônibus, ele aceitou o convite do menor. Quando o menor entrou entrou no carro, ele olhou para uma mulher que dirigia o carro que logo pergunta:

— Filho, esse garoto é o seu amigo? - Perguntou a mulher um tanto curiosa.

— S-Sim mãe, ele perdeu o ônibus e eu ofereci carona, t-tudo bem com isso?

— Tudo bem sim, aliás, pode entrar garoto, vamos lhe dar carona - Respondeu a mulher sendo gentil.

Jonathan entrou no carro e depois de fechar a porta, olhou para a mãe do seu novo amigo e logo o mesmo disse:

— Obrigado, Senhora. - Respondeu a mulher com um tom de voz calmo.

A mãe do menor de cabelo loiro dirigiu até a casa de Jonathan e depois de poucos minutos chegaram a casa do mesmo, após descer do carro, o moreno agradeceu pela carona e se despediu daquele garoto, do qual ficou em seus pensamentos por muitos dias. Para o moreno, esse foi o dia de aula mais agitado que ele teve, mas mesmo assim, aconteceu algo que ele jamais pensaria que fosse acontecer, ele fez um amigo.


Notas Finais


Esse primeiro capítulo foi um pouco mais longo que o anterior, mesmo assim, houve bastante conflito por causa do reencontro de Jonathan e Luke e também a briga para proteger o menor de ser abusado pelos valentões do terceiro ano. O que será que o destino espera para esses dois adolescentes? Se leu até aqui e gostou, peço que deixem suas opiniões, críticas e sugestões a baixo nos comentários. Espero ver vocxs novamente no próximo capítulo, até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...