História My annoying hybrid - Capítulo 9


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens Jay Park, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Abo, Alfa, Beta, Bts, Cio, Fluffy, Hentai, Híbrida, Hibridos, Jay Park, Jeon Jungkook, J-hope, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Ômega, Park Jimin, Rap Monster, Suga, Taehyung, Yoonmily
Visualizações 148
Palavras 1.747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello my little hybrid's!

Juno-Sophie: Opa, olhem só quem atualizou cedo?! Nós mesmíssimas!

Pollieny: Eu e a Juno realmente nos esforçamos para escrever esse capítulo o mais breve possível (não que nos outros não nos esforçamos, mas vocês entenderam!).

—Boa leitura! —Pollieny & Juno-Sophie ~Zzz 💕

Capítulo 9 - Conversamos em casa


 


 Min Yoongi 

 


Mily sorria, encantada, para o rapaz de cabelos róseos, que lhe retribuia de bom grado aquele mesmo gesto. Eu revirei os olhos, não acreditando na cena.

 


—Já disse que eu não vou comprar isso, Mily. E vê se não se mete, rapaz. —O olhei de canto de olho, vendo a sua expressão mudar para um sorriso sarcástico. —Vamos, Mily, vamos encontrar algo melhor para comer...


M-mas eu quero comer aqui, Yoonnie! —Ditou manhosa, fazendo bico. Bufei, desacreditado. Ela iria mesmo começar outra ceninha ridícula? 


"Ela não pode usar esse tipo de expressão sempre que quiser algo!" 


—E daí? EU não quero comer aqui, e ponto. —Segurei sua mão, tentando puxá-la, mas parecia não estar adiantando de nada. —Mily... Você está testando demais minha POUCA PACIÊNCIA hoje, não acha?! —Gritei, a olhando com extrema chateação. Ela estremeceu e seus olhos se encheram de lágrimas, que logo começaram a cair. —Não...

 

Meu coração apertou.

Aquela cena. Parecia que já tinha visto antes...

Uma lembrança.

 

Suspirei, tentando afastar os pensamentos. Passei a mão direita pelo cabelo, um pouco frustado. 



—Okey... Escolhe logo o que você quer...

Mily arregalou os olhos rapidamente. Olhei para o lado, evitando olhar para ela. Ela nem deve ter notado, de qualquer forma. Mily sorriu e ficou na ponta dos pés para apoiar os braços no balcão frio de doces.


—Eu quero o bolo coloridinho! Por favor, moço! —Ela sorriu, extremamente alegre para o mesmo que retribuiu.

"Nada de sorriso falso ou sarcástico, rapaz?" Penso, dando de ombros. Dou um suspiro, puxando Mily que já estava com a fatia do bolo na mão comigo para comprar café em outra parte dali.

Logo voltamos, com o meu café amargo e um milkshake que Mily acabou por querer também. Seguimos os dois, lado a lado, para uma mesa. Sentei acompanhado de Mily, que teve um pouco de dificuldade por estar segurando duas coisas ao mesmo tempo. Ela sentou a minha frente, balançando as pernas de um jeito infantil. 



''Por que tão fofa?... Por que... Por que tão parecidas?..."




—Muito obrigada, Yoonnie! —Sorriu largo, sem nem me olhar nos olhos, fitando o bolo intensamente.

—De nada... —Continuei lhe olhando, com o queixo apoiado na palma da mão e o cotovelo sobre a mesa. —Mas você não vai comer? Vai ficar só olhando? —Perguntei ao ver sua expressão agora receosa sobre o bolo.

'Tô com pena de comer... É tão bonito, nem deveria ser de comer! —Murmurou, fazendo um bico chateado, não sei com quem; se comigo, se com ela mesma ou com o bolo.



—Não seja boba, come logo isso. —Estalo a língua no céu da boca. Ouvi um "Vai estragar se comer!' por parte dela. Bufei. Peguei o garfo, e amassei o bolo até ele deixar de ser perfeitinho. —Come isso ou eu te faço engolir. Não vou pagar isso por nada, me ouviu? —Vi Mily olhar para o bolo despedaçado, irritada.


—Yoonnie! Você estragou ele! —Ralhou, brava.


—Sim, estraguei. Isso foi feito para comer e não para admirar. —Respondi num tom indiferente a sua raivinha, tomando um gole sem pressa alguma do meu café. Observo a mesma com as bochechas infladas, tentando mostrar sua raiva por minha tal atitude.

