História My Angel Black - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Deidara, Fugaku Uchiha, Hidan, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Kabuto, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kisame Hoshigaki, Konan, Kurenai Yuuhi, Madara Uchiha, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Personagens Originais, Sasori, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha, Zetsu
Tags Akatsuki, Itachi Uchiha, Itachixsany, Itasany, Kakairuka, Kakuhidan, Naruto Uzumaki, Painkonan, Romance, Sany Itimityzuki, Sasodei, Sasuke, Sasunaru, Zettobi
Visualizações 17
Palavras 3.832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey reanders!^_^.

Primeiramente, gome nasai pela demora do capítulo, e que eu tive alguns imprevistos esses dias e só deu pra postar hoje😢😢😢......, e também porque minha internet está uma merda (Desculpem o palavreado), mas agora voltei com capítulo novo, espero que gostem, e peço que deixem seus comentários falando do que acharam Ok!.🤗

Boa leitura pessoal😙😙

Capítulo 5 - Capítulo 5-Ajuda dupla.


Fanfic / Fanfiction My Angel Black - Capítulo 5 - Capítulo 5-Ajuda dupla.

                      

                                😻😻😻

~Pov's Sany On~

Eu não acredito no que eu fiz, aonde eu tava com a cabeça, neguei com a cabeça, porque eu aceitei,-isso..isso foi loucura, atravessei o pequeno caminho de pedras, subir a escada levando minha mão a marceneta, abrir a porta sentindo um olhar sobre mim, olhei para o sofá vendo um sorriso maldito no rosto, fechei a porta e subir as escadas não ligando pra ele, passei pelo corredor entrando em meu quarto, me joquei na cama de barriga pra baixo, colocando o travesseiro em minha cabeça, sentir a ponta da cama afundar, uma mão tirou o travesseiro de minha cabeça, me sentei na cama olhando para meu querido e diabólico primo, o mesmo estava sem aquela máscara esquisita de antes,-pra quê ele usa aquilo afinal?.

___E então o que rolou?-pergunta Kakashi.

___Me diga uma coisa Kakashi....desde quando lhe devo satisfação da minha vida?...-digo rispida.

___Desde o dia em que te salvei....-diz ele cruzando os braços.

Isso já e apelação...Tsc, mas ele tem razão, Kakashi me salvou, eu tenho uma dívida com ele que nunca vou conseguir pagar, passei a mão em meu cabelo colocando alguns fios atrás da orelha, olhei para ele suspirando,-Vou me arrepender disso.

___Ele me chamou pra sair amanhã a noite-digo dando um pequeno sorriso.

___COMO ASSIM!!?-diz ele gritando e se aproximando de mim.

___Para de gritar e se afastar!-digo receosa e me levantando da cama.

___E você priminha, aceitou?-pergunta ele deitando despojado em cima da cama.

___Sim-respondo olhando pela janela.

___E porque tá preocupada?-pergunta ele. Kakashi me conhece mais do que eu mesma.

___Tsc....você sabe que eu nunca sair assim-digo olhando para ele, Kakashi estava sorrindo de lado.-Depravado.... ouvir batidas na porta e logo a mesma ser aberta.

___Queridos desculpem atrapalhar...mas, Kakashi o Iruka está lá embaixo-diz May.



___Opa! To indo lá-diz Kakashi saindo do quarto correndo, isso e que chamo de louco pelo namorado, sentir um olhar sobre mim.


___O que foi Oka-san?-pergunto arqueado uma sobrancelha.



___Como foi?-pergunta ela sorrindo.

___Tsc....do que a senhora esta falando?-pergunto receosa.

___O seu "Amigo", aconteceu mais alguma coisa quando sairam de casa?-pergunta ela sentando na cama-Você entrou em casa  muito esquisita, pensa que não percebir.

Droga! Agora todo mundo sabe da minha vida, Fala sério, primeiro o Kakashi, depois o Yugo, agora minha própria mãe, isso já e perseguição.

___Oka-san tem problema se eu voltar para casa amanhã a noite um pouco tarde?-pergunto e vendo arregalar os olhos.

___OBRIGADA KAMI-SAMA, finamente ira sair um pouco minha querida-diz ela dando um salto da cama.


___Hehehe, então isso e um sim?-digo passando a mão na nuca.



___Divirta-se minha querida, mas não passe dos limites-diz Oka-san sorrindo-Pelo que vejo, aquele rapaz está interessado em você, deu pra notar pelo jeito que vocês estavam quando entrei no quarto.

