1. Spirit Fanfics >
  2. Mundo de ilusões >
  3. Décimo Capítulo

História Mundo de ilusões - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Décimo Capítulo


Eu estava tão perplexa e surpreendida que nem eu mesma sei explicar,cada sentimento era uma mistura de curiosidade e emoção. Curiosidade para saber o que havia naquele caminho feito de luxes vermelhas e emoção porque jamais pensei que alguém poderia fazer tal coisa assim para mim,simplesmente sem palavras para ficar mais explicidas as emoções sentidas,a única é felicidade.

Fiquei em meus sentimentos profundos ,mas logo percebo uma mulher muito elegande vindo em minha dereção com um lindo bôquer de rosas vermelhas,quando ela se apróxima de mim me entrega as lindas rosas. Observo que nelas continha um pequeno envelope. Então resolvo abrir-lo.

"Cada fragrâcia tem seu aroma,cada petóla tem sua flor,cada sorriso tem sua alegria e armonia,cada sonho tem sua paixão ,mas principalmente cada sentimento tem seu explêndor..."

  De: Joaquim

  Para: Katie Ruana

  (Obs:siga as luzes,explêndor...)

Coloquei o envelope sobre o peito ,fiquei relembrando cada palavra em minha memória,e essas palavras todas se completam porque cada um destes sentimentos necessita um do outro,não existiria nenhum sem sua verdadeira essência. Coloco o envelope novamente no bôquer e sigo enfrente pelo o caminho das luzes vermelhas.

No meio do caminho há um homem de terno com uma pequena caixinha na mão,quando chego próxima dele,ele sorrir e eu retrubuio e me entrega a pequena caixa. Abrir apequena caixinha e nela havia um lindo anel que era muito gracioso com sua cor prata,com cristais cinzas,bem do lada tinha dois pequenos e no outro lado também,no centro tinha um maior do que os outro demais,fiquei maravilhada com ele,mas meu primeiro pensamento que ele custou uma nota e depois deste pensamento, éque não posso aceitar,depois deste pensamento também,"mas se eu não aceitar? Ele ficará magóado. E pensará que eu não gostei,eu adorei. Depois eu resolvo está questão.

E quando estava colocando o anel na csixinha encontro um peneninho bilheitinho todo dobradinho abaixo do lugar do anel,então retiro ele e abro e leio.

"Uma bela joía,para a pessoa mais bela que conheço....Siga enfrente explêndor."

(Obs: Katie,você estar linda hoje, como todos os dias!)

Com o coração aos saltos coloquei o bilhei e o anel na caixinha e continuei seguindo o caminho. No percuso encontro uma moça loira com uma caixa de joía,chego aonde ela estar com um sorriso me entre e eu á abro,quando visualizo me deparo com um lindo colar e uma magnífica bulseira.

O colar era uma joía encantadora com sua corrente prata,com três cristais cinzas iguais ao do anel,tinha um maior no centro e em cada lado um menor. A bulseira era delicada ela também era prata,com os mesmos cristais do anel e do colar,sor que os dela era pequenos que ficavam envolta dela,que le dava um charme especial.

E quando olhei para o lado do colar tinha um bilheite que tinha o meu nome nele e eu pego e leio.

"Quando vi estás joías não resistir de dar á você elas,lembreime somente de você,com este seu belo sorriso,com este olhar sincero que é tão belo quanto você,quando este seu olhar cinza caí sobre mim Katie,eu fico completamente maravilhado, e sor consego imaginar que você é perfeita,sei que nunca encontrarei e nem vou encontrar a pessoa mais magnífica como você..."

(Obs: siga,explêndor....)

Com os os meus sentimentos descompaçados continuo o meu caminho das luzes para ver aonde irár dar estes presentes e bilheites. E com estes elogios em meus pensamentos encontro uma mulher que sorrir para mim e me entrega outra caixinha e um envelope e percebo que já acabou as luzes vermelhas estou no final delas. E nesta caixa havia um colar cor de ouro com um pigente de coração,e logo percebo que ele era daqueles que coloca pequenas fotos dentro e eu o abro e tinha uma foto minha mas do joaquim na praia de mãos dadas olhando o pôr do sol sobre o mar com os rostos próximos sorrindo um para o outro.

