1. Spirit Fanfics >
  2. My Adoptive Sister >
  3. Mudanças

História My Adoptive Sister - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Heeyyy volteiiiii, com mais um capítulo de My Adoptive Sister cês tão gostando bastante né ksksk fico feliz por isso. Bom aproveitem e até o próximo capítulo 😊😊

❤️❤️ SAYONARA ❤️❤️

Capítulo 3 - Mudanças


Fanfic / Fanfiction My Adoptive Sister - Capítulo 3 - Mudanças

Como sempre tudo estava calmo a noite avia caído e nenhuma encrenca surgiria pelo menos foi o quê o velho porteiro pensou, ao longe viu uma gangue de bandidos se aproximarem pra tirar seu sussego mais uma vez 

- Abra os portões - mandou apontando uma arma pro velho 

Nada disse afinal estava cansado fez apenas o que sempre vazia pegou a chave e a entregou pro homem que animado a pegou seguindo pro portão com seus homens, voltou a sentar nem sua cadeira bebendo mais um golê do seu amargo café 

- Outra vez ?! - surgiu do nada assustando o pobre velho 

- S-senhorita Yuri não me assuste desse jeito - pediu fazendo a jovem rir consigo 

- Me perdoe Zebro, acabo de voltar e já me deparo com isso - falou se referindo aos gritos irritantes que ouvia vindos de dentro - eles não cansam mesmo de servir como comida pro Mike - cruzou os braços 

- Como foi sua viajem senhorita ? - perguntou por ver a moça novamente 

- Pensei que seria divertido, quando achei ter encontrado alguém que valesse a pena matar mas não foi nada emocionante. De qualquer jeito eu já tô indo vou dá um "oiê" pro Mike antes - correu até o portão o abrindo dando de cara com uma pilha de olhos 

Abriu um grande sorriso e correu na direção do animal que ao vê-la soltou um enorme uivo, se deitou na grama aceitando o carinho que garota lhe dava após alguns minutos Yuri se dirigiu até a mansão ao verem Yuri os mordomos que ficavam do lado da porta se curvaram e ela os cumprimentou 

- Mamãe, Papai voltei - avisou tirando a jaqueta preta que vestia entregando a peça a Kanaria - obrigada - sorriu vendo-a se afastar 

- Meu amor você voltou, senti tanta saudade - desceu as escadas correndo pra abraça a filha 

-  Mamãe só faz dois meses que viajei - retribuiu o abraço 

- Mesmo assim - acariciou os cabelos prateados da filha 

- YURIIIIII - gritou pulando em cima da irmã com um abraço 

Yuri retribuiu o abraço da irmã, era normal aquela reação Alluka era muito apegada a si. Se soltaram e se dirigiram a sala de jantar logo os mordomos chegaram servindo os alimentos 

- Onde estão os outros ? - perguntou 

- Seu pai e seu avô tiveram um trabalho a fazer, Milluki não sai daquele quarto como sempre e Illumi e Kalluto estão treinando - respondeu - e o Kill saiu com uns amigos dele 

Sentiu seu rosto corar só de ouvir o nome do garoto, mesmo após anos seus sentimentos pelo irmão não tinham mudado não sabia dizer que relação eles tinham, desde crianças tinham vontades estranhas de se abraçarem e estarem sempre juntos no começo não era tão esquisito mas agora eram adolescentes e tanta aproximação poderia ser mal vista ao olhos dos outros 

- Mana você tá bem ? - perguntou Alluka 

- C-claro que sim, só tô ansiosa apenas isso - respondeu comendo o que estava no prato 

- Imagino que sim suas aulas começam amanhã deve descansar bastante - disse 

- Tem razão mamãe, eu vou indo pra cama então - se levantou deixando beijo na testa Kikyõ e uma abraço em Alluka 

Yuri subiu as escadas e se dirigiu ao quarto que dividia com Killua, ele avia insistido tanto pra que ela ficasse no seu quarto que seus país acabaram sedendo. Soltou os cabelos que até então estava preso em um rabo de cavalo e seguiu até o banheiro tirou as roupas e se dirigiu ao chuveiro o vapor da água quente se instalou no ambiente imbasando o espelho, Yuri passou a mão no vidro revelando seu reflexo 