___A tatuagem dele e linda-digo me lembrando quando ele tirou a camisa.

___Só a tatuagem?, ou o corpo dele todo?-diz Kakashi entrando no quarto, olhei para trás dele, vendo uma figura de rabo de cavalo e um sorriso invadindo meu quarto, Iruka estava com os labios inchados por conta dos beijos violentos de meu querido primo, Iruka e o tipo de pessoa fofa e inteligente, o mesmo trajava uma calça jens azul escuro, uma blusa cinza com desenhos de raios na cor preta do lado, e um tênis All Star preto.

___Bom dia Sany-san, May-sama como vão?-diz Iruka sorrindo.

___Estamos bem, e você Iruka como vai?-diz Minha mãe acenando para ele.

___Bem-diz Iruka sorrindo.

___Bom, deixarei vocês a sós crianças, tenho que preparar o jantar-diz Minha mãe acenando da porta e saindo, fechando a mesma.

___Sany-san aconteceu alguma coisa?-diz pergunta Iruka curioso.

___Vocês dois! Sentem agora!-digo firme.

Os dois se sentaram na cama, quero dizer, Iruka se sentou direito, já Kakashi se jogou,-Ele está avontade demais..... afastei meu cabelo do rosto, colocando alguns fios atrás da orelha, isso vai ser humilhante, mas não tenho escolha, então vamos lá.....

___Preciso da ajuda de vocês dois em uma coisa-digo olhando para os dois.

___O que é Sany-san?-pergunta Iruka curioso.

___Acho que já sei o que é-diz Kakashi colocado as mãos na nuca.

___O que?-diz Iruka olhando para ele.

___Minha querida priminha tem um encontro, e prescisa da nossa ajuda, resumindo, ela não e de sair muito, então prescisa da nossa ajuda em roupas, to certo?!!-diz Kakashi se sentando na cama.

___S-sim-digo desviando o olhar.



___Kawaiii, sério isso Sany-san, nossa que bom-diz Iruka sorrindo e com os olhos brilhantes.


___Ok! Ok! Vão me ajudar sim ou não?!!-pergunto sem jeito.



___E o que eu ganho?-pergunta Kakashi cruzando os braços.

___Se livra de eu não te enxer de pontapés-digo fria-Ou você prefere que eu conte aquele seu "segredo".

___Que segredo?-pergunta Iruka arqueado uma sobrancelha olhando para Kakashi que estava suando frio.

___Nada não amor Hehehe-diz Kakashi tentando disfarçar.

Olhei aquela cena sorrindo, e a primeira vez que vejo meu querido primo assim, são poucos que tem esse privilégio.

___Do que você prescisa Sany-san?-pergunta Iruka olhando para mim.

___Não sei que roupa vestir....

___Sabia-diz Kakashi sorrindo-Mas eu não posso te ajudar....mas antes de você me esculacha, o Iruka tem um bom gosto pra roupa.

Olhei para os dois tentando entender o que se passava aqui, quer dizer que quem escolhe as roupas do Kakashi, e o Iruka?, olhei para o Umino que estava com um grande sorriso estampando do rosto,-não tem como alguém ser tão feliz assim......



___DEIXA COMIGO!!!-diz Iruka gritando.

Iruka passou por mim como um raio, abriu meu guarda-roupas analisando algumas roupas, e outras ele simplesmente jogava no ar, o que causou incômodo em mim, sou dessas que tem mania de organização e limpeza, ele pegou algumas roupas e colocou em cima da cama olhando para mim pensativo.

___Hum...vamos arrumar algo mais despojado-diz Iruka pegando uma calça azul escuro com algumas correntes do lado, uma blusa de mangas cumpridas preta com um desenho de uma cruz, um tênis qualquer e entregou pra mim-Aqui! Essas roupas vão ficar perfeitas em você.....

