História Muito Mais Do Que Uma Garota - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Sobrenatural, Suspanse, Terror
Visualizações 3
Palavras 608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Fantasia, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem!! 🖤

Capítulo 6 - Quinta, 15 setembro


[Triiiin Triiin- 06:30h]

Que puta que pariu a merda do despertador, eu não quero ir para a escola! Eu quero ficar em casa deitada na cama!! 

[Triiin Triiin-07:30h]

Quando olho para o telemóvel para desligar o segundo despertador até me assusto com as horas! Levanto-me a correr, visto a primeira coisa que me aparece, arranjo-me a correr e vou até a cozinha.

[Brrr Brrr]

[Uma Chamada de Sandrina não atendida]

MERDAAAA! Lembrei-me agora que tenho a Sandrina à minha espera a porta de casa pra ir-mos apanhar o autocarro juntas. Agarrei na mochila meti-a às costas quando reparei que estava descalça voltei para trás e desta vez saí de casa com as botas nos pés. 

Olhei para o relógio faltavam 10 minutos para o autocarro, saí de casa e lá estava a Sandrina a espera e foi nesse momento que desatamos as duas a correr para apanhar o autocarro, se não ficavamos a pé e de minha casa a escola um pouco longe. 

Quando chegamos à paragem o autocarro estava a arrancar, foi uma sorte termos chegado a tempo. Quando finalmente conseguimos entrar dentro do autocarro, recebo uma chamada da minha mãe a dizer que o meu pai queria estar comigo. 

[O meu pai só o conheço a 3/4 anos e estamos juntos 1 vez por mês e ás vezes nem chega a tanto, só o vejo quando decido ir visitá-lo... É que ele está preso.] 

Quando a minha mãe me ligou a dizer que o meu pai me queria ver eu já sabia que ia sair asneira, só podia sair asneira ele não me chama para estar comigo, logo pensei logo que ele já tinha algo para eu fazer. 

E eu andava perdida nestes meus pensamentos quando mais uma vez sou salva pela Sandrina, se não fosse ela eu não saía na nossa paragem. Saímos do autocarro e fomos para as aulas, minha primeira aula foi logo de matemática, deu para me distrair  visto que eu amo matemática, depois tive GID e GPPD.

É estranho mas hoje até que me consegui concentrar, ao início pensei que não ia conseguir concentrar-me mas afinal ali estava eu concentrada nas aulas e tudo só para não pensar no meu pai e no que ele me vai pedir porque já sei que coisa boa dali não vai sair.

Tive a tarde toda com a Sandrina tivemos a almoçar, tiramos fotos juntas e muito mais.

Até que o meu melhor amigo me ligou e tivemos a falar, melhor dizendo ele teve a falar e a desabafar sobre a ex-namorada pelo que parece o meu melhor amigo acabou tudo com ela, parece que finalmente se fartou de fazer figura de idiota e foi para Santarém, ele ter acabado com ela deu-me alguma esperança, não gosto é da ideia de ele ter ido para Santarém, primeiro porque lá não tem net e segundo porque é lá que vive a ‘noiva’ dele, ele como é cigano casa se quando quiser com a cigana que lhe esta destinada, e eles sempre gostaram um do outro mas como ela era muito nova e começou a namorar, eles não se casaram, mas agora ela está solteira e ele também nada os impede. Ele ainda pensa nela e ela nele, e o que me dá raiva é que agora eles podem se casar, eu não quero que isso aconteça mas pode acontecer.  

Quando desliguei a chamada com ele fui ao cinema e jantar fora com a Sandrina. E como estava tarde os pais dela convidaram para dormir em casa dela e eu aceitei. 

A noite foi boa, ficamos a conversar até adormecer-mos foi realmente muito bom ter maneira de me distrair e não pensar em mais nada.


Notas Finais


Comentem o que estão a achar até agora. 🖤🔐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...