Lembro detalhadamente daquele dia,foi quando ele foi ser o meu professor de pilotagem,nós tinhamos parado na praia para ver o lindo pôr do sol que estava se formando e quando estavamos olhando uma moça passa e ele vai até ela e entrega o celular e depois volta,logo ele volta e fala que desejava registrar aquele momento e queria que tirase uma foto com ele. Então fomos para mais perto da praia bem próximos mesmo que aguá molhava nossos pés,no momento que ela iria tirar o sol estava radiando seus útimos raios solares sobre o mar,e nos posicionamos,ele pega em minha mão,e pede para eu me apróximar em um sussurro,eu encosto minha cabeça perto de seu ombro,depois olho para ele e sorrir para mim,eu logo retribuio com outro sorriso. Foi um dia inesquecível,ficará na minha conta dos meus melhores dias,foi naquele momento que percebo que Joaquim era realmente especial,que fiquei encantada por ele.

Depois de tanto tempo lembrando de bons momentos,percebo que esqueci de abrir o envelope,quando o abro tem uma folha escrita que dizia:

Você sabia que a brisa do mar tem histórias? Sim histórias porque passa por todos os mares de todos os lugares,história estás que sor ele sabe o quanto é magníficas,mas se paramos para pensar,podemos falar que ele carrega de pessoas como eu e você,cada uma surge de um simples começo mas com o passar do tempo vão se aprofundando e criando suas memórias,elas começaram no local aonde a brisa se elevava,ela com o seu desejo que estes dois jovens fiquem filizes juntos dar a sua conhecidencia,ela faz que o rapaz segure a mão da moça firme e fala que ela é a mais bela de todas,ela com um sorriso agradece,ela á convida ela para aproveitar o mar. No meio do caminho vem uma onda e faz a moça caí,mas como o rapaz estava atrás dela e á segura,ela com o rosto lindo refletindo pela a luz do sol,ele tem a emoção de querer beijá-la mas resistir,os dois se levantam e vão para o mar aproveitar o seu verão. Quando estavam dentro do mar o rapaz ver um brilho que o sol estar refletindo mais no fundo e resolve ir ver ,em meios de pedras e areia encontra uma doce corrente com uma conxa com pedrinhas ao redor verde,quando abrio ela tinha uma foto de um casal,rapaz não entendia o porque da foto ainda estava lar e quando volta para a superfíce encontra a doce moça sorridente na água com um gofinho que era raro de se ver,foi até ela e a mostrou a corrente ,quando ela viu seu rosto de alegria que estava se transforma em algo que não dava para saber,o pobre moço ficou sem saber se fez certo em mostrar,mas depois ela pega o colar,com rosto surpreso pergunta aonde encontrou,ele responde,e ela com um largo sorriso abre o pigente da conxa,fala que era de sua mãe,o moço sem palavras apenas sorrir com a conhecidencia,ela fala que sua mãe havia perdido nesta praia á alguns anos nem sabe o porque ele ainda estava lá,mas sabia que era porque deveria voltar para ela,porque era a única lembrança que seu pai havia deixado para ela antes de partir,rapaz sente muito pela a perda,ela com um abraço carinhoso agradeci á ele,depois deste abraço ele coloca a corrente na moça que estava com alegria,eles estavam voltando para a praia quando ela desapareci do nada,o rapaz se desespera,quando ele vai para mais fundo do mar ele á encontra,com muita deficuldade para levalá mas consegue á deixar na surperfíce,ele ver sua respiração e não estava funcionando,então resolve ajudar com respiração boca a boca mas quando ele estava preste ela acorda,ele fala que estava muito preocupado com ela,a moça fala que estar bem,ele pega em seu rosto coberto de areia,com seus cabelos molhados,sua pele doce,deixou de resistir de beijá-la,com a mais puro da sua paixão ela corresponde,e naquele momento estava vindo a mais leve brisa do mar com uma onda que molhou corpo dos ambos depois,do beijo ela levanta e saí correndo ele logo atrás vai acompanhar sua doce moça. Katie minha querida cada palavra que expresso é a mais pura para você,estar pequena historia que narro tem duas envolvidas os desses dois jovens e dos pais desta moça e quando á ouço sor imagino eu e você nela,acredito que nossa história esteja também presente na brisa do mar,que ainda estar sor no começo. Quero que você saiba que desde do primeiro dia que á encontrei decobrir que há um novo mundo para ser descoberto,aonde sor tem alegria,muita sinceredade e amor para ser recebido. Por isso finalizo com está frase "sentimentos podem ser confunsos mas se não há verdades neles,mas podem ser os mais puros quando há sinceridades neles..."

