História Mudança - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~NetoA14

Postado
Categorias Cameron Dallas, Justin Bieber, Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 75
Palavras 942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


JÁ VOLTEI
Esse tá um pouco maior, eu acho. EU ESPERO, mas enfim
Espero que vocês gostem e comentem o que acharem por favor, me ajuda bastante
Um bj na bunda e boa leitura <3

Capítulo 2 - Chapter II


Fanfic / Fanfiction Mudança - Capítulo 2 - Chapter II

 

Acordei com alguém me cutucando, onde eu estou? Quem sou? E por que eu to em um avião?:
 

  -Com licença moça. Nos já chegamos no Canadá, você já pode descer do avião-quando eu acordei totalmente vi que era uma mulher, alta, magra, loira e deveria ter uns 24 anos 
   

-Obrigada por me acordar, já estou saindo-ela deu um pequeno sorriso e eu com a boa educação que a minha mãe me deu, retribui o gesto.
   

Peguei minha mochila e desci do avião. Fui pegar a minha linda mala, que estava demorando muito por sinal. Depois de uns 10 minutos eu encontrei a minha preciosa mala.
   

Estava na frente do aeroporto esperando meu pai, eu espero reconhecer ele. A culpa não é minha que eu não o vejo a 9 anos.
 

 Depois de um tempo vi um homem correndo desesperado, olhando para todos os cantos do aeroporto. Até que seu olhar para em mim e ele sorri, não é por nada não, mas eu fiquei com um pouco de medo:
 

 -Filha! Como você cresceu.-ainda bem né... Se eu continuasse com o mesmo tamanho que o senhor meu deixou, eu seria uma anã.
 

 -Oi... Pai! Obrigada pelo elogio, eu acho.
 

 -Como foi de viajar?-ele pergunta em quanto pega minha mala.
 

 -Foi boa, eu dormir o voo inteiro então não fez muita diferença.-dei de ombros e ele deu risada 
 

 -Continua dorminhoca como sempre minha baixinha!-fala isso em quanto bagunça meu cabelo
 

 -Para pai, eu não tenho mais 6 anos-bufo
   

-Pra mim você sempre vai ser baixinha, não adiante contrariar. Seu irmão não veio, por que ele está na escola, mas você vai ver ele quando chegamos em casa 
   

Ah que ótimo, vou ver meu irmão. Estou super animada, acho que vou soltar fogos.
   

Eu só queria estar agora na minha casa, deitada na minha cama, comendo o meu brigadeiro, mas como esse povo não tem vida e não sabem o que brigadeiro eu vou só dormir mesmo.
   

O resto do caminho foi silencioso, mas foi um silêncio bom eu estava muito cansada para ficar ouvindo as perguntas do meu pai. Pai, a quanto tempo eu não falo essa palavra? É estranho. Eu só falava "mãe" o dia inteiro, não sei como ela não me colocou em um orfanato por causa disso.
 

 Falando nela, como será que ela está? E minhas amigas? Eu preciso de um sinal de wifi logo, já que eu sou pobre e não tenho 3G, na verdade eu só tenho preguiça de ir fazer o plano mesmo:
   

-Chegamos!-meu pai disse saindo do carro e eu fazendo o mesmo
   

Olho para a casa e ela é bem bonita, o quintal com uma cerca e a grama verde. A casa tinha dois andares, branca, com alguns detalhes em dourado. Resumindo: a casa era gigante e eu já to pensando no trabalho que vai dar se eu tiver que limpar ela.
    

-Vamos, eu já peguei sua mala.
   

-Vamos!
   

Entramos na casa e ela era mais bonita ainda por dentro, tinha uma escada que daria para os quartos se eu não me engano, as paredes eram brancas e algumas em um tom de creme, um lustre gigante e uma cozinha que para mim era a melhor parte da casa
 

 -Gostou da casa?-meu pai perguntou com um olhar de preocupado, já que eu não falava nada
 

 -Essa casa é maravilhosa, por mim eu dormia na cozinha. OLHA ESSA GELADEIRA- eu gritei indo em direção a geladeira, tentando a abraçar e meu pai é lógico... Rindo das minhas loucuras
   

-Senti saudade dos seus surtos! A casa não é a mesma sem você gritando e cantando o tempo todo.

 

  -É lógico, vocês devem ser muito desanimados. Onde já se viu não escutar música o tempo todo, é a melhor invenção que o homem já fez, depois do celular
 

 -Já que você diz, não vou discutir!-ele disse dando uma pequena risada-o seu quarto é lá em cima, a segunda porta à direita 

 

   -Obrigada pai! Eu vou me trocar e já desço-ele concordou indo em direção à cozinha
 

 Peguei minha mala e subi as escadas, fui em direção ao meu quarto e abri a porta dando de cara com um quarto lindo, maravilhoso. Era cinza, com uma parede preta, cheia de pisca-pisca brancos de flores e um "varal" de fotos minhas, com as minhas amigas, meu pai e minha mãe, minha cama é gigante e eu agradeço por que eu sou muito espaçosa.
 

 Coloquei minha mala em cima da cama e fui ao banheiro e adivinha... TEM UMA BANHEIRA, se eu já não saia de casa agora que eu não saio mesmo.
   

Tirei minhas roupas e coloquei dentro do cesto. Tomei um banho rápido e me enrolei na toalha, abri minha mala e peguei uma calça jeans preta rasgada no joelho, e um moletom azul claro. Não to com paciência pra colocar tênis então só coloquei um chinelo mesmo, passei uma maquiagem bem simples, soltei meu cabelo e desci as escadas.
 

 Encontrei meu pai conversando com um menino, meu pai me viu e disse/gritou:
 

 -Blair, esse o seu irmão Shawn. Lembra dele?
 

 -Ah! Lembro... Mentira não lembro não, eu sou muito esquecida com rostos.-é errado eu achar o irmão gostoso? Eu espero que não! Por que olha, meu irmão é um pedaço de mal caminho
 

 -Oi Blair, faz bastante tempo que nós não nos vemos.
 

 -Verdade!-digo dando um meio sorriso
   

-Shawn eu tava pensando em... Quem é ela?-um menino da mesma altura do Shawn, um pouco mais moreno, loiro e se eu posso dizer gostoso também, mais gostoso que o meu irmão 
   

-Sou Blair, irmã do Shawn e você?
 

 -Sou melhor amigo do seu irmão e meu chamo Cameron... Cameron Dallas


Notas Finais


Só eu queria ter um irmão como o Shawn?
Espero que vocês tenham gostado. Comentem o que acharam
E até o próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...