História My Angel, Give Me Love - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Álcool, Drama, Drogas, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Romance, Sexo, Vingança, Violencia
Visualizações 188
Palavras 1.893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, olha quem voltou com capitulo para vocês hahah! SÓ QUERIA DIZER QUE ESSE CAPITULO FOI ESCRITO NO BUSÃO, isso mesmo tive inspiração as 7 da manhã, peguei meu caderno e escrevi espero que gostem kkk.
Não postei no final de semana porque sabia que a maioria estava com a cabeça focada no enem, então resolvi segurar e só soltar hoje o capitulo.

Tradução do título: "Ponta do Iceberg."


NA CAPA É A NOSSA LINDA, MARAVILHOSA, LILY.

Boa leitura, até as notas finais.

Capítulo 6 - Tip of the iceberg


Fanfic / Fanfiction My Angel, Give Me Love - Capítulo 6 - Tip of the iceberg

ANGEL

 

Fiquei parada olhando para Lily, sem entender o que tinha acabado de acontecer. Minha amiga se aproximou e disse:

-Não se preocupe, ele acha que merece seu ódio, ele ainda se sente culpado, pelo que aconteceu com você.

-Ele não deveria se sentir assim Lily. Não lembro do acidente, mas tenho certeza que a culpa não foi dele.

-Um dia ele vai saber e entender o porquê. Eu tentarei explicar o que eu puder. - Falou apreensiva, assenti balançando a cabeça. - Mas e você está bem? Me diz. - Abriu o sorriso e sentou na minha cama disparando a falar.

-Viada foram os três meses mais loucos da minha vida, tive que dá conta de tudo sozinha, foi bastante difícil, você não sabe como, fora que eu já estava louca, ainda bem que acordou, agora já podemos ir para as baladas juntas, graças a Deus, não estava aguentando mais. - ri com isso. - Não ri, é sério! Eu quase botei um vestido vermelho tubinho em você, para te levar junto comigo a alguma balada, mesmo você estando em coma. - Me olhou séria e não aguentamos começamos a gargalhar.

 

-Estou bem, para quem ficou em coma 3 meses. Tô ótima! Só a minha memória que não está 100%, mas estou pronta para outra.

- Não fale isso nem brincando, nunca mais quero te ver assim, pensei que ia te perder.

- Eu não ia te deixar nunca, ia te atormentar a noite, puxando seu pé. - Rimos.

- Justin me falou, bem por cima que você não lembrava de muita coisa, antes de vim para cá conversei com o médico e ele me tranquilizou dizendo que é temporário, você vai conseguir depois de um tempo lembrar de tudo, não se preocupe. - Segurei sua mão e sorri.

 

Continuamos a conversar, Lily sem dúvidas era a melhor pessoa, o jeito dela contagiava a todos, até as suas piadas sem graça me faziam rir. Passamos o resto do dia assim, assistindo, conversando, ela não tocou no assunto do acidente e eu agradeci por isso, resolvi não perguntar sobre Carlos, sabia que se ele não tinha aparecido até agora, estava ocupado.

 

Eu estava bastante chateada por ele não tirar um tempo para me ver, mas era a vida dele, o trabalho dele, eu tenho que aceitar. No final da noite, eu estava exausta, tinha sido muitas emoções para um dia só, eu tinha feito uma bateria de exames, se tudo desse certo em breve eu receberia alta.

 

Lily foi embora disse que precisava ir em casa tomar banho e comer algo, mas que voltaria para ficar como minha acompanhante, assim saindo e me deixando sozinha no quarto. Eu não tinha mais com quem conversar, nem o que fazer, meu corpo gritava por descanso então resolvi dormir, meus olhos foram pesando, minha mente foi ficando cada vez mais leve e adormeci.

 

LILY

 

Assim que saí do hospital, mandei mensagem para Justin, dizendo para que ele fosse pro BK me encontrar. Precisávamos conversar, precisava contar a ele, uma parte da história que Angel e eu tentávamos esconder, mas infelizmente estava ficando cada vez mais difícil, agora então, não conseguiríamos esconder dos meninos, precisávamos contar logo só não sei como eles irão reagir, mas assim que Angel ficar boa, vou convencê-la de abrir o jogo. Não sabia qual reação eles teriam, mas quanto mais cedo contássemos, melhor seria.

