1. Spirit Fanfics >
  2. Mundo Anime 2 >
  3. De Volta!

História Mundo Anime 2 - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom essa fic é baseada nos meus sonhos de como seria eu entrar no mundo anime, mas dessa vez numa versão mais adulta e misturando mundos como Dragon Ball z, Yu Yu Hakusho, e Saint Seya,. O que aconteceria se juntarmos os caras mais foda dos animes Vegeta, Hiei e Ikki, isso vai acabar bem?, leiam a fic.

Capítulo 1 - De Volta!


Fanfic / Fanfiction Mundo Anime 2 - Capítulo 1 - De Volta!

Oi gente lembram-se de mim? exatamente a Karlinha, estou de volta!, e mais uma vez voltando para contar para vocês que eu voltei ao mundo anime de novo, o que posso dizer pra vocês?, foi melhor?, foi pior que a outra viagem?, Hã digamos que não foi exatamente como eu imaginei, pra falar a verdade sempre quando caio nesse mundo nada é o que eu realmente queria.

Mas até que da primeira vez foi boa né?, um beijo do Trunks, sendo carregada pelo o homão do Vegeta! Ahh, foi até que legal, mas seria perfeito se eu tivesse encontrado com ele sem ser casado né?, ai eu não me responderia por mim!, sendo do mundo deles ou não eu ia mostrar a que eu vim, rsss(risada maliciosa)

Enfim eu estava vivendo a minha vida muito bem, de forma normal, trabalhando, cuidando da família, uma época um pouco conturbada para mim, pois eu acabei que me tornando solteira na pista, é isso mesmo eu e o retardado do meu ex, terminamos, eu ele éramos como Vegeta e Bulma, mas ao contrario dele, ele tinha um pouco de Yancha no seu ser se é que me entendem né?.

Se fosse um Vegeta digno honraria o compromisso e não cairia no papinho de qualquer uma, mas enfim, não estou aqui para falar dele muito menos de mim.

Quero mais que ele suma da minha vida para sempre, nesse ponto sou igual a Bulma vacilou, então vida que segue que a onda tem muito peixe no mar se é que entende?, ta ai porque a azulada conseguiu um cara melhor do que Yancha.

Bom tudo ia bem, eu andava pelas as ruas por ai, estava meia que cansada, sentei num banco de uma praça e pequei meu celular e resolvi responder as mensagens que minhas amigas mandaram, o assunto era claro eu e meu ex:

- amiga fiquei sabendo de vocês que chato, nossa vocês ficaram tanto tempo juntos, mas você não quer dar uma chance para ele não? ele tava meio que bêbado não sabia o que fazia!

E eu respondi:

- ah ta!, o mal dos fracos é colocar desculpa na bebida, ele fez o que fez porque quis e não quero mais falar mais sobre isso amiga!

E então desliguei o celular e baixei a cabeça e fiquei pensando:

- ah cara eu solteira?, que uoo e o pior faltando pouco para o dia dos namorados mas enfim!

Derepente eu olho para o banco da frente e reconheço um rosto acompanhado de uma senhora, muito alegre dai eu pensei:

- será quem eu estou pensando?

Olhei mais de perto, eu sou uo para enxergar a distancia então que eu percebi que eu conhecia aquele rosto, me levantei e me aproximei do senhor:

- ora, ora mas é o senhor mesmo vovô?

O senhor me olha meio que surpreendido, e então solta um sorriso e diz:

- ora mas não é a jovem Karla?

Eu sorrio para ele e digo:

- sim , sim sou como o senhor está?

Ele olha para mim e responde:

- estou ótimo, melhor do que nunca!(falou ele olhando para o lado , se referindo a senhora do lado)

Então ele diz:

- quero que conheça a minha namorada senhora Rose!

Eu olho para ele meio que espantada e pergunto:

- namorada?, o senhor tem uma namorada?

