1. Spirit Fanfics >
  2. Mundo Invertido - Akatsuki >
  3. Four - Mudança

História Mundo Invertido - Akatsuki - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Eu resolvi usar a ideia que uma moça (o) comentou no capítulo anterior. @Sai-Chan obrigada pela ideia <3

Capítulo 4 - Four - Mudança



Covil da Akatsuki, País do Fogo


" MUDANÇA "


Eram 23:45h da noite quando Deidara, Tobi, Sasori e Zetsu haviam voltado para esconderijo da Akatsuki. Tobi e Deidara estavam cansados, e resolveram tirar um cochilo antes que os líderes os mandassem em outras missões. Sasori, como era uma marionete, não estava com sono e muito menos cansado. O Zetsu branco, estava desconfiado de Tobi e Deidara, ele achava que o loiro e o mascarado estavam agindo muito estranho ultimamente.


O bicolor chamou Pain e Konan para conversarem sobre isso, o que não se resultou em nada já que os dois disseram que era só coisa da cabeça dele, mas isso não era o suficiente para fazê-lo desistir de descobrir o que, de fato, havia acontecido com os dois. 


Senpai, acorda… - O mascarado chamou pelo seu parceiro, baixinho. - Deidara-Senpai, acorda… - Chacoalhou o mais novo que não deu nenhum sinal. - OH DEIDARA, ACORDA, FILHO DA PUTA! 


Agora, ele havia engrossado a voz. Deidara acordou rapidamente, assustado com o que acabara de ouvir. De olhos arregalados, ele olhou para Tobi e arqueou uma sobrancelha. 


Tobi…? Que voz era aquela? Hm! - Perguntou ainda assustado. 


Que voz? - A voz fina de Tobi voltou, fazendo o loiro ficar mais confuso ainda. 


Ahn… não é nada, deixa quieto. Deve ter sido coisa da minha cabeça, hm. - Diz levantando e se espreguiçando. - Por que me acordou? 


Está na hora de almoçar, todo mundo já tá lá embaixo… só falta você. - Respondeu, rindo baixo em seguida. 


Certo, certo. Vamos. 


Tobi se levantou e saiu do quarto que o artista explosivo compartilhava com Sasori, Deidara foi até o banheiro e jogou uma água no rosto sonolento. Ele enxugou seu rosto com uma toalha e saiu do quarto, indo direto para a cozinha, deixando para pentear seu cabelo depois. 


Não sei pra que esperar aquela Barbie vir, podíamos ter começado a comer muito antes disso. - Kisame reclamou revirando os olhos. 


Cala a boca, Dori! - Deidara se sentou ao lado de Hidan, pegando os hashis para comer. 


Que comida é essa? - Pain inclinou sua cabeça para o lado, encarando seu prato. 


É o resto que sobrou de ontem. Vocês são tão esfomeados que acabaram com a maioria de mistura que tinha no armário e agora o que restou foi fazer o resto de ontem. - Konan explicou. - Até parece que passam fome. 


Tem certeza de que isso está bom? Tá com uma cara… - Disse o líder ruivo, recebendo um tapa de Kakuzu no ombro. 


Larga de ser abestado, menino! Isso é comida, não importa se está ruim ou não, só come.


— Tobi achou que ficou muito boa! - Ele elogiou, após terminar de comer duas "colheradas" da comida que Konan e Kisame haviam preparado.


Pelo menos um que não seja ingrato. - Diz a azulada. 


Ei, Itachi! Você não vai comer? - Perguntou Sasori, olhando para o de cabelos longos que estava sentado ao seu lado. 


Se temos essa voz que fala no nosso consciente, será que quem nasce mudo também tem? - Itachi já começava com suas paranóias, enquanto encarava seu prato. 


Ah não… isso de novo não. - Hidan colocou sua mão sobre o rosto, tentando não demonstrar sua raiva. 


Itachi, fica quieto e come. Isso é o melhor que você faz. - Zetsu branco disse. 


Depois disso, todos comeram em silêncio. Quando terminaram, Sasori iria ter que lavar a louça, e assim ele fez. Deidara resolveu sentar no sofá e ficar testando suas argilas explosivas, Tobi foi até a entrada do esconderijo e sentou de "perna de índio", ao lado de Sasori, começando uma conversa paralela com o ruivo. 