De: Joaquim

Para:explêndor

Com está pequena e bela história,sei que eles estavam apenas no seu início,que á mais deante iria ter mais episódios deles dois. E com as útimas palavras do Joaquim percebo que ele sente algo realmente por mim,eu por ele,confeso que cada vez mais estou apaixonada por Joaquim. Quando estava colocando a folha no envelope ouço uma música começando a ser tocada e percebo que é do Gavin James-always e logo quando ela começa a tocar uma luz acende. Joaquim surge no meio da luz e vem em minha dereção.

- oi,querida Katie._falou ele me comprimentando.

- oi,senhor Joaquim Rocha.

- permetirá estar dança para este pobre moço?_perguntou ele,e já entende o que ele estava ensinuando.

- claro....

E ele pega o bôquer,as caixas com as joías e o envelope e entrega a um senhor,começamos a dançar com armonia da música,foi uma ótima sensação estar com ele dançando com ele,ficamos assim em silêncio até a música acabar. Quando ela termina,ele pergunta:

- podemos ir mais uma?

- sim,podemos.

Então começa uma das minhas preferidas All of me do John legend e quando estavamos dançando eu falo.

- adorei todos os presentes,mas acho que não poderei aceitar.

- por quê?

- porque eles foram muitos caros e eu não queria que você gastase comigo.

- Katie são meus presentes para você,se eu não desejase que eles fossem para você não teria comprado e por isso digo que você deve ficar.

- então ,tá bom sor irei aceitar porque você falou muito delicado._falei com um sorriso.

E quando a música esta no final ele pega em meu rosto e fala:

- sabe Katie,você é tão linda,sabia que foi este seu sorriso que me conquistou,esses olhos me prendem e desde sempre estava apaixonado por e agora sei que estou completamente gamado em você._falou e se apróxima de mim cada vez mais,meu coração acelera,quando finalmente os nossos lábios se encontram e meu coração que estava acelerado e se enche de ár que o acalma como se estivese com paz em mim. Sim foi a minha melhor sensação que senti desde quando aprende a andar de bicicleta.

**************************************

Quando tinhamos nos separado do beijo o Joaquim pega em minha mão e me leva até o DJ e percebo que era nada menos do que o senhor Gustavo.

- muito obrigada brodher._falou o Joaquim le comprimentando,agradecendo ao mesmo tempo.

- denada brodher é sor você pedir._falou Gustavo arrumando os seus equipamentos.

- então é por isso que você deixo a Laríssa sem par no baile da escola Gustavo?_falei de forma brincando.

- bem,sim,mas digamos que foi por uma boa causa por o meu bom amigo. E também Joaquim falou que ela estar bem acompanhada,por sinal deve estar gostando da companhia do seu irmão do que a minha pelo o que eu sei.

- é,pode ser.

Então nos despedimos do Gustavo e o Joaquim pega em minha mão e fomos até o banco aonde custamados a ficar.

- e o que você achou da minha pequena surpresa?_pergunta ele.

- adorei,mas não foi nada pequena,eu achei que foi já boa o bastante.

- para você,fazeria muito mais.

E eu fico com sorriso bobó. Então olho para a bela vista da cidade,com suas luzes cheias de vida e mostrando que ainda tem movimento,as lindas estrelas que estavam no céu,então localizo a estrela que Joaquim falou que era um presente que jamais ninguém pode comprar.

- a vista da cidade é tão linda daqui._eu comento,mas percebo que o Joaquim estava no celular,ele simplesmente fala.

- é sim...._falou digitando no celular,e guardando ele no bolso.

