História Muito Além do Desejo - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Vivianne Pasmanter
Personagens Personagens Originais
Tags Daniel Rocha, Humberto Martins, Vivianne Pasmanter
Visualizações 74
Palavras 1.539
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Escrevi essa história no início de 2011. Estou a adaptando para os tempos atuais.

História com TEOR altamente ERÓTICO.

Capítulo 6 - Mulher nenhuma me deixa nessa situação!


Fanfic / Fanfiction Muito Além do Desejo - Capítulo 6 - Mulher nenhuma me deixa nessa situação!

01

 

Passam-se algumas semanas. Ricardo sempre tenta entrar em contato com Lídia que não atente. Ela acha que se afastando de vez será o melhor para ambos.

Em uma noite de sexta-feira Lídia está chegando em casa, quando ela se depara com o carro de Ricardo e este de pé apoiado ao mesmo, estacionado à sua porta.

Lídia se aproxima.

 

Lídia – Ricardo!

 

Ricardo – Por que não atendeu aos meus telefonemas?

 

Lídia dá uma suspirada.

 

Lídia – Acho que é o melhor para nós dois.

 

Ricardo – O melhor para nós dois?

 

Lídia – Ricardo, você é casado! É pai da namorada do meu filho. A nossa relação não tem lógica!

 

Ricardo – se aproximando – Você se preocupa com isso? Não se preocupou quando estivemos juntos pela última vez!

 

Lídia – Agimos no impulso!

 

Ricardo – Eu não agi no impulso! Fiquei com você muito bem consciente! Porque eu quis! Desejei! – Ricardo chega bem próximo à Lídia e sussurra – Assim como te desejo ainda!

 

Lídia se esquiva de Ricardo, olhando na direção da sua casa.

 

Lídia – Vá embora Ricardo! O meu filho pode estar em casa.

 

Ricardo – Ele não está. Eu vi quando ele saiu.

 

Lídia – Mesmo assim quero que você vá!

 

Ricardo abre a porta do carro e num lapso segura Lídia pelo braço e a induz a entrar no carro.

 

Ricardo – Entra!

 

Lídia – Eu não vou entrar!

 

Ricardo – Vamos só conversar. Não vai levar muito tempo.

 

Certa de que se tiver essa referida conversa com Ricardo, este tão logo a deixará em paz, Lídia resolve atende-lo, entrando no carro. Ricardo dá uma risada de banda e vai em direção ao lado do motorista, logo entrando no carro.

Ricardo fita Lídia de cima em baixo, olhando suas curvas dentro de um vestido preto acima dos joelhos.

 

Ricardo – Senti muito sua falta.

 

Lídia – Vamos ao que interessa Ricardo!

 

Ricardo olha para a frente e dá a partida no carro.

 

Lídia – Para onde você vai me levar? Para esse carro!

 

02

 

Ricardo e Lídia chegam no apartamento deste. Inicialmente ela resistira, mas logo acaba concordando que ali seja o melhor lugar para que ambos possam ter uma conversa definitiva.

 

Ricardo – Quer beber alguma coisa?

 

Lídia – vindo de encontro à Ricardo - Vamos direto ao assunto!

 

Lídia segura em Ricardo pela nuca e começa a beija-lo. Ele corresponde, pois era isso que na verdade ele queria. Ricardo percorre com suas mãos pelas costas de Lídia, passeando-a, até chegar em sua bunda, apertando-a, comprimindo Lídia contra si.

 

Ricardo – sussurrando – Seja sempre minha! Não se afaste mais de mim!

 

Lídia nada responde, pois não quer comprometer-se. Ela apenas continua a beijar Ricardo, desabotoando a blusa deste, começando a beijar em seu peitoral. Ricardo pega Lídia nos braços e segue com esta de encontro ao quarto.

Chegando no quarto Ricardo arranca sua blusa com rapidez. Ele tem pressa, pressa em sentir seu corpo em contato com o de Lídia. Ela senta na beira da cama e puxa Ricardo contra si pelo cinto da calça. Ela passa seu rosto no dorso de Ricardo, desabotoando seu cinto e posteriormente sua calça descendo-a até os joelhos deste. Ricardo a fita com carinho, acariciando seus cabelos, pressionando sua nuca. Lídia começa a beijar o “membro” de Ricardo por cima da cueca. Ele adora, sorri enquanto Lídia repete esta ação por várias vezes.

 

Ricardo – sussurrando – Como sou louco por você Lídia! Louco!

 

Lídia para de beijar Ricardo e se apoia com as mãos na cama e desliza seu corpo até o centro da mesma. Ricardo termina de se despir, ficando apenas de cueca. Lídia fica com uma expressão sorridente, olhando para o “membro” duro de Ricardo, apontado para ela de forma saliente.

 

Lídia – num tom baixo – “Toca” uma pra mim?

 

Ricardo – Por que não “toca” você?

 

Lídia – Eu quero ver você “tocando”!

 

Ricardo dá uma risada safada e logo tira a cueca. Seu “membro” salta duro, rígido, no ponto para ser “explorado”. Ele logo começa a friccioná-lo, olhando para Lídia que olha com um sorrido safado para ele.

 

Ricardo – E o que eu vou ganhar?

 

Lídia sobe em cima da cama e começa a se despir. Ela desce o zíper do seu vestido lentamente, o deixando escorregar pelo seu corpo, revelando que estás apenas com uma calcinha fio dental. Ricardo continua a se masturbar, agora mais lentamente com os olhos vibrados no corpo da mulher que o tem enlouquecido nos últimos tempos. Num lapso ele sobe em cima da cama e agarra Lídia, começando a beijar, passando as mãos pelas suas costas, chegando até sua bunda.

