1. Spirit Fanfics >
  2. Mr.RM >
  3. 13

História Mr.RM - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde!

Capítulo 13 - 13


Fanfic / Fanfiction Mr.RM - Capítulo 13 - 13

Namjoon narrando

Demos um beijo no telhado daquele shopping. Foi a primeira vez que eu havia sentido os lábios de Jin, aqueles lindos músculos rosas, que agora posso dizer que são deliciosos e tímidos, tal como seu dono.

Apesar de ter sido um beijo que terminou comigo sozinho naquele telhado, foi um beijo que me inspirou a escrever todas as cartas daquelas duas semanas.

Sim, eu levei a história do Mr.RM pra frente por todo esse tempo. Jin e eu nunca mais tocamos naquele assunto é nunca mais nada rolou entre a gente depois daquilo. Ele ia todos os dias em casa estudar, junto de Jimin que ia para namorar o Jungkook.

Graças a esse estudo, acabamos por nos aproximar mais e mais. Eu tentava investir em algum momento mais intenso, mas eu sempre perdia a esperança, e caia naquela mesma lenga-lenga.

A boa notícia? As cartas começaram a deixar Jin mais e mais apaixonado pelo Mr.RM. Ele lia todas as cartas que recebia e eu lembrava de cada detalhe de como eu tinha escrito, de como sorri, em que parte do ser de Jin eu pensei e como eu diria aquilo na frente dele. Ele sempre lia sorrindo, suspirando apaixonado. E eu, sonhando com o dia que ele iria descobrir que era eu.

Um dia desses, estávamos estudando no meu quarto na véspera do primeiro exame que faríamos do trimestre. O primeiro de três.

Quando terminamos, Jin pediu para ler para mim a carta que havia recebido no período de intervalo. Eu deixei e Jin se deitou ao lado da minha coxa, já que eu estava sentado no colchão. Ele pegou o papel dobrado no bolso e começou a ler.

Teus olhos, lindo rapaz, são como um habismo, pois temos medo de despencar. Sabe, quando estamos perto da morte, dizem que vemos nossa vida inteira passar diante dos nossos olhos. Minha tontura será asistir esse vídeo e ver que você não esteve a vida inteira comigo. E meu delêite será chegar no paraíso e ser recebido por um anjo como você. Mas que tal, quando eu olhar nos seus olhos, você apenas me abraçar e não me deixar cair jamais?

Mr.RM

- Nossa! Esse foi bonito! Ele caprichou dessa vez! - Eu digo.

- Nem me fala! Eu fiquei sem reação quando li! Ele é tão... Ah, perfeito...

Hehe, eu sei Jin.

- Mas ele tem que aprender a escrever direito! Deleite com acento, assistir com um S, aí não rola!

Caralho, larga do meu pé!

- Acho que ele não esperava que você fosse reparar nisso!

Ele ri, mas suspira frustrado.

- Que foi? - Eu pergunto.

- Nada, eu só... Ah, Namjoon, ele está me mandando cartas tem quase duas semanas!

- Não queria que ele te mandasse mais?

- Não é isso. É que eu esperava que ele fosse dar alguma investida! Sei lá, uma carta dizendo que queria me encontrar! Dizendo como ele é! Só o nome já basta!

- Ah, Jinnie, seja paciente! Talvez ele esteja com medo ou sei lá.

- Você também disse que ia descobrir quem que é e até agora nada!

- Ae, eu tô tentado! Não é fácil ter que seguir seis pessoas do time ao mesmo tempo, sendo que cada um tem uma vida bastante diferente um do outro!

- Eu sei, mas você poderia me apresentar alguma outra prova, porque está bem estranho você não vir falar mais nada!

Merda, ele vai descobrir. Calma, Namjoon, segura as pontas.

- Olha, podemos descartar dois suspeitos. Um deles está namorando a irmã do Hoseok e o outro começou a namorar uma das líderes de torcida.

- Então, só tem mais três opções.

- Se não for um desses, tudo o que eu coletei a troco de nada.

- Eu espero que não...

- Calma, Jinnie! Um dia você vai conhecer ele! É aí você pode fazer o que quiser com ele!

- Eu vou chutar o saco dele com força.

Não faz isso.

- É aí eu vou dar na cara dele até ele virar uma pimenta de tão vermelho! É depois, eu vou jogar ele no chão e quebrar os dedos dele!

Será que eu devo ficar com medo de falar que eu sou o Mr.RM?

- Mas... Eu vou querer abraçá-lo e pedir para que ele me dê um beijo que tanto espero... Um beijo que... Já foi prometido pra mim... Mas de uma vez.

De repente, Jin dá um soluço. Quando olho para baixo, ele estava com os olhos umidecendo, ameaçando um choro.

- Jin...? Tá tudo bem...?

- Tá... Tá tudo bem sim... - Sua voz falha.

- Quer conversar?

Ele olha para a porta.

- Aqui não.


Notas Finais


Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...