No verdadeiro mundo...



Pain e Konan se perguntavam porque Tobi e Deidara estavam demorando tanto já que faz uns quatro dias que os dois não aparecem. Normalmente, era para a dupla ter voltado, a missão que os dois tinham, não era tão longe da onde o esconderijo da organização se encontrava. 


Será que aconteceu algo com eles, Nagato? - Konan perguntou, olhando para o ruivo a sua frente. 


Não, eu tenho certeza que não. Afinal, os dois são rank-s, eles não morreriam tão fácil assim. - Respondeu ele. 


A azulada assentiu com a cabeça, desviando seu olhar para o chão. Um som de pedra se arrastando foi ouvido, parece que eles acabaram de chegar. Os dois líderes já se encontravam em frente à entrada da organização, esperando que os dois dessem as informações da missão. 


Deidara. Tobi. Como foi a missão? Obtiveram sucesso? - O ruivo perguntou, encarando os dois a sua frente. 


Ahn… c-claro, hm! - Deidara soltou um sorriso amarelo. 


Konan arqueou uma sobrancelha, junto de Pain. Eles estranharam o loiro gaguejar e sorrir desse jeito. 


Sei…


Pra que mentir, Deidara? Vamos dizer a verdade, é mais fácil. - Tobi disse, em um tom normal, o que fazia os líderes ficarem confusos. 


— Tudo bem...


Deixamos o Kisame e o Itachi terminar ela, não estávamos muito afim de fazer essa missão. - Respondeu o mascarado. 


O Kisame e o Itachi? Mas eram vocês dois que tinham que fazer essa missão! Não o Itachi e o Kisame! 


Desculpa, Pain… hm. 


Deidara e Tobi passaram ao lado deles, deixando os dois sozinhos. O ruivo olhou para Konan, recebendo um movimento de ombro, tipo: "fazer o que, né?". 


O líder suspirou fundo e foi procurar um dos dois citados por Tobi. Itachi terminava de lavar um prato que havia sujado, Pain chegou ao lado dele, de braços cruzados, respirou fundo e perguntou: 


Me dê os detalhes da missão depois, entendeu, Itachi? 


Missão? Que missão? - O Uchiha arqueou uma sobrancelha, jogando o pano em cima de seu ombro. 


O nukenin ruivo respirou fundo novamente, preparando-se para responder o moreno. 


Espera um segundo… - Konan disse, puxando a atenção dos dois. - Quando mandamos Tobi e Deidara naquela missão, Kisame e Itachi voltaram de uma infiltração vinte minutos depois que eles saíram, e depois disso, nem Itachi e nem Kisame foram para fora do esconderijo. 


Sim… nós demos todos os detalhes da infiltração pra vocês. - Itachi concordou. 


Então, isso quer dizer que… aaaah. - Pain colocou sua mão sobre o rosto, em uma forma de indignação. - Eu não acredito que aqueles dois mentiram para nós e eu quase acreditei naquilo… 


Como assim? - O Uchiha perguntou confuso. 


  Deixa eles, Pain. Talvez eles não tiveram sucesso na missão e não quiseram nos contar, só isso. - Disse Konan e o ruivo assentiu. 


É, pode ser… mas ainda assim, vou ter uma conversa séria com eles amanhã. - Após dizer isso, o de olhos roxos saiu, e logo em seguida, Konan também, deixando um Itachi confuso na cozinha. 


O Deidara "falsificado", terminava de tirar o seu manto da Akatsuki, ficando apenas com sua roupa normal. A porta de seu quarto foi aberta por Sasori, o ruivinho estava procurando algum tipo de chave. 


Cadê aquela droga?! - Sasori se perguntou em um tom irritado e baixo, revirando toda a sua gaveta. 


Precisa de algo, mestre Sasori? Se quiser, eu posso te ajudar, hm. - Disse em um tom calmo e logo um sorriso apareceu em seu rosto. 


Preciso. - O ruivo fechou a gaveta e olhou para seu parceiro. - Você viu uma… - Ele parou de falar ao ver o sorriso do mais novo. - Ahn… que sorriso é esse, Deidara? Por que você tá sorrindo assim? - Perguntou apontando para ele. 


