História Murphy - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Jiraiya, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Murphy, Naruhina, Naruto
Visualizações 90
Palavras 1.518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi Oi
Passando aqui rapidamente para postar mais um cap.
Escrevi ele hoje gente :v
Pessoinhas, se algo ficou confuso com relação as mensagens me avisem OK?

Sem mais delongas vamos ao cap.
tenho que dormir e acordar as 5h00 da matina ç.ç

Capítulo 3 - Capítulo 3-Você sempre acha algo no último lugar que procura


Mesmo durante os ensaios fotográficos, Hinata não largava o celular, o que levou ela a receber diversas broncas por parte da equipe, principalmente o fotógrafo que estava preste a voar em seu pescocinho pálido e lhe estrangular até ficar roxa. No entanto quem poderia culpa-la? Os malditos donos da página ainda não haviam postado sua mensagem direcionada ao garoto na jaqueta e isso já faz duas semanas, por isso a todo instante ficava atualizando a maldita página para ver se sua mensagem foi publicada. Ela pensou na possibilidade de enviar para outra página, todavia, devido a sua sorte tinha certeza que algo daria errado. Como por exemplo, as duas páginas publicarem ao mesmo tempo e ela acabar parecendo uma garota desesperada — o que de fato ela era, mas a internet não precisa saber disso. Pensou em outras possibilidades, mas essa era a única possível com as informações que tinha.

— Droga, quando isso vai ser publicado? — Murmurou irritada e ao mesmo tempo ansiosa.

— HINATA HYUUGA! — Ouviu sua chefe, a pessoa que ligava todos os santos dia no meio da noite, gritar seu nome fazendo com que se assistisse e derrubasse o celular no chão.

— Droga! — Praguejou ao ver que o visor caiu virado para baixo. Iria se abaixar para pegar, mas sua chefe se aproximava e sua expressão não era as das melhores. Engoliu em seco” iria levar uma bronca daquelas.

— Posso saber porque você está tão distraída hoje? Não está levando os ensaios a sério? — Perguntou ao se aproximar o suficiente de Hinata. Seus olhos de um tom avermelhado raro demonstrava a irritação que sentia, no entanto a Hyuuga nem prestou atenção. Sua chefe pisou no seu celular e tudo que ouviu foi um “crack”.

— Desculpa Kurenai é que… — Tentou falar, mas foi interrompida.

— Nada de desculpas! Estou sabendo que você está grudada no celular durante o ensaio! Pode ser somente um ensaio, mas isso é para melhorar o seu desempenho, pois ultimamente ando recebendo reclamações de que sua desenvoltura está decaindo. — Colocou as mãos na cintura rechonchuda, Kurenai estava grávida de 7 meses. — Agora eu não quero ouvir mais reclamações sobre você. Quando o ensaio terminar aqui quero você na minha sala, entendido? — Hinata somente assentiu, estava mais focada em ver seu precioso celular sendo esmagado, nem prestou atenção no que a Chefe disse.

Assim que Kurenai se retirou, rapidamente Hinata se abaixou no chão pegando o seu precioso celular, o coitado já era. A tela rachou totalmente, como raios a bateria conseguiu se partir ao meio? Isso é fisicamente possível?

— Só pode ser brincadeira! — Estava desesperada. O que iria fazer sem o celular? Esse é o segundo que quebra nesse mês e dessa vez não teria concerto.

 

O ensaio havia acabado cedo, por isso Hinata foi direto para casa. Mesmo sendo somente um ensaio fotográfico foi o bastante para deixá-la cansada ainda mais tendo ficado sem celular o resto do dia. Se jogou no sofá pegando os cacos que horas atrás foi seu celular. Deu um longo suspiro, não tinha dinheiro para comprar um celular novo, estava atolada de dívidas e apesar de trabalhar que nem uma escrava seu cachê era pouco.

— Estou completamente lascada. — Choramingou enterrando o rosto sobre a almofada da sala. Olhou novamente para o celular tentando pensar em alguma solução, talvez ele tivesse salvação, mas só foi esse pensamento vir à mente que a tela do aparelho começou a cair em pequenos cacos. Assustada o jogou bem longe, do outro lado da sala. Vai que ele resolve explodir. No entanto, como consolo pelo menos ainda tinha seu notebook e o tablet.

Foi ao quarto pegando o notebook, voltou para sala se aconchegado melhor no sofá da sala. Jogou os sapatos que usava — havia esquecido de tirá-los quando chegou — para bem longe, acomodou uma almofado no colo e o notebook em cima do mesmo. Ao ligar o aparelho, já foi entrando em suas redes sócias, precisava ver se sua mensagem havia sido postada, já estava ficando aflita com isso. E para sua surpresa e felicidade havia uma mensagem para ela. Clicou para visualizar.

 

“Nós desculpemos a demora para postar sua mensagem, havia várias na sua frente, no entanto a sua já foi postada. Devo dizer que gostei muito da sua solicitação, nunca havia ocorrido um pedido desses, e foi por isso que tomei a liberdade de adicionar uns detalhezinhos. Espero que não se incomode com isso.

Boa sorte na procura desse rapaz”

 

Parece que o coração de Hinata parou por um momento.