 

Ricardo – sussurrando no ouvido de Lídia, e lambendo sua orelha ao mesmo tempo – Eu te quero sua safada!

 

Lídia entrelaça as pernas na cintura de Ricardo que a toma nos braços descendo da cama e indo em direção à parede. Durante o trajeto ele a beija com volúpia, percorrendo com sua boca pelo pescoço de Lídia, chegando em seus seios.

 

Ricardo – olhando Lídia nos olhos – Como gosto de prová-los!

 

Ricardo apoia Lídia na parede e num lapso arranca sua calcinha, rasgando-a. Ele adora fazer isso.

 

Lídia – sussurra no ouvido de Ricardo – Desse jeito terei que lhe pedir uma caixa de calcinhas.

 

Ricardo apenas sorri. Ele olha Lídia nos olhos e começa a beijá-la, voltando a percorrer sua boca no pescoço de Lídia que fecha os olhos, apoiando a cabeça na parede, sentindo os lábios quentes de Ricardo que continua a devorar seus seios. Ricardo segura em seu “membro” duro e o mira na “intimidade” de Lídia, deixando a cabeça quente encostada na “fenda” de Lídia que num lapso pressiona sua “intimidade” contra o “membro” de Ricardo que penetra de uma vez só, deslizando macio para dentro de Lídia que delata de prazer. Ricardo começa a fazer movimentos sutis de vai em vem enquanto continua a devorar os seios de Lídia. Ele os chupa, cada vez mais faminto. Lídia acaricia a cabeça de Ricardo, pressiona sua nuca. Apoia os braços nos ombros de Ricardo, começando a pular num entra e sai cada vez mais frenético. Ambos gemem. O cheiro de sexo começa a exalar no ambiente. Ricardo volta a beijar Lídia que corresponde, enquanto a "come" com mais voracidade. Lídia solta um gemido alto e “manhoso”. Ela goza tornando o vai e vem cada vez mais intenso. Até que a euforia das metidas de Ricardo começam a diminuir cessando por completo.

Eles se olham nos olhos, sorridentes, ofegantes. Ricardo acaricia o rosto de Lídia que logo desencaixa deste, descendo do seu colo. Lídia olha o “membro” de Ricardo, ainda duro, e dá uma risada debochada.

 

Lídia – Preciso ir embora.

 

Ricardo – O quê?

 

Lídia – começando a caminhar na direção do banheiro – Eu vou embora!

 

Ricardo – com uma expressão surpresa – Mas ainda não terminamos!

 

Lídia – olha na direção de Ricardo, sempre com um sorriso debochado no rosto – Mas eu já!

 

Ricardo vai na direção de Lídia e a segura com uma certa violência pelo braço, a jogando em cima da cama de bruços.

 

Ricardo – num tom bravio - Quem você pensa que é? Mulher nenhuma me deixa nessa situação!

 

Ricardo se ajoelha em cima de Lídia, com o corpo desta por entre as pernas dele. Ele segura em seu “membro” que permanece duro latejando de prazer e com a outra mão abre Lídia por trás que mantém a mesma risada debochada.

 

Lídia – em tom de ironia – O que você vai fazer? Vai me violentar?

 

Ricardo – Se preciso for, assim eu o farei!

 

Ricardo mira todo seu prazer no ânus de Lídia a penetrando sem dó, de uma vez só, mexendo os quadris para seu pau duro invadir  Lídia que delata permitindo que o "membro" de Ricardo seja “engolido” por completo. Lídia dá um grito alto e seco. Ricardo desce seu corpo até o de Lídia passa seu rosto no desta,  e sussurra em seu ouvido.

 

Ricardo – Pensa que eu não sei que é disso que você adora!

 

Ele começa a mexer, num vai e vem inicialmente lento, mas cada vez mais veloz. Lídia começa a gemer cada vez mais progressivamente. Ela fecha os olhos, se contorce. Ricardo não poupa esforços, soca dentro de Lídia até perder as forças. Até sentir que irá gozar. A ponto de explodir Ricardo se desencaixa de Lídia e começa a friccionar seu “membro”. Ela fica quieta, deitada de bruços, respirando baixinho, ainda ofegantes. Ricardo goza sobre a pele delicada daquela mulher que tem o dom de o enlouquecer. Ele se lança ao lado de dela. Ambos não falam nada, ficam quietos se recuperando daquele momento de prazer.

 

Após alguns minutos Lídia levanta e vai em direção ao banheiro. Ricardo vai atrás e quando coloca a mão na maçaneta percebe que Lídia havia trancado a porta. Após alguns minutos Lídia volta de banho tomado.

 

Ricardo – Achei que fôssemos tomar banho juntos.

 

Lídia – num tom frio - Não depois do que você fez!

 

Ricardo – O que eu fiz?

 

Lídia começa a se arrumar em silêncio.

 

Ricardo – O que eu fiz Lídia?

 

Lídia usa seu vestido, pega a sandália e a bolsa e olha na direção de Ricardo.

 

Lídia – Acho melhor nós não nos vermos mais.

 

Ricardo – Como assim não nos vermos? – Ricardo segura no braço de Lídia – O que aconteceu afinal Lídia?

 

Lídia – Tudo que não devia ter acontecido!

 

Lídia puxa seu braço e vai em direção à saída.

 

Continua...


Notas Finais


Feedback, please!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...