História Mr. arrogante - Capítulo 32


Escrita por: e DefS

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Dean, Hani Exid, Jackson, Jb Got7, Kai Exo
Visualizações 39
Palavras 1.580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 32 - CAP. 32


Fanfic / Fanfiction Mr. arrogante - Capítulo 32 - CAP. 32

Chego na Tailândia e vou pegar um táxi pra ir na casa que ela disse falo o endereço a ele e ele me leva, chego lá e a casa é muito bonita e por dentro é mais linda ainda, subo as escadas pra ver os quartos e como não tem nada de bebê aqui o Kazuki vai ter que dormi na cama mesmo é só colocar algumas almofadas pra ele não cair, volto pra sala e monto o tapete de borracha que eu trouxe pra deixar o Kazuki brincando, vou pra cozinha e não tem nada pra comer eu tava com tanta fome mas não conheço nada aqui então resolvi ir na cafeteiria, pego o endereço e chamo o carro pelo aplicativo o carro chega e me leva até lá.

O carro para e eu desço com o Kazuki e percebo que não era tão longe e que dar pra vim andando, entro e vejo um garoto muito fofo, chego perto dele e ele abre um lindo sorriso.

S/n- bom dia

???- bom dia senhora- se curva-

S/n- não precisa me chamar assim

???- tudo bem- ele me olha e depois pega o celular e ver alguma coisa- você é essa mulher- ele me mostra uma foto-

S/n- sim- sorrio pra ele-

???- você vai ser a nova administradora daqui, que legal- sorriu simpatico-

S/n- isso mesmo, como é seu nome? 

???- é um pouco difícil de falar me chame só de Ten

S/n- ok Ten

Ten- achei que você só viria amanhã 

S/n- o combinado era esse, mais eu tô morrendo de fome e eu não conheço nada aqui então vim aqui que comer

Ten- entendi, se a senh- olho feio pra ele e riu- você quiser posso te dizer onde tem um restaurante muito bom

S/n- onde é?

Ten- aqui na rua subindo um pouco o nome dele é ******

S/n- obrigado vou lá

???- Ten isso não é hora de conversar- olho pra trás -

Ten- ela tava querendo saber uma coisa e ela é a nova administradora daqui a s/n

???- a desculpa senhora- faz reverência- meu nome é Sindy

S/n- prazer, queria conversar mais, mas estou morrendo de fome

Sindy- a sim até amanhã senhora

S/n- até e não me chame de senhora 

Saiu da cafeteira e vou nesse restaurante comer estava já pra desmaiar, como e volto pra casa e ligo pra babá que a Emi me disse, falo com ela e acerto pra ela vim pra cá amanhã as 7:00, tudo certo agora não tem nada pra fazer fico assistindo TV até a hora que me dá fome como eu peguei o número daquele restaurante ligo pedindo comida e ela não demora a chegar como e vou dormi, eu preciso fazer compras amanhã eu pergunto ao Ten e a Sindy.

                    No outro dia

Me levanto cedo por causa do Kazuki e dou mama pro mesmo, preciso mesmo fazer compras de hoje não passa, vou tomar banho e me arrumo, da 7 horas e a babá chega deixo dinheiro pra ela comprar comida pra ela e pro Kazuki e vou pra cafeteiria, chego lá e vejo só a Sindy.

S/n- bom dia

Sindy- bom dia

S/n- cadê o Ten?

Sindy- olha ele ai- olho pra tras-

Ten- bom dia, desculpa o atraso

S/n- tudo bem, será que algum de vocês pode fazer um café pra mim é que eu ainda não fiz compras e não tomei café

Sindy- claro eu faço- ele vai fazer-

Ten- você não sabe onde fica o mercado?

S/n- não

Sindy- se você quiser eu vou com você quando acabar o expediente- concordo e tomo meu cafe-

Depois do café vou dar uma olhada em algumas coisas da cafeteiria e eles vão trabalhar, estava vendo as coisas e percebo percebo que a outra mulher que trabalhava aqui fazia as coisas erradas é por isso que a cafeteiria não dava muito lucro, então ligo pra Emi e conto pra ela e ela me implora pra que eu concerte, começo a fazer o trabalho e paro pra almoça, depois volto e continuo e antes de todos que trabalham lá ir embora eu convoco uma reunião e conto a situação e combino com eles que eles vão fazer de tudo pra me ajudar a concerta o erro se não terei que falar como a Emi pra fechar.

Libero todos e ligo pra babá e peço que ela fique mais um pouco que eu preciso fazer compras, depois vou fazer compras com a Sindy e o Ten vem junto, faço e volto pra casa, libero a babá e coloco o Kazuki pra dormi e eu também vou.