- então quem eram todas aquelas pessoas?

- era uns funcionários do meu pai que estavam aqui no Rio e pedir para eles virem aqui para ajudar.

- nossa..._a única palavra que saí de minha boca é realmente sor nossa mesmo porque é "nossa".

- e você Katie,achou romântico?

- sim,achei muito romântico,os bilheites os presentes,a música também foi bem romântica. E falando nisso as joías? Aonde estão?

- o John levou elas para o carro.

- e alguém pode pegar?

- não,ele vai ficar lar até quando irmos.

- aaaah ok.

- e que bom que você achou romântico,então ele estava certo mesmo.

- quem estava certo?_falei de surpresa.

- uma pessoa que não posso falar o nome._falou com modo de retirada do assunto.

- Joaquim...Quem?

- tá,o Pinter....

- sor podia ser ele mesmo,eu vou matar ele. E o que ele mais te falou?_e neste momento me assusto com barulho de fogos de artifícios.

E com a linda vista que a cidade já se formava,e com os fogos coloridos ficou ainda mais bela do que já estava.

- que lindo..._eu falo.

- realmente estar lindo.

E depois de alguns segundos ele continua.

- Katie,eu estou realmente apaixonado por você..

Ele pega em meu rosto e continua.

- eu quero le perguntar algo....Você quer namorar comigo?

Estar pergunta me pegou de surpresa foi a melhor coisa que já me aconteceu. Agora que a fixa caiu realmente que o Joaquim Rocha gosta realmente de mim. E com um sorriso sincero respondo:

- sim Joaquim,quero ser a sua namorada.

Então nos beijamos apaixonadamente por um bom tempo.

***********************************

Quando estavamos saindo do banco eu falo:

- quem mais sabia que você fez essa surpresa?

- bem ,o Pinter , Mary , Laríssa , Wylham , sua mãe, seu pai e também o seu irmão Noa e aliás ele é muito divertido Katie,gosto dele.

- todos sabiam! Então era por este motivo que todos estavam tão estranho comigo,tipo escondendo algo,também o Noa que aquela caixa dele da diversão,ele sor podia estar fazendo alguma coisa.

- e foi idéia dele os fogos._falou ele abrindo o carro.

- aaaah ok. E então era por isso que a Laríssa estava todo momento falando com o Pinter enquanto eu estava com ela no celular._concluí,e entro no carro com o Joaquim abrindo a porta para eu entrar.

- sim..Eles descultem muito.

- sim,muito.

************************************

Depois que saimos,fomos para um restaurante chinês,o melhor da cidade,foi muito divertido,conversamos muito,sobre várias coisas,agora sei porque eu ainda não tinha conhecido o Joaquim ele foi morar na Europa desde de seus dez anos de idade em uma escola para garotos,com seus dezoitos anos foi cursar faculdade de empresária e advogracia nos Estados Unidos. Depois voltou para o Brasil,que foi quando eu o conheci ele. 

Nós já tinhamos saído do restaurante,estavamos no caminho da minha casa,estavamos dentro do carro em silêncio, quando eu lembro que iria perguntar á ele sobre a história da carta.

- Joaquim? E aquela história da carta como você sabe sobre ela?

 - a minha vó contava sobre histórias espanholas. E essa que eu coloquei na carta é uma delas as histórias dos mares espsnholes,estar nada menos é uma de suas românticas,aquela estar um pouco deferente que eu me lembre ela tem um final mais complexo,também o do pai e da mãe dela é mais destinta,é um belo romance,ás vezes alguns navegantes falam que é uma lenda.

- nossa porque?

- eu não sei muito bem á história,a única coisa que sei é que aquela que eu escrevi ela tem final,aquela era sor o começo de como ela começou entre eles.

- nossa que legal.

Estavamos passando pela a praia,quando o Joaquim estaciona o carro.

- o que iremos fazer aqui?_pergunto.

- vamos Katie,retire seus saltos._pediu ele,retirando seus sapatos.

- tá bom._retiro os meus saltos e coloco eles no carro.

- vamos..._pegou ele minhas mãos e fomos correndo pela a areia.

- o que vamos fazer?

