História Mudanças de planos - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Drama, Família, Festa, Romance, Suspense
Visualizações 2
Palavras 933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá seja bem vindo a história que envolve romance, aventura e problemas adolescentes, bem eu espero que gostem, desculpem QUALQUER ERRO DE ORTOGRAFIA aliás todos estamos aprendendo não é mesmo?
Peguem o café, a almofada, estiquem às perna e
☆BOA LEITURA☆
♡_♡

Capítulo 1 - Um


15:34

Não  aguentava mais aquela confusão  de aeroporto,  pessoas andando o tempo todo malas,  correria e muita bagunça,  mas até  que enfim chegou a hora do meu vôo,  Espanha  lá  vou eu. 

DIAS ANTES:

A diretora do colégio  Sr. Colleman falava sobre como levamos tempo pra chegar ali mas finalmente  chegamos e é  a hora de prestarmos mais atenção é  agora pensar no nosso futuro.  Quando sinto uma pessoa me cutucar no ombro e olho pra trás  e vejo caio meu melhor amigo desde da sexta  série,  com um sinal sigo ele até  o pátio  onde ele me diz:

-e aí quem você  acha que vai ganhar o prêmio? 

-não  sei 

-Se você  ganhar não  vai me deixar  aqui não  né? 

-Claro que não é acha que entre 1. 000 alunos se formando apenas eu ia ganhar a bolsa?

-nunca se sabe né

-vamos voltar pra lá  daqui a pouco vamos saber quem vai ganhar a bolsa. 

Voltamos pro lugar onde eu estava quando a direto pega um envelope amarelo com uma  fita vermelha enrolado no mesmo e ô  abre.

Cruzei meus dedos sem que caio notasse é  ela diz antes  de abrir:

-que o aluno faça muito bom proveito desta grande chance da escola é  que seja feita a vontade de deus. 

Enquanto ela abria o envelope podia se ver no rosto de boa parte dos alunos a vontade de escutar seu próprio  nome ser chamado pela diretora, porém  ela diz:

-venha pra cá,  por favor,  Carolina Albuquerque

Não  podia acreditar a escola me olhava, a diretora. Ninguém  muito menos eu acreditava no que estava acontecendo  eu ganhei uma bolsa de estudos para uma das melhores faculdades do mundo. Subi até  onde a diretora estava,  todos aplaudiam com uma expressão  assustadora e surpresa, muitos não  sabiam nem que eu existia mas sorri segurando o envelope o mostrando aos alunos nas cadeiras em frente ao palco,  caio me olhava do fundo com uma cara triste de repente ele saiu da sala. 

[... ]

Não  encontrava caio na escola,  Quando notei que ele saía para casa de carro com a mãe. 

Eu ligava mandava mensagem e nada, caio não havia gostado do que eu tinha feito tinha prometido pra ele ficar e não  ir mas estou já  de viajem marcada, preciso falar com ele antes de viajar. Fui até  a casa dele ninguém atendeu,  fazendo isso vários  dias sua mãe  entendeu e me disse

-garota eu não  ia lhe dizer nada mas vou falar, caio ficou muito magoado com que aconteceu é  resolveu ir morar com o pai na Flórida, e melhor você  seguir sua vida ele seguiu a dele já  que você  fez suas escolhas,  siga o meu concelho e esqueça o meu filho de uma vez. 

Sem esperar nenhuma respostas bateu a porta na minha cara. 

15:34

Não  aguentava mais aquela confusão  de aeroporto,  pessoas andando o tempo todo malas,  correria e muita bagunça,  mas até  que enfim chegou a hora do meu vôo,  Espanha  lá  vou eu. entro no avião  com muito nervoso além  de nunca ter ido à  Espanha foi sem se despedir de caio um amigo inseparável. 

ALGUMAS HORAS  DEPOIS:

Chegando no aeroporto tenho anotado o endereço  da escola e do hotel,  pego um táxi  e vou ao hotel. Chegando lá  guardo todas as minhas coisas  no guarda roupas e troco de roupa pra ir conhecer  a cidade tinha o dia livre. Fui no shopping, cinema, museu,  até  que resolvi ir numa sorveteria pego um sorvete de flocos e me sento em uns dos bancos de madeira da bancada da loja quando  um estranho se aproxima dizendo:

-prazer guzmán-disse estendendo a sua  mão 

-eee.... Carolina, o prazer é  meu-digo apertando sua mão 

-posso me sentar ao seu lado? 

-claro

-um sorvete de flocos por favor-disse ele a sorveteria

-então você  veio aqui á trabalho, estudos... 

-como sabe que não  sou daqui? 

-o jeito de falar, as compra... todo mundo aqui é do mesmo  jeito mas você  não

-nossa você  reparou em

-mas porque está  aqui? 

-estudos ganhei uma bolsa pra estudar numa escola daqui

-qual escola? 

-Barrichillerato

-sério? 

-sim,  porque? 

-eu também  estudo lá 

-mentira

-não sério

-que coincidência 

-não é,  então  você vai começar que dia? 

-amanhã 

-então  até amanhã? 

-até amanhã  guzmán. 

Ele sai e vai embora, até  que a sorveteira chega com o sorvete e pergunta por ele. Volto ao hotel exausta, ligo o notebook  me deito na cama e ligo para meus pais que atendem 

-oi pai, oi mãe

-oii filha como estão  as coisas aí? 

-bem eu conheci a cidade, comi,  fiz compras  é conheci  um garoto

-já filha-diz minha mãe

-não gosto desta história-diz meu pai

-calma gente ele não  é  nem meu amigo ainda

-mas faça  de tudo para ser uma boa aluna

-pois é já pelo menos conheço alguém  de lá, tchau  mãe  tchau  pai,  boa noite,  vou desligar amanhã  tenho aula. 

O celular desperta e acordo com um pulo da cama ponho minha melhor roupa,  meu melhor sapato me arrumo e vou,  não  era tão  longe de casa então fui de apé mesmo. 

Quando  estava quase entrando vi os alunos entrando,   a escola como tudo era lindo parecia um sonho,  porém  qando entrei  todos me olhavam como uma alienígena  que chegou na terra.  Vou pra diretoria e a diretora me diz:

-olá deve ser a Carolina, muito bem seja bem-vinda à  escola

-obrigada

-já aviso que muitos alunos vindos do Brasil como você  voltaram pra casa por que a pressão era muita e eles não  aguentaram portanto,  boa sorte está  et a chave de seu armário,  as regras e normas são  bem rígidas  portanto não  pise na linha,  seu uniforme se encontra no armário,  õ vista e não  venha de forma alguma sem ele porquê não  irá  entrar, boa sorte! 


Notas Finais


Obrigado por terem chegado até aqui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...