Ele então sorri e diz:

- é parece que aquele mercado me dá sorte mesmo, sempre encontro pessoas legais lá, primeiro conheci você e agora ela, tudo numa fila de mercado, trocando informações de produtos de limpeza!

Eu fico sem graça e digo:

- ah que bom para você vovô!

Dai eu penso: mas que droga eu acabo que ficando sem namorado e um velho desses consegue se arranjar por ai bem próximo dos dias dos namorados, nossa eu to muito bem na fita.

Os dois ficam muito mimados, dando beijos e caricias, tudo o que eu não queria ver no momento, a felicidade dos dois me incomodava, os risinhos os apelidos , afe ninguém merece então eu com a minha famosa cara de não gostei me despeço deles e digo:

-bom foi bom rever você vovô,e foi um prazer conhecer a senhora, mas eu tenho que ir então bye!

Quando eu já estava quase me desgarrando daquele casal de idosos super apaixonados o velho me diz:

- espere para onde vai?, por que está com essa cara irritada, eu falei alguma coisa que você não gostou?

Eu me viro para ele e digo:

- na moral vovô, não que seja da sua conta, mas eu estou aqui sentada no banco da praça, curtindo a minha sofrência, a minha fossa!(me lembrei da música do Bruno e Marrone, “Dormi na praça” só que dormi eu não dormi, eu apenas tinha pensando no individuo, sim exatamente, uma das minhas antigas manias quando eu brigava com ele, era chamar ele de individuo, e ainda continuo o chamando.

Enfim ele me olhou desconfiado e perguntou :

- como assim garota?

Eu fico meia que sem paciência mas encurto o assunto:

- pois é vovô a loira aqui está sozinha, sabe como é eu terminei com meu namorado, então essas coisas de casal não me ajuda nada pelo o que estou passando, pra falar verdade eu vou indo pra casa pra colocar umas músicas bem altas como “Evanescence “ e “ Link Park” (nessas horas o rock é bom, se tiver de gritar, grita rss) apesar que o Evanescence me deixava um pouco mais pra baixo, as letras, o tom da música enfim, eu queria sair daquela praça, foi ai que ele viu a minha expressão um pouco triste e chateada e disse:

- espera!, eu posso fazer algo para te ajudar?

- que Mané? Ajudar vovô?, você virou o juiz da paz, mas no momento eu to em guerra, deixa eu sozinha que eu fico bem assim!

Mas ele me olhou intensamente e pegou no meu braço numa insistência e disse:

- sei de algo que possa ajudar!

Eu olhei para ele virando os olhos e disse:

- sei!

Então ele olha para mim e diz:

- deixa eu te ajudar, garanto que você vai se sentir melhor!

Eu olho para ele desconfiada mas de tanto que ele insistiu eu topei, ele abre um sorriso e então diz:

- vamos para minha casa?

Eu olhei para ele e cortei:

- olha maldade hem vovô, eu não to carente para ficar com um velho não!

O velho ficou sem graça e então respondeu:

- não é nada disso garota, Rose também vai com a gente, eu e ela estamos morando juntos melhor pra você?

Eu olho para os dois impressionada e digo:

- ah ta ok então!( fiquei pensando o velho já está morando junto com a velha, e eu com um relacionamento de 5 anos com o safado do individuo, e ele nunca me propôs isso)

Sem delongas chegamos a casa do velho e diga-se de passagem a casa estava diferente!, rapaz como uma mulher faz diferença na vida de um homem, a casa parecia de boneca, toda cheirosa, perfumada, arrumada, com coisas novas, adornos, nossa eu fiquei admirada do tamanho do capricho que aquela mulher tinha.

Então eu sentei no sofá e coloquei o meu cotovelo no braço do sofá e perguntei:

- e agora vovô?, o que é que você tem ai para me ajudar?, bebida, um encontro as escuras?, um gigolo?(falou eu brincando)

O velho me olha e responde:

- mas tú tem uma mente suja em garota, cadê a sua pureza, você é só uma menina!

