História More Than This - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Visualizações 11
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Uma lembrança engraçada


Logo que ele bateu a porta, tiro finalmente aquela blusa, estava cansada demais pra sair comer, eu precisava dormir, os últimos dias de estudo acabaram comigo, eu só precisava beber essa  noite, eu tinha que fechar o semestre em alto estilo, eu mereço isso, mais que nunca,me volto para a porta e dou uma risada da situação que acabou de acontecer, não que nenhum homem nunca tivesse me visto nua, mas isso normalmente acontecia depois de algumas bebedeiras, mas normalmente eu nunca me lembrava do rosto, uma vez ou outra dormia com algum, mas só porque não tinha condições de voltar pra festa, e estava bom assim, sem apego, sem preocupação e sem dor nenhuma, só de pensar no quanto minha mãe sofreu por culpa do amor me revira o estomago, desde que me conheço por gente minha mãe acaba pelo menos 2 vezes ao ano chorando no banheiro porque terminou com mais um namorado, nunca durava, e minha mãe sempre se apaixonava perdidamente e depois... bom depois ela sofria como se não existisse o amanha, eu jamais me permitiria fazer isso comigo mesma, nunca fiquei com um garoto mais que uma vez, sempre na surdina para que não ficasse falada pela universidade toda, mas e se ficasse também... foda-se.

- Oi Lau- Sinto a voz doce de Susan- Você ta bem? O Niall falou que você acabou de tocar ele do quarto, ele tava esperando pelo Liam.

- ele tem pernas Susan, aguenta ficar alguns minutos parado ali no corredor. Falo entre uma risada sarcástica.

- doce como sempre. Ela me olha e respira fundo.

- e ai decidiram se vão comigo ao sarau- eu adoro ver a galera cantando e bebendo, no começo é ate fofo mas depois de algum tempo se torna engraçado ver as pessoas bêbadas cantarolando pelo mato.

- não sei, o Liam quer ficar aqui vendo algum filme, mas posso convencer ele a ir.

- ótimo- a relação dos dois era nova, estavam juntos a menos de 1 mês, mas já trocavam juras de amor eterno- o que aconteceu com você Susan, não sente falta de todos aqueles caras no teu pé?

- quando a gente ta amando minha cara amiga os outros começam a ser só os outros.- ela diz isso com um suspiro, e eu reviro os olhos.

- linda declaração, me deu ate vontade de vomitar- falo isso rindo e ela ri também, me deito ali sem blusa mesmo, Susan e eu não eramos tão intimas, mas não tínhamos problema com uma ver a outra sem roupa.

Ouço de fundo apenas a voz dela dizendo que ia sair e que me avisaria se ela e o então namorado iriam no sarau, depois adormeço e só acordo com meu telefone tocando.

- alo? Digo ainda com a voz nítida de sono.

- Lauren.

-mãe- digo agora com a voz preocupada, nós brigamos da ultima vez que ela me ligou porque eu tinha comentado que eu gostaria muito de estar fazendo alguma coisa ligada a arte, mais precisamente a fotografia ate ouvir um “  você sabe que vai morrer de fome” , desliguei na cara dela naquele momento, e desde então tirei a ideia boba de mudar de curso, afinal ela sempre quis uma filha engenheira e luto muito pra isso.- o que aconteceu mãe?

- eu só queria... sabe, saber se ta tudo bem.

- sim mãe, eu to bem, fiz a ultima prova do semestre hoje. E você ta bem?

- to sim filha.- eram raras as vezes que ela me chamava de filha, eu senti que ela estava escondendo alguma coisa.

- mãe o que aconteceu, sei que não ta tudo bem.

- é que Lauren, eu... eu estou com saudade, só isso.

Eu sabia que não, ela tinha terminado outro relacionamento o mais longo ate agora, ela tinha conhecido esse cara, Dave logo depois que comecei a faculdade, a um ano atrás.

- mãe, fica bem, por favor.

- filha... você vem passar as férias aqui? – não estava nos meus planos, eu fazia alguns trabalhos, sabe a frio, pra poder me dar uma força com o orçamento, eu tinha algum dinheiro guardado na poupança que meu pai fez pra mim antes de... de sumir por aí.

- mãe eu tenho algumas coisas pra fazer, mas prometo que vou passar pelo menos um fim de semana aí.

- obrigada filha- sinto a voz triste dela ao telefone.- preciso desligar, te amo.

- eu também mãe.

Eu preciso me arrumar, pensei enquanto ai esfregava os olhos, olhei pra tela do celular já eram quatro da tarde, o sarau começava as seis, e eu ainda tinha que tomar banho, me arrumar e procurar algum lugar aberto pra comer.- nesse momento a saudade do bolo de limão e da minha casa voltou com  mais força. Eu precisava dar um jeito de passar pelo menos um final de semana lá, precisava sim.

Entrei no banho e por um momento me veio a lembrança da cena engraçada de mais cedo, o sorriso daquele garoto quando eu o pus pra fora, então comecei a rir sozinha no banho.

- pronto, tudo que eu precisava era de um tarado.- falo rindo.

Me arrumei ate que rápido, não queria nada de mais nesse momento, afinal eu ia me reunir com alguns amigos e nos beberíamos ate amanhecer, não precisava de uma roupa de gala pra isso, meus jeans e o moletom do curso bastava, e minhas botas, meu Deus, não vivo sem elas, meu cabelo deixei solto, desde que pintei ele de preto tenho deixado mais assim, me acho mais bonita e as voltinhas que ele faz na parte mais de baixo me da um ar bonito, me olho no espelho mais uma vez, pra dar uma ultima ajeitadinha e saio, dando de cara pela segunda vez com o tal do Niall.

- porra garoto tu não sabe mesmo se escorar numa parede né?

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...