Peguei as roupas segindo em direção ao banheiro, fechei a porta começando a tirar minha roupa, coloquei as mesmas dobradas em cima do vaso, peguei a calça jens vestindo a mesma, junto com a blusa, calçei o tênis e.....-Nossa....o Kakashi tem razão dessa vez, o Iruka tem bom gosto....sair do banheiro vendo meu querido primo por cima do Iruka o beijando em cima da cama, Rs, pelo menos, eles dois estão felizes, eu apoio muito o relacionamento deles dois. Chamei a atenção dos mesmo que logo me olharam, Kakashi passou a mão na nuca com um sorriso, em quanto o Iruka estava parecendo um tomate, rir com sua reação.

___Fiu! Fiu! Iruka você fez milagre-diz Kakashi me olhando dos pés a cabeça, olhei para ele balançando a cabeça negativamente.

___Sabia! Ficou perfeito-diz Iruka corado-Você tá linda Sany-san.

___Hunf!!-Kakashi diz em frustação cruzando os braços.

___Ciumento-diz Iruka se aproximando de mim.

Kakashi revirou os olhos, Iruka pegou minha mão me puxando até ao espelho, me olhei bem, realmente a roupa caiu bem, a blusa não muito apertada, a calça ficou certa no meu corpo, me senti confortável, sentir uma mão vir em meu cabelo, Iruka fez um coque falgado, prendendo o mesmo com os guizos.

___Perfeita-diz Iruka corado.

___O caralho!-berrou Kakashi.

___Da pra parar de ciúme besta, cara quantas vezes eu vou ter que repetir, e você que eu amo, Baka!-diz Iruka serio.

Kakashi corou com essa resposta, realmente está muito apaixonado né priminho, olhei para Iruka sorrindo.

___Obrigada Iruka-digo baixinho-Você tem um grande talento, porquê não trabalha como estilista, acho que você faria um grande sucesso.

___Hehehe você acha?!!-diz Iruka sem graça. Ouvimos batidas na porta.


___ Crianças só vim avisar que o jantar está pronto é.....-Oka-san parou de falar e olhou para mim espantada.



___Rsrs-riu Kakashi.

___É....-eu não estava entendendo nada, Oka-san se aproximou mais de mim.

___Ai meu Kami, está linda minha querida-diz ela feliz, fazendo um carinho em minha cabeça,adoro quando ela faz isso....e tão relaxante.


___May-sama o que tem pro jantar?-pergunta Kakashi.


___Lámen, sushi, suco de laranja, bolinho de arroz, dango, e de sobremesa tem sorvete-diz minha mãe, Kami ela preparou tudo isso em uma questão de poucas horas, ela olhou para Iruka sorrindo-Irá jantar com nosco Iruka?.

___Ah?...eu não quero incomodar-diz Iruka sorrindo constrangido.

___Ora deixe disso!, você faz parte da família agora-diz Oka-san-Vai jantar aqui sim senhor!



___Acho melhor obedecer-Sussurra Kakashi pro Iruka.

___Tudo bem então-diz Iruka sorrindo.

Vir Kakashi sair do quarto puxando Iruka, Oka-san continuava olhando para mim, sorrindo o tempo todo.

___Hum....falta um detalhe-diz ela mexendo em uma caixinha que eu guardava algumas joias, mas eu não sou de usar muito, pegou um colar e se aproximou de mim, colocou o colar em volta do meu pescoço-Perfeito!.

Me olhei no espelho, ficou realmente perfeito, o colar tinha uma pedra azul pequena de formato oval, olhei para Oka-san que sorriu, me dando um abraço apertado, talvez ela e o Kakashi estivessem certos.

___Bom, vou descer, você vai jantar minha querida?-pergunta Oka-san da porta do quarto.

___Estou indo-digo sorrindo.

Ela assente e sai fechando a porta, me olhei mais um pouco, realmente, estou diferente, e a primeira vez que vou sair assim, mas não é por falta de pretendentes, e só que....por que com ele foi diferente?, porquê eu aceitei isso?, andei a passos lentos até ao banheiro, fechei a porta tirando minha roupa, pequei a roupa que estava em cima do vaso, vestir a mesma saindo do banheiro, deixei as roupas de sair em cima da cama , sair do quarto passando pelo corredor, descir as escadas indo em direção a cozinha. Me sentei na mesa, Oka-san serviu o jantar, agradecemos e começamos a comer, vir Iruka ficar corado, enquanto Kakashi sorria malicioso para ele, minha mãe e meu pai conversavam e riam. Logo o jantar acabou, Kakashi subiu com o Iruka pro andar de cima, o Oto-san foi pra sala com o Yugo, e eu ajudei a Oka-san a lavar a louça.

