História My angel - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Visualizações 24
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 8 - Capítulo 8


     P.O.V.S 
         Ângela Carter 

    O que eu irei fazer agora? Eu estou perdida, de menor, sem trabalho, sem moradia, sem minha mãe... eu estou arrasada. Neste exato momento eu estou no "meu quarto" na casa do Justin, enquanto ele disse que iria tomar um banho e conversar com seus pais sobre algo que não me identificou, eu ja não conseguia mais pensar em nada, minha mente estava uma verdadeira confusão, meu rosto ardia do tapa que levei mais cedo, a todo momento em que eu me lembrava disso meus olhos ficavam marejados, mas eu não permitia que o choro viesse, eu havia prometido o Justin que não choraria mais.  

     - Angel?- Jay entra no quarto .

      - Oi Jay.- digo o encarando e sorrindo fracamente.

     - Eu tenho uma proposta para lhe fazer.- ele diz sorrindo timidamente.

      - Pode dizer Justin.- digo e ele me chama com a mão, me levanto da cama e o sigo, descemos as escadas e entramos na cozinha, seus pais estavam sentados na mesa tomando um lanche.

     - Sente-se querida.- Pattie diz sorrindo e assim eu faço.

     - Bom.. e-então é uma coisa m-meio precipitada, m-mas é uma coisa que daria certo para mim e para você também.- Justin diz me deixando confusa.

     - E o que seria essa coisa precipitada?-pergunto e ele coça a sua nuca.

     - Nós nos casarmos.- ele diz e em um ato sem querer acabo cuspindo o suco que eu havia acabado de colocar em minha boca. 

      - O quê?- pergunto quase em um grito. 

      - Nós casarmos, você me ajudaria com a empresa dos meus pais e eu compraria uma casa para nos dois.- ele diz sem jeito.
    
     - Um casamento, casamento é muita coisa Jay, eu não sei se estou pronta para isso.- digo e ele assente triste, seus pais apenas olhavam toda aquela situação. 
 
     - Pense a respeito, mas pense com carinho, eu sei tudo o que você está passando com seus pais, isso te ajudaria bastante também, você pode ficar morando aqui em casa conosco de boa, so que o casamento seria melhor pois teríamos uma casa apenas para nos dois, não precisaria ser nada sério, continuariamos a ser amigos, so na frente das pessoas que teríamos que fingir e tal.- ele me explica tudo calmo.

     - Eu preciso pensar primeiro .- digo me levantando e ele assente.- Obrigada mais uma vez por estarem me ajudando .- digo e ele sorri junto a seus pais. Volto para meu quarto e acabo caindo no sono depois de muito pensar.

   ~ 3 meses depois~ 

    Eu estava na escola, graças a Deus o ano ja estava acabando so faltava um mês e meio de aula, meu aniversário será daqui 3 dias, bom eu estava triste, queria minha mãe comigo, eu a vi umas 2 vezes e em todas elas, mamãe virou o rosto e me ignorou, se Justin não estive comigo acho que começaria a chorar feito louca no meio da rua. Amber havia parado um pouco de pegar no meu pé, mas quando ficou sabendo do meu casamento com Justin, bom sim eu aceitei a proposta dele, ela começou a ficar me enchendo novamente e ainda teve a coragem de falar aos alunos que eu estava grávida de Jay, o que deu uma pequena confusão. No final Justin perguntou se eu estive o que eles tinham haver com isso, e se eles iriam assumir e tal. Nosso casamento será daqui 2 meses, em nossas férias, algumas pessoas da escola foram convidadas por parte do Justin, ja que por mim eu não convidaria ninguém. As aulas hoje se passaram rápido, hoje era quinta e amanhã seria feriado, eu iria fazer uma viajem com Jay e seus pais, ou melhor meus "sogros", eu iria conhecer o Canadá, eu passaria meu aniversário la e voltariamos segunda de tarde. Neste exato momento eu estava arrumando minha mala, melhor eu estava terminando de arrumar, so estava terminando de colocar algumas coisa femininas como lingeries, perfume, creme, escova, absorventes e tal. 