                        S/n off

                    Yongguk on

Fico sabendo que a s/n já viajou mais não sei pra que país foi e isso tá me irritando muito pergunto pra Momo e pro Yuta mais eles não sabem, eles disseram que ela não quis contar, essa vadia me paga, assim não vou poder acabar com a vida dela e se não vai ser com ela outra pessoa vai sofre e essa pessoa será o Im Jaebum vou falar a ele que o filho que ela tava esperando é dele, daqui a um mês eu vou pra Coréia pra uma reunião e e eu vou falar tudo.

                 1 mês depois

Chegou o grande dia dele saber toda a verdade, já estou na Coréia e eu trouxe o Yuta comigo, estamos indo direto pra empresa do Kai, não vejo a hora de ver a cara dele, cheguei e fui direto pra sala de reunião e lá tinhas outras pessoas, vou esperar a reunião acabar e falar tudo a ele, a reunião rola normalmente e depois de um tempo acaba, todos começam a sair e antes que ele saia eu falo.

Guk- JB espere um pouco quero falar com você

JB- por que não falou na reunião? E não me chame de JB pra vc é Jaebum

Guk- tudo bem e não falei na reunião porque é pessoal

JB- então fale

 Guk- sabe a s/n?

JB- da onde você conhece ela?

Guk- fomos parceiros de casamento dele- aponto pro Yuta-

Kai- o que você vai falar dela?

Guk- você sabe é verdade kkk JB- sabe do que?

Kai- cala a boca Yongguk

Guk- por que? Ele tem o direito de saber 

Kai- fica quieto, só porque ela te deu um fora você não vão fazer nada com ela e ele 

Guk- vou falar sim

Yuta- Guk não fale

Guk- acho que você sabe que ela tem um filho né

JB- idai- percebo o desespero nele-

Guk- idai que o filho é seu- vejo o mundo dele cair-

JB- o que?

Kai- por que você fez isso cara

JB- você sabia- pronto meu trabalho esta feito-

Kai- ela pediu pra não te contar

JB- MAIS VOCÊ É MEU AMIGO CARAMBA

Kai- desculpa cara

                  Yongguk off

                       JB on

Eu não estou acreditando que ela me escondeu isso, quando eu perguntei a ela naquele dia no shopping ela mentiu bem na minha cara, ela não podia fazer isso comigo, não podia nem ela é nem o Kai esse traidor. 

JB- Jackson compre uma pas...- Yongguk me interrompe-

Guk- passagem pro Japão? Acho que não vai adiantar

JB- do que você tá falando?

Guk- ela foi embora do Japão tem um mês e não sei pra onde ela foi e mesmo que eu soubesse eu não falava seu babaca, que por culpa sua ela não me quis- dou um soco nele e começamos a brigar mais logo nos separam-

JB- eu acho é pouco seu filho da puta- olho pro Kai- cadê ela me fala

Kai- eu nem sabia que ela tinha ido embora

Eu fico ainda mais nervoso quando o Kai me fala que "não sabia que ela tinha ido embora", como assim ela tem um filho meu e por que ela não me disse nada por que merda, passo minhas mãos pelos cabelos tentando controlar meu nervosismo e vejo o cara que tá com Yongguk.

JB- você conhece ela?

Yuta- sim

JB- onde ela está me fala

Yuta- não sei

JB- Jackson me fale onde ela esta- meu desespero é tão grande que já estou perguntando a pessoas que não tem nada a ver-

Jack- eu não sei cara, eu nem sabia que ela tinha um filho seu

JB- eu sei quem vai saber onde ela está 

Kai- quem?

Saiu da sala correndo sem responder ninguém e vou pro elevador, entro e fico pensando alguém tem que me falar alguma coisa isso não pode ficar assim, saiu do elevador e vou pegar meu carro, entro e vou direto pra casa da Sofia ela tem que me falar alguma coisa, saiu do carro e deixo a porta aberta não estou me importando com nada hoje só em descobrir a onde ela está, começo a tocar desesperadamente a campainha até ela atender, toco mais duas vezes e ela atende só de toalha.

JB- cadê a s/n, ME FALA

Sofia- como assim?

JB- fiquei sabendo hoje que ela tem um filho meu e que não tá mais no Japão, então CADÊ ELA

Sofia- eu não sei onde ela tá, fica calmo JB

JB- eu não vou ficar calma até saber onde ela está, aquele Dean deve saber não é, ele gosta dela, ela deve ter dito a ele- saiu da casa dela ouvindo ela gritar e entro no carro- 

Vou até o trabalho dele ele tem que me falar alguma coisa, alguém tem que abrir a merda da boca, tô tão desesperado que não estou ligando pra nada, a velocidade que estou indo tá um absurdo mas quero chegar logo, o sinal tá amerlo e eu acelero pra passar rápido, mais ele fica vermelho e eu não consigo frear e um carro bate com o meu e como eu tava com a velocidade absurda eu me ferro mais, meu carro capota não sei quantas vezes só vejo ele para e não vejo mais nada. 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...