História Mutantes - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Inosai, Naruhina, Sasusaku
Visualizações 44
Palavras 1.939
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como prometido agora vou focar mais no passados deles .... Hoje esse capítulo foi dedicado a linda da ino. E é isso espero que gostem nos vemos nas notas finais bjs ❤️

Capítulo 24 - Capítulo 24


   Ino on

Não sei quando exatamente eu comecei a gosta do tapado do sai. Agente se conhece desde de pequenos , ele era um garoto fechado que não falava muito , porém era gentil que ajudava os outros mesmo não tenho muito carinho em casa. Quando eu o conheci ele estava chorando. Mesmo eu não o conhecendo direito eu o consolei , desde daquele dia nos viramos amigos. Eu o protegia e ele a mim.
   Conforme agente ia crescendo eu comecei a vê-lo de um jeito diferente , não como o irmão mais velho que todos diziam que ele era meu , mais sim como um homem. Mais sempre mantive meus sentimentos guardados a 7 chaves para que ele não se afastasse de mim. Não queria perde-lo de jeito nem um , ele era minha família já que eu era uma órfã que ninguém cuidava ou se importava. Até minha mãe não mim quis….
   Quando completamos 17 anos , foi quando o vírus nos atingiu. Eu não perdi muita coisa já que ninguém se importava comigo , apenas começaram a querer me bater ou me chamando de "monstro". Ganhei um poder semelhante a de uma feiticeira , fazer magias , criar barreiras , ou fazer coisas ficarem invesiveis aos olhos humanos. Sai criou a capacidade de qualquer desenho seu se tornasse real. E com o passar do tempo sai ficará distante de mim.
   Eu não sei muito bem o por quê , não sei se foi algo que fiz ou falei mais ele se afastou de mim. E a órfã perdeu mais alguém. Não era surpresa para mim , porém doeu que eu nem consegui confessar meus sentimentos por ele!
   Caminhei por entre os bosques , e me sentei debaixo de uma sombra de árvore. O dia estava calmo , e as pessoas não me perceguiram mais. Mais eu tava com fome , muita fome mesmo , tentei dormir para ver se ela passava…
   Acordei sobresaltada quando vi um vulto de pé na minha frente já iria lança um feitiço porém ouço a voz de sai :
- calma ino , sou eu o sai- falou ele sentando do meu lado 
   Deitei novamente e fechei os olhos , não queria ter ele ali. Ele me abandonou , como todos fizeram….
- desculpe !- ele disse olhando para as gramas a baixo de nós 
   Não respondi , ele continuou ali parado estático. Acho que o único barulho era a nossa respiração , até os pássaros estavam em silêncio porém eu não estava. Estava confusa com o coração a mil sem ter a mínima noção começa uma conversa…. Porém quando eu iria começa ele continuou:
- peço desculpas pela a forma que agir com você.- ele falou - achei que ficaria melhor sem mim , quero diz e também por que eu estava ocupado com a Elizabeth , ela não queria que eu conversasse com você. Então desculpe ! - ele falou com uma expressão agoniada
   Não sei descrever qual sentimento eu sentia agora , dor …. Decepção ….. desespero… ele me deixou por outra ? 
- você … me deixou por causa de outra ?- falei baixinho 
- eu sei foi …. Uma loucura estupidez , desculpe ino … eu não sei o que eu fiz ….. finalmente tinha achado uma pessoa que me amava sem se importar com minha doença! Acabei me envolvendo e escutei quando ela disse…..
   Uma mulher que o amava ? E eu era o que ? Eu te amei , pior ainda o amo. Sentir que a qualquer momento eu choraria. Não estava conseguindo manter o controle , eu … eu 
- eu preciso ir !- disse levantando e correndo 
    Porém ele foi atrás de mim , usei minha magia para ficar invisível vi uma lago na minha frente e pulei. A água era meu único refúgio agora , não levantei para respira do fiquei ali afundado , afundando só vendo aquele breu na minha frente. O ar estava faltando , fazendo que eu sentisse um dor em meus pulmões. Porém a dor do meu coração era muito maior…..
   Depois de um tempo nadei para a superfície , puxei o ar com urgência. Olhei e sai não estava mais avista , tirei o feitiço e nadei para a terra. Fiquei lá deitada olhando para o céu , minhas lágrimas banhavam minha face completamente. Eu queria disistir da vida , o que mais eu queria aqui ? Até o sai que dizia nunca me abandona fez o que fez…. Por que continuo a lutar ? Qual sentido nisso…..
   Eu não sabia ,  eu não sabia mais de nada !
   Acho que foi um tempo depois disso , que eu comecei a roubar para me manter. Usava meu poder para futar coisas , porém era só comida e remédios quando eu ficava doente. Não tinha mais visto sai e preferia  assim , foi quando eu conheci a Tsunade , ela me acolheu me tratou com uma filha , e novamente meu destino com sai fora mais uma vez conectado….
   
