História My Babygirl - Capítulo 1


Escrita por: e btsgot7love

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags 50 Shades
Visualizações 127
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - My angel


Fanfic / Fanfiction My Babygirl - Capítulo 1 - My angel


Eu estava em minha sala de aula fazendo a lição que o professor está passando no quadro negro,enquanto do lado de fora da sala uma tempestade de neve fraca se faz presente com nuvens completamente cinzas,eu visto minha saia escolar e um agasalho preto por cima da caiseta de botão branca,o frio é imenso,é a primeira vez que um inverno assim se faz presente no japão,o professor para por um momento e se vira para nós,eu largo o lápis e ele bufa,deu para ver o ar quente sair de sua boca e se desfazendo no ar
-Muito bem,Como esse trabalho é difícil para poder fazer sozinho,nem mesmo o aluno mais inteligente consegue,teremos que fazer em duplas,na qual eu vou designar
ele falou e eu me mantive quieta,diferente dos outros alunos de minha sala que fazem chacota e ficam berrando como animais,apenas por que o professor vai decidir a dupla>
-muito bem,Yuri Nishiki
ele fala meu nome e eu me levanto
-Hai sensei
-você fará dupla com Yuki Tsukuyomi
ele fala e eu procuro outro aluno que tenha se levantado,o mesmo se levanta,quando o vi não acreditei,ele tinha olhos verdes-esmeralda,cabelos grandes e castanho escuro e a pele parda,vestia um casaco bege e ele parecia calmo,eu coro um pouco
-hai sensei
eu falo e me sento novamente,Yuki se senta também,eu espero a aula passar para ser dispensada
19 pm
Quando eu sai da escola eu estava na saída e sou parada por Yuki,ele me olha sorrindo calmo.
-Yuri,certo?
ele fala sorrindo,e eu acenti positivamente
-bem acho que não preciso me apresentar-ele sorri e ri calmo,eu ri dócil retribuindo-bem pode ir na minha casa fazer o trabalho da escola?
ele pergunta calmoe gentil,eu acenti
-quando?que horas?
-amanhã as 19,me encontra na cafeteria Kitsune
ele fala e eu sorri,eu ia pra casa mas antes disso ele aparece ao meu lado
-Yuki?
-posso te acompanhar?tipo...-ele encara um grupo de garotas e bufa com um pouco de raiva-acho que temos presenças desagradáveis aqui
eu sorri
-não precisa se preocupar tanto assim Yuki,arigato,Oyasuminasai
eu falo e me despeço dele,eu saio do local e vou para minha casa.
10 min depois
Eu chego em minha casa,uma casa meio perto das montanhas-mas claro,dentro da aréa urbana(cidade)-eu entro na mesma e deixo os sapatos do lado de fora,eu tiro o agasalho e ponho no porta casacos,vou em direção ao banheiro e vejo que tem um banho quente preparado,minha mãe o fez,eu sorri e tiro minha roupa pra tomar banho,eu entro na banheira e eu sorri aliviada,eu amo frio mas nem tanto
-ahhh que bom-eu sorri e sinto as bochechas corarem,eu faço um coque meio mal-feito e eu começo a aproveitar-bem,amanhã vou fazer o trabalho com o Yuki
eu sorri ao lembrar dele,ele parece ser um bom garoto,só um pouco teimoso e desastrado,ele ficou me seguindo pra ver se ninguem me machucava,eu ri ao lembrar que ele derrubou um caixote cheio de peixes na feira.
Assim que eu termino o banho eu me levanto da banheira e eu vou para meu quarto,visto um short e uma regata branca de pijama,minha mãe aparece
-Oyasuminasai Filha
eu sorri e me reverencio
-Oyasuminasai Okaa-san
ela sorri e se aproxima de mim,ela beija minha testa e me senta na cama
-como foi a aula hoje?
ela pergunta calma,eu apenas sorri e respondi o que ela ouve toda hora
-a mesma coisa de sempre
Eu me deito na cama
-ah,mãe amanhã eu vou ter que fazer um trabalho de escola na casa de um colega,posso ir lá?
eu falo me sentando novamente,ela me encara
-vai,mas cuidado viu?
ela fala preocupada e eu acenti positivamente,eu me deito na cama e ela se aproxima da porta e a fecha lentamente
-dorme com os anjos filha
-você também mãe
eu sorri e ela fecha a porta,eu começo a fechar os olhos e eu durmo
17/5
19 pm
Eu vou para a entrada do colégio e eu encontro o Yuki,ele estava lá com um cachecol vermelho e casaco azul escuro com uma pelagem branca no capuz que ele não vestiu,eu sorri e vou até ele,ele me encara sorrindo
-Você veio Yuri
-Sim,vamos fazer o trabalho?
Eu estou animada em conhecer ele,ele balança a cabeça positivamente e vamos para a casa dele,caminhamos até sua casa enquanto chovia,eu sentia as gotas de chuva caindo e eu sorri,ele me encara com uma expressão confusa/curio
-ama chuva?
-Hai...eu amo
ele sorri ao ouvir o que eu acho
-eu também...mas não quero pegar resfriado e não quero que minha colega de trabalho pegue também
ele fala e pega um guarda-chuva que ele guardou na mochila,ele o abre e ele faz um sinal pra eu enlaçar meu braço no dele
-vamos
eu coro levemente e sorri,eu enlaço meu braço no dele e vamos em direção a casa dele.
Após andarmos pela cidade,chegamos em sua casa,era em um apartamento,eu olho e ele está em perfeito estado,entramos no apartamento e subimos até o 4 andar,ele pega a chave e abre a porta com a numeração 25,assim que ele abre a porta eu vejo sua sala,simplesmente arrumada,quase perfeita,com uma mesa de centro com um vinho e um bloco de notas em cima,um sofá preto,eu sorri e entro na casa dele,tiro meus sapatos
-bela casa
-arigato gozaimasu,bem...se quiser comer ou beber algo só pedir ou pegar,você deve estar com fome
ele fala calmo,eu o encaro 
-Iie,arigato gozaimasu Yuki,vamos fazer o trabalho
-hai
ele sorri e abre a mochila dele e eu faço o mesmo,pegamos os materiais e eu começo a fazer o trabalho com ele.

