História Motivação - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Chanbaek, Colegial, Fluffy
Visualizações 493
Palavras 278
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Ficção Adolescente, Fluffy, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único.


Baekhyun sorria de canto e comemorava internamente enquanto circulava o pescoço do amigo pseudo namorado com os braços, sendo segurado pela parte de trás do joelho firmemente por ele.

Chanyeo franzia o cenho diante do peso, sentindo sua costas protestarem. Baekhyun era todo baixinho e magro (com umas gordurinhas, mas mesmo assim) se comparado a si, mas quando o segurava desse jeito sentia aquele peso.

Estavam indo para a casa do menor, e preguiçoso do jeito que era, o mesmo deu um jeito de fazer o outro ter dó de si, reclamando que suas perninhas estavam doendo e de que não queria andar, dizendo que sua casa estava longe, mesmo os dois sabendo que só era umas três quadras depois do colégio. E bem, Chanyeol era alguém que adorava mimá-lo, mesmo que reclamasse superficialmente durante os agrados que fazia só pra não perder a graça.

Sentia alguns olhares de vez em quando mas de imediato os esquecia quando sentia o pequeno beijar seu cabelo, inevitavelmente lhe fazendo sentir as bochechas se avermelhando pelo ato de afeição. Em algum ponto da caminhada em que um silencio confortável jazia, sentiu um selinho em seu pescoço e riu baixinho, se esquivando como podia.

Reafirmou o menor sobre suas costas e o sentiu firmar também os braços ao redor de seu pescoço, deitando a cabeça contra sua cabeleira vermelha e lhe dando ocasionais beijinhos leves, como se lhe agradecesse por estar o carregando.

E aquilo motivava-o cada vez mais para mimar e até mesmo carregar o loirinho nas costas até onde ele quisesse, pois as simples brincadeirinhas e os beijos mais leves e inocentes que ganhava dele lhe fazia escancarar a boca num sorrisão alegre.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...