                            Agora 
   Droga ….. como ele pode fazer isso novamente , eu estava acabada meu coração estava quebrado. Porém ele se importou comigo. Ele …. Não sei o que pensar. Corrir para a floresta e me escondi lá. Queria fica só como eu sempre fui e sempre serei só. Por que ninguém me quer!
- droga você não vai fugir novamente de mim ino !- falou sai me pegando e me abraçando
  Fiquei em choque com aquela reação tentei me solta porém ao serviu para seu aperto fica mais firme.
- por que veio ?- disse em um fio de voz 
- por que eu me importo com você não é óbvio!- disse ele sério 
- eu não pedi a sua preocupação!- disse com convicção
   Ele olhou para mim por alguns minutos como se poderecase minha resposta. Então falou em cima voz neutra.
- você ainda está chateada por nossa briga a alguns anos atrás ?-  ele perguntou
- isso não importa certo !- disse jogando as pedra no rio a minha frente.
- para mim sim - disse virando meu rosto para ele
   Olhei para ele sem saber o que dizer , por que ele tinha que insinua que gostava de mim.
- por que ?- falei fraca 
Ele sorriu e pegou meu rosto levando até o seu , e tomando meus lábios. Tentei me afastar porém ele pegou minha cintura fazendo com que eu sentasse no seu colo , apertei seus cabelos e ele me trouxe mais apara perto como se quiser se fundir comigo. Infelizmente o ar fez falta e tivemos que nos separa. Ele me deu um selinho e sorriu para mim.
- ino , o fato que eu te abandonei antes foi por medo de você não corresponde - falou ele acariciando minha face - agente sempre esteve junto , éramos quase irmãos …
   Peguei sua face e fiz ele me olhar , sorrir e me aproximei mais e disse com uma voz fraca.
- eu sempre te amei seu burro , não sei como porém esses anos todos eu não…
   Ele não deixou eu terminar e me beijou com paixão e desejo , me arrepiei com seu beijo seu aperto na minha cintura. Eu já estava queimando de desejo por esse homem , me esfreguei nele com desespero. Porém me recordei de uma coisa é quebrei o beijo fazendo ele me fita confuso.
- o que foi minha loira ?
- eu não sei… quero dizer….. eu nunca - estava tão envergonhada que nem consegui terminar.
   Ele sorriu e acariciou meus cabelos e depois passando seu dedo nos meu lábios então falou com uma voz sedutora.
- não se preocupe eu vou cuida de você meu amor!
   Sorrir corada e ele me pegou e deitou na grama e depois ficou em cima de mim , pegou minha perna direita e levantou minha sai e fez entrelaça em sua cintura. Dessa maneira puder sentir sua exitaçao , corei mais ainda. Ele desceu os beijos para meu pescoço chupando e prendendo a pele com os dentes , fazendo que eu gemesse com o ato. Dando beijos e lambidas ele descobriu meus seios e começou a chupalos um e depois o outro….
   Eu já estava no paraíso com sua língua passando entre o vale dos meus seios. Gemi enquanto ele começou a retira meu short , me deixando mais nervosa do que estava por fim ele retirou me deixando apenas de langerie , olhei para ele que por sua vez melhova como se pedisse permissão para contínua. Sorrir e acenti , ele me deu um sorriso e tirou de vez a calcinha e beijo minha perna com gentileza , gemi o olhando com assiedade…
- você não sabe quanto tempo eu desejei isso - ele falou ainda acariciando minha pele - sentir essa sua macieis esse seu perfume.
   Sentir meu coração batendo louco dentro do peito , seus toques seu calor estava me deixando fora de mim. 
- posso dizer que almejo a mesma coisa!- disse em um suspiro 
   Ele enfim me beijou lá ….  Arrepiei toda com o contato da sua boca quente na minha intimidade. Era uma coisa surreal , agora entendi por que fazem sexo era a melhor coisa do planeta..
- ahhh … ahhhh 
   Eu não conseguia raciocina , só conseguia foca na sensação de sua boca magnífica em mim. Ele então ajuntou dois dedos uma combinação perfeita com sua língua. Não conseguia mais para de gemer , era dolorido de início porém não consegui pedir para para , o prazer que eu estava sentindo era bem maior…
- meu Deus … ahhh … sai - eu disse fraca 
   Logo uma sensação melhor que aquela que ele estava me proporcionado atingiu meu corpo , já não consegui ter total controle do meu corpo , era uma coisa tão….
- ahhh … sai … ahhh 
- deixa vir meu amor !- ele disse dobrando a velocidade de seus dedos no meu interior.
   Logo após essas palavras meu corpo todo se arrepiou e logo sentir como se tivesse tocado o seu e indo para o chão na mesma hora , fiquei mole enquanto ele sugava meu gozo que eu  dei a ele. Depois de engolir ele escalou meu corpo até fica entre minhas pernas. 
- você é tão gostosa minha linda !- ele disse me beijando 
- vai doer ?- perguntei timidamente
   Ele sorriu e deu um beijo na minha testa e respondeu.
- vai meu amor , porém você vai gosta e muito depois !- disse ele já pocisionando seu pau na minha entrada.
   Segurei ele com força me prepando para o que estava por vir. Ele começou a me penetrar , sem dúvidas era uma dor insuportável era como se ele estivesse me partindo ao meio. Meus olhos ficaram marejados. Foi então que ele tirou e depois enfiou tudo com força me fazendo grita pela a dor cortante que sentir.
- desculpe amor - falou ele parado - seria pior se fôssemos devagar.
   Minha boca se abril porém não saia nem uma palavra , sem dúvidas a dor era de matar , ele começou a se movimentar e colocou um dedo no meu clitóris massagiando assim balançando as sensações entre dor e prazer. 
   Logo estávamos gemendo como dois loucos , a dor tinha desaparecido e agora só havia prazer , eu estava nas nuvens até que finalmente percebie como aquilo acabaria…
- ahhhh … sai eu tô gozando!
   Disse com um suspiro sofrido 
- isso meu amor …. Dá esse pra mim - disse ele metendo em mim com mais força 
Continua…..
  

 


Notas Finais


Bom gente como você já sabem eu tinham falado que vou está ficando mais no passado deles para que assim a história tenha seu seguimento. Espero que você gostem e até o próximo capítulo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...