Após terminarmos o trabalho eu me espreguiço um pouco e bocejo,a chuva começou a ficar menos forte,eu sorri e ele parece meio sonolento,eu o encaro e percebo algo que eu não tinha visto antes,as franjas dele eram meio brancas,eu sorri e me levanto,eu me aproximo dele e eu o balanço com o intuito de acorda-lo,ele demonstra sinal de que está despertado,eu sorri
-Oyasuminasai Yuki
-O...Oyasuminasai Yuri,que horas são?
-acho que eu já devo ir pra casa
-é...
ele fala e se levanta,ele se espreguiça e vai beber,ele veste um agasalho
-pronta?
-Hai!
eu falo meio animada e ele pega o guarda-chuva que está meio molhado,saímos do apartamento e fomos para minha casa.
Em frente a minha casa,minha Okaa-san está dormindo,eu sorri e o encaro meio preocupada
-Você não acha perigoso andar sozinho por aí de noite?nessa chuva ainda?
ele sorri sereno e calmo,eu gosto quando ele sorri assim
-não tem problema,obrigado por se preocupar Yuri-chan
ele fala e eu coro levemente,eu olho o chão com as gostas de chuva caindo sobre as poças
-e..ei...-ele me encara-quando poderemos nos encontrar de novo?
ele fica surpreso e eu coro mais,eu o encaro e eu percebi que ele tá meio corado,ele sorri e se aproxima
-amanhã talvez,a gente possa se ver,que tal?
ele fala e eu abro um enorme sorriso
-Hai!
eu falo e ele põe sua mão em minha boca,eu fico meio surpresa e não entendi o que ele ia fazer,ele aproxima em sua mão e beija a mesma,eu coro um pouco até eu perceber,que era um beijo
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...