Eu olho pro velho com um sorriso de canto e digo:

- eu sou pura vovô!, pura maldade!(falei eu com um olhar bem sádico)

O vovô até ficou com medo de mim, acho que ele pensava que era mais provável ele ter medo de mim do que eu dele, e então ele fica a minha frente e diz:

- que tal você ir ao mundo anime de novo?

Eu fico surpresa com a pergunta e digo:

- o que?, de novo?, fazer o que lá?, lembra que da ultima vez você quase me transformou em um personagem oficial?

O vovô sorri meio sem graça e responde:

- aquilo foi uma fatalidade o importante que tudo saiu bem, você está aqui não está?

Eu viro a cabeça , pois sabia que ele estava com a razão e então pergunto:

- mas o que a minha ida ao mundo anime vai me trazer de bom?, eu to chateada, magoada, com raiva!, acho que com poderes vou matar todo o mundo!(falei eu com um tom bem stressada)

Então o vovô olha para mim e diz:

- calma!, não vamos matar ninguém ok?, pense, lá você poderá ver pessoas que você gosta como...

- Vegeta!( completei)

- exatamente!(falou ele sorrindo para mim)

Eu fico até um pouco animada mas então me justifico:

- ah vovô, na moral Vegeta não tem como ter nada comigo. Ele é casado já disse, e quanto ao Trunks ele me beijou mas acho que foi por pena sabiá?, ele gosta da idiota da Mai, e eu vendo esse grupo de casalzinho vai me fazer sentir com mais raiva de todos!

Então o velho me interrompe e diz:

- e se eu disser pra você que tenho novidades!

- novidades?, que novidades?(ai despertou meu interesse, minha curiosidade de sagitário de experimentar novos ares, e coisas novas)

E então ele começa a me explicar:

- eu agora não só posso colocar você de volta no mundo anime, no tempo que você quer, como posso programar os personagens que você quer encontrar, e ainda digo mais posso programar uma seqüência de animes diferentes, já jogando no automático!

Eu fico olhando para o velho meia que sem entender e pergunto:

- como assim não entendi?

Então ele dá um sorriso e diz:

- não tem quando você programa a sua televisão para passar as programações que você quer?

- tem!

- então!, é isso que você vai vivenciar, primeiro você vai entrar no primeiro anime escolhido por você, logo em seguida, você seguirá para outro anime de sua escolha, e tudo isso tendo a principal característica de você encontrar com os personagens da sua escolha!

- brincou!(falei eu toda animada)

O velho dá um sorriso e diz:

- gostou né?, sabia que iria gostar então topa?

Eu fico elétrica e então pergunto:

- quer dizer que posso fazer uma seqüência automática de animes né?

- isso mesmo!, ah, mas somente poderá escolher dois personagens de sua preferência para poder se encontrar com ele!

Eu olho para o velho animadona, aquilo me deu um gás, e então eu falei:

- borá nessa!

E então ele começou a preparar o artefato místico e me pergunta:

- para onde deseja ir?

Eu olho para ele com uma cara de nossa que obvio!, você não sabe, ele logo entende e diz:

- já sei não precisa falar, mundo dragon Ball né?

Eu mexo a cabeça com o sinal de afirmação e ele então começa a configurar , em seguida ele me faz outra pergunta:

- os personagens principais para se encontrar é Vegeta e o filho dele não é mesmo?

Eu então novamente faço sinal de afirmação com a cabeça, e logo ele me lança outra pergunta:

- qual o nome do filho dele mesmo?

- Trunks!(respondi animada)

E então o velho configurou os dois nomes, e logo ele me faz outra pergunta:

- depois desse mundo para qual você quer ir?

Nem demorei a responder:

- Yu Yu Hakusho!

Novamente o velho configura o artefato e me faz outra pergunta:

- quais os personagens de preferência?

- Hiei e Kurama!

O Velho continua a mexer no artefato e então diz:

- somente esses mundos ou quer mais um?, acho que só mais um ta bom não é mesmo?, qual você quer ir?

