1. Spirit Fanfics >
  2. Mr. Policeman - Sterek >
  3. Capítulo 5

História Mr. Policeman - Sterek - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Olá olá cry wolves, como vão? Depois de um bom tempo, estou aqui novamente atualizando a fic.
Eu queria pedir que por favor, fossem lá ver minha outra fic chamada: Bad psycho of butterflies. Tá muito foda gente, tô amando escrever ela!
Sem mais de longas, vamos ao capítulo de hoje!
Boa leitura!

Capítulo 5 - Capítulo 5


Narrador on:

Depois de todas as pessoas irem embora a força por Derek. Ficaram apenas Liam, Stiles e Theo naquele sofá que a cada olhada ameaçadora de Derek, parecia afundar mais.

- Em primeiro lugar, Stiles, eu pedi para que cuidasse de Liam, e não que fizesse uma rave dentro de casa. Em segundo, Liam, você não pode fazer uma festa sem meu concentimento, você ainda é de menor e se algo acontecer nessa casa, a responsabilidade é totalmente minha! E em terceiro, Theo Reaken... - Antes de Derek continuar sua boa e velha bronca, Liam o interrompe.

- Não, pai, deixa ele! Ele só queria me ajudar. Eu não queria passar meu aniversário sozinho poxa, ele fez um grande favor a mim. E Stiles também, fizeram desse o melhor aniversário do mundo. E você em vez de participar, acaba com a festa! - Diz Liam ao se levantar. Derek ficou realmente surpreso com a atitude de Liam e até sorrio de canto fazendo aqueles se assustarem com o ato.

- Okay... Talvez eu tenha exagerado um pouco. Eu nem participei do seu aniversário direito! Eu te devo essa filho!

- Obrigado pai... - Diz Liam indo agora abraçar o pai e naquilo eles permaneceram a bastante tempo fazendo Stiles se levantar.

- Bem Derek, tem alguma coisa a dizer para mim? - Stiles diz olhando nos olhos de Derek que agora estava separado do abraço, fazendo os dois ficarem frente a frente.

- Obrigado por cuidar do Liam por mim!

- Eu estava esperando um "como anda meu processo". Mas eu vou considerar isso! - Diz Stiles e Derek dá uma pequena risada e abraça Stiles em um ato rápido que faz o mais novo logo se assustar. Depois de alguns segundos, Derek solta Stilinski e pode o ver com as bochechas vermelhas um pouco envergonhado. - Bem Derek, E-Eu tenho que ir embora. Amanhã eu pego cedo no trabalho e você... Você... TCHAU DEREK! - Diz Stiles e depois abraça Liam se despedindo e saindo rápido da casa dos Hale's. Que por acaso estava uma bagunça.

- Esse policial é bem maluquinho! - Diz Theo depois de minutos em silêncio.

- É o mais maluco... - Diz Derek em um sussurro e depois entra na realidade. - Aliás, o que faz aqui e o que é do meu filho?

- Ah, eu sou seu namorado!

- Amigo! - Liam fala ao mesmo tempo que Theo o que faz Derek levantar uma sobrancelha protestando e não entendendo nada.

- Me expliquem essa história...!

{QUEBRA DE TEMPO}

Uns dias se passaram e Liam e Theo se encontravam de mãos dadas nos corredores do colégio ao lado de Mason e Brett. Os dois recebiam alguns olhares estranhos e risadinhas incomodantes, mas os dois não estavam nem aí para a opinião dos outros, se eles dois estavam felizes juntos, não tinham motivos para se estressar por conta de colegial.

Na aula de Geografia, o professor dava sua aula tranquilamente como todos os dias naquele colégio "pé no saco e que faz lavagem cerebral nos alunos" como o Brett sempre dizia.

- Okay, alguém sabe a coordenada dessa cidade? - O professor perguntou e ninguém se manifestou. Liam logo levantou a mão e o professor sorriu de orelha a orelha. - Liam, você, meu caro aluno. Fale me!

- Ãn... Eu posso ir ao banheiro? - Liam perguntou e todos da sala começaram a rir descontroladamente enquanto o professor revirava seus olhos ali na frente pela quebra de expectativa.

- Vai Liam, mas se demorar. Leva suspensão!

O professor disse e Liam assentiu e saiu da sala de aula indo em direção ao  banheiro. Ao chegar lá, foi para uma cabine longe e fez suas necessidades. Após isso. Ele vai a pia e começa a lavar as mãos, quando alguns garotos do time de lacrosse entram no banheiro e ficam olhando para sua cara. 

- Tira foto que dura mais! - Disse Liam seco.

- Olha só, parece que a putinha do Theo é bem nervosinha!

- Fica assim não garotinha, não seja uma bixona! - alguns garotos do time falaram esses insustos e ficaram zoando com a cara de Liam.