- vamos correr pela a areia e sentir a brisa do mar em nossa pele e a areia que o mar carrega em nossos pés.

- parece divertido._falo e logo ele saí correndo e vou logo atrás dele.

Corremos ao redor da praia,Joaquim caí na areia e se suja todo,eu graças não me sujei ,sor mesmo os meus pés e caucanhares,logo depois da nossa pequena diversão sentamos na areia,e ficamos olhando o luar da lua sobre a água do mar ,estava uma bela noite clara com muitas estrelas que davam para ver no céu principalmente a de Joaquim ficava bem na nossa frente.

- olha aonde estar a nossa querida estrela. Radiando seu brilho pelo  céu._fala ele.

- verdade ela estar linda.

- como você minha doce e amada Katie._falou ele se aproximando de mim.

E com um beixo amoroso e delicado ficamos sobre as estrelas. Depois deste maravilhoso beijo encosto minha cabeça em seu ombro,ele passa o braço sobre mim e ficamos assim até a hora de ir para minha casa.

*********************************

Depois de virar á esquina do meu bairro Joaquim estaciona o carro e fala.

- daqui duas semanas você irá conhcer meus pais._falou ele.

- seus....Pais....

- sim meus pais,vou levar você para um evento de um arfanato de São Paulo.

- sério?! E se eles não gostarem de mim?

- eles vão adorar você._e ele me dar um beijo na bochexa.

- ok então se os meus pais deixarem.

- eu já falei com eles,e o seu irmão vai para o evento do arfanato representando o escritório que ele trabalha.

- aaah ok,e como você já falou com o meus pais?

-naquele dia que eu vim le visitar e fiquei le esperando eu pedi permisão á eles para namorar,e para você ir comigo á São Paulo. E o Wylham falou que iria também,então eles deixaram você ir e eu namorar você. Mas o seu pai falou que sor tinha uma condição de chegar sempre no horário.

- meu pai e seus horários.

- e falando nisso falta um minuto. É melhor você ir.

- tá me me colocando para fora?_falei brincando.

- claro que não. Você sabe que eu passaria a noite inteirinha com você mas você sabe como é quero ter boa aparência com seu pai.

- tá bom._eu abro a porta mas antes de eu sair ele segura o meu braço e me vira para ele e me dar um beijo bem pronlongado e amoroso. Eu não irei me acustumar muito com isso,mas espero que sim,que também eu melhore.

- tchau...._eu falo saindo e fechando a porta pegando o bôquer e as caixas das joías.

Quando ele liga o carro e fala.

- tchau gatinha,não esquece duas semanas._falou ele,e logo dar sua píscadinha e eu sorrio e ele saí.

Não acredito no que estar acontecendo? Sou namorada de alguém,que é muito fofo e romântico,além demais vou conhecer os pais dele que é o governado e primeira dama de Minas. É muita coisa para absover.

Quando estava entrando no portão o meu irmão abre a garagem para colocar o carro dele,percebo que é o Wylham,quando ele saí do carro e coloca as chaves no bolso vou falar com ele.

- tá com rosto alegre,sorridente,custo acreditar que deu tudo certo. E olha presentes._falou ele se referindo ao bôquer e as caixas das joías.

- sim,foi perfeito,obrigada.

- denada,tudo pela a minha baixinha.

- e você como foi seu baile de adolescente?

- me sente adolescente denovo.

- eu sabia,que você iria se sentir assim.

- pois é até dancei acredita,olha que não sou muito de dançar.

- verdade,a Laríssa faz fazermos loucuras.

- com certeza.

- e encontro foi da forma esoerada pelo o que estou percebendo?

- bem,foi. Ele foi um encontro deferente foi bom no começo depois ficou ruim e depois ficou ruim ainda mais,mas no final  foi ótimo e deu tudo certo.

- nossa! Que coisa complicada.

- e coloca complicada,tudo é por causa da sua amiga. Eu vou agora tomar banho,concerteza a Laríssa vai contar tudo para você com todos os detalhes pelo o que sei.

- é ela vai...

- pois boa noite baixinha eu vou para dentro da nossa casa ,para ir para o meu quarto, me aprontar para dormir porque as minha cabeça dói ,acho que é da tequila que a Laríssa me deu.