                       ♦•♦•♦

Depois que acabamos, dei boa noite para eles e subir as escadas passando pelo corredor, ouvir batidas vindo do quarto de hóspedes que era do Kakashi-Mas oque....me aproximei da porta colocando a cabeça na mesma.

___Ahhh Ka...ka...shi m-mais....

Iruka estava gemendo baixo, mas com certeza estava impossível manter esse ritimo.


___Peça...agora!-ordenou Kakashi.

___Kakashi....Onegai!.....

Sair de perto da porta ignorando o que acabei de escutar, e também o que minha mente estava prestes a criar, andei até meu quarto fechando a porta atrás de mim, me deitei na cama pegando meu celular, deslizei na tela desbloqueado-o vendo que marcavam 21:30 da noite, fechei meus olhos, o vento frio da noite que entrava pela janela, batia contra minha pele, sentir algo quente tocar meu pescoço, me assustei abrindo meus olhos, me sentei na cama ficando de cara com a unica pessoa que queria esquecer, ele sorria de escarneio, seu semblante estava fechado, sentir algo frio em volta de meus pulsos, olhei para baixo vendo as algemas, meu peito ardia, minha garganta doía, o aperto em meus pulsos aumentou, me fazendo debater, abrir meus olhos vendo tudo escuro, passei a mão na coberta tirando a mesma, olhei pela janela vendo os primeiros raios de sol invadirem o quarto, passei a mão no rosto, sentindo o mesmo suado-Um pesadelo....me sentei na cama olhando para o despertador que marcava 05:30 da manhã, me levantei indo até ao banheiro, fechei a porta tirando minha roupa, entrei de baixo do chuveiro deixando a água friar cair em minha pele, comecei a me ensaboa,-E hoje....levantei o rosto sentindo a água cair no mesmo, gemir em reprovação, sair do banheiro com uma toalha em volta de meu corpo, peguei o uniforme da escola, que era igual aos dos meninos, a diferença e que tinha uma saia no lugar da calça, vestir minha roupa indo em direção ao espelho, pentei meu cabelo o predendo em um coque falgado, me olhei no espelho suspirando, pequei meu celular e minha mochila, sair do quarto passando pelo corredor descendo as escadas,-Silêncio....provávelmente quando Yugo e Kalashi estão dormindo, seguir em direção cozinha, Oka-san deve ter saído, o café estava pronto na mesma, me sentei colocando uma xícara de café com torradas, começei a comer, as imagens de ontem a tarde veio em minha mente como um raio, o seu sorriso, seu perfume, sua tatuagem,-Tsc....tenho que para com isso....meu peito começou a ficar quente só de pensar que hoje iria vê-lo, só não na escola, mas hoje a noite também. Terminei de tomar café, peguei uma maçã saindo da cozinha, passei pela sala indo em direção a porta, passei a mão na marceneta abrindo, sair pela mesma descendo a pequena escada da entrada, passei pelo caminho de pedras, abrir o portão saindo, andei pela calçada calmamente, a escola estava um pouco longe, mas tudo bem, chegaria no horário, olhei para a rua vendo que os carros já circulavam para seus destinos, o vento frio da manhã batia contra os fios de cabelos que não estavam presos ao coque,-Isso não tem preço.....quando dei por mim, já estava na frete da escola, alguns alunos estavam sentados na grama conversando, outros ficavam correndo atrás um dos outros, em quanto outros apenas namoravam,-Tsc...adentrei o jardim, andei a passos lentos até a porta principal, notei que alguns ficavam me seguindo com os olhos, não entendo, porquê todo mundo olha pra mim assim, sei que sou novata, mas acho que não e assim que as coisas funcionam por aqui, pelo que ouvir falar, oque geralmente ocorre aos novos alunos na área, e que viram alvo de piada dos veteranos, o terceiro colegial e sempre assim, e o ano aonde a maioria ja se conhecer. E quando o grupo de amigos já estão formados, e não tem espaço para mais ninguém, nas rodinhas. Entrei no pátio indo em direção ao corredor, passei pelo mesmo indo em direção a minha classe, abrir a porta vendo poucos alunos, alguns sentados nas mesas conversando, e outros fazendo bagunça, seguir em direção minha mesa, me sentei e fiquei olhando em volta, vir três meninas vindo em minha direção, e pude reconhecer quem eram, infelizmente.