- Me deixem em paz! - Disse Liam e tentou passar entre eles, mas um garoto negro e alto o parou. Eles riram entre si e o mesmo garoto deu um soco no nariz de Liam fazendo ele cambalear para trás e alguns jogadores o segurar pelos braços.

- EITA, a bixinha tá tonta é? Talvez precise de um pouco d'água pra ficar bem! - Disse ele pegando pelos cabelos de Liam e o puxando para de frente para a privada. Liam se debatia, mas o garoto não parava de o machucar. - Para de se mexer porra! - O garoto enfiou a cabeça de Liam dentro da privada fazendo o mesmo começar a engolir aquela água suja por estar se afogando. Depois ele levanta sua cabeça. - Tá gostando da água?

- P-P-apa-pa...

- O que foi? Quer mais? An? - Ele enfiou novamente a cabeça de Liam na privada e retirou. Enfiou e retirou, repitiu este processo quatro vezes, e a cada vez, demorava mais com a cabeça do pequeno ali dentro. Quando o garoto iria repitir o processo, ele não mirou e bateu a testa de Liam na porcelana da privada. Logo o sangue começou a darramar e os garotos se assustaram e começaram a correr para longe.

Depois de alguns minutos, Liam consegue forças e se levanta. Ele começou a andar pelos corredores e o rastro de seu sangue foi ficando para trás. Quando chegou a porta de sua sala, ele empurrou um pouco a porta e andou devagar para a sala. Todos o olharam aterrorizados e se levantando para ajudar, quando Liam soltou seu último suspiro.

- Theo...

Foi a última coisa a se falar até que desmaiou na frente de todos. Theo correu até Liam e o pegou no colo dizendo "Fica comigo amor" com voz de choro e as lágrimas caindo. Theo e alguns garotos começaram a correr pelo corredor em direção à saída. Eles não deixariam Liam na infermaria do colégio já que o hospital público era por ali por perto.

Stiles estava tranquilo fazendo o seu digno almoço de sempre quando recebe uma ligação de Melissa. Em seus pensamentos, pensou que ela ligava para Scott e o celular do maior estava no silêncioso.

- Olá Melissa, pode dizer... - Quando Stiles recebeu por Melissa o estado de Liam, logo deixou o celular cair no chão e correu para a garagem indo em direção ao seu jipe o ligando o mais rápido possível.

Um pouco longe dali, Derek mostrava sua nova proposta de carro. Pensou em tudo. Design, modelo, nome, autenticidades, exatamente tudo. Em meio a reunião.

- Então, o Hale XP 2000× vai ser um carro que... - Quando Derek iria continuar, pode ver a imagem de um pequeno Stiles mais pálido que o normal e ofegante. - Stiles, eu estou no meio de uma reunião, depois nós...

- O Liam... Ele está no hospital! - Stiles terminou de falar e Derek começou a o acompanhar até o seu jipe. Assim que ela entraram, Stiles deu partida e correu em direção ao hospital totalmente tenso. Após minutos desesperadores, os dois chegam ao hospital dando de cara com Melissa.

- Melissa, o que aconteceu com meu filho? Por que ele está aqui? Foi Queda de pressão? Briga? O que houve? - Ele perguntava até que o pai de Stiles apareceu atrás da Melissa. - Xerife?

- Pai? O que faz aqui? - Stiles perguntou totalmente confuso com o que estava acontecendo.

- Derek. Por favor, se sente um pouco...

- Não Xerife, não vou! Agora me diz o que aconteceu com o meu filho pra ele estar aqui no hospital e você também! - O Stilinski mais velho suspirou e olhos para Derek.

- O que temos aqui é um caso de homofobia. Pelo o que o Liam disse. Os garotos de lacrosse xingaram ele de nomes horríveis e começaram a afogar e bater a cabeça dele na privada... - Derek estava totalmente arrasado com que acabou acabou de ouvir. Ele literalmente, paralisou, não conseguia acreditar no que acabou de ouvir.

Stiles estava chorando um pouco. Ele se identificou com sofrer homofobia no colégio já que sempre sofreu quando era pequeno. Mas nunca teve coragem de contar a ninguém. Derek se virou e olhos nos olhos de Stiles. Derek estava com os olhos marejados, logo depois os dois espontaneamente se dão um abraço forte e apertado, mas também confortante. Eles dois precisavam disso, não do abraço, mas sim, um do outro... 


CONTINUA... 


Notas Finais


Esse foi o capítulo que eu chorei junto memo. Pq gente...
Espero que tenham gostado. Não se esqueçam do fav e do comentário. Também leiam "Bad psycho of butterflies" que está no meu perfil!
Obrigado e até a próxima, beijos Cry wolves❤️❤️
Ah, e lavem as mãos sempre, comprem álcool em gel. Não é delírio coletivo, sim uma doença! #COVID-19


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...