História My Babysitter - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jin, Mark, Rap Monster, Yugyeom
Tags Bts, Jin, Namjin, Namjoon
Visualizações 286
Palavras 1.404
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey Armys!

Enfim, voltei com o capítulo que vocês tanto queriam meus amores. Espero que gostem!

Capítulo 18 - Capítulo 17: Ressaca


Fanfic / Fanfiction My Babysitter - Capítulo 18 - Capítulo 17: Ressaca

Jin's P.O.V

Acordo de manhã... ou quase. Ao abrir os olhos logo notei não estar em meu quarto...muito menos em minha casa. Olho Namjoon a minha frente, que ainda dormia calmamente me abraçando com seu braço envolto em minha cintura e suas pernas estavam entrelaçadas as minhas.

— O que eu fiz, Meu Deus?! — sussurrei

Me recordo de ontem a noite e suspiro, fechando os olhos. Ainda me lembro de cada detalhe...dos seus beijos, seus toques...

Aigoo! Preciso esquecer isso e sair daqui.

Tentei me afastar, mas ele não deixava, me apertando mais contra si. O empurro de leve, conseguindo o afastar de mim e me levanto com o maior cuidado do mundo para não o acordar. Me arrumei e saí do quarto voando, descendo para a sala.

Respirei fundo. Tratei logo de sair da mansão e ir correndo ao ponto de ônibus para ir pra casa.

(...)

Entro em minha casa, encontrando tudo em silêncio. Ainda são 5:30 então devem estar dormindo. Ao chegar no meu quarto, vi Yugyeom dormindo junto ao Jimin na sua cama e na minha estavam Baekhyun e Chanyeol. Eles com certeza não aguentaram esperar e Chanyeol ainda ficou cuidando do meu menino enquanto passei a noite fora.

Caminhei até meu guarda-roupa e peguei uma roupa para me vestir, então indo para o banheiro tomar um banho quente. E enquanto a água caía sobre meu corpo, não parei de pensar no que aconteceu entre mim e Namjoon.

Não acredito que fiz isso!

Com certeza ele nem ao menos irá se lembrar quando acordar e eu acho bem melhor assim.

Termino meu banho e desligo o chuveiro, saindo de dentro do box e me secando com a toalha. Visto uma calça jeans, uma camisa de manga longa azul escura e tênis pretos. Peguei um cachecol preto e enrolei no pescoço para esconder a marca roxa deixada por Namjoon.

Vou para a cozinha preparar o café da manhã. Cantarolei alguma música enquanto fazia o café de todos. Então vejo Baekhyun aparece e eu sorrio.

— Bom dia, Baek. Acordou cedo!

— Esse serzinho aqui acordou com fome.— disse um pouco sonolento e acariciando a barriga que já está um pouco grandinha

Rio.

— Imagino.

— Tem chocolate? Queijo? Geleia? Hm...quero comer isso na torrada.— disse se apoiando no balcão

— Acho que você ainda supera o Mark nos desejos estranhos.

Termino o café da manhã e faço o que Baekhyun pediu também. Tomei café junto com Baekhyun e então ele foi descansar mais um pouco. Eu me deitei no sofá para descansar também um pouco antes de ir trabalhar.

Namjoon's P.O.V

Acordo com uma terrível dor de cabeça. Resmungo pela luz entrando pela varando e me sento na cama com certa distância.

— O que aconteceu?

Não me lembro de nada. Só que eu e meus amigos acabamos saindo para beber e eu voltei para casa. Não lembro de nada depois de passar pela porta.

Sinto como se minha cabeça fosse explodir. Resolvi me levantar e me apoio no criado-mudo para ficar de pé.

— Quando eu tirei a camisa? — me perguntei notando estar sem minha camisa e logo a vejo jogada no chão

Decidi deixar para lá e caminhei até o banheiro, me livrando do resto de minhas roupas e adentrando o box. Liguei o chuveiro e entrei debaixo da água fria.

Após tomar banho, enrolo a toalha na cintura e vou ao closet. Pegue um terno preto e o vesti, penteei o cabelo e desci para tomar café da manhã.

— Bom dia, Namjoon! — disse Youngjae que comia e dava mingau na boca de Jungkook

— Fale baixo, por favor.— digo me sentando

— Tá de ressaca? A noite foi boa hein!

— Cala a boca.

— Só digo o que vejo.— ele sorriu malicioso — Belas marcas de unhas no pescoço.

Que?!

Levo a mão ao pescoço e então logo trato de ajeitar a gola de minha camisa social e o paletó.

— Bom dia, Jin.— disse Youngjae e vejo Seokjin chegando com o Taehyung

— Bom dia, Jae! — sorriu e então me olhou, ficando corado — B-bom dia, Nam...Er...Senhor.

— Bom dia.— digo e respiro fundo — Hyejeong! — a chamo

— O que deseja, Senhor Namjoon?

