História My Australian Crush - Capítulo 47


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5sos, Amizade, Amor, Banda, Bebidas, Clichê, Festa, Romance, Viagem
Visualizações 31
Palavras 705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Helooooooouuuuuu, vocês ainda lembram de mim? Espero que sim! Mil perdões pelo sumiço, estava um agito aqui em casa e não consegui postar, maaaassss voltamos com tudo, e é pra valer, reta final a caminho. Este capitulo tá mais simples, mas espero que gostem.

Capítulo 47 - Um dia isso vai acabar...


Fizemos um spa day em casa mesmo, estávamos lindas por sinal, estavamos com vestidos parecidos. Os meninos chegaram pra nós buscar, chegamos ao local e encontramos o pessoal pra entrar. Cumprimentamos Brandon e Rafa contando as fofocas para a segunda, vimos alguns famosos e vi uma pessoa especial.

Eu: Ai o Pedro, eu vou lá falar com ele, gente. - anunciei animada. Ia saindo, Calum puxou meu braço, o olhei. — Quer vir junto? - perguntei com uma cara não muito boa.

Ca: Pode ir - soltou meu braço, revirei os olhos.

Eu: Ei Peeeê - já cheguei o abraçando.

Pê: Oi como vai lindona?

Eu: Bem. E você é a Luana né?

Lua: Sim. Sou eu mesmo. - disse sorrindo.

Eu: Prazer, eu sou Raíne. - cumprimento com dois beijos.

Lua: Ouvi falar bem de você, viu?

Eu: Ai dele se falou mal de mim. - brinquei e rimos.

Ficamos num papo, eu já tinha falado que estava com Calum que por sinal ainda estava emburrado, foi anunciado que a banda entraria em minutos, me despedi do casal e fui até meu boy e as meninas.

Eu: Demorei mores?

Vi: Não sei, você acha Calum? - deu uma risadinha, Vick gostava de perturbar.

Ca: Fica quieta Vitória! -elas riram

Eu: Que foi amor? - pus meus braços em seu pescoço.

Ca: Quer que eu responda? - ele estava bravo.

Eu: O que é que é Calum? Vai ficar assim por nada? - bufei, riu irônico

Ca: Nada é? - levantou uma sobrancelha. ‘ se ele soubesse que eu sou louca por essa sobrancelha não faria isso’. A banda foi anunciada.

Eu: Eu não quero e não vou discutir por nada. - Tirei meus braços — Eu tenho um show pra curtir. - fui lá pra frente onde as meninas estavam, até porque ele tinha que ir encontrar os meninos.

O show começou, curtiamos de montão, surtei pois conheci Shawn no meio do show e tive que apertar a Jeny mesmo. De repente, começou a tocar a “música”, aquela do dia do show onde tudo começou, e deu todo um furdunço e senti lagrimas vindo, essa música já significava muito e ele fez o mesmo da 1° vez cantando pra mim, eu sorri chorando, ele era um besta por “brigar” comigo e cantar pra mim depois, sabendo que eu não resisto nunca.

Ca: Tá, me desculpa. - sorri automaticamente, me virei. Ouvi atrás de mim depois de um tempo que eles desceram do palco, após finalizarem a apresentação.

Eu: Não sei, - respondi ainda sorrindo. E ele me beijou porque a resposta era óbvia. Me lembrar do primeiro show, de como ficamos, de como nos juntamos, da nossa situação, e que isso vai acabar. Sem querer chorei.

Ca: Não chora amor, hoje você tá mais maquiada que aquele dia. - me fez rir.

Eu: Cala a boca, seu bobo! - o abracei ali só sentindo seu cheiro, eu estava com uma vontade grande de dizer a ele que o amava, mas não queria me precipitar. Ele enxugou minhas lágrimas, me beijou e disse.

Ca: Você sorrindo é muito mais linda. - e eu sorri, foi inevitável.

As meninas vieram ver se tava tudo bem comigo, deram esporro no Calum que não era pra me deixar chorar, eu tive que rir. Nick Jonas subiu ao palco, curtimos mais um pouco da festa e fomos embora. Jeny ia dormir no Michael e eu ia pra casa.

Ca: Tem certeza que não quer dormir lá em casa?

Eu: Sim. - na verdade eu queria mas eu já estava me afastando pra facilitar minha vida, parecia que tudo me fazia lembrar que eu ia voltar pra casa.

Ca: Mas tá tudo bem mesmo? - fez carinho em meu rosto.

Eu: Sim, não se preocupe. - sorri, pus seu rosto em minhas mãos e o puxei pra um beijo calmo, tranqüilo. — Boa noite.

Ca: Boa noite, qualquer coisa me liga. - assenti, entrei.

Nessa noite a única coisa que fiz foi chorar, acabei dormindo mais que a cama. O pessoal achou que eu tava doente, Calum e Jeny me mimaram o dia inteiro. Os meninos falaram que iam à uma premiação a poucos dias, quem sabe meus garotos não ganham um prêmio.?


Notas Finais


E enton...?
Voltei!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...