História My Autumn Romance - sillie - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Personagens Originais
Tags Millie Bobby Brown, Sadie Sink, Sillie
Visualizações 18
Palavras 2.465
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Attraction



                    Dia 2


A pergunta de Winona me atormentou a noite inteira. Não consigui dormir nem um pouco, o que me atormentava não era a pergunta, era a resposta. Eu realmente não sabia responder, eu nunca tinha pensado em ninguém desse jeito e nunca tive interesse por sexo, nunca achei isso estranho, porque afinal de contas eu sempre fui bem diferente dos outros. Quando olhei pro relógio já eram 7h da manhã, eu literalmente passei a noite em claro. Me levantei me arrastando antes do alarme tocar, desci as escadas depois de me arrumar e fui para a cozinha

- Sadie? Já tá acordada? 

- é o que parece

- não dormiu bem? 

- eu não dormi. 

- os pesadelos denovo? 

- não, só não consegui pegar no sono

- bom, já que acordou mais cedo, vai conseguir tomar café - sorri com o comentário. Eu realmente não tomava café, porque sempre acordava atrasada. Me sentei na mesa e comi as panquecas da minha mãe que faziam parecer que hoje era sábado, comi com tanta calma que fiquei até assustada quando fui sair e vi que não estava atrasada. 

O caminho estava sendo muito tranquilo, consegui apreciar as manifestações do outono, adorava essa estação, não era branca e mágica como o inverno, nem romântica e florida como a primavera, muito menos calorosa e praiana como o verão, mas ainda sim, bonita. Talvez gostasse tanto do outono porque se parecia comigo nesse aspecto, eu nunca fui tão bonita como as outras garotas, nem tão atraente como elas, eu não estava procurando alguém como todas as outras, mas ainda sim acho que sou uma garota legal e vou conhecer alguém que pense o mesmo. Tive meus pensamentos esquecidos quando ouvi a porta de um carro bater com força e alguém chamar meu nome, me virei e vi Millie correndo até mim

- oi - ela disse cansada quando me alcançou

- oi, você 'tá bem? 

- eu vi você e vim atrás

- quem te trouxe? 

- meu pai

- Hum que diferente

- o que? 

- seu pai se importar com você, isso é raro por aqui

- não existem pais presentes aqui em Nova York? 

- eu estava falando da Terra - ela riu mas pareceu preocupada, quando começamos a andar em silêncio ela pareceu desconfortável mas eu não, eu só queria olhar em volta e ver as árvores com folhas laranja e o céu tomando uma cor azul acinzentada

- eu adoro essa estação

- mesmo? Por quê? - ela pareceu bem surpresa

- porque sei lá, só gosto dela

- você é muito estranha, Sadie Sink - sorriso em resposta, eu não ligava de ser estranha 

- vai fazer o que depois da escola? - ela perguntou

- hum, nada

- quer ir ao shopping comigo e uma amiga? 

- eu não sei, não sou boa em socializar

- você vai gostar dela, ela é legal

- ah, Millie... - olhei para os olhos dela e não pude negar

- ok - ela comemorou dando saltinhos 

- você vai ver, vai ser super legal - parei quando percebi que tinha chego na escola, Millie parou ao meu lado como se entendesse como era terrível voltar pra'quela escola

- 'ta pronta? 

- não - ela respondeu e fiquei surpresa por não ter que explicar pra ela o que aquilo significava

- eai, Sink? - Aidan Gallagher saído do nada apareceu do meu lado

- oi, Aidan 

- te vejo na aula de literatura? 

- te vejo na aula de literatura - ele deu aquele sorriso de galã de cinema e saiu andando. 

- quem era aquele? - Millie perguntou ansiosa enquanto caminhavamos para dentro da escola

- Aidan Gallagher

- ele gosta de você! - olhei com uma careta para Millie

- claro que não, Millie

- você viu o jeito que ele te olhou? Ele com certeza ta afim de você

- Millie, você tá muito louca. Aidan não gosta de mim assim, nós somos só colegas

- Aposto que ele não sorri daquele jeito pra todos os colegas dele - só revirei os olhos. Aidan era legal mas ele também era muito chato, nós tínhamos aula de literatura juntos desde o ano passado e ele sempre tentava conversar comigo, até quando eu estava lendo e isso me irritava muito. 

- estão falando de quem? - Finn perguntou depois de aparecer do nada, de onde estão saindo todas essas pessoas? 

- Aidan Gallagher - disse ainda com o pulso acelerado por causa do susto - de onde você veio? 

- eu acho que esse Aidan gosta da Sadie

- possível

- Finn! 

- o que? 

- não da corda pra ela

- o que aconteceu com a sua mão? - Millie perguntou para Finn que tinha a mão enfaixada

- ah, isso? Nada, é que eu toco guitarra e acabo ficando com bolhas nas mãos

- você toca guitarra? Que incrível! 