___E ai novata-diz uma loira.

___Oi-digo olhando para ela.

___Me chamo Sayuri-diz ela quase cantando-Essas são Yumi e Noami.

___Hum...prazer Sany itimityzuki-digo um pouco desconfiada.

___Então, Sany, me diz amore, você tem namorado?-pergunta Sayuri sentando em cima de uma mesa a minha frente.



___Não!-respondo a ignorando, não sei, mas algo nessas três não me agrada.


___Pffff Sabia, se tá encalhada posso te arrumar um pretendente é.....*interrompida*.


___Desculpe, mas não estou interessada-digo a encarando.

___Credo que mal educada!-diz Noami.

___Esculta aqui garota, se acha que pode cantar de galo no meu terreno, você tá muito enganada meu bem, eu sou a representante de turma-diz Sayuri.


___Serio!!?. Nossa!, que belo exemplo você tá dando agora!-digo irônica.

___Olha aqui se você tentar chegar ou então dar uma palavra com o itachi novamente, você será uma garota morta-diz ela com um sorriso de lado.

___Engraçado não me lembro de ter pedido sua opinião-digo sorrindo.

___OLHA AQU...*interrompida*.


___O que tá acontecendo aqui?-diz Itachi.

Olhei para trás vendo os dois pares de olhos ônix, itachi olhou para as três e depois olhou pra mim.

___Deixa ela em paz Sayuri-diz Itachi.



___I-Itachi...-diz Sayuri.

Ele se aproximou de mim e se sentou ao meu lado pois as mesas agora seriam em dupla pelo resto do ano, vir ele olhar sério para as três, Noami e Yumi, puxaram a puxa saco da Sayuri pra fora da sala, Itachi olhou para mim sério, meu estômago revirou.

___Deixa eu adivinhar, a Sayuri disse que é pra você ficar longe de mim, acertei?-diz Itachi sorrindo, mas como ele.

Confirmei com a cabeça.

___Rs, liga não, ela e sempre assim, Sayuri diz isso pra todas as garotas que são novatas, mas você tá comigo agora, então pode ficar tranquila-diz ele colocando as mãos atrás na nuca.

___(Tá comigo agora.....)-essa frase ecoou na minha cabeça.

___Aquela saida ainda tá de pé?-pergunta ele.

Confirmei com a cabeça, vir ele arquear uma sobrancelha, sua mão veio nos fios soltos do coque, e colcou os mesmos atrás da minha orelha, o toque fez com que meu corpo tremesse.

___Não vai dar uma de muda hoje a noite né?-diz Itachi sério.

Neguei para ele que sorriu.

___É. Parece que vai-diz ele.

Eu ia dizer algo, mas desistir ao ver o professor entrar na classe, Itachi suspirou. Me encolhi na cadeira, abrir o livro na página exigida, era aula de Sociologia, não gosto muito dessa matéria, mas oque posso fazer né.

                      ♦•♦•♦

O tempo foi passando devagar, agora só faltava alguns minutos para o intervalo, e essa aula não acaba, minha garganta tá seca, meu peito ardia, meu estômago revirado, minha cabeça latejava, tudo isso por causa dele, o cheiro do seu perfume impregnou minhas narinas, minha respiração ficou acelerada, faltava só um segundo é.....o sinal do início do intervalo soou, me levantei rapidamente, saindo da sala, passei pela multidão de alunos, cheguei até ao corredor de antes, andei a passos lentos tentando controlar minha respiração,-porque?, por quê só com ele?, eu não entendo, apenas ele me deixa assim, eu não estou apaixonada, não, não, não e não, isso e loucura, nem o conheço direito, quando me dei conta, já estava de frete para a porta daquela sala, levei a mão na marceneta abrindo devagar, entrei feichando a mesma atrás de mim, andei pelo caminho até a pequena escada do palco, subir a mesma me aproximando do piano, tirei o plástico de cima do mesmo, que agora não estava mais empueirado, pois avia limpando ele. Me sentei no banco e coloquei minhas mãos sobre teclas de notas mais baixas, prescionei as mesma.