Detalhezinhos? — Aflita foi procurar a post com sua mensagem, entretanto seu notebook desligou sozinho. — Ah não! Não, não, não! — Tentou ligar o aparelho, porém não adiantava, a bateria tinha acabado.

Rapidamente levantou do sofá em busca do carregador, mas parece que ele resolveu sumir. Olhou no quarto, sala, cozinha, porém nada de acha-lo. Revirou tudo, porém não encontrava então foi pegar o tablet, contudo esse também parece ter resolvido em meio a bagunça.

— Isso não pode estar acontecendo. — Falava para si mesma desesperada. Tinha que se acalmar, talvez aquele detalhe mencionado não tenha sido nada demais, certo? Mas precisava ver, tinha um mau pressentimento quanto a isso. Pegou sua bolsa e saiu as pressas de casa, precisava averiguar isso.

 

Sentada em frente a um computador em um cyber café, Hinata fitava a tela incrédula. Não acreditava em que acabou ler, na realidade conferiu diversas vezes para ter certeza do que estava escrito ali. Realmente, a mensagem que escreveu estava ali, no entanto fizeram uma pequena modificação no final:

 

“ [...] acreditam em amor à primeira vista? Pois eu acho que nossa cara anônima (que vamos chama-la aqui de H.H) se apaixonando por esse rapaz.

H.H

— Isso não pode estar acontecendo! — Choramingou baixinho. E para completar usou as iniciais do seu nome, disse que estava apaixonada, mas isso não iria ficar sim.

 

“Porque raios vocês colocaram aquilo no final do post? ”

 

Rapidamente houve a resposta da mensagem.

 

“Gostou do nosso toque especial? Sabíamos que você iria gostar! ”

 

“Gostar? Apague isso logo! ”

 

“Apagar? Querida estamos te fazendo um favor e não iremos apagar nada esse é um dos post mais comentado e curtido daqui.”

 

Rapidamente Hinata voltou para o post e o número de curtidas, compartilhamentos e comentários era enorme, isso em um curto período de tempo. O post foi feito às 14h00 e já era 19h30min

— Não acredito! — Falou um pouco alto demais chamando a atenção de algumas pessoas, mas não se importou, precisava resolver isso logo.

Enviou outra mensagem pedindo para apagarem, porém só visualizaram. Foi totalmente ignorada. Queria comentar a postagem, mas como as suas iniciais estavam ali não poderia fazer nada. Precisava respirar fundo e manter a calma. Provavelmente ele nem veria isso. Respirou fundo checando os comentários. A maioria dizia em como era fofo e torcia para os dois se encontrarem, tinha até pessoas shippando os dois. Como previsto ele não tinha comentado ainda.

 

Chegou em casa se sentindo aliviada. Um pouco triste pois não poderia retribuir o favor, mas pelo menos ele não havia lido aquela baboseira toda.

Tomou um longo banho para relaxar, não arrumou a bagunça que fez, deixaria isso para outra ocasião.  Assistiu um pouco de televisão, todavia estava muito cansada, quando deu dez horas da noite foi se deitar para dormir, pegou um despertador antigo — não tinha ideia se ainda funcionava — pois com seu celular quebrado não teria outro jeito de acordar cedo.

Ao se deitar na cama, para sua surpresa encontrou o tablet ali embaixo do travesseiro.

— Típico. — Disse para si mesma referindo-se em como suas coisas sumia quando precisava, no entanto, quando não eram mais necessárias aparecem magicamente.

Ligou o aparelho para dar uma olhada se alguma das informações importantes que tinha no celular, como por exemplo sua agenda de compromisso, tinha uma copia ali, mas como previsto não havia nada ali. Bufou irritada, amanhã pensaria em como organizaria isso. Resolveu dar uma última olhada no post com sua mensagem. Assim que entrou viu que tinha outra mensagem dos administradores da página, foi dar uma olhada, talvez eles tenham criado juízo e apagado.

 

“ Ele respondeu.

De nada”

 

Com o coração a mil Hinata foi no post. Não conseguia acreditar que ele havia respondido, até esqueceu da batalha sobre eles apagarem o post. Rapidamente foi ver o que ele respondeu.

 

Não se preocupe com as roupas, mas se um dia nós encontramos novamente me pague um outro leite de morango (risos)

 

Hinata não conseguia acreditar. Ele a tinha respondido, contudo havia recusado sua oferta, tinha levado um fora. Toda a trabalheira que teve para conseguir encontra-lo para no final dar nisso. Estava irritada, nem se deu ao trabalho de ver o nome dele. Já ia jogar o tablet bem longe para dormir, queria que seu dia acabasse logo antes que piorasse, no entanto, a sorte não estava ao seu favor. Recebeu um e-mail da sua chefe, Kurenai.

 

De: Kurenai Yuhi
Assunto: MORTA


Para: Hinata Hyuuga
 

Prezada Srta. Hyuuga
 

Considere-se uma pessoa morta amanhã, pois irei fazer picadinho de você por ter comparecido ao meu escritório após o fim do ensaio fotográfico.

 

Sua chefe amorosa,

Kurenai Yuhi
________________________________


Notas Finais


Gostaram?
Bjokas e comentem hein?
Estou gostando de interagir com vocês hahaha
PS: O próximo cap promete MUhahahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...