1. Spirit Fanfics >
  2. Mudando um Hétero - Jikook - >
  3. Capitulo 8

História Mudando um Hétero - Jikook - - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oi oii. espero que estejam gostando e que gosteem do capitulo <3
foi feito em tempo recorde ent talvez esteja com alguns erros ruins.vou corrigir depois <3
obrigada pelos favoritos e comentários incentivadoreess <3

Capítulo 8 - Capitulo 8


Fanfic / Fanfiction Mudando um Hétero - Jikook - - Capítulo 8 - Capitulo 8

Manhã do dia três.

Jimin foi acordado cedo por sua mãe, a “coroa” não estava nada contente com a preguiça do filho ultimamente.

- Vamo acordando, Jimin! Tu não é rico e não morreu ainda pra descansar tanto não! chegou tarde e dormiu pouco porque quis. – Senhora Park chegou abrindo a porta do quarto, falando alto e puxando os cobertores do filho.

- ai mãe... só mais 5 minutos... – Jimin reclamava com voz de sono.

- meu querido. Eu te conheço! 5 minutos pra você são duas horas! Bora! Pode tratar de se levantar. – disse abrindo as janelas. – deu uma de Cinderela ontem, vai trabalhar que nem ela hoje.

Depois de ter feito todo o trabalho que tinha pra fazer, Jimin tomou banho e foi conversar por mensagem com Mina.

Fadinha da guarda. (Era como estava agendado o numero de Mina)

- Simm! Eu to tão feliz!!!

- Jimin. Tua mãe não te deixou de castigo...? ‘-‘

- Sim ;-;

- e qual é o castigo...?

- Não sair de casa à noite... AI MEU DEUS! E AGORA?!

- bom... eu tenho uma idéia...

Mina narrando.

Aish... o que eu fui fazer me apaixonando por uma pessoa que nunca vai retribuir do mesmo jeito?... – pensei dando uma risada negativa.

 - Sério?! Qual a idéia?!

- Foge. Tua mãe é ruim de visão né? Bem ruim. Eu fico no teu lugar. Caso tenha se esquecido, eu sou ótima imitando sua voz. Quase idêntica. Visto suas roupas e prendo o cabelo.

- Você faria isso por mim...?

- é claro que eu faria. Eu te adoro.

Meu coração se partia cada dia mais, mas Jimin estava feliz então era um mal bem vindo.

Narradora.

14h00min da tarde.

Como Jimin tinha praticamente prometido de sair com Tinah (a garota que o vinha amando) tratou logo de se arrumar e encontrá-la no parque florestal perto dali. Era ali perto que haveria o festival.

Ambos estavam sentados na toalha que tinham estendido sobre a grama.

- Então... Jimin oppa... eu queria dizer pra você... que eu acho que estou a... –Tinah tinha dificuldades em terminar a frase por estar muito envergonhada.

- Tinah... não me chame de oppa... é estranho. – Jimin disse sem graça.

- é que eu... eu! – Tinah ficou de joelhos se inclinando para o lado dele, tinha pego em seu braço e tentava se aproximar mais, mas o garoto se afastava sem entender.

Sim, Jimin era um idiota pra entender sentimentos... não era a toa que nunca tinha percebido que Mina o amava.

- Olá, Jimin. – uma voz conhecida foi ouvida e a garota se afastou.

- OH. Kook! – Jimin disse surpreso. – o que estava fazendo por aqui?

- Vim ver como estavam ficando as coisas para o festival – sorriu doce ao responder. – e essa moça? É sua namorada? – perguntou meio incômodo mas disfarçando com um sorriso

- que? Nãao, ela é minha amiga. – Jimin disse entre risadas sem perceber como Tinah tinha ficado meio frustrada

- Oh! – Jungkook sorriu feliz e riu também. – Enfim... acho melhor eu ir indo, não quero atrapalhar a Tinah. – Jungkook sorriu (diria que meio debochado)

Ciúmes? É, acho que sim. O garoto já apresentava esses sinais de incomodo por Jimin havia um bom tempo.

Depois de ter sumido, Jungkook enviou essa mensagem para Jimin: Tome cuidado ao voltar para casa. Não a deixe se aproximar tanto de você, ela pode confundir as coisas. Abraço.

Jimin apenas sorriu e guardou o celular.

- Jimin! Eu gosto de você! – Tinah disse rapidamente o abraçando.

- huh? Tipo um aamigo gosta de um amigo? – Jimin perguntou confuso.

- tipo... tipo uma namorada... – ela disse envergonhada.

- Oh... Tinah... eu já... já tenho uma pessoa que eu goste... – Jimin disse triste por ela.

Depois disso, Tinah estava tão envergonhada que queria ir embora. Então ambos foram. Jimin sendo gentil lhe levou até sua casa e depois voltou até à sua colocando o plano em andamento.

Mina entrou escondida na casa dele, vestiu suas roupas e o ajudou a se arrumar para o festival.

Mina narrando.

- tem certeza de que não quer ir ao festival? – Jimin me perguntou preocupado.

- odeio festas onde as pessoas dançam, gritam e ficam coladas umas nas outras... fora que fogos de artifício me assustam. Acho que vou me divertir sendo você por algumas horas. – ri.

- aishh! Você é tão boa pra mim!! – Jimin disse me abraçando. – eu te amo demais, Fadinha! – ele disse feliz por ir finalmente se declarar.

Eu definitivamente odeio ouvir isso de você, Jimin...

