1. Spirit Fanfics >
  2. Moved by Music >
  3. S01E02 - Date?

História Moved by Music - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amigos! Baseado naquelas séries que fazem um lançamento com episódio duplo...aqui está o capítulo 2 da fanfic.

Com vocês...Miku Nakano

Capítulo 2 - S01E02 - Date?


Enquanto eu caminhava em direção ao parque, ainda tentava entender o porquê eu pedi ao Oliver que viesse comigo. Não que eu não achasse ele um garoto legal, nos conhecemos há pouco mais de 20 minutos, mas ele já quebrou meu fone e me deu um novo em compensação, ele me tratou com respeito mesmo apesar de ter sido eu quem esbarrou nele. Mas por que eu o convidei pra vir ao parque?

 

Oliver, no final, acabou aceitando e me acompanhou até o parque, era um parque bem bonito, vasto com muitas árvores e uma pequeno lago. Os bancos estavam espalhados por ele e eu escolhi um mais afastado dos caminhos normais das pessoas que iam ao parque. Era bom pra ficar sozinha, mas por algum motivo eu não estava, não hoje.

 

Ele se sentou do meu lado e eu, pela primeira vez, peguei um fone mais simples que veio com o celular e o conectei ao meu telefone entregando um lado para ele.

 

Oliver: Não quer estrear seu fone novo?

 

Miku: Eu te convidei pra me acompanhar, seria injusto e egoísta da minha parte de não dividir meu fone com você

 

Fiz muita força para que a quela frase saísse sem pausas. Eu realmente queria ser capaz de fazer mais amizades e talvez aquela fosse uma boa oportunidade.

 

Oliver parecia seu um garoto bacana, mesmo com todas as minhas desconfianças com homens engomadinhos. Não era nenhum Futaro, é verdade, mas seria muito interessante conhecê-lo.

 

Decidi colocar uma música qualquer da minha playlist, acabou sendo um pop japonês. Eu percebi que ele não estava tão acostumado com esse tipo de música acho que ele estava ouvindo apenas pra me agradar. Então em mais um ato completamente impensado meu, entreguei meu telefone à ele...mas eu não disse nada

 

Oliver: Por que está me dando seu telefone?

 

Miku: Pode escolher uma música...

 

Oliver: Sério?

 

Miku: Sim

 

Reparei que ele olhou minha playlist de cabo a rabo, mas não gostou de nada. Então ele simplesmente colocou no perfil dele do Spotify para selecionar uma música. Era um ritmo mais suave do que eu estava acostumada e a letra ser em inglês já me deixou meio travada...afinal eu era péssima em inglês.

 

Conforme a música foi passando eu comecei a adorar a melodia e algumas palavras mais simples eram fáceis de identificar. Oliver tinha um bom gosto pra música. Reparei que ele estava de olhos fechados e balançando a cabeça, o que me arrancou um pequeno sorriso.

 

Quando a canção acabou, ele me devolveu o celular e eu vi que ele deixou o contato dele salvo. Corei na hora. Talvez me arrependesse.

 

Spoiler - Eu não me arrependi

 

Oliver: Sempre que você quiser alguma indicação de música pode me chamar

 

Miku: Ah...obrigada...que música foi essa?

 

Oliver: O nome é Now or Never da Halsey

 

Miku: Hal...sey?

 

Oliver: Ela é uma cantora americana

 

Miku: Ela é...calma

 

Oliver: Sim, acho que é por isso que eu gosto dela.

 

Ele até que se parecia comigo querendo ficar mais calmo usando a música.

 

Não sei por quanto tempo nós dois ficamos ali, naquele banco, ouvindo nossas músicas. Eu aprendendo mais e mais sobre as músicas americanas, aproveitei para pedir algumas dicas de inglês também. Já o Oliver usou minhas músicas para aprender mais sobre a língua japonesa.

 

Foi divertido, mas infelizmente eu teria que voltar pra casa. Futaro queria repassar algumas coisas das nossas últimas avaliações, mas de qualquer forma seria um calvário vê-lo de chamegos com a Yotsuba, embora ela tenha “vencido” nós todas com a maior honestidade e sinceridade do mundo.