Gostava do que via a sua frente o que nunca pensou ser possível já que sentia vergonha da sua aparência incomum, desceu a visão e notou que as cicatrizes frutos de seu árduo treinamento quando pequena tinham sumido 

// Flashback // 

Sentiu um leve balançar em seu braço e se forçou a abrir os olhos 

- Hora de acorda Yuri - disse 

- Que horas são ? E porquê me acorda essa hora da madrugada Killua ? - perguntou esfregando os olhinhos 

- É melhor ir se acostumando seus treinos seram assim a parti de hoje mas também terá dias que nem sequer irá dormi como também dormi pode te deixar feridas dolorosas e cicatrizes profundas - disse tranquilo 

- P-porque tá me dizendo isso ? - perguntou assustada 

- Só quero que lembre de uma coisa - subiu em cima da cama fazendo-a se deitar novamente ficando por cima da menina - não importa o quanto seja doloroso, não importa quanto sangue possa escorrer ignore a dor reprima seus gritos de desespero e lembre que é necessário se você quiser ser uma Zoldyck - se aproximou beijando-a 

Ficaram parados por um tempo na mesma posição apenas com os lábios de tocando olhando fixamente um pro outro, Killua se afastou e se dirigiu a saída 

(....)

O som da eletricidade sendo ligada e transferida diretamente pro seu corpo era agonizante a dor era intensa e não conseguia conter seus gritos as correntes que lhe prendiam a placa de ferro eram grossas e impediam qualquer movimento de fuga, e pedia mentalmente que aquilo acaba-se logo no entanto a realidade era mais cruel do que imaginava. Todos os dias a mesma coisa e sempre com maiores intensidades em menos de 3 mês Yuri já não gritava mais ou demostrava qualquer reação equivalente a dor, logo feridas profundas não eram problema, a imunização com veneno foi atingida em pouquíssimo tempo dias depois suas habilidades estavam impecáveis e seus sentidos mais agusados com 12 anos já avia dominado diferentes técnicas e assim como Killua avia dominado diferentes formas de usar eletricidade Yuri também conseguiu e em algumas semanas já estava sendo contratada como assassina profissional 

// Flashback off //

O vapor mas uma vez imbasou o espelho, trazendo Yuri a razão não pudia negar o fato de quê seu treinamento tinha sido rígido no entanto o resultado que conseguiu com o passar dos anos não era de se odiar seu corpo estava amadurecido avia ganhado lindas curvas e seus seios tinham crescido sem sombra de dúvida avia se tornado uma linda jovem 

Saiu do banho e se vestiu pra dormi, olhou pro outro lado do quarto observando a cama vazia de Killua fazia apenas alguns meses que saiu há trabalho mas a falta que sentiu parecia de anos sem vê-lo 

Sim, nada tinha mudado desde aquele beijo na biblioteca, muito pelo contrário depois disso passaram a repetir o ato sempre que queriam Killua já não a largava mais, estavam sempre juntos a todo momento até na hora no banho mas a medida que cresciam limites eram impostos pela garota, Yuri sabia que aquela relação era impossível mas não conseguia afasta-lo de si e nem afastar-se dele 

E sempre que achava que o certo era por fim a essas ações lembrava-se das palavras dele 

**Eu te amo, Yuri** 

No começo era somente um inocente encostar de lábios, aos 14 anos isso mudou os beijos ganharam movimentos rápidos e seus corpos começaram a reagir de forma desconhecida e apenas com 16 anos descobriram o que eram essas reações, agora aos 18 seus desejos pediam pra serem saciados e seus corpos pediam um pelo outro no entanto nada além de toques e beijos 

Afastou os pensamentos da sua mente e abraçou o travesseiro que estava do lado que ainda tinha o cheiro de Kill empreguinado nele resultado da última noite que dormiram abraçados em sua cama, em poucos insistantes o sono se fez presente deixando-a incapacitada de ver a porta ser aberta por um lindo garoto de olhos azuis




 


Notas Finais


Hoooyyy Cookies 🍪❤️ espero que tenham gostado desse capítulo o que vcs acham q vai acontecer agora com esses dois ??? Ksksks

Bom só no próximo capítulo, um bjinho e até lá

❤️❤️ SAYONARA ❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...