História Mudança de vida - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Flavia Sayuri, Júlio Cocielo, Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?), Rafael "CellBit" Lange
Personagens Daniel Mologni, Lukas Marques, Personagens Originais
Visualizações 27
Palavras 1.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse cap ta o mais hot de todos, então se não gostam...

Capítulo 23 - Muita coisa por um dia


Fanfic / Fanfiction Mudança de vida - Capítulo 23 - Muita coisa por um dia

Ficamos mais de uma hora jogando Call of Duty e combinamos que quem perdesse a ultima partida ia ter que cumprir o que o outro mandasse.

Após varias partidas eu acabei perdendo e olhei pra ele com uma cara de cachorro que caiu da mudança, quase implorando pra ele pegar leve com o pedido.

Daniel: Bom já sei o que vou te pedir.

Nanda: O que? Pega leve, por favor.

Daniel: Me da mais uma chance.

Nanda: Como assim?

Daniel: Fica comigo, se você decidir que não quer mesmo eu te deixo em paz.

Nanda: Sério?

Daniel: Sim.

Nanda: Poxa não sei.

Daniel: Então compra um carro pra mim.

Nanda: Ah claro. – Falei rindo-

Daniel: Então vamos ficar ue.

Nanda: Ta bom, vamos ficar.

Ele me olhou e me puxou pro seu colo, o beijo começou delicado e sensível, após a mão dele começar a percorrer meu corpo o beijo ficou mais intenso, parecia que ele me deseja cada vez mais, era como uma pessoa no deserto que havia acabado de achar agua.

Ele percorria o meu corpo com a sua mão e beijava meu pescoço.

Nanda: Daniel?

Daniel: Oi princesa.

Nanda: Vamos subir pro quarto.

Daniel: Tem certeza?

Nanda: Tenho, minha mãe vai chegar logo com meu irmão, não quero que ela nos veja.

Daniel: Ta bom bb.

Eu sai do colo dele e a gente subiu pro meu quarto. Assim que chegamos no quarto ele abriu a porta e me jogou na cama, fechou a porta e tirou a sua blusa, subiu na cama em cima de mim e voltamos a nos beijar. Ele beijava o meu pescoço de uma maneira que me deixava louca, eu tirei minha blusa e então mudei a nossa posição, o deitei na cama e sentei em seu colo, com uma facilidade surpreendente ele desabotoou meu sutiã e beijou os meus seios. Eu comecei a trilhar um caminho de beijos até o fecho da sua calça e o abri, abaixei a sua calça juntamente com a sua cueca e sem tirar os meus olhos dos dele beijei o seu membro com certa delicadeza, ele me puxou pra cima de novo e voltou com o beijo, dessa vez de um jeito muito mais safado. Voltei a beijar o seu corpo ate chegar ao seu membro que já estava completamente ereto, beijei-o e então comecei a passar minha língua sobre o mesmo, comecei a chupa-lo sem parar de olhar pros seus olhos... Quando ele estava quase chegando ao seu ápice, parei e voltei a beija-lo, ele então me virou na cama e tirou meu short junto com a minha calcinha, desceu com uma trilha de beijos e então a beijou, começou a usar sua língua de um jeito magnífico,  eu soltava pequenos gemidos quase impossíveis de escutar. Após ficar um tempo acariciando-a ele me colocou no seu colo novamente e começou uma penetração lenta e suave, conforme ele percebeu que eu já estava a vontade o vai e vem começou a ficar mais intenso, de um jeito onde ambos demonstravam um prazer incontrolável, após um vai e vem delicioso nos chegamos ao ápice juntos, eu gemia de prazer e ele soltava pequenos gemidos seguidos de um suspiro e uma respiração ofegante... Deitamos na cama, um ao lado do outro e naquele momento pós-sexo eu percebi o quanto gostava dele e não foi só pelo prazer que ele me proporcionou, foi por como eu me sentia livre e segura quando estava com ele... Dormimos assim, um ao lado do outro, completamente nus e felizes, muito felizes.

Nanda off

Luna on

Após todos nos deixarem sozinhos no quarto, passamos o dia todo nos beijo e no sexo também ( melhor sábado da minha vida), até que umas  18:00hr a mãe dele ligou mandando ele ir pra casa dele agora, sua irmã tinha feito merda... Ele se levantou da minha cama e foi pra sua casa e não me deu noticias ate agora...

Luna off

Lukas on

Estava tendo o melhor sábado da minha vida, ate que uma ligação da minha mãe acaba com tudo, minha irmã tinha aprontado de novo... Fui pra casa o mais rápido que pude, ao chegar fui surpreendido com a minha mão, minha irmã e um menino sentados na sala.

Lukas: Que porra ta acontecendo aqui?

Renata: Tua irmã aprontou Lukas, isso que ta acontecendo.

Lukas: Pietra o que você fez agora?

O silencio deixou aquela situação pior do que já estava.

Renata: Vamos Pietra, conta pro seu irmão.

Lukas: Quem é esse mãe?

Renata: Esse é o pai do seu sobrinho ou sobrinha.

Lukas: O QUE?

Lukas: Mano eu vou matar vocês.

Pietra: Desculpa Lukas.

Lukas: Desculpa? Pietra eu tenho 17 anos , você já tem ideia da quantidade de menina com quem eu já transei? Não ne, sabe porque? Porque a mãe nunca teve que ser envolvida nisso, eu nunca engravidei uma menina e agora você com 15 anos ta esperando um bebe desse vagabundo.

Renata: Ela vai ir morar com a sua vó, bem longe daqui, não quero uma filha gravida estragando o nome da família Marques.

Lukas: Eu vou dormir antes que eu faça merda.

Subi pro meu quarto, me deitei e contei tudo que tinha acontecido pra Luna pelo Whats, ela parecia preocupada e falou pra eu voltar pra casa dela, então foi isso que eu fiz, sai do meu quarto e disse pra minha mãe que ia dormir na casa do Daniel hoje, sai e voltei pra casa dela. Cheguei e subi pro seu quarto, deitei minha cabeça no seu colo e pensei em tudo que havia acontecido, acho que falhei como irmão dela, devia ter ajudado ela nessa fase da adolescência... Mas agora já foi, tinha que aceitar o que aconteceu e seguir em frente, eu tinha uma menina linda comigo e a amava de um jeito que nunca amei ninguém. Meus pensamentos foram afastados com uma mensagem do Daniel me contando como tinha sido o seu dia com a Fernanda, então também dividi com ele tudo o que aconteceu no meu dia, ele também ficou chocado com a Pietra... Dormi abraçado com a Luna e apenas sentindo o momento como se nada de ruim estivesse acontecendo no lado de fora daquele quarto...

Lukas off


Notas Finais


Espero que tenham gostado amoras <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...