Cheguei ao BK, estacionei meu carro e entrei no estabelecimento, fui direto para o caixa e comprei meu lanche, assim que peguei-o sai procurando uma mesa mais reservada, encontrei uma vazia com dois lugares e pus meus pertences nela, junto com o lanche, me sentei e quando ia começar a comer Justin chegou, acenei para ele que veio ao encontro da minha mesa.

-Oi Lily. - disse sentando na cadeira a minha frente.

-Oi Justin. - Sorri. - Aceita? - apontei meu sanduíche.

-Não obrigada, tô sem fome. - sorriu, sorri de volta dando uma mordida grande no sanduíche.

-Desculpa ter saído sem falar com você, não conseguir manter a conversa com Angel. Ela não lembra então, é impossível que me perdoe agora. - Suspirou pesado.

-Justin. - Falei de boca cheia recebendo seu olhar de desaprovação pelo ato. Ri e terminei de mastigar. - Eu já disse a você que nada foi sua culpa, não vamos voltar a esse assunto de novo.

-Lily… - o interrompi.

-Você estava indo bem, não se culpava mais, só foi a Angel acordar que você começou de novo. Aliás, foi exatamente por isso que te chamei, preciso esclarecer algumas coisas certo? Só não sei se você vai gostar de ouvir o que tenho a dizer. - Dei mais uma mordida grande, estava morrendo de fome, Justin se endireitou na cadeira.

-É sobre o que aconteceu mais cedo? A perda de memória e as coisas sem sentido que Angel estava falando?

-Sim é. -Disse mais uma vez de boca cheia, Justin revirou os olhos e riu.

-Bom, eu não to afim de ver a comida rolando na sua boca enquanto você fala, então termine de comer para termos uma conversa decente. Tenho todo o tempo do mundo princesinha. - Abri um sorriso cínico e lhe mandei o dedo do meio, fazendo-o gargalhar.

 

Justin já estava impaciente, eu estava tesando ele, comi meu sanduíche na maior calma do mundo, pedi o segundo e estava prestes a pedir o terceiro, quando ele falou:

 

-Pra onde vai tanta comida?

-Pra barriga, depois pro vaso sanitário, pensei que fosse mais inteligente, Bieber. - ele revirou os olhos.

-Vou ter que dobrar o trabalho do Chris, porque assim ele vai ficar pobre. Desse jeito, você vai ficar gorda e ele não vai te querer mais. - começou a rir e o fuzilei ele com os olhos e desisti de ir pedir o terceiro sanduíche. - Sabe que tô brincando né?

-Você é um cuzão, fala como se não comesse um prato de pedreiro.

-Como mesmo, só assim para eu me manter gostosão.

-Menos Bieber, vamos ao que interessa. - Ele ficou sério, me olhando atentamente, esperando minhas próximas palavras.

-Bom, não sei nem por onde começar… Mas você precisa saber, eu sei que você não ficou esses três meses indo todos os dias visitar ela por simplesmente se sentir culpado, você também gosta dela, dá pra perceber quando o nome dela é citado. Desde do dia que vocês se conheceram, deu pra perceber que vocês são tão diferentes e ao mesmo tempo tão semelhantes, que já criaram uma ligação antes mesmo de perceberem. Espero que o que eu te fale hoje não te afaste da Angel. - desviei o meu olhar e engoli seco, voltando a olhar para ele.

-Como você sabe, Angel perdeu a memória, o médico me falou que, segundo os exames que fez com ela a perda é temporária, porém ela não só perdeu a memória do dia do acidente e sim de dois anos. - Justin arregalou os olhos. - Ela não lembra de nada que aconteceu durante esses dois anos devido ao trauma, por isso ela falou do ex-namorado, o Carlos.

-Então, ela não namora? - Justin fez uma pergunta mais para ele do que para mim.

-Não mais. A dois anos eles terminaram, foi bastante conturbado o término, Angel decidiu terminar, mas ele não aceitou e disse que se ela não voltasse para ele, ela não iria ter mais nenhum homem na vida dela. Ele prometeu matar ela ou o homem, desde então ele corria atrás dela, todo homem que se aproximava de Angel ele fazia questão de dar sumiço.

