História My Angel - Imagine Jinhwan e Bobby - Capítulo 8


Escrita por: e MaryCrazyGirl

Postado
Categorias Black Pink, EXO, IKON, K.A.R.D
Personagens B.M, Baekhyun, Bobby, Chanyeol, J.Seph, Jennie, Jinhwan, Jisoo, Lisa, Personagens Originais, Rosé, Yunhyeong
Tags Bobby, Drama, Jinhwan, Romance
Visualizações 56
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaa amores !!

Hj vcs podem ver que a escrita esta diferente n e mesmo ?! Kkk então aqui é a outra autora dessa história , e eu resolvi escrever esse capítulo para vcs ...

Espero que gostem 😊

Capítulo 8 - Hot


Fanfic / Fanfiction My Angel - Imagine Jinhwan e Bobby - Capítulo 8 - Hot

Eu: Onde estamos Bobby ?-Falei olhando para os lados e não reconhecendo o lugar , era atrás de um prédio de uma rua não muito movimentada.

Bobby: Em um lugar...-Fala ele sorrindo , o que será que esse moleque está aprontando?!.-Vem comigo ...

Ele pega na minha mão e sai andando , nos nus distanciamos da moto e logo depois ficamos em frente a uma cerca de arame farpado e uma placa bem grande de "não entre" ,Bobby sorriu para mim e pulou a cerca .

Eu: Você tá louco ? Tem arame , e tá escrito para não entrar.-Falei logo recebendo um riso nasal do maior.

Bobby: E desde quando você é a senhorita não faço nada de errado ? Qual é , você nunca quebrou uma regra ?-Fala ele segurando minha mão e me ajudando a pular.

Eu: Algumas ... -Disse sorrindo assim que o maior pega na minha mão novamente e começa a andar e entramos dentro de uma mata muito densa .

Eu: Depois você vai conseguir achar o caminho de volta pra estrada ?-Falei vendo que ele não tava prestando atenção no caminho.

Bobby: Vamos nos preocupar com o presente é deixa o futuro para depois.-Disse abrindo aquele sorriso lindo sacana que ele tem , como falar não para um cara desses ? No vocabulário de pessoas que convivem com o Bobby não existe a palavra não .

Eu: Para onde está me levando ? Minha irmã vai te matar !-Falei assim que a gente parou ,com certeza estávamos longe de estrada e de toda a civilização ,era tudo tão lindo , avia uma pequena queda de água que caia no pequeno rio ontem estávamos , tinha árvores para todos os lados e dentro do rio tinha um caminho que dava para uma grande pedra dentro da água.

Bobby: Vamos-Fala tirando os tênis e indo até a pedra e sentando em cima dela.

Eu: Você é louco , me trouxe pro meio do nada , tá fazendo eu molhar minhas meias , e tá fazendo eu sentar numa pedra no meio de um rio com correnteza e eu não sei nadar!-Falei enquanto caminhava em sua direção , ele pegou em minhas mãos me puxando para cima e me sentando do seu lado.

Bobby: Você já escutou de amor a primeira vista ?-Fala pegando algumas pedrinhas que tavam perto de nós e atirando no lago.

Eu: Já mais não acredito nessas coisas ...

Bobby: E em vontade de transar a primeira vista ?-Fala me encarando com um sorriso safado.

Eu: Nisso aí eu acredito.-Falei virando meu rosto pela vergonha.

Bobby: Você já teve vontade de transar em lugares sem ser a cama ?

Eu: As vezes ... Tipo na cozinha ... E você ?-Falei me deitando na pedra vendo o céu azul.

Bobby: Aqui , aqui é o lugar onde eu tenho vontade de trepar.-Disse subindo em cima de mim e ficando no meio das minhas pernas.-Quer realizar essa vontade minha ?

Eu: Como todo prazer ... -Falei pegando no pescoço dele é beijando seus lábios de uma forma nada romântica , mais sim com prazer e vontade.

Oras não me julguem , toda a mulher tem vontade de fazer sexo em um lugar público , e agora é a minha hora de realizar esse desejo , Bobby tirou minha blusa apressado deixando vários chupões no meu pescoço e no colo do meu peito , mordi o lóbulo de sua orelha gemendo baixinho ao sentir sua ereção se chocando contra minha intimidade.

Bobby: Como pode alguém ser tão gostosa-Fala com uma voz rouca apertando minha bunda com força.

Sorrio e inverto as posições sentando em cima do seu membro e começando a rebolar , arfei ao sentir ele movimentar seu quadril fazendo seu pênis se chocar contra minha intimidade já molhada com apenas alguns toques desse homem maravilhoso , o mais velho pegou em meus cabelos me puxando para mais perto dando um beijo selvagem em meus lábios me deixando totalmente desnorteada de tanto tesão que estava , enquanto nos beijamos abri sua calça a puxando para baixo só restando sua cueca box branca bem apertada .