Ué, eu sempre sorrio. - Disse confuso. - Mas então, o que precisa? 


É… eu preciso da minha chave de fenda para poder desmontar uma marionete. - Respondeu, desviando o olhar para a gaveta. - Você viu uma por aí? 


Hmm… acho que não, mas eu posso procurar com você! Tudo bem? 


Sasori estranhou o seu parceiro de equipe estar tão calmo assim, não parecia estar irritado ao voltar de uma missão com o Tobi, já que o mais velho sempre irritava o loiro. 


Deidara, está tudo bem com você? 


Sim! Obrigado por perguntar! Hm! - Sorriu novamente. 


"Que estranho... ele está calmo demais pro meu gosto, esse não é o Deidara." Pensou o ruivo. 


Deidara, a sua arte não é uma explosão e ela é horrível! A minha é muito melhor! - Diz Sasori, na tentativa de deixá-lo irritado. 


Tudo bem, cada um com sua opinião. - Deu uma risadinha fofa. 


"Não é possível uma coisa dessas... tem algo de errado com ele." O ruivo olhou para os lados, procurando algo, deixando o artista explosivo confuso. 


Está procurando alguma coisa, Danna? 


Hm… Deidara, seu cabelo parece uma vassoura! - Diz Sasori, olhando rapidamente para o loiro. 


Ah? Acho que você tem razão, eu também não estou cuidando muito dele. - Sorriu sem jeito, coçando a nuca. 


"Oh droga! Ele está tentando me tirar do sério? É isso?" Sasori franziu o cenho, encarando o mais novo. 


Por que está me olhando desse jeito, Sasori? Hm. Tem algo no meu rosto?  - Deidara inclinou o rosto para o lado, esperando a resposta do ruivo. 


Você tá tentando me tirar do sério, Deidara? 


O que? Claro que não! Por que eu faria isso, Danna? Hm! 


Quer saber? Vai se fuder! Cansei de conversar com você! 


Sasori saiu do quarto irritado com o comportamento de Deidara, o nukenin da vila oculta da pedra tentou processar o que havia acontecido mas logo se deitou. 


Tobi estava sentado no sofá, com seu rosto apoiado nos punhos, de olhos fechados por dentro da máscara, em sinal de concentração. Hidan saiu da cozinha com uma cara de tédio ao receber uma "patada" de Kakuzu, ele desfez sua cara de bunda quando viu o mascarado sozinho no sofá. 


Ele sorriu maléfico, e correu até o mais novo, se sentando do lado dele. 


Oiê, Tobizinho… meu mascaradinho favorito! Como você es- 


O que você quer, Hidan? - Perguntou olhando para o jashinista. 


Oxi, calma! Eu só ia perguntar se você estava bem, não precisa dessa agressividade toda. - Falou erguendo seus braços. 


Eu estou ocupado agora, pergunte isso outra hora, ok? - Hidan assentiu, sem ainda entender nada. - Obrigado. 


Tobi voltou a olhar para frente e fechar seus olhos, Hidan encarou o mascarado por alguns segundos e logo se levantou, saindo da sala e voltando para a cozinha. O de cabelos cinzas se sentou em cima da mesa e fitou o chão.


Já levou um pé na bunda de outra pessoa, Hidan? Bem feito. - Kakuzu diz, sem olhá-lo, prendendo sua concentração no seu dinheiro.


Ah cala a boca, Kakuzu! - Hidan virou a cara para outro lado. - Eu tô assim porque o Tobi… ele… ele… parece estar diferente. 


Diferente como? - Itachi se interferiu na conversa. 


  Ele parecia estar mais sério e quando eu fui falar com ele… ele pediu para mim sair de perto dele porque ele estava ocupado mas ele não estava fazendo nada! - Olhou para Itachi. - Sem contar que ele falou comigo de uma forma totalmente séria. Não parecia ele.


O Deidara também estava estranho. - Hidan ouviu a voz de Sasori entrar na cozinha. - Ele está mais calmo, mais paciente e… ele nem ligou quando eu disse que a arte dele era horrível. 


Sério? Meu deus… depois que os dois voltaram dessa missão, ele estão mais estranhos. - Hidan suspirou e encarou a parede branca. - Tem algo de errado nisso… muito errado… 


Notas Finais


Me digam o que acharam nos comentários :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...