- é, eu gosto bastante

- eu toco um pouco de piano, mas sempre quis aprender violão

- eu podia te ensinar

- isso seria muito legal - a conversa deles estava me encomodando mas não opinei porque, sendo sincera, eu não entendo nada de música e não queria passar vergonha. Graças a Deus o sinal bateu encerrando aquela conversa - tchau, Finnie, espero que toque pra mim um dia - ela disse e saiu correndo pelos corredores, o que foi aquilo? Finnie? 

Finn foi pra sala sem nem falar comigo e eu fiquei completamente indignada. Eu estava invisível agora? Caminhei irritada para a aula de inglês

Passei a aula de inglês e ciência toda pensando no que tinha sido aquilo no corredor mesmo que eu já soubesse, mas o que me intrigava mesmo era, por que eu me importava? Tenho certeza que Caleb já estava irritado comigo por não ter prestado atenção em nada que ele estava dizendo durante a aula toda. O sinal tocou me despertando para a próxima aula, andei pelo corredor no piloto automático e só percebi que estava na aula de literatura quando vi Aidan Gallagher

- bom dia turma, hoje vocês vão se organizar em duplas para fazer um trabalho sobre o livro o Sol é para todos. Enquanto lêem esse livro quero que reflitam e anotem suas opiniões para discutirmos depois. Boa sorte, vocês tem até o dia 24 do mês que vem. - Harbour disse e não pude evitar revirar os olhos, não porque não gostava de Harbour, pelo contrário ele era meu professor preferido, mas porque eu não queria nem um pouco fazer o trabalho com alguém. Me levantei e fui até a mesa dele

- trabalho em duplas? 

- bom dia pra você também, Sink

- por que esta fazendo isso comigo? 

- em partes porque quando me sugeriram isso eu imaginei que você ficaria irritada e isso é muito gratificante

- você é o diabo

- mas também porque é uma oportunidade de alunos anti-sociais, como você, sabe? Deixarem de ser anti-sociais

- você me odeia, não é? 

- Sink, não é o fim do mundo. Você pode fazer dupla com aquele garoto legal que você sempre trata mau quando tenta falar com você

- Aidan Gallagher? 

- perfeito, já sabe o nome dele pelo menos

- porque o trabalho tem que ser em duplas? Nós vamos ler separados mesmo

- porque com uma dupla você pode discutir e socializar. Sadie, sei que gosta de fazer tudo sozinha mas dessa vez você vai ter que fazer um esforço, quem sabe você também não ajuda o garoto? Ele não tem cara de quem lê muito - nós olhamos para Aidan que estava conversando com uns garotos idiotas. Suspirei aceitando a derrota

- alguma sugestão de livro pra intercalar? 

- não, quero que você se concentre nesse. Confie em mim você vai gostar - ele disse sorrindo, dei um sorriso pequeno também e voltei a me sentar me preparando para chamar Aidan para fazer dupla comigo, mas antes que eu pudesse...

- ei Sink, quer fazer dupla comigo? - Aidan disse quando o percebi de pé na minha frente, olhei para Harbour que levantou as mãos fazendo joinhas com os dedos, revirei os olhos e voltei a olhar para Aidan

- claro, me empresta seu celular - ele tirou rapidamente o aparelho do bolso sem fazer perguntas e me entregou, digitei meu número na lista de contatos e devolvi para ele - é o meu número, pra gente combinar as coisas do trabalho 

- como quiser, Sink - ele deu um sorriso sedutor(que em nada me seduziu)e saiu andando. O sinal tocou e quando cheguei na mesa todos já estavam lá

- oi - Caleb disse e parecia ter esquecido que eu ignorei ele a aula de inglês inteira, só resmunguei em resposta

- 'ta de mal humor? - Finn perguntou quando me sentei ao lado de Millie

- tenho que fazer um trabalho de literatura

- qual o problema? Achei que gostasse de literatura

- o trabalho é em dupla - a mesa foi preenchida de "ahhh" E "uhhh" De entendimento e lamentação, menos por Millie que não parecia estar entendendo muito de tudo aquilo

- vai fazer com quem? - Millie perguntou por fim

- Aidan Gallagher - Millie sorriu malíciosa 

- o baixinho que não saí da sua cola desde o ano passado? - Caleb perguntou enquanto eu empanturrava minha boca de salada, só teria uns 15 minutos pra comer e ter que voltar pro pesadelo

- ele mesmo - disse enquanto enquanto enchia a boca denovo

- eu e Finn achamos que ele gosta da Sadie - Millie disse com o sorriso malicioso ainda brincando nos lábios, fuzilei Finn com o olhar e ele pareceu murchar

- ele não gosta de mim, somos só colegas

- eu concordo, não é normal uma pessoa ser tão obcecada com a outra como ele com a Sadie - Caleb disse para Millie, me ignorando totalmente, acho que ele estava tentando me dar o troco pela aula de inglês

- vocês sabem que eu estou bem aqui, não é? 

- você sabe se ela gosta dele? - Millie perguntou curiosa

- eu não gosto dele! 

