História Movido por si Próprio! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Harem, Luta, Romance
Visualizações 2
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shounen, Sobrenatural
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom queridos leitores,isso que trago a vocês é apenas um one-shot, depende de vocês se a história continua ou não.

Capítulo 1 - 1.


Fanfic / Fanfiction Movido por si Próprio! - Capítulo 1 - 1.


              Autor P.O.V   

              Dentre daquela coisa que as pessoas chama de sociedade mais um dia se inicia e junto ao sol um garoto se prontificar a acordar sempre no mesmo horário. Yu não é aquela pessoa que você chamaria para um churrasco ou para um karaoke,sempre preferindo o silencio o jovem 15 anos se dirigi ao banheiro para fazer sua higiene matinal...depois de ter tomado um banho e escovado os dentes o garoto mais uma vez tenta "dar um jeito" nos cabelos brancos que insistem a não sair do formato que adquiriu a anos atraz. Em seu quarto podia ser ver um guarda roupa,sua cama,um laptop no criado-mudo,a porta pra seu banheiro e uns pesos,todos em cores marrom,cinza e preto. O jovem apesar de gostar de cores vibrantes como azul e vermelho prefiria cores mais "mortas" em suas coisas.
    
 

??? - Manoooo! Já acordou? O café esta pronto.  - 
 

Yu - Já estou indo Haruka.

O garoto terminou de se vestir,trajava uma calça preta com um all star e uma camisa social de cor azul-acinzentado.
Desceu as escadas e viu sua irmã sentada na mesa o esperando,ela tinha em seu rosto o que na sua opinião era uma das coisas mais belas do mundo e o que o deixava mais feliz,o sorriso de sua irmã para ele era algo incomparavel. Desde que seus pais morreram em um acidente digamos que peculiar dentro da realidade em que viviam eles tiveram que se virar sozinhos,não que tenham ficado sem o que comer ou onde morar,eram ricos mas em muito faz falta um pai e uma mãe na vida de duas crianças de 8 anos ainda mais quando o mundo parece querer rouba-los e separa-los a todo momento.

Após se sentar a mesma os dois começaram a tomar seu café silenciosamente,Yu como sempre preservando o silencio e Haruka conhecia o irmão tão bem para saber a melhor hora de falar com o mesmo.

Haruka - Yu.

Yu - Diga?

Haruka - Como foi o teste de admissão?

Yu - Normal,eu acho.

Haruka - Você... acha?

Yu - Aconteceu denovo.

Nesse momento uma gota se forma na cabeça de Haruka,ela sabia bem do que o irmão falava e podia imaginar o que teria ocorrido no teste de admissão da sua nova escola.

Haruka - Mais você... tipo ...  como posso dizer?

Yu - Não,você sabe que apesar de tudo eu não sou assim.

Haruka - Sim eu sei. - A garota abaixou a cabeça e abriu um pequeno sorriso. - Bom! Acho melhor você ir se não vai se atrasar. - Disse voltando a sua face energetica de sempre.

Sim,até mais maninha e não se atrase para sua escola. - Yu da um beijo na testa de sua irmã e sai em direção ao que em vez de escola ele considerava mais como um "campo de extração" Não era preciso uniforme então podia se usar a roupa que ele bem entendesse.
Durante todo o percurso ele refletia sobre o que deviria fazer quando chegasse  a escola sabia que "eles" viriam atras dele se,se revela-se em um lugar "tão publico" quanto aquele. Mas que escolha tinha,sua irmã disse que era o melhor para controlar seu demonio interior e pelo dom que sua irmã possuia ele sabia que se ela disse isso é porque algo iria acontecer,algo grande.
Quando chegou aos portões da escola só pode ver uma rajada gigantesca de energia branca vindo em sua direção arrastando todos que estavam perto.

Com um simples movimento balançou sua mão de um lado para o outro fazendo a rajada sumir.

Em meio ao turbilhão de poeria surgia uma figura,ao qual seria o estopim de toda essa história.
 


Notas Finais


:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...