Eu olho para o velho e respondo:

- velho eu to boladona, quantos mundos eu puder ir eu vou, e vou sair batendo em geral, o senhor percebeu que só to escolhendo anime de pancadaria?

O velho me olhou sem graça e responde:

- e verdade agora que reparei!, tá bom manda mais um e chega!, já estou cansado, Rose faz um café pra gente por favor!(falou ele pedindo gentilmente a sua namorada)

Eu nem demoro a responder:

- Cavaleiros do zodíaco!

Antes de ele me perguntar eu já respondo:

- Hyoga e Ikki!

O velho para e olha para mim e começa a pensar, nossa essa menina tem um gosto tão estranho para personagens, Ikki?, Hiei, são personagens tão frios, tão distantes, - Essa menina deve adorar um bad boy, imagino eu como era o ex dele( provavelmente ele deve ter pensado isso).

Tá certo gente, eu sou uma garota do contra mesmo, eu sempre fui gamadona nos anti-herois,não sei porque, gosto de ser bem tratada mas também amo homens com autoridade, força confiança em sí, e é claro amo a beleza também Hyoga me conquistou pela a história dele, perder uma mãe não é fácil!, e pela a beleza dele, nossa olhos azuis, loiros, muito lindo!, Hiei aquele sujeito marrento, com autoridade, pequeno mas cheio de marra, nossa me lembra até um ex meu, que era assim baixo mas cara batia de frente com tudo, era tudo de bom, discutíamos, brigamos, mas nos amávamos, ai daquele que tocasse em mim.

Me fez lembrar de uma vez do meu ex que quando um primo dele me conheceu se apaixonou por mim e sem delongas ele se declarou para mim e tudo, ele veio e chegou para o primo e disse: - quer brincar com a morte rapá?

Ai aquilo foi show, o ciúme dele por mim, aquelas coisas loucas de homem bad boy, a nossa intimidade, nossa, apesar de tudo ele sempre me tratou como sua linda e sua princesa, , o cara tem que  ter extinto protetor e do tipo macho dominante mesmo, que Mané ficar parado, calado sem atitude o que me encanta é a atitude de um homem bem resolvido,pois eu sou uma garota resolvida, sei o que quero e não quero.

Enfim o velho aprontou tudo para minha partida me entregou a famosa maleta preta com roupas, e eu mesma já tinha me programado para a minha ida, minhas roupas já tinham sido escolhidas.

Então eu falei para o velho:

- programa ai para eu encontrar com o Vegeta ok?, vai ser bom vê-lo de novo apesar de tudo!

E então ele me faz um sinal de ok, e novamente eu coloco a mão no artefato místico e rapidamente sou levada para o mundo dragon Ball.

Logo que chequei, percebi e reconheci o cenário, e então falei:

- ahhh! Estou de volta!, vai ser bom me distrair um pouco, com raiva eu posso acabar contra aqueles que me encherem o saco, coisa que no mundo real se fizer isso vou presa rsss!

Eu chequei causando,estava vestida com um short preto  com um cinto prateado, uma camiseta preta, e um casaco preto e botas pretas,e um cordão de prata, e é claro com a minha espada né?, dessa vez não tinha como eu ser surpreendida por nenhum vento, estava devidamente vestida para matar, linda e bela e mortalmente perigosa, uma combinação perfeita!.(imagem acima)

Assim que chequei no mundo anime, eu comecei a reparar em algumas coisas que me chamaram a atenção, e comecei a pensar:

- estranho esse cenário me lembra muito a saga em Namey, mas é claro que eu não estou nessa saga, obvio que não!

Derepente um ser passa rápido voando acima de mim nova velocidade e então eu começo a segui-lo para tentar ver quem é e bem atrás dele percebo aqueles cabelos negros que desafiam qualquer gravidade, sim! era ele Vegeta!

Ele continua voando então eu o grito:

- Vegeta!