 

''Dane-se.''


Ela pegou o garfo de qualquer jeito, para demonstrar o quão brava estava. Então ela pegou um grande pedaço com uma força desnecessária. Para mostrar o quão brava ela estava, claro. Mily então pôs o pedaço de bolo na boca, com as sobrancelhas ainda franzidas em chateação. Toda sua marra foi embora ao sentir o gosto do chocolate.


Huuuum!... —Murmurou, olhou para mim de canto de olho e começou a mastigar com as sobrancelhas franzidas. Ri levemente pela sua atitude. Por mais que eu quisesse eu não conseguia parar de admirá-la.

 

Sim, admirá-la. O seu jeitinho fofo, totalmente bobo. Por mais que ela me irrite muito, mas muitomuito, mesmo, eu acho que não iria querer que ela mudasse esse seu jeitinho. Sem dúvida é o mais bonito nela.

 




''Droga, de novo não, Min Yoongi!'' 


 


Mily continuou a mastigar disfarçadamente, tentando esconder o quanto ela gostou do sabor do bolo.                

—Isso não é tão bom, é? —Perguntei, esperando saber qual seria sua resposta, já que a mesma estava fazendo um joguinho.



—Não é tão ruim... -Deu de ombros, mordendo com gosto outro pedaço, chegando a revirar os olhos de prazer pelo sabor, mas não dando o braço a torcer. O que faltou em tamanho veio em teimosia. Certamente.

—Estou vendo. —Sorri mais aberto, balançando a cabeça em negação em seguida. Passamos mais alguns minutos ali, eu retirei meu celular, lendo algumas mensagens que recebi. Mily ainda terminava seu bolo, e eu, bom, eu estava entretido com certas mensagens... Tinha aberto uma de minhas redes sociais, vendo que haviam duas mensagens novas.


 


[Min]: Oppa, quando vamos nos ver, huh?

[Min]: Faz tempo que não nos falamos... Eu poderia ir na sua casa, o que acha?


Sorri de ladinho ao ver quem era.


                                                                       Ah, eu não sei, Min. :[Eu]
 

                                                                       Vir na minha casa? :[Eu]

Olhei para Mily.



               Não sei se é um bom dia para isso. Outro dia, sim? :[Eu]



[Min]: Mas qual o problema? Acho que está precisando relaxar, Oppa.



                                            Pode até ser, baby... Mas hoje não. :[Eu]



[Min]: Está me dando um fora, Oppa? Com quem você está, para me dispensar assim?!

 

||Visualizado||

...e ignorada com sucesso.


A partir dali eu desliguei o celular, bloqueando a tela. Não estava nem um pouco a vontade de ter que dar explicações para ela. As quais eu nem devia, aliás



—Vamos? —Vi que Mily já havia terminado de comer. Ela estava avoada, olhando para os lados. Provavelmente ainda surpresa com a quantidade de pessoas em um só lugar.

—Vamos... —Ela murmurou. Eu e ela nos levantamos e eu fui pagar o que devia ao rapaz cínico. Isso mesmo. Eu estou revoltado com todos os homens daqui. Nunca viram uma mulher... híbrida... Não?

Bom... Provavelmente, não.


Ao pararmos no balcão o rapaz volta, com o mesmo sorriso de antes, olhando para Mily.                                                   
                                                                  


—Qual o valor? —Perguntei, demonstrando o meu desconforto. O mesmo voltou sua atenção para mim, desmanchando o seu sorriso. Babaca.


—O bolo, milkshake e o café deram um total de 15, 211 won. Mas... Eu vou ser educado e dar um desconto para a garota, okay? Só vou cobrar pelo café e o milkshake.

—Não preciso de desconto. Se for assim, não pagarei por nada. —Respondo, o encarando, vendo o modo com que ele olhava a Mily. Isso estava me deixando incomodado demais. Droga.


—Estou tentando ser educado, senhor! Poderia só aceitar? —Sorriu tão falsamente, mais tão falsamente, que os músculos do seu rosto deviam doer pelo esforço. Deveria mantee preso ao rosto com grampos.

—Poderia, sim. Mas não vou. —Tirei o dinheiro da minha carteira e joguei em cima da bancada, para o tal Koo Jun-hoe pegar -li seu nome no crachá- puxando Mily dali rapidamente pelo pulso.

