História Morte Antes de Sono - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Lars, Steven Quartzo Universo
Tags [sinopse Pior Ainda], Laramie Lars Barriga, Lars & Steven, Steven Quartz Universe
Visualizações 48
Palavras 828
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um probleminha pessoal que me atinge quase sempre que eu vou dormir, mas ontem quando ele veio ao invés de eu chorar, eu imaginei essa fanfic.
Primeiro eu ia fazer o Steven ter esse problema, mas eu me acho muito mais parecido com o Lars, entããão....

Capítulo 1 - Capítulo Único


Lars se acomodou na cama pela vigésima vez na noite, agradecendo pelo garoto deitado com ele ter um sono tão pesado, ou ele veria as lágrimas brilhantes descendo pela bochecha rosa. Não era a primeira vez que acontecia, e era idiota demais, Lars acreditava. Por isso ele não queria incomodar Steven com isso. Olhando por cima do ombro, ele viu o cabelo cacheado do mais novo, este respirava e dormia calmamente. Desde que ele voltou para a Terra, há muitos meses, os dois haviam cultivado uma amizade muito íntima, o suficiente para dormirem juntos várias vezes quando Lars passava um tempo na casa do menor. Era quase como várias festas do pijama todas as semanas, e Lars estava realmente feliz em ter todo esse contato.

Mas nada dessa felicidade importava quando ele não conseguia dormir e começava a pensar em um bilhão de coisas (muitas improváveis), como o dia em que ele iria morrer. Seu cérebro parecia entrar em pânico com a ideia de que ele podia morrer a, literalmente, qualquer segundo. E isso era uma merda, porque ele sabia que não, ele não iria morrer, mas mesmo assim... ele não conseguia impedir os pensamentos e as lágrimas. E o que é tão ridículo é que: ele já está morto! Ele sentiu a própria coluna quebrar em pedaços, ouviu o som do próprio corpo batendo contra pedras, mas ainda assim ele tinha medo de morrer mais uma vez!

Lars fungou e olhou para o relógio: 03:32. Apertou os olhos e tentou pensar em qualquer coisa que o fizesse sentir melhor, mas ele simplesmente não conseguia e então ele só abafou o barulho do choro no travesseiro.

 

 

 

 

 

 

-Lars?

 

Merda.

 

-Lars, você tá acordado? Podia ter me chamado se perdeu o sono. – Colocou uma mão no braço fino do mais velho.

Lars tentou secar as lágrimas discretamente, e com uma voz rouca e quebrada pelo choro ele respondeu.

-Eu tô bem, pode voltar a dormir, Steven.

Steven virou o amigo para poder enxergá-lo e seu rosto automaticamente mostrou uma expressão preocupada.

-Você tá chorando. Aconteceu alguma coisa?

Lars sentou na cama e sorriu envergonhado.

-Tá tudo bem, é sério. – Se forçando a encarar o mais novo, ele tentou dar um sorriso assegurador.

Steven sentou na frente do adolescente mais velho e o colocou uma mão sobre o peito dele, com os olhos preocupados, ele esperava que pudesse passar alguma segurança para ele.

-Eu sei que não tá tudo bem. Olha, mesmo se tiver sido só um sonho bobo ou algo assim, te deixou triste e eu não acho que você deve guardar isso só pra você.

Lars engoliu em seco, pensando se dizia ou não. Óbvio que Steven não tiraria sarro dele, mas ainda assim, era muito idiota...

-Eu– Ele gaguejou – Eu tenho medo de morrer... de novo.

-O que?

-Eu tenho medo de morrer de novo! Eu nem sei se isso é possível, mas quando eu me deito e não consigo dormir, é só nisso que eu penso! – Ele colocou as mãos na cabeça, puxando alguns fios do moicano, como se estivesse com dor – Eu– Eu penso que eu posso ser atropelado, ou– Ou cair de um lugar muito alto, ou entrar numa briga que eu não vou vencer– E eu odeio tudo isso, porque essas coisas são quase impossíveis de acontecerem comigo e, mesmo se acontecerem, eu posso morrer de novo?! E é tudo muito ridículo, mas mesmo assim eu começo a chorar e– E... – Do cabelo, as mãos foram para o rosto, escondendo as lágrimas já secas e a expressão raivosa. Ele estava com tanta raiva de si mesmo...

Lars sentiu dois braços pequenos e gordinhos na sua volta, e não tentou resistir, apenas deixou a cabeça cair no ombro no mais novo, respirando fundo, tentando se acalmar.

-Me desculpa... Eu sou muito estúpido...

Steven fez carinho no cabelo rosa, deixando o mais velho ter seu tempo. Ele não tinha entendido muito bem o que se passava na cabeça do amigo, mas isso não importava muito, o que importava era fazer isso parar.

-Você não é estúpido – Steven disse baixinho, olhando para a noite lá fora, pela janela do andar de baixo, enquanto continuava o carinho. – Você é muito corajoso, e pessoas corajosas tem medos. Você já enfrentou muita coisa, mesmo antes de se envolver com as Crystal Gems ou com as Off Colors. Você é o capitão Laramie Barriga, um dos meus melhores amigos. E você não vai morrer, e se morrer, isso vai demorar muito tempo ainda. E até lá você tem a mim.

Lars não teve outro pensamento a não ser abraçar o corpo a sua frente, com muita força. Steven entendeu aquilo como um “Obrigado”.

-Quer voltar a dormir? – Steven quebrou o silêncio alguns minutos depois.

O mais velho acenou com a cabeça e os dois se deitaram, ainda abraçados. Lars colocou o queixo em cima dos cachos escuros do garoto abaixo de si. Inalando a fragrância de – ironicamente – rosas, Lars conseguiu dormir.


Notas Finais


Isso é uma merda e eu lido com isso há anos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...