Bobby: Quero sua boca ... Aqui-Fala ele apertando meus peitos e abaixando a própria cueca.

Ele fala dando sucçoes , mordidas e chupões em meus peitos enquanto sua mão acariciava minha barriga nua me dando pequenos arrepios.

Sorri maliciosamente e desci meu corpo ficando com o rosto próximo ao seu pau , pego o pau dele e fico admirando aquela obra de arte , a cabecinha era tão volumosa e vermelha que deu vontade de ficar chupando o resto do dia.

Passo a língua em sua glande devagar recebendo em troca um grunido bem alto dele fazendo um rabo de cavalo mão feito no meu cabelo, era como chupar um pirulito , passo a língua devagar por toda a extensão de seu pau grande e grosso e logo depois colocando tudo dentro da boca , os movimentos de vai-e-vem começam lentos mais logo depois de intensificam , comecei a engasgar ao sentir ele precionar mais sua pélvis contra minha boca fazendo seu pai entrar mais fundo .

Bobby: Annwwh , nunca vi uma pessoa chupar tão bem igual você ... Owwwhhh isso contínua-Fala ele fechando seus olhos e jogando a cabeça para trás por puro prazer.

Paro de chupar seu pau assim que sinto um líquido preencher toda minha boca caindo pelo meu pescoço e deslizando até meus seios , sorri maliciosamente para ele enquanto dava pequenos selares na cabecinha vermelhinha de seu pênis.

Bobby: Minha vez gatinha.-Disse e me colocando deitada no seu lugar.

Ele começa me beijando e dando pequenos selares sucessões e chupões em minha barriga e meu peito que com certeza ficariam roxos depois , enfiei a unha no lodo que tinha ali na pedra ao sentir sua língua quente entrando dentro de mim, ele sugava meu clitóris e estimula minha entrada me fazendo dar gemidos altíssimos , suas mãos apertavam meus peitos rígidos , joguei a cabeça para trás já sentindo meu orgasmo chegar e lubrificar minha entrada com o pre-gozo.

Eu: Chega eu não aguento mais , eu quero você dentro de mim.-Falei fazendo ele deitar de novo e sentado em cima do mesmo.

Bobby: Oooww o que eu mais quero é ver você cavalgando em mim.-Disse depositando um tapa estalado em minha bunda.

Encaixo o membro dele na minha entrada quicando freneticamente depois fazendo meus peitos subirem e descerem rapidamente , Bobby pega meus peitos e os apertam fortemente fazendo eles pararam de subir e descer junto com o movimento dos nossos corpos e hora ou outra dava tapas na minha bunda e apertava minha cintura.

Arranho o abdômen dele gemendo alto ao sentir o líquido quentinho de Bobby me preencher por completo .

Tiro seu membro de dentro de mim deitado ao seu lado ofegante , nos dois tentavamos controlar a respiração.

Bobby: Essa com certeza foi a melhor transa da minha vida ... Puta que pariu você é gostosa demais-Fala apertando minha cintura e me fazendo deitar de barriga para baixo em cima dele.

Eu: Temos que ir ... -Falei beijando o abdômen sarado dele.

Bobby: Por que ? Você não quer fugir e morar só nós dois em uma casinha próxima daqui ? Uma casa na árvore ?-Fala ele rindo e beijando o topo de minha cabeça.

Eu: Seria perfeito ... Mais eu prefiro a gente continuar com nossas vidas e sempre que quiser transar vir pra cá ... Vai ser o nosso cantinho.-Falei passando minhas unhas pelo seu tórax.

Bobby: Nosso cantinho de foda ? Gostei disso.-Disse rindo e selando nossos lábios.-Vamos , tenho que te deixar em casa antes que sua irmã coloque a Coreia inteira atrás da gente.

Pulamos dentro da água nus mesmo , como não sei nadar fiquei pendurada no pescoço do Bobby que ria com meu desespero, chegamos a margem e colocamos nossas roupas e fomos para a moto dele.

[...]Quebra de Tempo [...]

Fomos o caminho inteiro para casa rindo e contando piadas , e hora ou outra eu fazia cosquinha na barriga dele , chegamos em casa e vejo minha irmã e o Jin-hwan conversando e se abraçando , desço da moto e fico do lado dela.

Kim: Temos que ir ! Mas até quinta..-Eles param de se abraçar e sorrir um para o outro ... Meu deus quanta melação.

Jinhwan: Tchau minha pequena!-Fala ele acariciando a cabeça dela de uma forma fofinha é apaixonado .

Ficamos lado a lado , ela olhando sorrindo boba paga o Jinhwan e eu para o Bobby , o mesmo piscou para mim e saiu em sua moto , fiquei olhando para ele até desaparecer da minha visão.


Notas Finais


Bom se gostaram comentem e desculpa qualquer erro ❤️

2 beijos 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...