 

—...Definitivamente. Nunca. Mais. Eu te trago aqui. —Percebi que estava andando um pouco rápido demais quando olhei para Mily, ela me encarava assustada, tentando acompanhar meus passos, quase tropeçando em seus próprios passos.


—Eu vou cair! Vai mais devagar, um pouquinho mais d-devagar! —Tropeçou, mas eu a ajudei a ficar em pé.



Foi mal. —Sorri amarelo.


Eu hein... Pra que essa pressa?


—Por que será, né? —Reviro os olhos, e continuo a andar, mais calmamente dessa vez.

 


"Mily... Não pense que, porque agora estou calmo, que não lhe darei uma bela bronca por suas malcriações de hoje..." 

 

 

Sair com essa híbrida será mais difícil do que eu esperava. Chegamos ao carro, Mily logo entrou e se acomodou no banco da frente. Eu dei uma volta para chegar ao meu lado e pus o cinto de segurança.


—Mily, põe o cinto também...


—Não quero. —Fez birra, virando o rosto. 


—Não interessa. Coloca o cinto. —Pedi, a encarando.

—Eu. Não. Querooo... —Cruzou os braços.
 

—Mily, por favor, sério...—Pedi mais uma vez, tentando não elevar minha voz, já que vi a mesma quase chorar a pouco por eu ter gritado com ela.


—Para, Yoonnie, você está MUITO chato hoje! Eu não quero colocar isso!


—Eu, chato?! Você quer mesmo ir por esse lado, sendo que você foi totalmente insuportável hoje?! COLOCA AGORA ESSA MERDA!


Vi a mesma me encarar, ele parecia estar assustada. Em uma fração de segundos, a mesma saiu do banco ao meu lado e foi para o de trás. A observei pelo retrovisor interno, vendo a mesma com os braços cruzados, mas ainda assim sem o caralho do cinto.



"Yoongí... Se controla... Fica calmo..."

 



—Mily, eu vou pedir uma ÚLTIMA VEZ. Para de ser uma híbrida tão IRRITANTE e põe a porra do cinto, caralho! —Ralhei, irritado. Ela o colocou, lágrimas eram iminentes em seus olhos. Mas dessa vez eu não dei a importância. 

 

"Entenda que isso é para o seu bem, idiota!"

 

 

Girei a chave na ignição, logo dando partida. A todo momento eu a olhava pelo retrovisor. Seu rosto estava vermelho e ela soluçava. Mesmo que eu me importe, eu não disse nada, nem sequer um pedido de desculpas. Mesmo sabendo que não a devo desculpas. Talvez um pouco, por gritar. Ela tem que entender, é para a segurança dela...

Tsc... E também, ela me deve um longo tempo de silêncio, para recompensar pelo que fez hoje a pouco. O que ela fez hoje, no dia todo!
 


Mily... —Suspirei. Ela não me olhava no rosto enquanto falava, apenas se retraiu no banco, olhando para a janela. —Você tem que me ouvir.

Ela não me respondia. Pedi paciência mentalmente. Quero que ela me ouça, mas não quero ser desagradável, ... Só conversar com ela. O que aconteceu hoje não pode se repetir, de jeito nenhum.


—Você não vai poder me ignorar para sempre, Mily... —Falei num tom de voz manso.



V-Vou sim... —Ela sussurrou, amuada. Quase deixei um riso soprado escapar, por ela ter falado quando era para estar me ignorando, mas aquele não era o momento. 


—Pare de chorar, por favor... Você tem que entender que o cinto de segurança, é para o seu bem! Sem ele você pode se machucar, ou até sofrer um... Um acidente.



Dizer aquelas palavras...


 

"Ou até sofrer um acidente"

"Ou até sofrer um acidente"

 

"Acidente"

"Acidente"

"Acidente"...

 

Senti meu coração acelerar, minha garganta deu um nó.

Engoli em seco, vitrando os olhos na rua. Voltei minha atenção a estrada, mas logo voltei a falar:



—Nós vamos conversar mais sobre isso quando chegarmos em casa. Preciso focar no trânsito agora.

 

 


Notas Finais


Pollieny: ...Eai, estão bem?

Juno: ...👀... *observando*

Obrigada por lerem até aqui! Até o próximo capítulo!
Não esqueçam de favoritar e comentar caso estejam gostando da fanfic! 💛✔

Kissus da Juno~ 👄❤
Kissus da Pollieny ~💕💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...