História Música, Amigos e Cios - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Bts, Jikook, Jimin, Lemon, Namjin, Sope, Suga, Taekook, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 415
Palavras 1.635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Aquilo que mais temia


Fanfic / Fanfiction Música, Amigos e Cios - Capítulo 14 - Aquilo que mais temia

Yoongi pov

- No cio do Jimin... vocês usaram preservativos?

- E-eu não... eu esqueci...

- É.... foi o que imagine. Bom... aconteceu. O Jimin engravidou.

- Céus... isso é.... isso é verdade? É sério mesmo? Eu vou ser papai, vou ter um filho do Jimin? E-eu preciso vê-lo!

Não pude conter minha felicidade; ter uma família com Jimin é tudo o que sempre sonhei, sempre desejei, o sorriso nos meus lábios esta incontrolável -e não que eu queira o segurara. O meu lobo até se controlou com essa notícia, ele tinha ficado exaltado quando sentiu o cheio do Jimin e com a mensagem do Hoseok. Ele está muito empolgado e ansioso dentro de mim, mas pelo menos me devolveu o controle da visão.

- Espera, hyung. Eu vou leva-lo até ele, mas precisa me prometer que vai vir falar comigo o mais rápido possível! Tem algo muito importante que você precisa saber, e não podemos esperar muito.

- Sim, tudo bem. Mas agora eu preciso ver o Jimin!

Hobi acenou com a cabeça e começou a andar em direção a porta, o segui sem pensar duas vezes. Nam estava parado na entrada, o cumprimentei rapidamente com o enorme sorriso que já se fazia constante no meu rosto e subi as escadas o mais depressa que pude. Hoseok nem me guiava mais pela casa, apenas segui o aroma que emana do Jimin.

Cheguei até uma porta entreaberta e vi ser um quarto. Jimin está sentado em uma cama, com as costas encostadas na cabeceira, Jin hyung está ao seu lado, passando uma toalhinha molhada no rosto dele; para o relaxar. Parei no batente de madeira e o meu bolinho me viu. Ele é tão bonito, parece que essa noite durou por anos, enquanto ficamos longe um do outro.

Foi tão estranho, o Jimin olhou para mim e eu estava com um sorriso reluzente só para ele, mas ele abaixou o rosto; parecendo estar triste ou cansado.

Me aproximei de vagar; para não o agitar, e me sentei em sua frente, segurei seu rosto com carinho e o ergui. A felicidade explode dentro de mim, não consigo segurar meus desejos. Sem hesitar, selei nossos lábios com calma, amor e ternura. Fiquei abatido quando pedi permissão para que minha língua se conectasse com a dele e ele não a concedeu, afastando seu rosto do meu e virando para o outro lado.

Abaixei meu olhar, tentando pensar algo que poderia o deixar assim; algo que eu pudesse ter feito de errado e o magoado. Contudo, meus olhos pousaram sobre sua barria. Nós precisávamos daquilo; eu meu lobo, ele impulsionou minhas mãos até a blusa do Jimin e eu a levante, vi uma pequena ondulação em seu baixo ventre. Curvando meu corpo diante dele, inicie beijos e caricias com todo o meu cuidado e delicadeza em sua barriga –para não machucar nem ele, e nem o nosso filho. Eu posso o sentir ali dentro, sinto o meu filhote, o nosso bebê; sinto com minhas mãos ele envolto pela acolhedora barria do ômega que eu mais amo no mundo. Não consigo parar com os carinhos e selares, eu os amo tanto. É como estar no paraíso, entretanto, fui puxado para a terra novamente.

- Hy-hyung...- Jimin se encolheu e tampou sua barriga novamente, dessa vez, com a coberta também.

Não soube o que fazer, essas rejeições estão acabando comigo, Jimin nunca tinha feito nada do tipo antes; ele ficava meigo até quando discutíamos. A menos que...

Aah não! Mas que merda! Eu sou um completo idiota!

Não pensei nele, se ele quer esse filho, se ele quer a mim. Eu falhei com o Jimin, cometi a droga de erro em seu cio.

Aquilo que mais temia...

Eu cometi uma burrada, e agora, ele deve estar arrependido de ter pedido minha ajuda.

Meus olhos marejaram, levantei da cama em um pulo e estava prestes a me ajoelhar aos seus pés e pedir pelo seu perdão, mas quando percebi, Hoseok me puxou para fora do quarto. Ele tinha dito que precisávamos conversar.

- Hey, hyung, se acalma, tá bem? Eu sei que a autoestima do Jimin não está nada boa, mas vamos nos preocupar com isso depois. Tem uma coisa mais importante agora.

- O QUE? O QUE PODE SER MAIS IMPORTANTE DO QUE COMO ELE SE SENTE? EU FALHEI COM O JIMIN E AGORA ELE ME ODEIA! – Exaltado, gritei com a voz do meu alfa.

- A saúde dele!

- Co-como assim...?

