História Mudança de perspectiva - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger
Visualizações 138
Palavras 441
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 1 - Prologo


POV Hermione

A guerra terminou, finalmente e eu não posso acreditar que estamos livres dos dias de terror de Voldemort...o que pesa no meu coração é o preço pago pela nossa liberdade.

Sai do salão principal por que não aguento mais ver tantos corpos de pessoas que eu amo, de pessoas que eu odiei, de pessoas que independente de suas convicções mereciam viver uma vida longa e prospera...mesmo com todos os pesadelos que tive, nada pode me preparar para a visão doentia que eu queria tanto que sumisse: Remus e Tonks, deitados lado a lado, sem vida...Fred, George e Rony, caídos em batalha, sendo velados pelo resto do clã Weasley e Harry...nunca mais poderei dar uma bronca nos gêmeos por suas brincadeiras irresponsáveis, nunca mais poderei me encantar  pelo sorriso pateta do Rony...posso sentir as lagrimas escorrerem pelo meu rosto, quente e salgadas, mas não consigo não chorar por todos que foram perdidos...as gêmeas Patil, Lilá Brown e Draco Malfoy, que perdeu sua vida me salvando de uma maldição, ainda ecoa na minha mente suas ultimas palavras: “Eu te amo, Hermione”, palavras que nunca pode me dizer. Todos deitados no salão principal com os olhos fechados para sempre, após receberem o abraço da morte e tudo pelo quê? Por um preconceito tolo perpetuado por um louco desprezível e seus seguidores.

Do lado de fora a paisagem é tão desoladora quanto a do lado de dentro, o único diferencial e que não há corpos caídos, só escombros do que foi um paraíso idílico de conhecimento...andei até a minha arvore favorita, próxima ao lago negro e me sentei, cada escombro que passei parecia uma ferida no tão querido castelo de Hogwarts que já não parece tão imponente quanto a primeira vez que o vi...o lago estava calmo e os tentáculos da lula gigante ondulavam preguiçosamente na agua como se soubesse que agora estamos seguros. Ouvi um pio alto e uma bela coruja pousou ao meu lado, esperando que eu pegasse a carta...lhe fiz um carinho, por não ter nenhuma guloseima comigo e a vi voar para longe, antes de voltar a carta.

Analisei a carta por um momento, para ter certeza de que não era uma armadilha, vigilância constante, nunca é demais...tomadas as precauções, vi o remetente e estranhei...acho que é cedo demais para descansar.

Srta. H.J. Granger

Por meio desta venho a solicitar a sua presença no meu escritório, para tratarmos de um assunto de suma importância. Venha o mais rápido possível.

Ps. Eu adoro sapos de chocolate.

Att.  A.P.W.B.D

 

Uma carta de Dumbledore? (n/a: na fic o Dumbie não morreu no 6º livro) Bem terei que ver o que ele quer.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...