 

Miku: Oliver...eu preciso ir

 

Oliver: Ah, sim...posso te acompanhar até em casa pelo menos?

 

Eu admito que corei naquele momento, apesar de uma parte de mim querer recusar, inclusive pensando nas minhas irmãs. Tanto nas brincadeiras insensíveis que fariam, quanto na possibilidade em magoar Yotsuba se ela pensasse que Oliver era uma tentativa de fazer ciúmes em Futaro

 

Mas no final eu aceitei...meu coração gritou mais alto

 

O caminho inteiro fomos compartilhando o fone e ouvindo a playlist de músicas americanas dele. Eram músicas bem diferentes, algumas eram mais calmas, outras mais agitadas. Ele era bem versátil...

 

Miku: Oliver...eu...eu vou te ver de novo?

 

Oliver: Bom...você tem meu número

 

Miku: Eu digo...casualmente...como hoje?

 

Oliver: Espero que sim, só espero não quebrar seu fone numa próxima

 

Eu lembro que dei muita risada naquele dia, não sei se eram risos vindos da brincadeira dele, ou se já era algum sinal de que eu estava nervosa perto dele. Mais nervosa que o normal.

 

Chegando no apartamento eu me despedi do Oliver e subi as escada apenas para encontrar os olhares da Itsuki e da Nino na janela. Eu travei enquanto as vi rindo da minha cara.

 

Eu realmente não queria entrar em casa, mas ao olhar pra baixo vi o Oliver sorrindo e acenando. Sorri pra ele e entrei...

 

Próxima estação: Interrogatório, acesso à linha vergonha.

 

Assim que eu pisei em casa...Itsuki e Nino praticamente me derrubaram em um tipo de abraço, ou investida, não sei dizer golpe.

 

Itsuki: Miku! Quem era aquele com você?

 

Nino: E que fones são esses?

 

Itsuki: Ele é seu namorado?

 

Nino: Mas o Futaro e a Yotsuba só estão namorada faz 2 semanas

 

Miku: Meninas...

 

Itsuki: Eu notei que você saiu mais cedo, mas achei que ia trabalhar hoje

 

Nino: Miku fala alguma coisa

 

Elas estavam me sufocando de perguntas, eu precisei esperar que a Yotsuba saísse do banho pra tirá-las de cima de mim

 

Yotsuba: O que está acontecendo?

 

Itsuki: A Miku saiu cedo e acabou de voltar...acompanhada

 

Yotsuba: Jura?

 

Miku: É o que eu estou tentando dizer!

 

Nino: Ela também ganhou fones novos!

 

Yotsuba: É verdade! Os seus eram azuis...esses são vermelhos

 

Eu achei que a Yotsuba ia me ajudar, mas ledo engano...ela ficou mais animada do que as outras duas juntas achando eu estava vendo alguém sem que elas soubesse...eu precisei que a Ichika voltasse da padaria para parar as meninas

 

Ichika: Ei! Vocês concordam que se vocês ficarem enchendo ela de perguntas, vocês não vão ter nenhuma resposta.

 

Foi só depois disso que elas se acalmaram e me permitiram contar a história. Desde o esbarrão com o Oliver até o momento que eu entrei em casa. Até mesmo tirei o meu fone quebrado da bolsa

 

Yotsuba: Ah então ele te deu um fone novo pra compensar o que ele quebrou

 

Itsuki: Melhor do que isso! Ele deu o fone dele pra ela! Tão fofo!

 

Nino: Aposto que ele fez isso pra aparecer

 

Ichika: Então basta um fone de ouvido pra te fazer ir em um encontro?

 

Miku: Ichika?

 

Corei com o comentário da Ichika. Aquilo definitivamente não foi um encontro! Não, não é? Ou será que foi? Ai meu deus! Não, com certeza não foi.

 

Ou foi?

 

Só sei que meus pensamentos foram cortados pelas batidas na porta da nossa casa. A aula do Futaro ia começar.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...