~Pov's Sany Off~

~Pov's Itachi On~

Eu estava andando pelos corredores agora multados por alunos, alguns sentados em bancos, outros se pegavam pelos cantos dos armários, e alguns conversavam, andei a passos lentos até chegar a um corredor, era aonde não tinha quase ninguém, me encostei na parede, peguei um maço de cigarro levando até minha boca, peguei o isqueiro acendendo, tapando com a mão, soltei a fumaça levemente, estava tudo em pleno silêncio, sinto meu celular vibrando no bolso da calça, olhei para a tela do mesmo,-O que esse idiota quer agora?.

~Whatsapp do Itachi On~

Shisui: Itachi tá ai

Itachi: Não, fui pro teu funeral.

Shisui: Eita tá animado né?.

Itachi: Fala logo o que vc quer?.

Shisui: Posso te fazer uma pergunta sincera?.

Itachi: Ai vem merda, mas manda ai.

Shisui: Sobre aquela festa de hoje a noite, você vai né?

Itachi: Sim, porque?.

Shisui: Vai tar cheio de mulher gostosa😏.

Itachi: Hoje não vai dar, já tenho acompanhante pra hoje a noite.

Shisui: Ha!! E mesmo, você vai levar a novata, ai pega leve com a menina.

Itachi: Baka!!!.

Shisui: Ei, teve sorte priminho, a mina e mo gostosa.

Itachi: Nem resposta vou te dar mais Shisui.

~Whatsapp do Itachi Off~

Esse idiota não tem jeito, dei mais uma tragada no cigarro antes de jogar a bituca no chão, pisei em cima me inclinando para começar a andar, mas parei ao ouvir próximo dali, bem baixinho um som de piano, mas aqui nessa espelunca não tem piano, os toques eram suaves, bem cadenciados com a combinação de notas altas e baixas,-Quem será que está tocando....a curiosidade me incentivou a seguir a música, no longo do corredor o som ficava mais alto, andei até chegar a uma porta de uma sala que estava aberta, levei a mão na marceneta, e sem fazer nenhum barulho, fui abrindo, quando meus olhos focalizaram no interior da sala, pude reconhecer que era um anfiteatro abandonado, meus olhos focarizaram no perfil da pianista, andei sem fazer barulho a uma das cadeiras que não estavam empilhadas, me sentei cruzando os braços, olhei para ela que estava concentrada nas teclas do piano, realmente, tenho que adimitir, ela toca bem, seus dedos tocavam as teclas suavemente, optei em abrir a boca em quanto a cação não chegasse ao final,-Então era aqui que ela estava o tempo todo do intervalo...O final da melodia estava se aproximando e, depois de mais algumas notas, acabou, vir ela respirar fundo, me levantei.

___Bravo! Bravo!-gritei aplaudido em quanto caminhava em sua direção-Nunca vir alguém tocar tão bem!.

A mesma se virou para mim assustada, sua boca se abriu para dizer algo, mas infelizmente nada saiu, subir a pequena escada, sentei ao seu lado no banco, Sany estava encolhida, ela olhava para as teclas do piano, apoiei os cotovelos sobre as teclas fazendo um sonoro "bromm", ela se assustou, apertei uma das teclas a direita, o "pim" agudo ecoou pelo anfiteatro, pela primeira vez estava achando aquele silêncio um saco, sim um saco, ela não diz nada.

___Você toca bem, pode tocar novamente a canção?......Toque para mim-pergunto vendo ela colocar as pequenas mãos sobre as teclas, e deu início, seus dedos percorreram com habilidade pelas teclas brancas e pretas, sentir as vibrações vindo do grande instrumento, mantir meus olhos em suas feições, seu olhar estava concentrado nas notas do instrumento, aquela melodia invadiu meus ouvidos suavemente, seus dedos percorreram as últimas notas encerrando a canção, ela respirou fundo, ela olhou para mim por um segundo, mas depois desviou o olhar, peguei em seu queixo fazendo a mesma me olhar, olhei em seus olhos, seus lábios estavam úmidos, sua respiração acelerada, me aproximei mais, e derrepente, o sinal do fim do intervalo soa, sim o maldito sinal, ela deu um sobressalto se afastando de mim, Sany saiu descendo as escadas do palco, ela andou a passos rápidos e saiu o anfiteatro-Tsc....me levantei descendo as escadas do palco, fechei a porta da sala, passei pelos corredores chegando até minha classe, vir ela sentada com a cabeça apoiada no braço em cima da mesa, andei a passos lentos em direção a mesma me sentando ao lado dela, logo o professor entra na sala, e começa a falar.