Ele para de voar em velocidade, e se depara de frente a mim e diz:

- quem é você?, de onde você me conhece?

Eu olho pra ele meio que surpreendida e digo:

- ah para de besteira Vegeta, sou eu a Kay sua amiga lembra de mim?

Ele faz uma cara de poucos amigos e diz:

- idiota eu não tenho amigos, e nunca a vi na minha vida se não quiser morrer, para de me seguir e de me atrapalhar!

Logo depois ele saiu voando, eu fiquei meia sem entender e logo bem lá na frente sinto o ki, de Picolo e Gohan, ele estava pequeno e também de Kuririm foi ai que me liquei:

- droga eu estou na saga de Namey, a saga que Vegeta é um matador implacável, a saga que Freeza aparece,!

Nesse momento eu levanto os meus punhos com muita raiva e digo em voz alta:

- seu velho safado mais um vez você me enganou, me trouxe ao tempo errado!

Derepente uma voz aparece e diz:

- Karla me desculpa! mas lembra? que da primeira vez, você quis ir nessa saga e eu não a deixei, então eu resolvi reparar o meu erro, decidi colocar você nessa saga propriamente dita onde o seu Vegeta está solteiro, o que acha mandei bem né?(perguntou ele muito animado e confiante com o que fizera)

Eu fico mais bolada do que nunca, meus olhos chegam a mudar de cor e então eu digo:

- velho idiota, você tinha que ter me levado naquela época para perto de Vegeta, não agora, aqui ele nem me conhece, e nem sabe quem eu sou, eu pensei que veria Vegeta novamente o mesmo Vegeta que eu tinha me encontrado antigamente!, não esse Vegeta assassino, que eu acabo de encontrar!

O velho fica com a voz meia rouca sem graça e diz:

- ahh me desculpe, é verdade agora você falando desse jeito, percebi que não foi uma boa idéia,! Puxa me desculpe!

Eu olho para tela da Tv e digo:

- velho você só piora a sua situação comigo!

O velho fica muito sem graça e até um pouco de medo de mim e então eu pergunto:

- diga-me uma coisa!, você colocou o nome de Vegeta e Trunks não é mesmo?, ou você colocou apenas o nome de Vegeta?

O velho mais uma vez fica mudo eu fico bolada e digo:

- FALA DE UMA VEZ!

Então ele tenta se justificar:

- bom você disse que não queria ver o Trunks com a Mai!, não queria ver casais!, achei que essa saga seria melhor para você e Vegeta se entenderem, já que ele está solteiro, e ai não tem nenhum casalzinho para te irritar!

Eu respiro fundo, e penso a lógica do velho, não tava totalmente errada não, mas eu pensava que eu estava com muita raiva de tudo e de todos, e eu com esse gênio e personalidade não teria como eu me aproximar de Vegeta, já que ele nessa época está um poço de crueldade, e se ele acabar batendo de frente comigo, pode crer que não vai ser beijinho que vou dar não, vai ser muito meu punho na cara dele, do jeito que conheço Vegeta vai querer me humilhar, jogar piadas infames, soltar umas gracinhas que eu sei que vou acabar revidando, ou seja vai dar ruim, acho que escolhi o tempo errado para conquistar Vegeta. Se fosse antes como antigamente eu vindo a esse lugar com o coração tranqüilo e mente, tranqüila nossa tudo iria bem, mas a parada rolou ao avesso,então penso que boa coisa não pode sair entre mim e ele não!.

Eu fico parada olhando a minha espada e penso no Trunks no beijo dele, se eu pudesse levaria o Trunks ao meu mundo e mostraria pro meu ex, o homão que coloquei no lugar dele, sujeito inteligente, sangue real, gato demaiiis!

Seria a provocação perfeita, mas calma lá!, a realidade é outra, eu tenho que conviver que estou sem ninguém dentro e fora do anime, e por mais que o beijo de Trunks foi uma loucura, cara isso tudo é só o agora!.