— Me prepare um café bem forte.

— Sim senhor, com licença.— disse e saiu

Fecho os olhos, tentando relaxar e ver se amenizo essa dor de cabeça. Ao abrir os olhos, vejo Seokjin limpando a boca de Taehyung.

— Já tá na hora de devolver meu cachecol né? — disse tirando o cachecol dos ombros de Taehyung que reclamou

— E parece que mais alguém teve uma boa noite, não é Jin? — Youngjae falou

— Hã?

— Jin, o que é isso? — perguntou Tae apontando para uma marca roxa no pescoço de Seokjin

Imediatamente encarei o babá, que estava completamente vermelho e eu senti algo estranho.

— É só... a-alergia a um perfume novo, TaeTae. Por isso estava usando o cachecol.

— Alergia...claro.— disse Youngjae sem acreditar

Seokjin logo enrolou o cachecol no pescoço e me olhou, então desviando o olhar para outro canto da sala de jantar.

(...)

— Você está mal, amigo.— disse Jackson

— Estou com uma maldita ressaca! — falei

— Deveria ter ficado em casa.— disse — Até ia falar com você quando fui buscar o BamBam mais cedo, mas imaginei que estivesse assim e dormindo ainda.

— Falando no seu filho, não o deixou com o Seokjin de novo né?

— Deixei.

— Aish! Que seja! Agora por favor saia.— digo já o mandando embora

Jogo a cabeça para trás. Beber pode até ser bom, mas tem o lado ruim no dia seguinte. Suspiro querendo que essa dor de cabeça passe logo.

— Não saio.— ouço Jackson e bufo — Se lembra de algo de ontem?

— Não lembro de nada após passar pela porta da mansão até acordar na minha cama, só de calça, e com isso no pescoço.— aponto para as marcas de unhas

— Não lembro de você ficar com ninguém quando fomos pra balada depois do restaurante.

— Nem eu lembro, e em casa que eu sei que não ganhei essas marcas.

— Vai que foi lá? Se tivesse ficado com o Youngjae o JB te mata hahaha.— disse rindo

Me levanto um pouco para lhe dar um tapa na cabeça e depois me endireito na cadeira. Fiz careta.

— Claro que não! Eu nunca faria isso.

— Até onde lembro: você não é mais hetero desde a Seolhyun e estava bêbado, então não pensava direito.

— Para de dizer besteira! — exclamei

— Tá, Youngjae nunca trairia o Jaebum mesmo.— disse — Ei! Já pensou se você chegou e agarrou o Jin?

Arregalo os olhos. Jackson estava ficando louco só pode. NUNCA que eu agarraria o babá do meu filho, estando bêbado ou não. Tenho ética e consciência!

— Você é louco!

— É uma possibilidade. Aí só falta logo ele aparecer com a notícia que você vai ser papai de novo haha.

— Ele é homem! E não é como o Youngjae, que é um caso raro...ou seu ex também.

Jackson devia ser internado numa clínica para deficientes mentais. A cada dia fica mais louco.

— Aish! Não me lembre dele! O Mark não desiste dessa briga pela guarda do BamBam, mas já estou dando meu jeito.

— Que jeito?

— Não importa! Contanto que eu fique com meu filho, tudo é válido.

(...)

— Jackson, acho que você já pode se mudar pra cá de tanto que te vi por aqui.— disse Youngjae

— Não dê ideias a ele.

Jackson veio jantar na minha casa...de novo. Daqui a pouco eu vou ficar indo na casa dele para ele ver se gosta.

— BamBam, para de puxar o cachecol do Jin! — Wang disse

— Agora me lembrei, arranje logo uma babá pra ele e pare de usar o meu, por favor.— falei ao meu amigo

Seu?

Notei o que disse. Olhei Seokjin que estava corado.

— Você entendeu!

— Eu vou achar uma babá nova, mas até lá acho que o Jin não se importa de ficar com o BamBam.

Revirei os olhos.

— Hm...eu tenho um amigo que está sem emprego. Ele é bom cuidando de crianças, até ficava com o Yugyeom nos dias que tinha folga.— disse Seokjin

— Problema resolvido.— falei e sorri falsamente para Jackson

— Que bom! Para o chato ali não reclamar dia e noite, amanhã eu já ia tirar o dia de folga, então venho aqui para almoçar e o BamBam brincar com o Tae e o Jungkook. Você trás seu amigo e já converso com ele.

— Okay.

— Bom, eu vou tomar um banho.— falei

Subi para o meu quarto e fui tomar um banho. Então troquei de roupa e me joguei na cama. Ainda quero lembrar o que houve ontem.

Aish! Ressaca!


Notas Finais


Hmm... será que Namjoon vai lembrar? O que será que aconteceu nessa noite?

Logo trago mais. Não se esqueçam de comentar viu?!?!?!

Beijos de uma army, bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...