     - Terminou Angel?- Justin pergunta entrando no quarto enquanto eu estava com um pacote de absorventes na mão, rapidamente eu tento esconder mas ele acaba vendo e sorri sem graça .

      - Desculpa Angel, tenho que começar a bater na porta antes de entrar .- ele diz e eu concordo .
   
       - Está tudo bem Jay.- digo e ele sorri .

       - Iremos daqui 10 minutos, ja está pronta?- ele pergunta e eu assento.

     - Já terminei, so vou arrumar meu cabelo.- digo indo até o banheiro e ajeitando meu cabelo em um cabo é cavalo bagunçado e passo um pouco de gloss, pelo o que me falaram la no Canadá a família do Justin é bem famosa então acho melhor eu me arrumar um pouco. Saio do quarto e vejo que minhas malas não estão mais lá, Justin deve ter descido com elas, pego minha bolsa de lado e desço também, chegando lá vejo ja estão colocando as malas nos carros e então sigo até lá.  

     - Você está linda querida .- Pattie diz sorrindo .

     - Você também está .- digo a abraçando .

      - Você esqueceu sua aliança Angel .- Justin diz e eu fico sem graça .

      - Desculpa, é que eu não estou acostumada com isso ainda, eu havia tirado para tomar banho .- digo e ele sorri me abraçando e me levantando .

      - Está tudo bem pequena, tome.- Justin diz e me entrega meu anel de brilhantes incrivelmente lindo e eu coloco em meu dedo . 

      - Vamos meus amores .- Pattie diz entrando em um dos carros junto a Jeremy e eu e Justin entramos no outro que seguiram para o aeroporto. A viajem foi um pouco longa mas nada de exagero. Assim que chegamos Justin estava dormindo ao meu lado então eu o acordei com cuidado e ele se ajeitou para sairmos, assim que desembarcamos haviam vários fotógrafos, e eles começaram a nós fotografar e perguntar coisas do tipo " onde será o casamento?" ,  " por que iremos nos casar tão rápido?"  entre essas coisas. Depois de muito, mas muito trabalho mesmo conseguimos chegar no carro com a ajuda de seguranças do aeroporto que vieram nos ajudar pois havia feito um grande tumulto e eu passei mal com vários Flash em meu rosto, Justin me pegou no colo pois eu estava tonta e quase cai, assim que entramos no carro, eu o encarei e ele olhava para fora do carro pela janela a espera do seus pais que conversavam com os paparazzi.

     - O que é isso ?- pergunto ofegante e ele se vira para mim .

      - Bem vinda ao meu inferno .- Justin diz sério .

      - Por que eles queriam saber de nós ?- pergunto confusa .

      - Por conta da empresa dos meus pais, se lembra que eu te disse que meus pais eram meios que famosos por aqui ?- ele pergunta e eu assento, onde eu vim me meter? 

      - Por que você não me disse sobre isso antes?- pergunto a ele.

     - Eu nao sabia que seria assim, nunca foi assim, deve ser por conta do nosso casamento, agora eu, nos seremos donos de 80% das empresas.- ele diz e eu arregalo os olhos .

      - Eu não quero isso .- digo e ele suspira.

      - Não quer se casar comigo ?- ele pergunta triste .

      - Não, não é isso .. eu não quero ser dona de empresas e tal .- digo e ele sorri francamente.

      - Tudo bem pequena.- Justin diz me abraçando e sentimos os Flash invadindo o carro pois a porta foi aberta por Pattie e Jeremy para entrarem .

      - Desculpe por isso querida .- diz Pattie e eu concordo .

      - Está tudo bem Pattie .- digo e ela sorri. 

       - Bem vinda ao Canadá.- diz Jeremy e todos comemoram .


Notas Finais


Comentem o que estão achando
Desculpe pelos erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...