E eu fico sorrindo e também vou para dentro da nossa casa,para ir para o meu quarto também.

*************************************

Entrei dentro da minha casa,estava toda escura o Wylham foi para dentro do quarto dele,eu fiquei olhando se meus pais ainda estavam acordados,pareciam que não estavam,mas quando passei no quarto deles acho que ainda deveriam estar mas estavam dentro do quarto, então fui para o meu quarto fechei á porta e coloquei o bôquer no jarro na minha escrevaninha,guardei ss joías junto detro do meu closete aonde eu coloco umas que meu pai me deu de presente, fui para o banheiro me aprontar para dormir e sempre meus pensamentos ficavam envolvidas nas palavras de Joaquim.

Quando saí do banheiro coloquei um pijama de blusa e short bege com borboletas azuis e fui me deitar na cama e peguei o meu celular e liguei para a Laríssa queria contar para ela sobre tudo que aconteceu.

- oi miga e como foi?_perguntou ela assim quando ela atendeu.

- foi ótimo. Maravilhoso e parece que encontrei o meu verdadeiroa paixão pela primeira vez.

- eu já sabia que você iria aceitar,com um gatão daqueles,ainda mais super lógico que você não iria desaceitar. E sor podia ser mesmo seu pedaço de laranja e você o dele e vocês são perfeitos.

E eu sorrio. Conto para ela todos os detalhes da surpresa, os presentes,dos fogos de artifício,do restaurante e também da praia.

- nossa miga foi realmente muito fofo.

- é eu me apaixonei por o colar de coração com minha foto e do Joaquim que tem dentro dele.

- ele deve ser lindo mesmo.

- mas falando nisso você sabia de tudo e não me falou nada dona Laríssa,alé disso ajudou.

- pois é,tive que ficar calada porque prometi para o Joaquim e também você sabe como é o Pinter é nervosinho e chato.

- é verdade. Mas então como foi sua grande noite ficamos falando sor em mim e de você mas meu irmão nada.

- bem..._percebo que ele hesita de falar na linha.

- Laríssa....

- foi deferente,no começo foi bom mas depois foi ruim,depois foi mais ruim ainda,no final foi ótimo.

- as mesma coisa que o Wylham falou. E afinal o que aconteceu para ser tão ruim assim?

- foi assim vou te contar desde o começo.

- sim continue....

  Flashback da Laríssa

Nós chegamos na escola,Wylham estacionou o seu carro no estacionamento da escola,ele vai abrir a porta do carro para eu sair,eu estava me sentindo uma princesa por andar ao lado dele e por ele ser tão cavaleiro. Então entramos no ginásio da escola aonde iria ser o baile,tinha fothografo bem na entrada retirando fotos dos pares que chegavam,Wylham vicou super fofo na foto com aqueles seus cabelos cacheados caindo sobre o olho na hora que foi retirada. Então quando saimos de mãos dadas pelo o ginásio,as meninas sor ficavam olhando para ele,então eu sor olhava para elas as encarando e depois virava e continuava á andar ao lado dele. Fomos beber ponche na mesa das bebidas o Wylham pegou um copo,e eu outro sor que antes dele terminar de tomar,eu já tinha tomado dois copos,enquanto ele nem terminou,ele falou que não gosta muito de beber. E eu fui dançar da minha forma perto do DJ,eu chamei o Wylham,ele falou que sor iria depois que terminase sua bebida,então eu fui mesmo,encontrei vários amigos e amigas minhas e ficamos dançando teve um momento que um moreno bonito veio falar comigo e me chamar para dançar;

- vamos dançar?_falou ele.

- claro porque não._falei porque o Wylham ainda não estava vindo.

Então dançamos, bem juntinhos, ficamos no ritmo da balada que o DJ tinha colocado,depois o moreno bonito que tinha vindo acompanhar á irmão dele vai descendo a mão até a minha silueta e ficou pegando em mim,eu meio que não gostei mas não falei nada,este gatinho foi apiorando mais ficou sor falando baboseiras no meu ouvido.

- nossa como você é linda,nossa como você dança bem,a sua boca é muito linda topa colar ela na minha?