-Típico, muita coincidência o mesmo cara que tentou matá-la, ter o nom… - Justin parou de falar quando conseguiu entender o que eu iria falar. - Lily, você ta querendo me dizer que o ex de Angel, é o mesmo cara que é meu inimigo e o mesmo que provocou o acidente dela? - Balancei a cabeça assentindo, Justin ficou calado, não dava para decifrar o que se passava na sua mente, eu já estava nervosa, mas decidi continuar a falar.

-Antes de você tomar qualquer decisão, me escuta, ainda não terminei. - Ele voltou a atenção para mim.

-A seis meses ele não a procurava mais, achávamos que enfim ele tinha desistido. Angel se sentia livre, conseguiu se relacionar com outros homens, mas nada muito sério, porque tinha medo do que Carlos poderia fazer do nada. Até o dia do racha, ela te conheceu e acho que quando Carlos viu vocês dois, viu Angel com outro homem e esse homem era você, o seu inimigo, o ódio deve ter o consumido. Ele é louco Justin, você sabe disso, ele não exitou em tentar tirar a vida dela, eu sempre soube que ele tinha um ciúmes excessivo, mas ele nunca machucou a Angel fisicamente, até aquele dia…

-Ela...Vocês...vocês duas sabiam que éramos inimigos?

-Sabíamos. - Relaxei meus ombros depois de tirar esse peso das costas.

-E por que ela não se afastou?

-Eu não sei.

-Por que você não me contou antes? Você deveria ter me falado, você viu tudo, viu que eu acordava e dormia com a culpa, como posso confiar em você? Se você tiver trabalhando para ele? se for uma infiltrada? - Olhei desacreditada.

-Justin, você acha mesmo que se fossemos infiltradas, minha amiga iria se submeter a se acidentar, só por uma briga besta de vocês? Ela ia correr risco de morrer só por isso? SE FOSSEMOS, EU NÃO ESTARIA AQUI ABRINDO A PORRA DA MINHA BOCA PARA TE CONTAR NADA! EU JÁ TERIA TE MATADO! - me exaltei, algumas pessoas olharam para nós, respirei fundo e abaixei o tom de voz. - Eu não te contei nada, porque eu esperava que Angel te dissesse isso quando acordasse, eu tô contando agora, porque ela não tem condições de contar, era ela quem deveria fazer isso. - Olhei pro chão. - Eu espero que você entenda.

-Não sei se consigo, muita informação, não consigo raciocinar direito. Eu não sei Lily se consigo confiar em você, eu preciso pensar, sozinho. - Falou passando as mãos no cabelo.

-O que eu tinha para te falar, eu já falei, mais do que isso só a Angel pode falar. Eu espero que você entenda e não se afaste dela, ela é uma boa pessoa, assim como você, os caminhos que escolheram, podem não ser os melhores mas todos temos motivos e estamos aqui onde estamos hoje, se você sente nem que seja um carinho por ela e por mim, você vai me perdoar e vai entendê-la. - Falei me levantando pronta para sair.

-Tem mais alguma coisa que eu não saiba? - Ele me perguntou arqueando a sobrancelha.

-Sinto muito Justin, mas o resto da história, só com o consentimento de Angel, pode ser contada. Não lhe garanto que irá gostar de saber toda a verdade, mas um dia você irá saber, por hoje é só isso. - Me encaminhei até a saída, assim que me pus para fora, soltei o ar que prendia. Me dirigi para o meu carro, com a cabeça a mil, a minha preocupação era o que iria acontecer dali para frente.

 

Justin sabia apenas da ponta do iceberg, quando ele descobrir o iceberg por inteiro, pode ser tarde demais e o titanic pode afundar, matando todos nós. Angel tem que recuperar a memória o mais rápido possível.


 


Notas Finais


Gostaria de agradecer a todos os comentários que já fizeram e agradecer também pelos favoritos. Quando comecei a postar pensei que só minha amiga leria e minha felicidade de ver que mais pessoas estão gostando do que to fazendo é surreal. Superou minhas expectativas sério.
MUITO OBRIGADA MESMO!
Vamos ao comentário desse capitulo, que bomba foi essa que Lily soltou para Justin? Será que ela e Angel são confiáveis? E ai me digam o que vocês acham! E esse mistério todo sobre ter mais coisas a serem ditas? Gente meu core, to surtando aqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...