- Você não percebeu? O cio só acabou a alguns dias e já dá para ver o volume da barriga, ele está tendo os sintomas de uma gravidez de dois meses, hyung. Isso não é normal! Ele pode estar com sérios problemas. É claro que um com um cio como aquele, não poderíamos esperar uma gravidez tradicional.... Você descobriu porque foi daquele jeito?

- Si-sim... nós falamos com a mãe dele... ela contou tudo...

Minha fala passou a sair em um fio, estava muito alterado e com raiva de mim mesmo, mas quando ele disse sobre a saúde do Jimin, minha garganta secou e minhas pernas fraquejaram por mais uma vez nessa tarde. Eu estou com medo pelo Jimin, e com ódio de mim por ter feio isso com ele. Eu o machuquei; não só fisicamente, mas também, emocionalmente. Uma família com ele sempre foi minha maior esperança, mas não assim.

- O que ela disse?

- Ela traiu o pai do Jimin. Não sabia que estava gravida na hora, não é culpa dela. Mas... considerando que quando o nó se forma durante o sexo, os alfas liberam esse hormônio; que ainda é bem mais forte quando se é um lúpus, e a mãe dele ter se ligado com os dois. Significa que o Jimin entrou em contato com os hormônios de dois alfas durante a sua gestação, e por ele ter recebido o desse segundo homem que não era o seu pai, afetou o organismo dele e a produção das suas células-ovo; fazendo com que seja mais difícil e doloroso. - Explique por cima, não queria revelar muitos detalhes, e também, precisamos chegar em uma conclusão o mais rápido possível.

- Tá... então você está querendo dizer que ele é um ômega lúpus e tem hormônios de alfa em seu corpo, e isso, obviamente, causa problemas na formação das células-ovo, então o ovulo dele também deve ter algo do tipo de peculiaridade, fazendo com que seja mais forte e evolua mais rápido. Mas não é só isso, o Jimin também se conectou com você durante os nós que se formaram no cio, e lógico que por várias vezes, ou seja, os seus hormônios também. Precisamos fazer alguma coisa imediatamente! Mas o que eu ainda não entendi foi o porquê de não termos percebido isso antes, o cio acabou a uns três dias, e se o feto está se desenvolvendo tão rápido quanto eu acho que esta, ontem mesmo ele deveria ter demonstrado os sinais.

- Ontem o Jimin estava estressado, foi um dia cheio e muita coisa aconteceu, todo o estresse deve ter mascarado os sinais. Mas hoje ele relaxou e se divertiu, dando espaço para que seu corpo processasse a informação de um novo ser se formando dentro dele. E também... ele se afastou de mim, a falta do alfa durante uma gravidez intensifica os sintomas, não é?!

- Sim, isso é verdade! O cheiro e a presença do alfa diminui os enjoos e ajuda em algumas outras coisas também.  E  ele até esta com o seu casaco, mas o aroma de uma roupa não se compara ao do próprio alfa.

- Minha nossa! É isso! O cheiro...

- O que tem?

- O cheiro do Jimin. Depois do cio, ele disse que estava sentindo o meu cheiro, mas não o habitual, o de uma marca, e eu comecei a sentir o dele de uma forma um pouco diferente também, só que está mais forte agora.

- Foi o bebê, o tempo todo foi o bebê! Uma marca é quando o alfa divide uma parte de si com o ômega; por isso ele passa a sentir o aroma diferente. O bebê é essa parte de você que está no Jimin agora, e o cheiro que você vem sentindo nele é o do pequeno. Deve ter ficado mais forte hoje porque ele queria você, como se estivesse chamando pelo pai.

- Isso...isso está sendo muita coisa para processar.... Eu nunca fiquei sabendo de nenhum caso parecido antes. Estou preocupado com ele... Acho que vou surtar...

- Sei que é muita coisa. E eu também nunca vi nada do tipo, mas precisamos manter a cabeça no lugar. Pelo Jimin.

- Sim, claro! Tudo bem... eu vou tentar...

- Bom! Pelo jeito como está indo, é melhor que ele seja examinado o quanto antes. Mandei uma mensagem para uma conhecida minha que é obstetra. Ela ainda está no hospital a essa hora e disse que podemos levar o Jimin lá.

- Espera, ela é uma boa médica? É mesmo de confiança? Eu não...

- Ei, calma.... Sei que você não quer deixar o Jimin nas mãos de qualquer um, mas pede ficar tranquilo. O nome dela é Lee Yeji, ela é minha antiga cunhada, e é uma médica excelente, o orgulho da família dela.

- Tá bem... é só que....

- Eu sei! Olha, eu vou arrumar as coisas do Jimin e você leva ele para o carro. Devem querer o internar.

- Não, espera. Eu arrumo as coisas e você o leva para o carro. Ele não quer... nem que eu o toque...

- Eu não estou tão certo disso...

- O-o quer dizer?

 

- Só que... sugiro que converse com Jiminnie assim que possível. Diga tudo o que seu coração abriga. Você pode se surpreender com a resposta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...