Logo vejo Goku mais a frente e vou em direção dele e então ele me olha e diz:

- o que ?, uma garota?, você está perdida menina?

Eu olho bolada para o retardado do Goku e digo:

- garota?, menina?, se liga Goku não é uma criança que você ta vendo, sou uma garota! mas tenho mente e corpo de uma mulher!, então me respeite!

Goku olhou todo bobo para mim e então diz:

- você me conhece?, como sabe meu nome?

Faço uma cara de bem cansada, explicar a rota de onde eu vim e para onde eu ia, era chato!, cansativo e então eu falei:

- vim de um universo alternativo, vim aqui para ajudar vocês a acabar com Freeza!

Derepente uma risada sádica, bem malvada começa a falar num tom alto, uma voz imponente, bem grave, como eu posso dizer voz de um homão, parece mais um trovão, aii uma das coisas que me encantava no Vegeta além desse jeito truculento e bad bay, era a voz ele, gente que voz sexy, imagina um homem dessas na cama?, nossa, só dele falar qualquer coisa no meu ouvido já iria a loucura! ai, ai! .Vegeta você me mata!(pensei eu, tentando acamar meu corpo e minha mente para não pensar besteiras).

E cara como não pensar besteiras com ele? naquele uniforme azul colado no corpo, com aquela armadura branca, pensei: naquele momento que minha cor preferida poderia ser azul, só de ver aquele tom, em sua pele, nossa Vegeta me levava a loucura, só de ouvi-lo falar e quando ele me encarava?

Ahh isso era uma maldade pura contra mim, Vegeta com seus olhos negros como a noite, direcionando contra mim, eu penso como poderia ser um olhar de safado de um sayajin?, e aquele sorriso de canto dele?, cara!, calma ! vai foco!, que você veio aqui para...

Dai eu paro e penso:, eu vim aqui para o que mesmo?, pra dar umas surras nos outros?, ou me acertar com o Vegeta?, eu já nem sabia qual era o meu propósito ali, mas eu tava curtindo melhor ali do que em casa com minhas músicas tristes de sofrimento.

Então voltando ao olhar e a voz grave do príncipe ele diz:

- há há!, não seja insolente, uma garota como você não tem nenhuma chance contra Freeza, que tal você voltar da onde veio?, e desaparecer daqui!, vai ser menos humilhante do que ver você chorando por ai , e não pense que eu estou aqui para salvar garotinhas indefesas, minha luta é com o Freeza eu não vim aqui brincar com meninas inconseqüentes!

Cara eu olhei para o moreno e pensei:

Vegeta sendo Vegeta, eu tenho que ter calma!, senão a parada explodi na mão dele e não de Freeza, e pensei que o cara perfeito para eu descontar minha fúria seria aquela largatixa branca e nanica. Eu voltei meus olhos para o príncipe e disse:

- não me subestime Vegeta você em outro universo paralelo lutou contra mim e bem sabe o quão forte eu sou!

Vegeta fica espantado com o que digo e rebate:

- não seja tonta eu jamais iria perder para um pirralha como você, por acaso nessa luta eu perdi para você?

Eu abaixo os olhos e respondo na sinceridade:

- na verdade não!, a luta que tivemos estava meramente empatada e não conseguimos prossegui devido hã, alguns problemas!

Vegeta fica interessado e diz:

- que tipo de problemas?, por acaso alguém interferiu na nossa luta?

Eu fico muito sem graça me lembro da cena em que Vegeta me viu quase nua,um dos meus seios a mostra por conta do confronto da batalha e então mudo de assunto:

- bem foi porque não deu mesmo!(falei muito sem graça e encerrando já o assunto)

Vegeta fica meio sem entender e então diz:

- que interessante!, que tal lutarmos para eu comprovar se o que sai da sua boca é verdade?(falou ele de modo sádico e sarcástico)

Eu olho para ele e digo:

- pode vir!


Notas Finais


Encontrei ele de novo... o que será que vai acontecer nessa luta!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...