Meu coração novamente se partiu e uma tristeza tomou conta de mim.

- eu também amo você, idiota. – ri.  – agora vai lá, que eu já pequei os óculos da sua mãe. vou distrair a coroa pra você. – disse sorrindo e mostrando um positivo com a mão.

- Sim!

Fogos de artifício hein... a ultima vez que os vi, estava junto de minha falecida avó...

Narradora.

Jimin se encontrou com Jungkook no metrô, que era onde tinham combinado.

Jimin se sentou num dos bancos procurando por Jungkook, mas não o achara.

- será que se atrasou...? –Jimin perguntou-se baixinho.

Em poucos segundos teve sua visão tampada por duas mãos em seu rosto.

- é pra eu adivinhar quem é...? – Jimin perguntou sorrindo.

A pessoa balançou levemente sua cabeça lhe respondendo sua pergunta.

- deixa eu ver... – se fez pensativo.

- heey. Como assim deixa eu ver? Estava esperando mais alguém? – Jungkook disse descobrindo os olhos de Jimin e indo pra frente dele

- um garoto super bonito... de cabelos pretos, sorrido de coelho... maior pouca coisa que eu. – Jimin disse brincando.

- achou. Vamos indo – Jungkook sorriu ao pegar na mão de Jimin e sair arrastando-o para o trem.

Tudo certo, se o vagão não estivesse lotado... nah! Lotado lotaaado não tava... tinha sobrado um lugarzinho só. Uma das ultimas poltronas do lugar.

- sério?... – Jimin disse meio preguiçoso.

- venha. – Jungkook disse puxando-o para lá.

- mas só tem um lugar perto daquela velhinha;-;

- eu sei. – disse ao chegar à poltrona e se sentar.

Êh? ;-; esperto... -.- Jimin pensou

Seu pensamento foi mudado quando Jungkook o puxou para que se sentasse em seu colo.

- êeeh?! – Jimin fez incrédulo e derretendo de amores

- vocês dois são irmãos? – a doce idosa perguntou sorridente.

Antes de Jimin abrir a boca, Jungkook respondeu.

- ele é meu bichinho de estimação. – respondeu e abriu um sorriso lindo e radiante enquanto abraçava Jimin pelas costas.

(...)

Após chegarem ao campo das flores...

- nossa esse lugar está tão lindoo! – Jimin disse muito feliz e impressionado.

- sim. eu sabia que gostaria. – disse ainda segurado à mão do mindinho de criança.

- olha! Uma barraca de dardos! Vamos jogar! – disse apontando para uma das barraquinhas que tinham ali.

- sim! Vamos lá! Mas perai? Quais os prêmios?

- acho que aqueles dois moletons de melhores amigos... é o que parece.

- O importante é competir. – Jungkook disse sorridente. – vamos.

- o importante é vencer. -.- se a gente perder eu boto barraca a baaixo!

Jimin disse todo competitivo, o que fez com que Jungkook só continuasse a confirmar cada vez mais seu sentimento.

- doido. – riu baixinho de Jimin

Resultado da brincadeira. Jimin errou tudo quanto foi dardo... já Jungkook acertou todos os 3 primeiros que ele pegou.

- aish... por que você tem que ser tão bom em tudo... -.- ? – Jimin perguntou se sentindo um fracasso.

- não seja bobo. – Jungkook riu e jogou um dos moletons para Jimin.

- huh? Pra mim?- Jimin perguntou morrendo de amores por dentro.

- só joguei por sua causa. – sorriu “protetor”.

- obrigado... – Jimin disse mais envergonhado que nunca. – escute. Eu quero falar uma coisa pra você hoje...

- oh. eu também! quer esperar até à meia noite? – Jungkook perguntou docemente

- sim!

Então os garotos aproveitaram muito o festival, brincaram em todas as barracas, riram de si mesmos ao errarem coisas obvias, comeram muito...

Num penhasco onde a vista para os fogos e tudo mais seria melhor, Jungkook e Jimin ficaram. Lá tinha uma grade de proteção, parecido a um corrimão. Estavam em sileencio pensando em como se confessarem assim que desse meia noite.

- Jimin... você já se sentiu estranho em relação à outra pessoa do mesmo sexo que você...? tipo... gostar muito muito dela?! praticamente amar...? – Jungkook perguntou olhando para o céu onde os fogos começavam a explodir.

- eu me sinto assim com você... – Jimin disse morrendo de vergonha, mas tomando coragem pra fazer o que queria fazer.

- sério? – Jungkook perguntou mais confiante. – sabe! Ultimamente você me fez pensar bastante em que tipo de amor eu sentia por você... – Jungkook riu coçando a nuca. – eu nunca senti ciúmes de outro amigo como sinto de você, nem sinto vontade de vê-los o tempo inteiro, não me preocupo tanto... e eu não diria que tenho vontade de abraçá-los a apertá-los o tempo inteiro também – riu sem graça.

- eu sei como é. Eu diria que sou apaixonado por você já faz um tempo. – Jimin disse já se sentindo confortável, mas olhando pra baixo.

- acho que sei o que sinto, mas estou confuso e inseguro... pode me ajudar a entender? – Jungkook perguntou para Jimin (que continuava a olhar para baixo.

- como? Como posso te ajudar?

- deixe-me testar meu coração numa coisa. – Jungkook sorriu ao dizer e então segurou com suas mãos o rosto de Jimin. Levantando o mesmo para si e carinhosamente beijando sua boca.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...