                      ♦•♦•♦

As horas se passaram rápido, já estava na última aula, estava dando graças a kami, só faltava cinco minutos pro sinal bater, e o professor ficou tagarelando até o último segundo, quando o sinal bateu, todos sairam correndo da sala, Sany estava quase indo embora quando me mentir em sua frente.

___Ei, quer uma carona pra casa?-pergunto a vendo negar-Vamos lá, eu não mordo.

___N-não obrigada, eu vou sozinha-diz ela começando a andar.

___Então tá, a gente se ver de noite então?-digo a vendo acena um "sim" com a cabeça-Garanto que será inesquecível.....

Sorrir de lado ao vela tremer, isso vai ser divertido,-Madara, Madara, essa aposta acabar hoje a noite, que pena, tava tão divertido, ela saiu rapidamente, peguei minha mochila e sair da classe, passei pelo corredor saindo da escola, descir as escadas indo até ao estacionamento, subir na moto dando partida, sair rapidamente passando pelas ruas, cheguei em casa prescionando para a porta da garagem se abrir, entrei com a moto estacionado a mesma, prescionei de novo e a garagem se fechou, passei pelo jardim subindo as escadas, levei a mão na marceneta abrindo a porta devagar, ouvir um pleno silêncio, que bom, subir as escadas passando pelo corredor, entrei no meu quarto fechando a porta atrás de mim, joguei minha mochila em cima da cama, tirei minha roupa indo em direção ao banheiro, me enfiei de baixo do chuveiro tomando uma ducha rápida, sair do mesmo indo em direção ao meu guarda-roupa, peguei uma bermuda preta e uma box vermelha, vestir as mesma, fiquei sem camisa mesmo pois estava calor, pentei meu cabelo o predendo em um rabo de cavalo baixo, sair do quarto descendo as escadas, me joguei no sofá pegando o controle remoto, ligue a Tv de tela plana passando pelos canais, não parando em nenhum, não tinha nada que me interessasse no momento, não na Tv, peguei meu celular no bolso da bermuda o desbloqueado, marcavam exatamente 17:17 da tarde,-Tsc....ainda vai demorar um pouco, mas vai valer a pena, hoje mesmo vou ganhar essa aposta......

Continua.......

                        •••♥•••


Notas Finais


Hey reanders! ^_^.

Primeiramente quero agradecer pela leitura, e muito bacana saber que a história está indo bem😍. Como escritora, devo fazer o máximo para que vocês tenham uma leitura agradável, mas acho que é um pouco difícil, eu as vezes sou como um unicórnio que tropeça em suas próprias pernas(Ou patas, não sei😛), mas mesmo assim tento dar o meu melhor.

Ah, é quem quiser me dar umas dicas pro proximo capítulo eu vou está muito agradecida, estou aberta a qualquer tipo de sugestão🙌.

É quem gostar de Yaoi, eu postei uma história do Kakashi e Iruka, e essa história e a mesma em que eles estão namorados nessa história aqui, na história e como eles se conheceram e se tornaram namorados, sim isso mesmo, a história deles dois tem um Easter Eggs aqui, lembrando que:
Easter Eggs: significa literalmente "Ovos de Páscoa", mas tambem e usado para pequenas referências. Como por exemplo: quando um personagem/objeto de algum game aparece disfarçadamente em outro universo, só para serem encontrados por aqueles mais atentos.

Ah ia esquecendo, aqui esta o link da música que a Sany estava tocando no piano do Anfiteatro:

https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://m.youtube.com/watch%3Fv%3Dw1GK1nNi8Hk&ved=2ahUKEwjOvK-RuubcAhUBiZAKHQXuCp8QtwIwAHoECAAQAQ&usg=AOvVaw0qdAy7bQNGTVixdVaRJfLT

E isso ficarei por aqui hoje, até o próximo capítulo meus lindos e lindas😄😇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...