- acho que não, ela nunca deu muita atenção pra ele

- será que ela não está só bancando a difícil? - Finn decidiu entrar na conversa

- eu não sei, não conheço a estratégia dela

- eu odeio vocês - disse sendo completamente ignorada

- mas se for isso, ta funcionando perfeitamente - o sinal tocou me salvando daquela conversa, sai andando irritada e Millie foi atrás de mim

 - espera, Sadie! - andei ainda mais rápido, mas ela me encurralou - você ainda vai comigo no shopping depois da aula, né? 

- depois daquela conversa completamente constrangedora e invasiva sobre mim da qual eu não participei? Hum deixa eu pensar, não. 

- Qual é, Sadie? Foi só brincadeira, desculpa - ela ficava muito fofa pedindo desculpas, esse pensamento fez meu corpo todo formigar

- ta! Eu vou 

- ehhh - ela comemorou - te vejo depois - ela disse e saiu andando

O resto das aulas foi bem chato, principalmente porque eu estava morrendo de sono. Quando o sinal tocou, fui me arrastando para fora e encontrei Millie e uma garota loira muito bonita do lado de fora

- oi - Millie disse animada - Sadie, essa é a Lilia

- eai? 

- e Lilia, essa é a Sadie

- eai - a garota loira respondeu - você é muito bonita, Sadie - senti meu corpo formigar denovo e meu rosto queimar

- obrigada - disse tímida, algo na forma como ela me olhava me trazia uma sensação completamente nova

Nos fomos até o shopping e ficamos caminhando e conversando, até que Millie decidiu que queria fazer compras. Fiquei olhando alguns vestidos, eu não usava muitos vestidos, mas alguns eram muito bonitos

- você divia provar esse - Lilia disse perto do meu ouvido, apontado para o vestido azul-marinho colado com recorte canoa, que eu olhava - é sexy, igual a você - um arrepio subiu pela minha espinha, quando de repente Millie saiu do provador nos interrompendo, ela estava usando um vestido curto e solto cor de rosa

- gostaram? 

- perfeito, você tem que levar! - Lilia disse se afastando de mim

- é, ficou linda - disse tentando não olhar para Lilia

- vocês tem razão - Millie disse radiante mas eu sabia que mesmo se ninguém tivesse dito nada ela ainda sim levaria. - vocês vão levar alguma coisa? 

- acho que vou levar esse - disse sem saber onde eu poderia usar um vestido como aquele, mas eu realmente tinha gostado do vestido

- apoio completamente essa decisão - Lilia disse com um olhar malicioso - você vai provar? - ela perguntou mordendo o labio 

- não, sei que vai ficar bom

- eu também - Lilia disse, o mais estranho era que o jeito que ela me olhava não me incomodava

Fui até o caixa com Millie e percebi que Lilia estava nos observando. Depois de Millie pensar em mil lugares para irmos acabamos indo para uma sorveteria, Lilia me observou o cominho todo e eu entrei no jogo sem saber direito o que 'tava acontecendo

- então o que vocês vão querer? Acho que vou pegar um milkshake de morango

- acho que vou pegar um sunday de chocolate

- eu também, parece uma ótima opção - disse com o olhar focado no cardápio

- a gente pode pegar um pra dividir - Lilia disse colocando a mão na minha perna, senti meu coração bater forte, mas em outro lugar

- claro - disse mordendo o lábio

- ok, então vamos pedir - Millie chamou a garçonete e no pedimos. Millie falou o tempo inteiro mas eu e Lilia só concordavamos e comentavamos algumas coisas, digamos que estávamos mais concentradas uma na outra do que na conversa. Quando Millie foi ao banheiro ficamos sozinhas

- então, Sadie - Lilia disse correndo os dedos pelo meu braço - o que você costuma fazer? 

- ler, eu leio muito

- que sexy

- e você? - perguntei me aproximando, eu nunca tinha flertado com ninguém antes, mas acho que era isso que estava fazendo e era tarde demais pra fugir, eu iria até o fim, mas pra falar a verdade ainda estava meio desnorteada

- ah, eu faço muitas coisas - ela sussurrou no meu ouvido - eu podia te mostrar algum dia - ela disse e mordeu o lóbulo da minha orelha

- eu adoraria

- gente vamos ter que ir embora, meu pai me ligou - Millie disse nos interrompendo denovo, nos afastamos depressa, nós estavamos do lado de fora do shopping, Lilia iria para um lado e nós para o outro

- espero te ver denovo, Sink - Lilia disse antes de sair

- fiquei feliz que vocês se deram bem, Lilia é meio arisca com a maior parte dos meus amigos - mas ela não foi nem um pouco arisca comigo

- achei ela bem legal


Millie voltou pra casa e eu também, mas no meio do caminho comecei a ficar preocupada, eu estava flertando com uma garota? Estava. Isso nunca tinha acontecido antes, mas estava acontecendo agora, eu não gostava dela daquele jeito mas mesmo assim eu senti algo, algo como... Atração. 


Notas Finais


Voltei gente
Queria dizer que o desenvolvimento dessa história vai ser um pouco lento, porque a Sadie ainda está se descobrindo, começando uma amizade com a Millie que lentamente vai se transformar em algo mais e quero trabalhar com responsabilidade como o trauma dela pode afetar os outros aspectos da vida.

Comentem o que estão achando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...