E nesta hora eu me afasto dele e ele me pede desculpa,fala que estar um pouco bêbado e quando ele estar fala o que vem na mente.

- desculpa realmente...

- tá,mas não fale mais e nem fique tão perto de mim._falo,eu nem iria aceitar dançar com ele mas o Wylham não aparecia.

E ficamos dançando mais um pouco em uma música lenta e ele foi dencendo denovo a sua mão na minha suloeta,neste momento percebo que bonitão é retirado de cima de mim,por o Wylham.

- saí,ela tá comigo,seu sem noção._falou o Wylham.

- sem noção é você._falou o rapaz o encarando mas depois ele saí.

- e você porque não vinha mais?

- resolvendo coisa de trabalho e estava em telefonema. E você porque no momento que saio senhorita Laríssa já tem pessoas em cima de você.

- o moreno bonitão pediu para dançar comigo e então acetei você não vinha mais.

- eita Laríssa eu vou te contar você não perde chance.

- aaah Wylham me deixa.

Então fui beber mais um pouquinho de ponche,mas este pouquinho setornou dois copos e um copo de tequila e quando voltei para aonde estava com o Wylham ele havia saído denovo,e fui dançar denovo com a Mary e o Pinter,com a Raisa e o Noa,porque os meus colegas já foram dar as saídinhas deles.

Depois de algum tempo fiquei me perguntando aonde o Wylham estava a úncia coisa que espero é que ele esteje é com alguma menina daqui porque ele me ouvir. 

Procurei ele em todos os lugares,lá nos armarios,depois nos banheiros masculinos na quadra de esporte ao ár livre e depois fui para fora da escola e encontrei ele na ponte do anjinho que tem do lado da escola com as flores túlipas. Eu fui até ele e quando estava chegando aonde ele estava ouço ele falar;

- Camila não dar mais,eu já te falei,nós já tinhamos concordado em termina,você também concordou. Essa já é a segunda ligação sor do momento á pouco que descultimos sobre isso._finalizou.

Sor bastou ele falar no nome dela,que era a segunda vez sor nesta noite que o meu sangue das minhas veias ficam quentes.

- então é por isso né senhor Wylham?  Que você ainda não foi para salão do baile,fica sor conversando com ela,e a aqui  a bóba pensando que você gosta dela,sor eu mesmo bóba para pensar isso._e me viro e saio andando em passos bem rápidos.

- Laríssa espera..._ele me acompanha evpega no meu braço.

Eu o solto com força e falo:

- espera o que Wylham? Já sei todas as suas desculpinhas,primeiro você vai falar que não era o que eu pensava,segundo ela que ligou e terceiro você não estava querendo voltar com ela que naverdade sim.

- não Laríssa você não sabe o que eu vou falar. Primeiro eu iria falar que eu estou apaixonado por você e segundo que sor você me enteresa não tem nenhuma outra garota ou mulher que me enterese mais do que você e terceiro Laríssa super eufórica quer ser minha namorada?_perguntou ele mas antes de eu falar nada ele me beija com toda paixão e eufória de um beijo,depois que finaliza o beijo eu falo;

- sim Wylham quero ser sua namorada.

E entramos para escola e fomos denovo para o baile e falamos para o Pinter,Mary,Noa e até Raisa. E nos divertimos dançamos muito conversamos,e eu fiquei sor mostrando para as meninas que ele era o mru namorado e bêbemos tequila e ponche e outras bebidas menos o Wylham sor uma tequila mesmo porque ele falou que estava deregindo.

Fim...


- então foi isso miga minha noite de diversão,foi muto legal,agora somos cunhadas Katie._falou a Laríssa toda alegre.

- pois é somos cunhadas miga e estou muito feliz por você meu irmão vocês são perfeitos. E é melhor eu ir dormir porque já estar passando das uma da manhã.

- tá cunhadinha,boa noite.

- boa noite._desligo o celular e coloco em cima da escravaninha.

E fiquei pensando na minha noite junto com a da Laríssa que foi muito especial e no Joaquim no seu beijo,nunca tinha sentindo uma sensação tão deferente,doce e muito delicada para se sentir.






(Continua.....)






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...